Pesquisas recentes evidenciam desgaste na campanha de Gastão

Gastão Vieira vem sentindo o desgaste de seu grupo político

Gastão Vieira vem sentindo o desgaste de seu grupo político

As recentes polêmicas envolvendo o candidato ao governo, Lobão Filho, desgastaram também a campanha do candidato ao Senado pela coligação “Pra frente, Maranhão”, Gastão Vieira (PMDB). As pesquisa Exata/TV Guará/Fiema e Data M, divulgadas neste final de semana, comprovam a queda vertiginosa de ambos na reta final da eleição.

O clima de insegurança com a crise do sistema penitenciário do governo Roseana, principal aliada de Gastão Vieira, e o escândalo de um vídeo divulgado pela campanha da família Sarney contra Flávio Dino atingiram, diretamente, o candidato da oligarquia ao Senado.

Com isso, Roberto Rocha, candidato da coligação “Todos pelo Maranhão”, abriu sete pontos de vantagem, na pesquisa Exata/TV Guará/Fiema, sobre Gastão. Rocha agora tem 36% das intenções de voto. Os números representam um aumento de quatro pontos em relação ao último levantamento. O candidato da família Sarney, Gastão Vieira, caiu para 29%.

Já a Data M mostrou uma vantagem de 5,4 pontos em favor de Roberto Rocha. O candidato apoiado por Flávio Dino agora tem 34,8% das intenções de voto contra 24,6% do postulante escolhido por Lobão Filho e o clã Sarney.

As tentativas de desestruturar a campanha de Flávio Dino ao governo tem se tornado um verdadeiro tiro no pé para os candidatos da coligação “Pra frente, Maranhão”. Fiel escudeiro da oligarquia, Gastão pode ser o primeiro candidato apoiado por José Sarney a perder uma eleição para o Senado.

Prefeitura inicia etapa de entrevistas do seletivo do Ipam

seletivo

A Prefeitura de São Luís realiza, nesta quarta (1º) e quinta-feira (2), a etapa de entrevistas com os aprovados na primeira fase do processo seletivo simplificado para 30 vagas de estágio curricular, não obrigatório, no Instituto de Previdência e Assistência do Município (Ipam).

As entrevistas serão realizadas em horários específicos para cada candidato, conforme lista de aprovados, divulgada na guia Editais do Portal da Prefeitura. Esta segunda etapa acontecerá na sede do Ipam, na Rua do Sol; no Centro de Perícia Médica do Município, na Beira-Mar; e no Centro de Convivência, no Olho D’ Água.

As vagas são destinadas a estudantes de cursos de graduação nas áreas de Administração, Biblioteconomia, Ciências Contábeis, Comunicação, Direito, Economia, Educação Física, Enfermagem e Serviço Social.

As atividades do estágio serão desenvolvidas do dia 13 de outubro deste ano a 12 de abril do ano que vem. Os aprovados receberão uma bolsa mensal no valor de R$ 600, mais auxílio transporte de R$ 60.

O Processo Seletivo Simplificado é regido por edital, na forma da Lei Federal nº. 11.788/2008. Todos os critérios e condições da seleção constam do edital nº 01/2014 e seu anexo I.

MP move ações civil e penal contra ex-prefeito de Cidelândia

Mapa_CidelândiaO Ministério Público do Maranhão, por meio do Grupo de Promotores Itinerantes (GPI), ingressou com Ação Civil Pública de ressarcimento ao erário e ofereceu Denúncia, em 28 de agosto, contra o ex-prefeito de Cidelândia, José Antônio Lisboa Neto.

A Ação Civil Pública, amparada em decisão do Tribunal de Contas do Estado do Maranhão, é referente ao desvio de recursos em 1997, quando o acusado exercia a função de prefeito.

José Antônio Lisboa Neto adicionou ao seu patrimônio a quantia de R$ 340.130,39 e, a pedido do MPMA, deve repor ao erário do município de Cidelândia o valor corrigido de R$ 736.815,04.

O GPI alega que o ex-prefeito chegou a emitir um cheque do Banco do Estado do Maranhão (BEM), no valor de R$ 930,00, para adquirir uma corrente de ouro.

O uso indevido de recursos públicos configura crime, conforme o disposto no Decreto-Lei nº 201/67, que responsabiliza os prefeitos municipais por apreciar ou desviar rendas públicas em proveito próprio ou alheio. Diante dos fatos, os promotores embasam Denúncia contra o ex-gestor.

Termo judiciário da Comarca de Açailândia, o município de Cidelândia fica localizado a 612 km de São Luís.

