Othelino critica aprovação da PEC dos Gastos Públicos no Senado

 

Foto-legenda - Segundo Othelino, somente um governo que começou sem voto, como o do presidente Michel Temer e que não tem futuro, pode querer adotar tais medidas

Segundo Othelino, somente um governo que começou sem voto, como o do presidente Michel Temer e que não tem futuro, pode querer adotar tais medidas

O presidente em exercício da Assembleia Legislativa, deputado estadual Othelino Neto (PCdoB), lamentou, na sessão desta quarta-feira (30), a aprovação, no Senado, da PEC 55, que impõe graves retrocessos ao Brasil quanto à questão dos gastos públicos. Para o parlamentar, é necessário economizar para reequilibrar receitas e despesas, mas o governo Michel Temer cumpre um papel muito negativo quando resolve cortar, justamente, onde não deveria se reduzir jamais investimentos, em setores essenciais como educação e saúde.

“Só um governo que começou de forma antidemocrática, casuística, golpeando a democracia, pode se prestar a um papel como esse. E em um dia de tristeza para todo mundo, em especial para os brasileiros, o Senado aprovou, em primeiro turno, a PEC da Maldade, e o presidente da República quebrou o monopólio da Petrobras no que diz respeito à exploração do Pré-Sal”, analisou Othelino Neto.

Segundo Othelino, somente um governo que começou sem voto, como o governo do presidente Michel Temer e que não tem futuro, pode querer adotar tais medidas. Sobre a proposição, Othelino disse que ela condena milhões a morrerem por falta de assistência médica e compromete o futuro do país, porque reduz os já parcos investimentos na saúde pública.

“Isso é o resultado de um governo ilegítimo. Vai terminar como um presidente que rasgou a Constituição de 88. Em particular, no que diz respeito ao estado social. Está revogando avanços sociais conquistados a duras penas e sob muita luta e sacrifício de gerações e gerações. Esse, até agora, vem sendo o saldo do governo Temer: golpe contra o Estado, contra a democracia, contra os direitos dos trabalhadores e os direitos adquiridos”, disse o deputado.

Othelino afirmou ainda que um presidente eleito pelo povo não se prestaria a esse serviço. “Se não foi o povo que o colocou ali, Michel Temer, certamente, não tem o compromisso com o país, porque chegou pelas mãos de alguns. Não veio pela vontade de milhões de brasileiros. E quando terminar essa missão, se é que ela vai acabar ao final de 2018, porque pelo andar da carruagem é possível que isso aconteça antes, pode haver o golpe do golpe”, alfinetou.

Para finalizar, Othelino disse que se trata de um momento de muita tristeza para a política do país o que o presidente da República está cometendo contra os brasileiros. “Vejo com muita tristeza. E o pior é ver que a maioria do Senado, com os votos dos três senadores do Maranhão, aprovou esse atentado contra os direitos sociais do povo”, concluiu.

Tramitação da PEC 55

O plenário do Senado concluiu, no início da madrugada desta quarta-feira (30), a votação, em primeiro turno, da Proposta de Emenda à Constituição 55, que estabelece um limite para os gastos públicos pelos próximos 20 anos. A PEC ainda precisa ser analisada em segundo turno, previsto para 13 de dezembro.

O texto-base da proposta já havia sido aprovado na noite desta terça (29), mas, para concluir a votação, os senadores precisavam analisar três destaques (sugestões de alteração ao texto), que acabaram todos rejeitados. Um deles, por exemplo, excluía os investimentos em saúde e em educação do teto.

Por se tratar de uma proposta de mudança na Constituição, a proposta, para ir a segundo turno, precisava ser aprovada por pelo menos três quintos dos parlamentares (49 dos 81) e recebeu 61 votos (14 senadores foram contra) – saiba como cada senador votou.

Concluída a análise em primeiro turno, a PEC deverá ser analisada em segundo turno no próximo dia 13 de dezembro – no qual também precisará do apoio de, ao menos, 49 senadores.

