Maranhão entre os estados com maior redução de homicídios em 2015…

Gaúcha

força policial

Polícia do Maranhão

Entre os 11 maiores estados do país, o Maranhão é o quarto com maior redução de homicídios (apenas São Paulo, Rio de Janeiro e Ceará estão à frente). Enquanto isso, os estados do Rio Grande do Sul e de Pernambuco, onde  mais cresceu o índice de violência, figuram entre os mais violentos.

Segundo o portal Gaúcha, diferentemente do que muita gente pensa ou diz, a escalada de violência não é generalizada no Brasil. Ao comparar estatísticas divulgadas por secretarias estaduais de Segurança, o sinal é de que o crescimento da criminalidade não é um fenômeno nacional. As informações são do jornal Zero Hora.

Levantamento nos 11 maiores estados, onde vivem 78% dos brasileiros de norte a sul do país, aponta que os homicídios, — o principal indicador internacional de violência, — cresceram somente entre gaúchos e pernambucanos de janeiro a setembro do ano passado, ante igual período de 2014. E, no mesmo intervalo, o Rio Grande do Sul ainda registra os maiores aumentos de assaltos e de roubos de veículos entre sete Estados pesquisados.

Em média, os homicídios nos 11 estados reduziram 6,3%. Mas, no Rio Grande do Sul, subiram 3,5% e, em Pernambuco, 11,6%. Os índices estão em ascendência há pelos menos três anos. Neste período, o governo gaúcho, na tentativa de conter as mortes, lançou projetos especiais em áreas conflagradas, como os Territórios da Paz, formou força-tarefa conjunta entre PMs e policiais civis e criou delegacias especializadas para investigar homicídios em 11 cidades. As iniciativas não tiveram o resultado esperado.

Veja no quadro abaixo:

maranhao estatisticas

rio grande do sul

CASO RIBAMAR ALVES – Estudante disse à Polícia que foi estuprada por prefeito em motel…

Prefeito foi levado pela Polícia para depor em São Luís

Prefeito foi levado pela Polícia para depor em São Luís

O delegado regional de Santa Inês, Raphael Reis, disse, em coletiva, que  a suposta vítima do prefeito Ribamar Alves é uma estudante de 18 anos que mora no Paraná e estava em Santa Inês há 20 dias de forma voluntária vendendo livros para arrecadar fundos para uma igreja. O nome dela não foi divulgado por questões de segurança.

Na tarde de quinta-feira (28), Alves participou de um almoço informal com o grupo de missionários e mostrou interesse em comprar R$ 70 mil em livros, que seriam distribuídos nas escolas públicas da cidade. No entanto, ele disse que fecharia o negócio apenas à noite.

Ainda segundo o delegado, horas depois, o prefeito foi até o local onde a jovem estava hospedada e a recebeu no carro dele. Durante a conversa, o homem teria proposto que compraria os livros se a estudante fizesse sexo com ele, mas ela não aceitou. Em seguida, ele a levou até um motel, onde a teria estuprado. Após o crime, a vítima procurou uma delegacia e denunciou o crime.

Segundo a Secretaria de Segurança Pública do Maranhão, o político foi levado de helicóptero até a Superintendência da Polícia Federal do Interior, em São Luís, para prestar depoimento. Durante coletiva de imprensa, o secretário de Segurança Gerson Portela, o delegado geral da Polícia Civil, Lawrence Melo, e o delegado regional de Santa Inês, Raphael Reis, falaram sobre o caso.

Exame e caso da juíza

A Polícia iniciou as diligências e prendeu o prefeito na manhã de sexta-feira (29). A vítima passou por exames de conjunção carnal no IML (Instituto Médico Legal) de São Luís. Alves foi encaminhado à uma unidade prisional.

O político, que também é médico, já se envolveu em caso semelhante em 2013, após a juíza de Santa Inês, Larissa Tupinambá, esposa do secretário de Educação de São Luís, Geraldo Castro, alegar que ele tentou beijá-la à força.