Fonte: Ministério Público

Deputado denuncia ameaça de violência contra professores de Presidente Sarney

 O deputado do PCdoB repudiou o ato violento contra o Sindicato dos Professores de Presidente Sarney

O deputado do PCdoB repudiou o ato violento contra o Sindicato dos Professores de Presidente Sarney

O deputado estadual Othelino Neto (PCdoB) lamentou e registrou, na sessão desta segunda-feira (29), que o Sindicato dos Professores de Presidente Sarney teve sua porta arrombada, neste último final de semana. Homens reviraram os armários, jogaram documentos fora e deixaram uma mensagem escrita no chão, dizendo que se os professores do Município, que estão parados há mais de um mês, não encerrassem logo a greve estariam sujeitos a serem assassinados.

Após a ação violenta, os professores do Município fizeram um boletim de ocorrência, tiraram várias fotos para denunciar ao Maranhão o que aconteceu em Presidente Sarney, simplesmente porque estão reivindicando os seus direitos e exigindo do Poder Executivo local que tome as providências e cumpra a lei que lhes garante os direitos de reposição salarial por meio do Plano de Cargos, Carreiras e Salários.

Othelino voltou a criticar, na tribuna, o prefeito de Presidente Sarney, Edson Chagas, que tem ameaçado, ultimamente, demitir os professores que não voltarem imediatamente às aulas. Segundo o deputado, ele usa a tática antiga do bom e velho coronel: “eu posso, eu mando, eu faço, eu arrebento e quem não me seguir, eu vou passar por cima”.

O deputado lembrou que o prefeito é arrogante e não é dado ao diálogo, por isso acha que por ser o chefe do Executivo pode tudo, além de não ter aprendido a conviver no regime democrático, apesar de ser formado em Direito, de ser advogado militante. O parlamentar disse que Edson Chagas parece que não aprendeu que, no Estado de Direito, precisa ser respeitado o contraditório, o direito de greve e, principalmente, os direitos das categorias e dos servidores públicos municipais.

Ato de violência

“É assim que se comporta o prefeito do município de Presidente Sarney, mas, apesar de tudo isso, o mais sério ocorreu no fim de semana. Não estou dizendo que isto tenha sido a mando do prefeito ou de algum aliado dele, mas é algo muito estranho que, justamente, no momento em que os professores estão em greve, em um clima de tensão com a administração municipal aconteça isso no Sindicato dos Professores”, disse Othelino Neto.

O deputado do PCdoB repudiou o ato violento contra o Sindicato dos Professores, que aconteceu durante a madrugada. Segundo o parlamentar, os professores, que estão ao mesmo tempo indignados, ficaram assustados com o episódio.

Othelino disse que vai apurar melhor essa história e pedir mais informações para responsabilizar aqueles que arrombaram o sindicato e ameaçaram os professores. “Espero que não tenha a participação do chefe do Executivo Municipal e de ninguém da administração porque, se tiver, a situação é ainda mais grave do que se pensa”, finalizou.

Exata/TV Guará divulga pesquisa para deputado federal

TV Guará

As eleições  ocorrem no próximo domingo (05) e, neste ano, a expectativa é que tanto na Assembleia Legislativa quanto na Câmara Federal mais da metade dos nomes, que hoje ocupam as cadeiras de deputado estadual quanto de federal, sejam renovados.

Depois do primeiro levantamento para as vagas proporcionais realizado em agosto, a TV Guará divulga nova pesquisa.

A pesquisa foi espontânea, ou seja, foi perguntado aos eleitores em quem eles votariam para deputado estadual e federal se as eleições fossem hoje. Para o cargo de deputado federal, em agosto o candidato Sétimo Waquim foi o mais lembrado pelos eleitores, desta vez o ex-secretário Hildo Rocha foi o mais citado.

O que mais chama a atenção é número de indecisos, das 1.400 pessoas entrevistadas, 538 disseram não saber em qual candidato a deputado federal irão votar e outros 150 disseram votar em ninguém.

Já para deputado estadual, 508 entrevistados ainda não escolheram o seu candidato e 104 optaram por votar em nenhum candidato, ou seja, branco ou nulo.

federal2909

Exata/TVGuará divulga pesquisa para deputado estadual

Lista mostra os nomes mais lembrados na pesquisa espontânea realizada no Maranhão para a Assembleia Legislativa

eleicoes-2014-urna

Guará

A TV Guará,  em parceria com a Federação das Indústrias do Estado do Maranhão – FIEMA –  divulgou, nesta segunda-feira (29), o resultado da pesquisa espontânea para deputado estadual e federal. A consulta faz parte da pesquisa divulgada na sexta-feira (26) que trouxe novos números da corrida eleitoral para presidente, governador e senador. O blog teve acesso à lista com os 60 nomes mais lembrados na sondagem.