Golpe contra a Lava Jato? A desfiguração do pacote anticorrupção…

CLIQUE AQUI E VEJA COMO VOTOU CADA DEPUTADO

Depois de mais de sete horas de sessão, os deputados desfiguraram o pacote que reúne um conjunto de medidas de combate à corrupção propostas pelo Ministério Público Federal

Depois de mais de sete horas de sessão, os deputados desfiguraram o pacote que reúne um conjunto de medidas de combate à corrupção propostas pelo Ministério Público Federal

Na surdina, a Câmara Federal aprovou, na madrugada desta quarta-feira (30), por 313 votos, emenda do deputado Weverton Rocha (PDT-MA) que limita o trabalho de juízes e do Ministério Público. As mudanças estão sendo encaradas, por diversos setores, como uma tentativa de “golpe” à operação “Lava Jato” , que já desmascarou muita gente graúda da política e do mundo empresarial no escândalo de desvios de recursos da Petrobras. Da bancada maranhense, apenas os deputados Hildo Rocha (PMDB) e Eliziane Gama (PPS) foram contrários à desfiguração do pacote anticorrupção.

E você? O que acha sobre a desconfiguração desse pacote lançado pelo Ministério Público contra a corrupção? É ou não um golpe à operação Lava Jato?

A primeira atitude dos deputados, na madrugada, foi incluir a emenda, de autoria de Weverton Rocha, que admite a possibilidade de punição de magistrados e integrantes do Ministério Público por crime de abuso de autoridade.

Depois de mais de sete horas de sessão, os deputados desfiguraram o pacote que reúne um conjunto de medidas de combate à corrupção propostas pelo Ministério Público Federal e avalizadas por mais de 2 milhões de assinaturas de cidadãos encaminhadas ao Congresso Nacional.
O texto foi aprovado pela Câmara na madrugada desta quarta-feira (30). Com a aprovação, o projeto segue agora para análise do Senado.
Ao longo da madrugada, os deputados aprovaram diversas modificações no texto que saiu da comissão especial. Diversas propostas foram rejeitadas e outros temas polêmicos foram incluídos. Das dez medidas originais, somente quatro passaram, ainda assim parcialmente.
O texto original do pacote anticorrupção tinha dez medidas e foi apresentado pelo Ministério Público Federal.

No plenário, o líder do PDT, deputado Weverton Rocha, afirmou que a aprovação da possibilidade de punição de promotores e juízes por abuso de autoridade representará o “fim de privilégios”. “A primeira medida deste pacote deveria ser o fim dos privilégios e abusos de poder da categoria deles. Não pode haver castas”, justificou-se o pedetista.

O que os deputados retiraram do pacote anticorrupção?

Com votações expressivas contra o texto elaborado pela força tarefa de Curitiba, os deputados rejeitaram pontos como a tipificação do crime de enriquecimento ilícito de funcionário público, a ideia de tornar a prescrição dos crimes mais difícil e a de facilitar a retirada de bens adquiridos com a atividade criminosa.

Os parlamentares retiraram ainda a instituição do chamado “delator do bem”, pessoa que ganharia uma recompensa por entregar a autoridades crimes do qual não participe, mas que tenha conhecimento. A medida, uma das preferidas de Lorenzoni, foi classificada jocosamente por deputados como “regulamentação da profissão de dedo-duro”.

Outras medidas suprimidas foram as sugestões do Ministério Público de endurecimento da Lei de Improbidade e da possibilidade de cassação do registro e de punições mais severas a partidos e dirigentes que cometerem faltas graves.

De substancial, restou no pacote do Ministério Público a criminalização específica do crime de caixa dois eleitoral (uso de dinheiro de campanha sem registro à Justiça) e a inclusão de alguns crimes na categoria de hediondos caso o valor desviado seja superior a R$ 8,8 milhões.

LIVRAMENTO – Jogador maranhense escapou de acidente por não ter sido convocado pela Chapecoense

Lourency não foi convocado pela comissão técnica para o jogo na Colômbia e estava consternado por não ter sido chamado

Lourency não foi convocado pela comissão técnica para o jogo na Colômbia e estava consternado por não ter sido chamado

Lourency fez gol contra o Fluminense

Lourency fez gol contra o Fluminense

O meio-campista da Chapecoense, Lourency Rodrigues, 20 anos, natural de Imperatriz, maranhense, escapou da tragédia que vitimou 75 pessoas na Colômbia, na madrugada desta terça-feira (29), com a queda de avião que transportava a equipe, jornalistas e tripulantes. Ele não viajou porque não foi escalado para jogar contra o Nacional em Medellìn.

Lourency, que faz parte do elenco do time de Santa Catarina, ficou na concentração em Chapecó, consternado por não ter sido convocado para a partida decisiva na Colômbia. Nesta terça-feira (29), após a notícia do acidente, o maranhense chorou e lamentou a morte dos colegas, ao mesmo tempo em que agradeceu o livramento. “Deus me poupou. Livramento de Deus”, disse o jovem jogador.