SUSPEITA DE ESTUPRO – TJ determina prisão preventiva de Ribamar Alves

Prefeito de Santa Inês confessou que teve relação sexual com a jovem de 18 anos

Prefeito de Santa Inês confessou que teve relação sexual com a jovem de 18 anos

O desembargador Froz Sobrinho, plantonista de 2º Grau do Tribunal de Justiça do Maranhão deste fim de semana, decidiu determinar a prisão preventiva do prefeito de Santa Inês, José de Ribamar Costa Alves. Ele foi preso em flagrante pela polícia acusado de estupro contra uma jovem de 18 anos. Pelo cargo que ocupa, tem prerrogativa de foro privilegiado, respondendo diretamente ao TJMA.

De acordo com a decisão, ficaram provados, neste momento, os indícios de autoria e materialidade da conduta delitiva do prefeito Ribamar Alves. “Os fatos relatados e as provas juntadas não trazem dúvida quanto à conduta delitiva do custodiado. […] Embora o custodiado sustente que tenha havido consentimento da vítima, os depoimentos da mesma e de uma testemunha seguem direção contrária”, pontuou o desembargador Froz Sobrinho durante a leitura de sua decisão. Durante a audiência, o custodiado ratificou o depoimento dado à polícia, no qual confirmou ter tido relação sexual com a vítima.

Segundo o magistrado, as medidas cautelares previstas no Artigo 319 do Código Penal “são insuficientes”, visto que o crime de estupro é de “hediondez extrema”, podendo ser efetivado não apenas com violência física, mas também moral. O desembargador Froz Sobrinho lembrou, ainda, juntando certidão aos autos, de condenação criminal já existente e transitada em julgado contra o prefeito José de Ribamar Alves, caracterizado pelo Artigo 61 da Lei de Contravenção Penal, ao ter tentado beijar à força uma juíza de Direito da Comarca de Santa Inês.

A prisão preventiva foi justificada, também, com o objetivo de evitar reiteração da prática delitiva do custodiado, em face do interesse público, sendo ela imprescindível. A decisão seguiu o parecer do Ministério Público, representado na audiência pela procuradora Terezinha de Jesus Anchieta.

O prefeito Ribamar Alves foi preso na manhã de sexta-feira (29), em sua residência na cidade de Santa Inês. Ele prestou depoimento em São Luís na Secretaria de Segurança.

Prefeito de Santa Inês é preso sob acusação de estupro…

Ribamar Alves agora é acusado de estupro

Ribamar Alves agora é acusado de estupro

Prefeito foi levado para a delegacia pelo GTA

Prefeito foi levado para a delegacia pelo GTA

O prefeito de Santa Inês, Ribamar Alves (PSB), foi preso em flagrante, na manhã desta sexta-feira (29), sob suspeita de estupro. A Imprensa, a população de Santa Inês e a classe política do Maranhão receberam a notícia com surpresa.

O secretário  estadual de Segurança Pública, Jeferson Portela, confirmou a prisão do prefeito e falou sobre o assunto na tarde desta sexta-feira (29). O prefeito foi autuado em flagrante e será levado para uma ala em Pedrinhas.

Ribamar Alves  já foi deputado e é um dos políticos mais conhecidos na região de Santa Inês. recentemente, ele também foi denunciado por tentar beijar, à força, a juíza Larissa Tupinambá Castro.

Informações preliminares dão conta de que o prefeito foi preso sob a acusação de estupro. Após a prisão, ele foi conduzido para São Luís por uma unidade do Grupo Tático Aére (GTA), da Polícia Militar.

Em entrevista à Globo News, Flávio Dino analisa governo e política nacional

O governador do Maranhão explicou que o enfrentamento da crise no Maranhão passa por contingenciamento de 30%

O governador do Maranhão explicou que o enfrentamento da crise no Maranhão passa por contingenciamento de 30%

Em entrevista concedida à TV Globo News, na noite desta quinta-feira (28), o governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), fez ampla análise sobre o modo como vem governando o Estado que passou por décadas de dominação oligárquica. Ele também analisou a situação da econômica e política do país, bem como as implicações da operação Lava Jato e o combate ao mosquito que transmite o Zika Vírus e outras doenças.

