Fernando Fialho convocado para esta segunda na Assembleia

Fernando Fialho está sendo aguardado para esta segunda
O secretário estadual de Desenvolvimento Social, Fernando Fialho, deve comparecer, nesta segunda-feira (01), à Assembleia Legislativa para esclarecer o caso do convênio suspeito firmado com a Associação Vera Macieira, no valor de cerca de R$ 5 milhões, destinado a obras de melhoramento de acesso no povoado inexistente “Trechos”, na Raposa.

Em uma série de notas, Fernando Fialho acabou entrando em contradição e a oposição não perdeu a oportunidade de evidenciar isso e pedir a convocação, que foi aprovada, inclusive, com o apoio da base governista.

Na primeira convocação, no dia 18 de junho, Fernando Fialho não compareceu à Casa, alegando a presença de representantes do “Grito da Terra” na Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedes). A decisão foi encarada pela oposição como desculpa “esfarrapada” e uma nova data foi marcada.

Depois disso, a oposição ainda descobriu mais dois convênios suspeitos firmados entre a Sedes e a escola comunitária Nossa Senhora das Graças para obras de perfuração de poços e melhoramento de acesso. 

Por tudo isso, a seção desta segunda-feira (01) promete!

Cohatrac II vive drama da falta de água

Moradores vivem drama da falta de água
Moradores buscam alternativas
Já é crônico o problema da falta de água no Cohatrac II. Os moradores enfrentam mais uma crise no fornecimento feito pela inoperante Companhia de Águas e Esgotos do Maranhão (Caema) no bairro.

Desde a última quinta-feira (27), não cai uma gota de água das torneiras das casas no Cohatrac. E os moradores têm que se virar como podem para as atividades domésticas e o consumo diário. Pior é que a Caema, órgão ligado à Secretaria Estadual de Saúde, que tem como titular Ricardo Murad, não dá a mínima satisfação e nem assistência às famílias.

A dona-de-casa Edite Araújo, moradora do Cohatrac II há 20 anos, disse que esse drama não é de hoje. Segundo ela, há muito tempo isso já acontece, tornando a vida das famílias um verdadeiro drama.

Uma das saídas é a compra de água por meio dos carros-pipas. Sem opção, os moradores, que têm mais condições, reúnem-se e chamam um caminhão desses para abastecer as caixas, o que termina saindo muito caro para as economias já pré-determinadas.

O governo do Estado precisa tomar uma providência plausível para acabar com esse grave problema da falta de água no Cohatrac, um dos bairros mais populosos de São Luís.

PROTESTOS – Deputados elaboram pauta para Roseana cumprir

Oposição concedeu entrevista coletiva
Em entrevista coletiva, nesta quinta-feira (27), os deputados estaduais Rubens Pereira Jr. (PCdoB), Othelino Neto (PPS) e Bira do Pindaré (PT) foram os representantes de um grupo de parlamentares da oposição, na apresentação de documento contendo “Propostas ao Povo Maranhense”, a ser entregue ao Governo do Estado, por conta das mobilizações populares que acontecem no país e no Maranhão. Também são signatários do documento os deputados Marcelo Tavares (PSB), Eliziane Gama (PPS), Carlos Amorim (PDT) e Cleide Coutinho (PSB).
Na entrevista, os parlamentares esclareceram que o grupo não falava em nome dos movimentos populares, mas com a finalidade de propor ao Governo do Estado ações que retirem a administração da imobilização e adote medidas de combate à corrupção. Todos criticaram a governadora Roseana Sarney (PMDB), que estaria se omitindo de receber representantes dos movimentos e sem tomar medidas que possam melhorar a situação sócio-econômica do Estado.
No documento defendem, por exemplo, que haja redução do ICMS de todos os itens que compõem a tarifa do transporte coletivo municipal e intermunicipal; suspensão de convênios fantasmas e auditoria em todos os convênios celebrados com a Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedes); extinção do Conselho de Gestão de Políticas Públicas (Congep), ou que os conselheiros não recebam remuneração; implantação da “Ficha Limpa” na esfera estadual; e a realização de concurso para saúde e educação.
Outros pedidos destacados foram o fim dos gastos exagerados com propaganda; isenção de ICMS para os produtos da cesta básica; funcionamento imediato dos72 hospitais prometidos em 2010 e do Hospital PAM Diamante, em São Luís; dobrar o número de vagas de convocados no concurso da PM, de duas mil para quatro; e transparência na aplicação do dinheiro dos empréstimos feitos pelo BNDES, com a constituição de Comitê Gestor, para analisar os projetos.
Cada deputado presente à entrevista fez uma avaliação extremamente positiva do movimento popular e cobraram que o governo precisa ouvir as vozes das ruas. Rubens Pereira Jr., por exemplo, destacou que governadora deveria fazer como fez a presidem Dilma, chamando os segmentos para ouvir as reivindicações de cada um.