Lourency começou a carreita pelo JV Lideral de Imperatriz e teve passagem pelo Sabiá de Caxias, Internacional (RS) e está, desde o ano passado, na Chapecoense.

O jogador maranhense foi destaque na partida entre a Chapecoense e o Fluminense, pelo Brasileirão deste ano, oportunidade em que fez o gol da vitória de cabeça, resolvendo o placar para o time catarinense por 2 x 1.

A tragédia que atingiu a equipe do Chapecoense na madrugada desta terça (29) matou 19 dos 22 jogadores que estavam no voo para Colômbia, onde a equipe enfrentaria o Atlético Nacional pela Copa Sul-Americana. Três atletas continuam internados após serem salvos pelas equipes de resgate colombianas: Alan Ruschel (lateral-esquerdo), Neto (zagueiro) e Follmann (goleiro).

Jogador Lucas Gomes, uma das vítimas do acidente na Colômbia, recebe homenagem do Sampaio Corrêa

Lucas Gomes era paraense e jogou no Sampaio

Lucas Gomes era paraense e jogou no Sampaio

O jogador Lucas Gomes da Silva, atacante da Chapecoense, morto nessa tragédia da madrugada desta terça-feira (29), na Colômbia, recebeu uma homagem do Sampaio Correa, por meio de seu site, time onde atuou. A queda do avião com 75 pessoas entre atletas, comissão técnica, jornalistas e tripulantes comoveu o mundo.

Em 2013, o jogador natural de Bragança (PA), defendeu o time maranhense na campanha de acesso para a série B. E foi um dos destaques na partida que garantiu a vitória contra o Rio Branco (AC), assumindo a vice- liderança do grupo A do Campeonato Brasileiro..

prestou homenagem, por meio de seu site e suas redes sociais, ao jogador Lucas Gomes da Silva, morto na queda do voo com o time do Chapecoense, durante a madrugada, na Colômbia.

Ele atuou no time maranhense, em 2013, e foi um dos participantes da campanha de acesso do Tricolor maranhense para a Série B. No ano seguinte, ele jogou no Fluminense e foi contratado em janeiro deste ano pelo Chapecoense.

“A vida é um sopro. Foi com imensa estupefação que o mundo recebeu a notícia com o voo da Chapecoense. Clube irmão no mundo do futebol que iria disputar o jogo mais importante da sua história. Lucas deu sangue, viveu intensamente a alegria de vestir a Camisa do Sampaio Corrêa e compartilhou tamanho orgulho com todo o universo Tricolor. Fica o nosso agradecimento e o sentimento inexplicável de dor por este guerreiro que nos deixou nessa tragédia”, destacou o site do Sampaio Corrêa nesta terça-feira (29).

Em nota, Dom Bosco justifica demissões de professores, mas não convence

A Assessoria de Imprensa do colégio Dom Bosco encaminhou ao blog, nesta terça-feira (29), nota de esclarecimento sobre o processo de demissão de professores, alguns com mais de 30 anos, sem justa causa. O desligamento dos profissionais causou muita revolta no meio estudantil, mas a escola tentou se esquivar do problema e disse que está apenas “trabalhando para oferecer o que há de melhor em educação” e disse que a medida é uma “meta”.

Abaixo a nota e a denúncia dos estudantes:

NOTA DO COLÉGIO DOM BOSCO SOBRE CASO DE DEMISSÃO DE PROFESSORES 

 

Visando esclarecer os fatos sob a ótica da escola, encaminhamos abaixo a nota do Colégio Dom Bosco, sobre caso que a aluna Maria Eduarda Bogéa escreve, no que se refere à demissão de professores na escola.

 

O Colégio Dom Bosco incentiva os alunos a expressarem, justificarem e defenderem seus pontos de vista. Estimula, também, a enxergarem os fatos sob outra ótica, sob um ponto de vista diferente do seu.

