Sarney manobra para tirar partidos da coligação governista…

Com essas manobras, Sarney cria, ainda mais, desavenças com o meio político e seus ex-aliados.

A mudança de domicílio eleitoral do ex-presidente José Sarney foi um sinal claro de que o líder maior da oligarquia que governou o Maranhão por 50 anos fará de tudo para ter o poder do Estado novamente.

O grupo Sarney, em sua sede incansável de poder, tenta agora tirar partidos e diminuir o tempo da coligação do governador Flávio Dino (PCdoB).

O primeiro caso foi quando manobrou para que o deputado federal, Pedro Fernandes (PTB), só assumisse o cargo de ministro do Trabalho se seu filho, Pedro Lucas Fernandes, saísse do governo Flávio Dino.

Recentemente, tentou tirar o DEM do deputado federal Juscelino Filho. Sarney viajou até Salvador para conversar com o presidente nacional do DEM, o prefeito ACM Neto. A manobra não teve êxito. O parlamentar continua presidente e ainda levou outros nomes governistas para a Comissão Estadual.

Agora, pelas informações divulgadas por fontes ligadas ao grupo Sarney, o ex-presidente estaria tramando, juntamente com o presidente Michel Temer, a retirada do deputado federal, André Fufuca, da presidência do PP, e o substituindo pelo deputado federal Hildo Rocha.

Com essas manobras, Sarney cria, ainda mais, desavenças com o meio político e seus ex-aliados. O líder da oligarquia também esquece que a política de hoje é mais dinâmica e não permite o “jogo do vale tudo” executado por tantos anos no Maranhão. É esperar para ver mais uma derrota do ex-presidente.

“Diálogos pelo Maranhão” voltam para a construção do Plano de Governo de Flávio Dino

Com os temas Educação, Segurança e Infraestrutura, os encontros serão a oportunidade de debater os avanços e traçar novas metas do governo Flávio Dino.

O maior movimento coletivo e político já registrado no Estado está de volta. O ‘Diálogos pelo Maranhão’, movimento de mudança e renovação política liderado pelo então pré-candidato ao governo em 2014, Flávio Dino (PCdoB), será realizado novamente e dará alicerce ao novo Plano de Governo.

O Diálogos percorreu dezenas de cidades maranhenses e numa construção popular, elencou as propriedades defendidas pelo agora governador Flávio Dino.

Passados quatro anos, o ‘Diálogos pelo Maranhão’ será realizado novamente, nos dias 10, 11 e 12 de abril, sempre a partir das 19h, no Grand Hotel, no Centro Histórico de São Luís.

Com os temas Educação, Segurança e Infraestrutura, os encontros serão a oportunidade de debater os avanços e traçar novas metas do governo Flávio Dino.

Em nota, José Reinaldo Tavares anuncia filiação ao PSDB

José Reinaldo e Geraldo Alckmin.

Na manhã deste sábado (31), o deputado federal e ex-governador José Reinaldo Tavares, divulgou uma nota à imprensa confirmando sua filiação ao PSDB e explicando os rumos que pretende tomar com a sua campanha ao senado, além dos nomes que terão seu apoio na eleição para presidente e governador.

Veja a nota abaixo na íntegra:

COMUNICADO À IMPRENSA

Com o respeito e a cordialidade que sempre mantive com a imprensa maranhense e por entender que o compromisso fundamental dos comunicadores profissionais é com a responsabilidade na divulgação da verdade dos fatos, acima de especulações, faço os esclarecimentos que seguem.

Tenho uma antiga e sólida ligação com o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin. Fomos colegas na Câmara dos Deputados, fomos vice-governadores e, em seguida, governadores de nossos estados, na mesma época. Possuo muito respeito pelo homem e pelo político Alckmin. Conservo também uma amizade muito antiga e forte com o coordenador da campanha do governador Alckmin à Presidência, senador Tasso Jereissati, pois vivemos juntos grandes episódios da história política brasileira e isso permitiu que, por diversas vezes, conversássemos sobre o Maranhão.

Na última terça-feira (20), encontrei com o governador Alckmin, na posse da deputada Tereza Cristina, minha amiga do PSB, agora no DEM, na Frente Parlamentar em Defesa da Agricultura. Ele me viu e veio falar comigo sobre o Maranhão e eu disse que estou sempre pronto a ajudá-lo. Na terça feira à noite, recebi uma ligação do governador me convidando para ir a São Paulo conversarmos, convite que eu prontamente atendi na quarta-feira passada (21).

Tivemos um longo e produtivo diálogo. Ao final, o governador informou que iria ouvir o senador Roberto Rocha, presidente do partido no Maranhão sobre o que discutimos. Ontem (30), sexta-feira, logo cedo pela manhã, ele me ligou para dizer que tinha conversado com Roberto Rocha que, por sua vez, teceu elogios à minha pessoa, o qual agradeço agora, publicamente. Roberto armou que não havia impedimento da parte dele para que esse entendimento pudesse se concretizar.