CONSELHÃO – Deputados da oposição denunciam "Bolsa Eleição"

Deputados da oposição denunciaram o “Conselhão”

O chamado “Conselhão” ou “Bolsa eleição” foi desmascarado pelos deputados de oposição da Assembleia Legislativa do Maranhão, na manhã desta quinta-feira (27). Estão nomeados para o Conselhão 206 políticos do grupo da Governadora do Estado para receberem R$ 5.850 por mês.

O “trabalho” dos que recebem a “bolsa eleição” é aconselhar a Governadora sobre políticas públicas de gestão em uma reunião mensal. Para o deputado estadual Bira do Pindaré (PT) o Conselhão é uma imoralidade, é uma afronta à população maranhense.

O parlamentar ressaltou que exatamente no momento em que a população maranhense está nas ruas reivindicando melhorias e moralização da política, estoura a bomba de políticos derrotados nas eleições de 2012, recebendo dinheiro público para não fazer nada.

“É um sistema de compra de cabo eleitoral, um Conselhão que cabe mais de 200 pessoas para receber R$ 5.850 por mês para uma única reunião que ainda pode apresentar um atestado e não comparecer. Eu não sei se tem fonte de dinheiro mais fácil do que essa. É uma imoralidade.    

No caderno de pautas apresentado pelos deputados de oposição ao Governo do Estado, o deputado Bira incluiu a extinção do Conselhão ou o fim do Jeton de R$ 5.850 por mês para uma única reunião. O que torna ainda mais absurda a Bolsa eleição do Governo do Estado é a nomeação do pré-candidato do Grupo Sarney ao Governo do Maranhão.

“Luis Fernando Moura da Silva está nomeado no Conselhão recebendo JETON R$ 5.850, por mês para uma reunião apenas. Nós temos que acabar com isso, não podemos mais tolerar isso, e, a Governadora na primeira fala se ela sair do silêncio se ela parecer que ninguém a acha vai ter que dizer: Acabou o Conselhão. É obrigação de quem tem vergonha na cara”, denunciou Bira.

Veja a lista de 42 ex-prefeitos e candidatos derrotados que recebem R$ 5,8 mil do governo do estado por mês:

TIAGO RIBEIRO DANTAS (PRP) – Feira Nova do Maranhão
JOSÉ LIMA DOS SANTOS NETO (PMN) – ex-candidato a deputado estadual
DANÚBIA LOYANE ALMEIDA CARNEIRO (PR)– Chapadinha
WILLIAM GUIMARÃES DA SILVA (DEM) – Guimarães
HELOÍSA HELENA FRANCO (DEM) – Alcântara
PRISCYLLA BONIFÁCIO DE OLIVEIRA SÁ (PTdoB) – Presidente Dutra
MARCONI BIMBA CARVALHO DE AQUINO (PRP) – Rosário
JOSÉ REINALDO DA SILVA CALVET (PSC) – Bacabeira
JOSÉ MÁRIO ALVES DE SOUSA (PMDB) – São João dos Patos
LEÃO SANTOS NETO (PSDB) – Arari
JOSIMAR CUNHA RODRIGUES (PR) – Maranhãozinho
MARIA DO ROSÁRIO SERRÃO MARTINS (PPS) – Rosário
ANTONIO ATAÍDE MATOS PINTO  (DEM) – Cachoeira Grande
MARIA SONIA OLIVEIRA CAMPOS (DEM) – Axixá
MARINALVA MADEIRO NEPONUCENA SOBRINHO (PTB) – Tufilândia
RAIMUNDO NONATO E SILVA (PMDB) – Barão de Grajaú
BRENO CARDOSO DA SILVEIRA – Parnarama
MAGRADO AROUCHA BARROS (PR) – Viana
CONCEIÇÃO DE MARIA CUTRIM CAMPOS (PMDB) – Olinda Nova do Maranhão
ITALO CARDOSO LIMA E SILVA (PRP) – São Raimundo das Mangabeiras
JOSÉ RIBAMAR LOPES DE SOUSA (PMDB) -Morros
ANTONIO JOSÉ BITTENCOURT DE ALBUQUERQUE JÚNIOR – vereador de Caxias
ADRIANO SOARES DE SOUSA (PSL) – Belágua
FRANCISCA ALVES DOS REIS (PSD) – Fortuna
MARIA RITA SODRE OLIVEIRA (PP) – Cururupu
GILDÁSIO ANGELO DA SILVA (PSL) – Poção das Pedras
MARIA DO SOCORRO ALMEIDA WAQUIM (PMDB) – Timon
JOÃO MOREIRA PINTO (PR) – Vila Nova dos Martírios
LEILA MARIA RESENDE RIBEIRO (PV) – Sucupira do Norte
LINDALVA FERREIRA LIMA (PRB) – Lagoa Grande do Maranhão
RUBEM EDUARDO SANTOS AMORIM (PSD) – Mirinzal
JOSÉ MARIA OLIVEIRA MATOS (PMDB) – Icatu
MARIA VALDENIR COELHO ALVES (PMDB) – Cidelândia
MÁRIO JORGE SILVA CARNEIRO (DEM) – Esperantinópolis
FRANCISCO DE ASSIS CANAVIEIRA FONSECA (PT) – Tutóia
IVALDO ALMEIDA FERREIRA (PDT) – Mirinzal
SÉRGIO RICARDO OLIVEIRA VIEIRA (PTB) – Açailândia
MÁRCIO ANDRÉ BRAÚNA REZENDE (PTB) – Santa Rita
GEAMES MACEDO RIBEIRO (PDT) – Igarapé Grande
ELINALDO COLAÇO ARAÚJO (PSD) – Matões