 

Muito nos alegra o carinho que os alunos têm pelos professores. Não é diferente o carinho que toda a equipe sente também por eles. Entretanto, temos metas e toda a equipe trabalha para atingir nosso objetivo de oferecer o que há de melhor em educação aos nossos discentes.

duda

Decisão judicial impede fechamento de agências do BB no Maranhão

Juiz Douglas Martins deferiu ação impetrada pelo Procon do Maranhão

Juiz Douglas Martins deferiu ação impetrada pelo Procon do Maranhão

O juiz Douglas de Melo Martins, da Vara de Interesses Difusos e Coletivos de São Luís, em decisão, nesta terça-feira (29), proíbe o  Banco do Brasil de fechar agências no Maranhão. Segundo o magistrado, o BB deverá apresentar relatório evidenciando a motivação, os impactos econômicos e a adequação das mudanças ao plano de negócios e à estratégia operacional da instituição, conforme art. 16, Resolução nº 4.072, do Banco Central. A ação tem como autor o Instituo de Proteção e Defesa do Consumidor, Procon.

Na semana passada,  consumidores foram surpreendidos com a notícia de que o Banco do Brasil, por decisão unilateral, fechará 402 agências, 31 superintendências e transformar 379 agências em postos de atendimento em todo o país, sendo 13 no Maranhão.

Destas agências, 5 (cinco) seriam fechadas: Açailândia (Parque das Nações),  Imperatriz (Praça da Cultura) e São Luís (Praça Deodoro, Anjo da Guarda e Hospital Materno Infantil) – e 8 (oito) seriam reduzidas a postos de atendimento nos municípios de Itinga do Maranhão (Rua da Assembleia), Amarante do Maranhão (Av. Deputado La Roque), Olho D’água das Cunhãs (Av. Fernando Ferrari), Lima Campos (Rua Dr. Joel Barbosa), Matões (Av. Mundico Morais), Parnarama (Av. Caxias) e São Luís (Av. Santos Dumont – Anil e Av. dos Franceses – Alemanha). Para o Procon, esse ato é visto como “um retrocesso para as relações de consumo do Estado”.

Ao fundamentar a decisão, o magistrado observa que “o princípio da boa-fé objetiva impõe ao fornecedor de serviços o dever de informação e de transparência”. “Desse modo, ainda que se admita a possibilidade de que o réu efetive o fechamento das agências sem prejuízo aos consumidores, deve fornecer amplamente informações a esse respeito e indicar como absorverá a demanda produzida pela falta de outros canais de atendimento”, ressalta Douglas Martins.

A Justiça designou audiência de conciliação para o dia 24 de janeiro de 2017, às 10 h, oportunidade em que as partes deverão comparecer representadas por preposto/procurador com poderes para chegar a um acordo.

 

Rival na final, Atlético Nacional abre mão de título em favor da Chapecoense

Aratu on line 

chapecoense3

O time do Atlético Nacional, da Colômbia, que iria fazer a final da Sul-Americana com a Chapecoense, abriu mão do título em favor da Chapecoense, após a tragédia que matou os jogadores do time.

Com o gesto solidário, a Chapecoense se torna oficialmente campeã do torneio sul-americano, seu primeiro título internacional.

Um gesto bonito dos colombianos.

Acidente de avião com a Chapecoense enluta o Brasil; Veja a lista de quem estava a bordo; Jogador maranhense morre na tragédia

Com informações do G1

Acidente chocou o Brasil e boa parte do mundo

Acidente chocou o Brasil e boa parte do mundo

chapecoense2

A rádio colombiana Caracol divulgou a lista de passageiros e tripulantes que estariam no avião que levava o time da Chapecoense e sofreu um acidente aéreo na Colômbia na madrugada desta terça-feira (29). Não há confirmação de que todos os nomes da relação estavam realmente na aeronave.

O jogador maranhense Ananias Eloi Castro Monteiro estava entre os 72 passageiros que estavam no avião que caiu na Colômbia na madrugada desta terça-feira (29).

Ananias era de São Luís e tinha 27 anos. O atleta não chegou atuar entre clubes maranhenses e sua primeira equipe profissional foi o Bahia, depois se transferiu para o Palmeiras, Cruzeiro e Sport, antes de atuar pela Chapecoense.

Formado nas categorias de base do Bahia, Ananias fez sua estreia profissional pela Série B em 2008. Em 2011, ele foi emprestado para a Portuguesa, em um contrato de dois anos.