Com essa compreensão, esclareço o que ficou decidido: o governador Alckmin terá, como em São Paulo, dois palanques no Maranhão, um, do seu partido, o PSDB, que terá como candidato a governador Roberto Rocha e o palanque de Eduardo Braide, futuro candidato ao Governo do Maranhão, também com o apoio de Alckmin.

Eu, portanto, me liarei ao PSDB, serei candidato ao Senado e apoiarei Alckmin nos dois palanques. Além do apoio que recebi do governador paulista, discutimos muito a sua campanha no Estado e z um acordo com ele. Se eleito presidente do Brasil, Geraldo Alckmin apoiará os projetos estruturantes do Maranhão, bem como viabilizará o programa proposto pelo Nobel de Economia, James Heckman, a ser transformado em projeto social por mim e outros, com objetivo de diminuir a desigualdade e a pobreza, preparando melhor as novas gerações de maranhenses.

Consegui ainda o compromisso de Alckmin com a nossa refinaria e com o polo petroquímico, que trará milhares de empregos e empresas para o Maranhão. Firmamos compromisso também com o Centro Espacial Brasileiro de Alcântara, com o Programa Espacial Brasileiro, com o apoio à vinda de um parque industrial da indústria espacial e com o Fundo de Desenvolvimento das Comunidades Quilombolas de Alcântara, que estou propondo.

O governador prometeu uma Cooperativa de Microcrédito para homens e mulheres pobres poderem ter acesso a dinheiro barato e, assim, abrirem seus pequenos negócios, além de apoio técnico de São Paulo para qualificar professores, capacitar trabalhadores maranhenses para o trabalho, apoio firme para o nosso Sistema de Saúde e da nossa Segurança.

Desta forma, meus amigos, entraremos firmes na campanha, não apenas a eleitoral, mas na mais importante de todas, a de combater as causas ainda intocadas da pobreza em nosso Estado – a minha maior aspiração como homem público. Vamos juntos colocar o Maranhão em novo patamar de desenvolvimento.

Com minhas cordiais saudações,

José Reinaldo Tavares

Deputado Federal

TSE pede investigação sobre notícias falsas na internet

A partir desses levantamentos, o Ministério Público vai avaliar se ocorreu algum abuso capaz de influenciar a eleição.

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral, ministro Luiz Fux, pediu ao Ministério Público Eleitoral para verificar possíveis irregularidades apontadas pela Fundação Getúlio Vargas e pela Universidade de São Paulo sobre a proliferação de notícias falsas na internet, as fake news. A Polícia Federal também deve atuar na investigação.

Uma pesquisa feita na USP identificou os maiores sites de notícias do Brasil que disseminam informações falsas, não-checadas ou boatos pela internet. Já a FGV identificou o uso de robôs – inclusive de origem russa – nas eleições de 2014 por três candidatos à Presidência da República.

A partir desses levantamentos, o Ministério Público vai avaliar se ocorreu algum abuso capaz de influenciar a eleição. O TSE quer ouvir a empresa Cambridge Analytica, envolvida em manipulação de dados obtidos no Facebook durante as eleições nos Estados Unidos, para saber sobre a atuação dela no Brasil.

Essa é a primeira ação do TSE contra as notícias falsas desde a instalação do Conselho Consultivo sobre Internet e Eleições, em dezembro do ano passado.

Prefeitura de São Luís prorroga prazo de adesão ao Refaz até 30 de abril

Titular da Semfaz, Délcio Rodrigues.

A Prefeitura de São Luís, por meio do Decreto n° 50.601 de 26 de março de 2018, autorizou a prorrogação do período de adesão ao Programa de Recuperação de Créditos da Fazenda Municipal de São Luís (Refaz), até 30 de abril. Assim, os contribuintes têm até o fim do próximo mês para buscar um dos postos de atendimento da Secretaria Municipal da Fazenda (Semfaz) e solicitar sua adesão.

O programa tem como o objetivo dar aos contribuintes em débito com o fisco, a oportunidade de quitar dívidas de natureza tributária e não tributária com descontos de até 100% nos juros e multas e facilidade no parcelamento, que pode ser feito em até 48 vezes, com abatimentos proporcionais.

Para o titular da Semfaz, Délcio Rodrigues, o programa trouxe resultados muito positivos para o município e para o contribuinte. Em pouco mais de um ano de vigência, mais de 22 mil contribuintes assinaram sua adesão ao Refaz.

O Refaz contribuiu no aumento da arrecadação municipal e na diminuição da inadimplência com o fisco. Com o total arrecadado, a gestão municipal investe em ações em todas as áreas a exemplo da educação, saúde, infraestrutura, implantação de Ecopontos, entre outras ações. Os descontos vão de 100% a 10% e o parcelamento pode ser feito em até 48 vezes, dependendo da forma de negociação escolhida.

Com o Refaz, o contribuinte tem facilidade no parcelamento de suas dívidas, além de vários postos de atendimento distribuídos em São Luís.