RIVALGÊNIA CONCEIÇÃO GONÇALVES MORAIS (PV) – Viana








BATE-BOCA – Bira do Pindaré e Roberto Costa quase vão às vias de fato

Clima esquentou por conta da denúncia do “Bolsa Eleição”. Turma do “Deixa disso” agiu rápido
Bira do Pindaré
Por muito pouco, os deputados Bira do Pindaré (PT) e Roberto Costa (PMDB) não foram às vias de fato durante a sessão desta quinta-feira (27). Só não o fizeram porque a “turma do deixa disso” não permitiu. Tudo começou por conta de uma denúncia a oposição quanto a jetons concedidos no Conselho de Gestão do governo Roseana, que já ganhou o apelido de “Bolsa Eleição”.


Roberto Costa provocou Bira do Pindaré, puxando o velho assunto de uma viagem do petista aos Estados Unidos, no período do governo Jackson Lago, alegando que os custos disso foram pagos com dinheiro público. O peemedebista chegou a chamá-lo, abertamente, de “trambiqueiro” e “pilantra”.

Roberto Costa
Reação – Bira do Pindaré, obviamente, não aceitou a provocação e chamou Roberto Costa de mentiroso. Segundo o petista, a viagem foi custeada pelo Consulado Americano e nunca com dinheiro público. 

O clima esquentou entre os dois e Roberto Costa tentou subir à tribuna para resolver o assunto fora do decoro parlamentar. Percebendo a agitação  e o cenário de briga, o presidente Arnaldo Melo (PMDB) encerrou a sessão.

“Roberto Costa que prove o que está dizendo e mostre se o governo Jackson pagou a viagem. Ele é um mentiroso”, reagiu Bira após a sessão.

SEM CLIMA – Graça Paz anuncia saída do PDT

Sem espaço no PDT, Graça Paz deixou o partido
Citando mensagens bíblicas como “Não julgues e não sereis julgado”, a deputada Graça Paz (sem partido) anunciou, na manhã desta quinta-feira (27), a saída do PDT. Segundo ela, sem rancor. Porém admitiu que não havia mais clima para que continuasse na sigla.

Apesar de não ter revelado ainda para qual partido deve ir, nos bastidores há a especulação de que a deputada “desembarcará” mesmo no PHS. A parlamentar disse que tem, até o mês de outubro, para decidir o futuro partidário visando às eleições de 2014.

DESCONFORTÁVEL – Graça Paz se sentiu desconfortável no PDT depois que o marido, ex-secretário de Transportes, Clodomir Paz, afastou-se do partido para ingressar no primeiro escalão do governo Roseana Sarney, para o qual a sigla faz oposição no Estado.

Com a saída de Clodomir, Graça Paz, mesmo estando no PDT ainda, passou a adotar uma postura de apoio ao governo Roseana, votando, inclusive, a favor de um empréstimo bilionário para o Executivo, o que recebeu críticas e manifestações da cúpula pedetista.

Sem espaço e “sem clima”, como ela mesma disse, a saída de Graça Paz do PDT já era esperada.

Ufa! Brasil está na final da Copa das Confederações


O mineiro Fred abriu o placar no Mineirão
A Copa do Mundo começou mais cedo em Belo Horizonte. Diante de 57 mil torcedores em um Mineirão lotado, a seleção brasileira, em total clima de Mundial, encarou um dos seus mais tradicionais adversários e não deixou o fantasma do Maracanã de 1950 tomar forma no estádio mineiro. 