Confirmados, havia 72 passageiros e nove tripulantes a bordo. Autoridades locais informaram que há 75 mortos e seis sobreviventes.
A autoridade de aviação civil da Colômbia informou que inicialmente seis pessoas foram resgatadas com vida: os jogadores Alan Luciano Ruschel (lateral), Jackson Ragnar Follmann (goleiro) e Marcos Danilo Padilha (goleiro), que morreu no hospital; o jornalista Rafael Henzel; a comissária Ximena Suarez; e o técnico da aeronave Erwin Tumiri.
De acordo com o Bom Dia Brasil, o zagueiro Hélio Zampier Neto, o Neto, também sobreviveu. O jogador teve traumatismo cranioencefálico e seu estado é considerado grave.
Luciano Buligon, prefeito de Chapecó (SC), e Plinio Filho, do presidente do Conselho Deliberativo da Chapecoense, deveriam estar no voo, mas não embarcaram.

Veja, abaixo, a relação de quem estaria a bordo, segundo a rádio Caracol:
— Delegação da Chapecoense

Alan Ruschel (lateral): primeiro a ser resgatado, o atleta foi levado para o Hospital de La Ceral; de acordo com o Bom Dia Brasil, o jogador chegou em estado de choque e perguntando pela família. Ruschel teve múltiplas fraturas nos braços e nas pernas e também uma lesão na coluna (região lombar). Trabalha-se com a possibilidade de que a medula tenha sido atingida. Ele passou por cirurgia

Ananias Eloi Castro Monteiro (meia): o jogador de 27 anos teve passagens pelo Bahia, Portuguesa, Cruzeiro, Palmeiras e Sport

Arthur Maia (meia): o alagoano Arthur Brasiliano Maia, de 24 anos, era jogador do Vitória emprestado à Chapecoense. LEIA MAIS

Bruno Rangel (atacante): nascido em Campos dos Goytacazes (RJ), Bruno Rangel Domingues, de 34 anos, passou por times como Paysandu e Joinville antes da Chapecoense. Maior artilheiro da história da Chapecoense, com 77 gols. LEIA MAIS

Canela (atacante): o jogador Ailton Cesar Junior Alves da Silva, o Canela, de 22 anos, nasceu em Matão (SP). Antes da Chapecoense, passou pelo Botafogo de Ribeirão Preto. LEIA MAIS

Cleber Santana (meia): o capitão do time tem 36 anos iniciou a carreira no Sport (PE) e passou por Vitória, Santos, São Paulo, Atlético Paranaense, Avaí, Flamengo, Criciúma, o japonês Kashiwa Reysol, e os espanhóis Atlético de Madrid e Mallorca. Nascido em Abreu e Lima, deixa dois filhos, um de 14, outro de 11 anos. LEIA MAIS

Marcos Danilo Padilha (goleiro): o jogador de 31 anos foi resgatado com vida e levado ao hospital San Vicente Fundación. A Cruz Vermelha informou que Marcos Danilo não resistiu aos ferimentos. LEIA MAIS

Dener Assunção Braz (lateral): jogador nascido em Bagé (RS), de 25 anos, passou por clubes como Grêmio e Veranópolis

Filipe José Machado (zagueiro): o atleta de 32 anos teve passagens por Internacional, Fluminense e clubes do exterior

Jakson Ragnar Follmann (goleiro): foi resgatado com vida e levado ao hospital San Vicente Fundación

José Paiva

Guilherme de Souza

Everton Kempes (atacante): o jogador de 31 anos nasceu em de Carpina, na Mata Norte de Pernambuco, tem passagem pela Portuguesa, pelo Vitória, Ceará, América Mineiro, e pelos japoneses Cerezo Osaka e JEF United Ichihara Chiba. LEIA MAIS

Lucas da Silva (atacante): o jogador de 26 anos nasceu em Bragança, nordeste do Pará. Foi revelado pelo Bragantino, passou por São Raimundo-PA, Trem-AP, Castanhal-PA, Ananindeua-PA, Londrina, Sampaio Corrêa, Tuna Luso, Icasa e Fluminense. LEIA MAIS

Matheus Btencourt

Hélio Zampier Neto (zagueiro): foi resgatado com vida e levado ao hospital. Segundo o Globo Esporte, o jogador estava consciente, mas com muitos ferimentos, principalmente no rosto. O Bom Dia Brasil informa que o estado do jogador é grave devido a um trauma cranioencefálico

Sérgio Manoel Barbosa

William Thiego

Tiago da Rocha

Josimar

Marcelo Augusto

Mateus Lucena dos Santos

Luiz Cunha

Sérgio de Jesus

Anderson Donizette

Andriano Bitencourt

Cleberson Fernando da Silva

Emersson Domenico

Eduardo Preuss

Mauro Stumpf

Sandro Pallaoro

Gelson Merísio

Nilson Jr.