Este é o segundo levantamento da pesquisa Exata para as vagas na Câmara Federal e na Assembléia Legislativa. A sondagem ouviu os eleitores entre os dias 22 e 25 de setembro nas seis regiões do Estado, inclusive a Ilha de São Luís.

A pesquisa foi espontânea, ou seja, foi perguntado aos eleitores em quem eles votariam para deputado estadual e federal se as eleições fossem hoje, portanto alguns nomes citados não são candidatos.

CONFIRA A LISTA EXATA/FIEMA PARA DEPUTADO ESTADUAL:

estadual2909

 

DEU NO BRASIL 247 – Dino resiste a bombardeios semelhantes à Guerra Fria que suscitou medo à população

Flávio Dino teve contra si vídeo falsificado com presidiário que foi pago para lhe acusar de ligações com crimes e violência em São Luís, mas o preso confessou que foi induzido a gravar contra o candidato para receber dinheiro,  regalias e alvará de soltura

Flávio Dino teve contra si vídeo falsificado com presidiário que foi pago para lhe acusar de ligações com crimes e violência em São Luís, mas o preso confessou, em seguida, que foi induzido a gravar contra o candidato para receber dinheiro, regalias e alvará de soltura. Polícia Federal investiga o caso.

Brasil 247 com edição do blog

O Maranhão está prestes a viver um 5 de outubro histórico. Quando os votos forem contados, provavelmente chegará ao fim a chamada “era Sarney”, que, nos últimos anos, tornou-se sinônimo de “velha política”

O responsável pela façanha é um jovem advogado, de apenas 46 anos anos, que foi magistrado, professor de Direito e presidente da Embratur, no governo da presidente Dilma Rousseff. Flávio Dino, candidato ao governo do Maranhão pelo PC do B, aparece em todas as pesquisas com mais de vinte pontos de vantagem sobre seu oponente, o senador Edison Lobão Filho (PMDB-MA). E nada indica que isso irá mudar até o dia da votação.

Ao longo da campanha, Dino resistiu a um bombardeio que fez lembrar os anos da Guerra Fria. Numa de suas peças de campanha, Lobão chegou a alertar para o risco de que o Maranhão poderia se tornar “o primeiro estado comunista” do Brasil.

O que dizer diante de uma peça de campanha tão surreal? “Senti aquilo que hoje as pessoas chamam de vergonha alheia”, disse Dino, em entrevista exclusiva ao 247. “Ressuscitaram uma retórica da Guerra Fria para tentar disseminar o medo na população maranhense”.

O vídeo falsificado e a verdade

Bem mais grave do que este caso, foi outra peça produzida pela campanha de Lobão Filho, em que um presidiário acusava de Dino de se associar a marginais para praticar crimes, como o tráfico de drogas.

Poucos dias depois, apareceu a verdade. O presidiário foi pago para produzir a denúncia contra Flávio Dino (leia mais em “Baixaria no Maranhão: denúncia contra Flávio Dino foi paga”). “O jogo sujo não nos intimida”, disse Dino.

Maranhão, Comunismo e Capitalismo

Na conversa com 247, ele até se diverte com a acusação de que poderia tornar o Maranhão comunista. “Na verdade, o que vamos fazer aqui é implantar o capitalismo”, afirma. “Vamos dar fim ao patrimonialismo. Ou seja, o Estado não será usado para criar verdadeiras fortunas privadas”.

Desenvolvida por Raymundo Faoro, no livro “Os Donos do Poder”, a tese do patrimonialismo retratou sistemas políticos ancorados no compadrio e na mistura entre interesses públicos e privados. “Nada mais parecido com o Maranhão”, diz Dino. “Basta olhar para meus adversários”.

Ele lembra que a família Sarney, afiliada da Rede Globo,  tornou-se proprietária de grandes empreendimentos imobiliários – alguns deles, alugados para o governo estadual. Enquanto isso, a família Lobão, afiliada do SBT, virou dona também de vários imóveis e construtoras que fazem negócios com o estado.

“Uma coisa já está sendo dita a todos aqui. Nem o governador, nem a família do governador ou de qualquer secretário terá também qualquer atividade empresarial ou interesses privados que colidam com o interesse público”, afirma. “E isso fará com que o Maranhão volte a atrair grandes investimentos. O empresário quer regras claras, previsibilidade e segurança jurídica”.

Poder político?