Perguntado sobre as medidas para impedir que os efeitos da crise nacional avancem sobre o Estado e como governar tendo herdado uma situação caótica, Dino ressaltou que desde o início do mandato tem trabalhado com zelo, transparência e probidade, elementos novos na cena política do estado: “Os recursos são escassos, mas trabalhar com zelo e probidade nos dá garantia de de trabalhar para das conta dos desafios sociais que são os mais emergenciais,” comentou.”

Flávio Dino detalhou os programas sociais que criados pelo governo para enfrentar os desafios do Estado, a exemplo do Programa Água para Todos, Campanha de alfabetização “o principal elemento novo que o nosso governo trás é o reconhecimento das dificuldades que existem, diferentemente da linha anterior que ocultava os problemas. Não podemos nos acovardar e achar que a crise é invencível. Ela não é invencível e já vivemos quadras mais difíceis do que essas” ressaltou.

O governador do Maranhão explicou que o enfrentamento da crise no Maranhão passa por contingenciamento de 30% do custeio mas preservando as áreas prioritárias, como saúde, educação e segurança pública.

“Nós efetuamos cortes de contratos relacionados a tarefas administrativas buscando um estado mais eficiente e preservando setores que são fundamentais”.

Zika Vírus

Para Flávio Dino, infelizmente o país escolheu uma agenda nacional que dificulta a compreensão da gravidade do Zika Vírus. “É um tema muito grave e lamentavemente a agenda nacional dificulta a compreensão dos problemas que realmente afetam a vida dos cidadãos. Esse esforço que se faz o debate quase monotemático em torno de um ou dois assuntos atrapalha a soma de esforços para superar as doenças graves provocadas por esse vírus”, disse.

No Maranhão o governo aderiu ao Plano Nacional de enfrentamento ao vírus, bem como ações preventivas, campanha de mobilização social e início de uma política de bonificação para agentes de combate as endemias que conseguirem diminuir a incidência do mosquito em suas áreas de atuação. Temos o olhar da prevenção e do cuidado.

Oposição visceral

Perguntado por Conti sobre a relação com a família Sarney, Dino avaliou que os privilégios de casta aos quais esse grupo se acostumou a operar, com apropriação de bens públicos gerou uma atitude de oposição muito visceral ao atual governo.

Lava Jato

Ex-juiz federal contemporâneo do juiz Sérgio Moro, Dino avalia como essencial o papel da Justiça e do Ministério Público na investigação da Operação Lava Jato. Dino rechaçou a ideia de politização da ação da Justiça do Paraná e ressaltou que de modo geral, ela tem se comportado de maneira adequada.

Para Flávio, as investigações sobre o ex-presidente Lula não geraram provas suficientes para indiciá-lo. “Os fatos até aqui colhidos não sustentam uma ação penal, sequer o recebimento de uma denúncia,” disse.

Roseana reaparece em Rosário, após fracasso da refinaria Premium…

roseana rosário

Sumida da cena política, a ex-governadora do Maranhão, Roseana Sarney (PMDB), deu as caras em Rosário, na tarde de sexta-feira (29), a convite da prefeita do município, Irlahi Linhares. E com a presença da peemedebista no município, não há como deixar de lembrar do escândalo do Pólo de Confecções de Rosário e do recente fracasso da refinaria Premium em Bacabeira (município próximo) que beneficiaria também a população rosariense, durante o governo da mesma, que prejudicou muita gente à época.

A prefeita usou as redes sociais para tentar reunir público neste momento com Roseana Sarney em Rosário, mas, no entanto, não diz o que está motivando a visita da ex-governadora ao município. Como estamos em ano pré-eleitoral, suspeita-se que a visita tenha esse propósito de articulações, visando à disputa municipal.

Irlahi Linhares está convocando gestores e profissionais de educação do município para participar de uma reunião, no Bar da Cecé. Rosário foi um dos municípios maranhenses mais ludibriados pelo grupo Sarney com projetos fracassados que só tinham cunho eleitoral.