Decio Filho

Jandir Bordignon

Gilberto Thomaz

Mauro Bello

Edir De Marco

Daví Barela Dávi

Ricardo Porto

Delfim Pádua Peixoto Filho
Caio Júnior (técnico): Luiz Carlos Saroli, conhecido como Caio Júnior, ex-jogador com passagens por Grêmio, Internacional e Paraná, dentre outros, começou a carreira de técnico em 2000. Na função, passou por clubes como Palmeiras, Flamengo, Grêmio, Bahia, Vitória e Criciúma
Anderson Martins, o Boião: preparador de goleiros
Eduardo de Castro Filho, o Duca: auxiliar técnico

Marcio Koury: médico do time

Anderson Paixão (preparador físico): com filho do ex-preparador físico Paulo Paixão, que integrou a comissão técnica do Brasil que conquistou a Copa do Mundo de 2002, Anderson tem 37 anos. LEIA MAIS
Luiz Grohs, o Pipe Grohs: analista de desempenho do time
Rafael Gobbato: fisioterapeuta da equipe

Profissionais de imprensa
Guilherme Marques, da Globo: repórter

Ari de Araújo Jr., da Globo: repórter cinematográfico

Guilherme Laars, da Globo: repórter cinematográfico

Giovane Klein Victória, da RBS: repórter da RBS TV, afiliada da TV Globo, de Florianópolis

Bruno Mauri da Silva, da RBS: técnico da RBS, afiliada da TV Globo, de Florianópolis

Djalma Araújo Neto, da RBS: cinegrafista da RBS TV, afiliada da TV Globo, de Florianópolis

André Podiacki: repórter do jornal “Diário Catarinense”

Laion Espíndola, do Globo Esporte: repórter

Victorino Chermont, da Fox: repórter dos canais Fox Sports

Rodrigo Santana Gonçalves, da Fox: repórter cinematográfico dos canais Fox Sports

Devair Paschoalon, o Deva Pascovicci, da Fox: narrador dos canais Fox Sports

Lilacio Pereira Jr., da Fox: coordenador de transmissões externas dos canais Fox Sports

Paulo Clement, da Fox: jornalista ds canais Fox Sports

Mário Sérgio, da Fox: ex-jogador e ex-técnico de futebol, atualmente era comentarista nos canais Fox Sports.

Renan Agnolin: repórter da rádio Oeste Capital, de Chapecó

Fernando Schardong, Rádio AM

Edson Ebeliny, Rádio AM

Gelson Galiotto: narardor da rádio Super Condá, de Chapecó

Douglas Dorneles: repórter esportivo da Rádio Chapecó

Jacir Biavatti, Rádio FM

Ivan Agnoletto: da rádio rádio Super Condá, de Chapecó.

Rafael Henzel: jornalista da rádio Oeste Capital, de Chapecó, foi resgatado com vida e levado ao Hospital de La Ceja. De acordo com o Bom Dia Brasil, ele teve lesões vertebrais mas sua condição é estável.
—Tripulação

Miguel Quiroga: piloto da aeronave

Ovar Goytia

Sisy Arias

Romel Vacaflores

Ximena Suarez: auxiliar de voo foi resgatada com vida e levada à clínica Somer de Rionegro.

Alex Quispe

Gustavo Encina

Erwin Tumiri: técnico da aeronave, foi resgatado com vida e levado à clínica Somer de Rionegro.

Angel Lugo

CRISE? Estudantes denunciam demissão de professores sem justa causa no Dom Bosco

Um grupo de estudantes do colégio Dom Bosco está denunciando, no Facebook, a demissão, sem justa causa, de  professores com mais de 30 anos dos quadros da escola.Segundo os alunos, até agora seis profissionais foram despachados só esse mês sem nenhuma satisfação.

” A falta de comunicação é absurda. Todos os alunos (clientes da empresa) estão insatisfeitos com tudo o que está acontecendo, e eles não param para conversar com a gente. O diretor, após duas demissões, entrou na nossa sala e explicou que seria necessária a nossa compreensão porque alguns professores sairiam. No entanto, ele falou isso após já terem tirado professores que trabalham lá por mais de 30 anos”, disse a estudante Maria Eduarda Bogea em seu perfil do Facebook.

duda