Em um jogo muito disputado, o Brasil venceu por 2 a 1 o Uruguai e se classificou para a decisão da Copa das Confederações, domingo, no Maracanã, às 19h, contra Espanha ou Itália, que se enfrentam nesta quinta-feira, no Castelão, na outra semifinal.

Paulinho foi o herói da classificação ao fazer o segundo gol brasileiro, de cabeça, aos 41 minutos do segundo tempo. Antes, já haviam brilhado Júlio César, ao defender um pênalti logo no início, quando o placar estava 0 a 0, e Fred, que abriu o placar pouco antes do intervalo. Cavani fez o gol de um Uruguai que jogo recuado, e assustou mais pelas falhas da defesa brasileira do que por seus méritos.

O enredo dos jogos anteriores se repetiu no Mineirão, com a torcida e os jogadores cantando o Hino Nacional a capela, após a interrupção da execução oficial. Antes de a bola rolar, um minuto de silêncio pelos dez anos da morte do camaronês Marc-Vivien Foé, ocorrida também em uma semifinal de Copa das Confederações. O clima de decisão, porém, esfriou após o apito do árbitro chileno Enrique Osses. As duas equipes erravam muitos passes, e a seleção brasileira, muito bem marcada, sequer chegava perto da área uruguaia.

Polícia investiga explosão de caixa eletrônico em Gonçalves Dias

Equipes de investigadores da 13ª delegacia Regional de Presidente Dutra e do Distrito Policial de Gonçalves Dias, com apoio de militares da 11ª Companhia Independente, estão em diligências para localizar a quadrilha envolvida na explosão dos três caixas eletrônicos da agência do Banco do Brasil, fato ocorrido na madrugada desta quarta-feira (26), na cidade de Gonçalves, a 340 km de São Luís.
Segundo informações policiais, a ação criminosa teria sido cometida por oito homens armados com pistolas e escopetas. A polícia já descobriu que durante a ação, três integrantes do bando entraram na agência e acionaram os explosivos. O restante do grupo permaneceu do lado de fora efetuando disparos em via pública. O bando teria deixado o local utilizando quatro motocicletas.
A Superintendência Estadual de Investigações Criminais (Seic) já enviou uma equipe ao município para integrar os trabalhos de identificação dos suspeitos. O delegado regional de Presidente Dutra, Paulo Artur Garcia, já está na cidade para ouvir testemunhas e dar início às investigações.
Fonte: Secretaria de Segurança

"Polícia comete excessos contra manifestantes", denuncia Eliziane


Eliziane diz que sofreu ameaça durante manifestação


A presidente da Comissão de Direitos Humanos e das Minorias, deputada Eliziane Gama (PPS), criticou a ação dos policiais na tentativa de reprimir a manifestação pacífica ocorrida na última segunda-feira, dia 24 de junho.
Na tribuna da Assembleia Legislativa, a parlamentar denunciou o despreparo e a truculência dos policiais contra os manifestantes e que resultou em confronto e revolta. Ela informou que a Comissão de Direitos Humanos encaminhará as denúncias para a OAB, Ministério Público, Ouvidoria de Segurança Pública e Corregedoria da PM pedindo providências.
“Não quero generalizar, mas infelizmente os policiais não estão preparados para manifestações no nosso Estado do Maranhão. Quero registrar o meu repúdio e indignação, e afirmar que vou encaminhar a OAB, Ministério Público e Corregedoria da Polícia Militar do Maranhão, para que as devidas providências sejam tomadas e seja aberto um procedimento para apurar a conduta dos militares”, assegurou.
Eliziane Gama lembrou que sempre apoiou o movimento dos militares por melhorias para a categoria, e ressaltou que tem respeito pela Polícia Militar do Maranhão, mas lamentou o despreparo diante das mobilizações.
Protesto – O protesto intitulado “São Luís Acordou” iniciou às 17h em frente ao Tropical Shopping no Renascença e seguiu para a Assembleia Legislativa. Os manifestantes se dispersaram logo depois do confronto com a cavalaria e a Tropa de Choque da Polícia Militar.
A informação é que após confronto, os manifestantes se retiram da Assembleia Legislativa, e um grupo menor se dirigiu ao elevado da Cohama e fechou as duas vias da Avenida Jeronimo de Albuquerque. O CPM e a Tropa de Choque dispersaram os manifestantes com spray de pimenta e balas de borracha.
Segundo o relato da parlamentar, foi neste momento que ela passava no local e tentou socorrer uma jovem desmaiada, e recebeu ameaça e ordem de prisão de um PM, identificado como major Welligton.
De acordo com a parlamentar, ao ver a jovem desmaiada tentou socorrê-la e mesmo se identificando como deputada estadual foi hostilizada por um policial militar.