Márcio Jerry critica “torcida contra Segurança Pública”

Jerry disse que há avanços inegáveis na Segurança e condenou a torcida contra

Jerry disse que há avanços inegáveis na Segurança e condenou a torcida contra

O secretário de Estado de Comunicação de Assuntos Políticos, Márcio Jerry,  fez contundentes declarações contra o que ele chama de “coro sórdido” promovido pelo Sistema de Comunicação do Grupo Sarney para negar as melhorias no Sistema Público de Segurança do Maranhão.

Por meio de sua conta no Twitter, Jerry disse que há avanços inegáveis na Segurança e condenou a torcida contra: “Há avanços inegáveis, como há também muito a ser feito e é um absurdo a torcida frenética da mídia oligárquica contra a segurança pública”.

O secretário de Comunicação e Assuntos Políticos enumerou os avanços no setor, a exemplo da convocação de novos policiais, o aumento de viaturas, a implantação do pacto pela paz: “já há muitas melhorias no sistema de segurança e nos resultados alcançados; e a batalha é permanente contra os agentes da violência, ” avaliou.

Queda de homicídios

No primeiro ano do governo Flávio Dino houve queda de 12% na taxa de homicídios na região metropolitana de São Luís – pela primeira vez em uma série histórica de dez anos – a eficácia das novas práticas superou a meta do pacto nacional pela redução de homicídios, estipulada em 5%.

Insistência do grupo Murad abre nova crise no PMDB…

Andrea Murad tenta manter controle do grupo

Andrea Murad tenta manter controle do grupo

Após disputa que rachou o diretório municipal do PMDB em São Luís, com vitória do grupo do Senador João Alberto, que agora controla o diretório, o grupo do ex-deputado e ex-secretário de saúde Ricardo Murad volta a mirar a mirar o alvo contra os desafetos no partido.

O ex-secretário Ricardo Murad tentou emplacar a própria candidatura à prefeitura de São Luís, mas foi hostilizado pelo deputado Roberto Costa, que chegou a denunciar aliados dos Murad em envolvimentos com a agiotagem no Maranhão.

Após a troca de farpas e a derrota na disputa pelo Diretório Municipal de São Luís, Ricardo Murad recuou. Agora, seu grupo volta a carga com a tentativa de emplacar o nome da filha, deputada estadual Andrea Murad para disputa da sucessão do prefeito Edivaldo Holanda Jr.

A pré-candidatura de Andrea Murad é uma tentativa de garantir a sobrevivência do grupo dentro do Partido em meio a ascensão do senador João Alberto e de seus afilhados políticos Roberto Costa e André Campos, que agora contam também com o vereador Fábio Câmara para isolar as pretensões dos Murad.

A disputa é grande.

Porto do Itaqui cresceu 21% em 2015…

Porto do Itaqui

Porto do Itaqui

As movimentações de cargas no Porto do Itaqui cresceram 21% em 2015. O fato fez com que o Porto fechasse o ano com recorde histórico de 21,8 milhões de toneladas. O resultado é fruto da revisão dos processos administrativos e operacionais da empresa, a padronização e melhoria de equipamentos para carga e descarga de granéis sólidos e a entrada em operação do Terminal de Grãos do Maranhão, o Tegram.

Para 2016, o Governo do Estado anunciou investimentos na ordem de R$ 200 milhões, somados a investimentos privados, para movimentação da economia. O plano completo será anunciado pelo governador Flávio Dino, nesta sexta-feira (29), no Palácio Henrique de La Rocque, na apresentação de resultados e investimentos no Porto.

Dois outros recordes foram batidos em 2015. Em agosto, o Porto bateu o recorde de movimentação mensal, com 2,177 milhões de toneladas de cargas movimentadas, e ainda em outubro, a marca do ano anterior foi superada, com 18,10 milhões de toneladas de cargas movimentadas.

O presidente da Empresa Maranhense de Administração Portuária, Ted Lago, afirma que esses resultados não são somente do Porto do Itaqui, mas de todo o Maranhão.