Dino diz ainda que, ao Maranhão, não fará falta o poder e o prestígio político das famílias Lobão e Sarney – nos últimos anos, os dois clãs ocuparam posições importantes no setor elétrico, com forte influência sobre o setor empresarial. E isso, dizem os aliados de Sarney e Lobão, teria ajudado o Maranhão a atrair grandes investimentos.

“Os investimentos que o Maranhão recebeu nos últimos anos vieram, sobretudo, em razão das vantagens naturais do Estado. O porto de Itaqui é o mais próximo do Canal do Panamá e dos grandes mercados consumidores. A fábrica da Suzano aproveitou um investimento da Vale já existente. Seria injusto dizer que nada foi feito. Mas o papel deles nesse ciclo de investimentos é superdimensionado”, diz Dino. Ele garante que, com seu modelo de regras claras e impessoalidade, um novo ciclo irá se abrir.

“Até porque o Maranhão é um dos estados com maiores atrativos naturais. É um estado rico, com o povo pobre. Tem uma das bacias hídricas mais ricas do País, com rios perenes em todo o estado. Aqui não há semiárido. Além disso, temos aqui o segundo maior litoral do País e não há escassez de energia. Sem donos do poder e do estado, as portas irão se abrir para o investimento privado”, afirma.

Focos de ação emergenciais

Retratado recentemente de forma negativa na mídia de todo o País em razão das rebeliões no Complexo Penitenciário de Pedrinhas, em São Luís (MA), o Maranhão vive uma grave crise de segurança, com ônibus incendiados e toques de recolher na capital.

“Essa é a grande emergência e as primeiras medidas do nosso governo serão restaurar os comandos do sistema penitenciário e da secretaria de segurança, para que a paz volte a reinar no Estado”, diz ele. Dino afirma, ainda, que, dentro de quatro anos, será possível retirar o Maranhão das últimas colocações no Índice de Desenvolvimento Humano. “Ninguém no meu governo estará aqui para fazer negócios, mas para fazer com que o estado atinja todo o seu potencial de desenvolvimento econômico e social.”

Imprensa maranhense perde o jornalista Aldionor Salgado

Aldionor Salgado faleceu, neste domingo, vítima de câncer no pâncreas

Aldionor Salgado faleceu, neste domingo, vítima de câncer no pâncreas

O jornalista Aldionor Salgado faleceu, na manhã deste domingo (28), aos 61 anos, vítima de câncer no pâncreas. Ele estava internado há mais de um mês, no Hospital Universitário Presidente Dutra, tentando vencer a doença que o levou precocemente à morte.

Além de jornalista, Aldionor Salgado militava na política maranhense. Teve intensa participação nos movimentos populares de São Luis, como a greve pela meia passagem de 1979. Atuou, por muito tempo, também no PDT. Formou-se em Jornalismo pela Universidade Federal do Maranhão (Ufma).

Aldionor foi eleito vereador da capital, na década de 1980, pelo MDB. Como jornalista, foi diretor de redação do jornal O Debate e trabalhou em outros órgãos e assessorias. Foi secretário de  Comunicação do município, na administração de Jackson Lago.

O jornalista era bastante querido na Imprensa maranhense.  Aldionor deixa uma única filha, Mariana Salgado, que também é jornalista, e compõe a equipe de O Imparcial na editoria de política.

Pesqiusa Exata/TVGuará/Fiema: Flávio Dino sobe e vai a 60% das intenções de voto

pesquisa2709

Pesquisa realizada na semana do escândalo de um vídeo divulgado pela campanha da família Sarney mostra que Flávio Dino voltou a subir chegando a 60% das intenções de voto. Já Edinho Lobão, que chegou a exibir o vídeo em sua emissora de TV caiu de 29% para 24%.

A diferença aumentou de 29 pontos para 36 pontos na pesquisa Exata/TVGuará/Fiema. Considerando os votos válidos – que excluem brancos e nulos e são os contabilizados para efeito legal – Flávio Dino tem 68,2%. Os candidatos Antonio Pedrosa (PSOL), Professor Josivaldo (PCB), Saulo Arcângeli (PSTU) e Zéluis Lago (PPL) têm um ponto cada um. Branco ou nulo somam 7% e os indecisos são 5%.

A pesquisa do instituto Exata foi encomendada pela TV Guará e pela Fiema (Federação das Indústrias do Estado do Maranhão) e está registrada no TRE (Tribunal Regional Eleitoral) sob protocolo número MA-00054/2014. A sondagem ouviu 1.400 eleitores em diversos municípios maranhenses, com a margem de erro máxima de 3,2% para mais ou menos.