Todos os impostos municipais, com ressalvas somente para o IPTU 2017 – que não entrou no pacote de tributos que são negociados através do Refaz, podem ser negociados com o programa. Para aderir ao Refaz, o contribuinte com débito com o fisco tem até o dia 30 de abril para procurar um dos postos de atendimento da Semfaz, localizados na sede do órgão – Avenida Kennedy, n° 1455, Bairro de Fátima; no posto do Viva (antigo Casino Maranhense) – Avenida Beira Mar, S/N, ou na Procuradoria Fiscal (direcionado aos cidadãos com débitos já inscritos em dívida ativa).

Joaquim Barbosa poderá ser candidato à presidência pelo PSB

Joaquim Barbosa deve se filiar ao partido até o dia 7 de abril.

O ex-ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Joaquim Barbosa, decidiu que se filiará ao PSB até o dia 7 de abril, prazo final para que as legendas recebam filiações de pessoas que pretendam concorrer às eleições de outubro. Apesar de ainda não ter oficializado a decisão, de acordo com informações do jornal O Globo, a filiação foi ”comunicada ao presidente do Partido Socialista Brasileiro, Carlos Siqueira, e ao deputado federal Alessandro Molon (RJ), durante encontro realizado na manhã desta quinta-feira, em uma padaria de Brasília”.

.Ao jornal, o presidente da sigla disse que, apesar de ter avançado no assunto, ainda aguarda a assinatura de Joaquim Barbosa. Caso se concretize, o ministro poderá ser candidato à Presidência da República nas eleições de outubro pelo PSB.

No entanto, mesmo que assine a ficha de filiação, ainda não há garantia de que ele será candidato presidencial. Uma ala do partido prefere não lançar nome próprio ao Planalto para poder costurar alianças estaduais, sobretudo em Pernambuco, estado onde a legenda é mais forte. Mas na sigla nada é certo ainda.

No início do mês, durante o congresso nacional do partido, Carlos Siqueira afirmou que o ideal era que o partido tivesse um nome próprio para a disputa e ressaltou que a decisão seria tomada no momento certo. O nome de Joaquim Barbosa é aventado para ser o nome do partido ao Planalto. Recém-filiado ao partido, o ex-ministro Aldo Rebelo também é um nome citado dentro da legenda para concorrer à Presidência.

Flávio Dino anuncia mais uma mudança no secretariado estadual

O governador Flávio Dino (PCdoB) anunciou, em suas redes sociais, a desincompatibilização do presidente da Agência Metropolitana de São Luís, Pedro Lucas Fernandes (PTB).

Pedro Lucas deixa o governo para tentar uma vaga no parlamento federal.

Com a saída dele da pasta, assume a vaga o atual diretor da Agência, Lívio Correa.

Othelino prestigia aniversário de Vargem Grande e destaca parcerias em prol do município

Deputado Othelino prestigia os 80 anos de emancipação do município de Vargem Grande.

O presidente da Assembleia Legislativa do Maranhão, deputado Othelino Neto (PCdoB), participou, nesta quarta-feira (28), das comemorações dos 80 anos de emancipação do município de Vargem Grande, onde a gestão do prefeito Carlinhos Barros (PCdoB), em parceria com o parlamentar e o governador Flávio Dino, tem levado benefícios para a população, a exemplo do Mais Asfalto, Restaurante Popular, dentre outros.
As comemorações tiveram início com uma missa na Matriz de São Raimundo dos Mulundus e continuou em frente à prefeitura, com a apresentação do ato cívico, depois com o cântico do Hino  Nacional e da cidade, feito pelos alunos das Escolas de Referência Moral de Cívica Padre Carvalho e Politécnica. Houve também  apresentação da Banda Fanfarra, da Escola José Salim Trabulsi.
Em seguida, as autoridades municipais seguiram para o Ginásio Poliesportivo Gastão Vieira, onde receberam o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Othelino Neto, que agradeceu o convite do prefeito e destacou a parceria entre a prefeitura e o governo estadual para o desenvolvimento das ações na cidade.
“Agradeço o convite do prefeito para estar, mais uma vez, aqui na nossa querida Vargem Grande. Aqui, com a parceria do governo Flávio Dino e da Assembleia Legislativa, podemos andar por Vargem Grande e dizer que ela está melhor do que era antes. O prefeito Carlinhos vem cuidando da cidade, com carinho. Graças ao prefeito, em parceria com o governo estadual e a Assembleia, muitos benefícios têm chegado à cidade, como o Mais Asfalto, o Restaurante Popular – um dos melhores da região – e, agora, o abastecimento de água que vai melhorar a vida da população”, afirmou Othelino Neto.
O presidente enfatizou que os desafios são grandes, mas muitas ações positivas estão chegado à cidade e muitas ainda estão por vir. “Vargem Grande tem o melhor Restaurante Popular da região e, agora, com a assinatura da ordem de serviços para tratamento e abastecimento de água, a população só tem a ganhar”, disse Othelino Neto, lembrando que o primeiro pedido feito pelo prefeito Carlinhos a Flávio Dino foi a ampliação do fornecimento de água para o município. “Fico muito feliz em participar desse momento. Vargem Grande tem um político que ama o seu povo e que cuida muito bem da cidade”, acrescentou.
O evento também contou com as presenças de outras autoridades, entre elas, o deputado federal, Weverton Rocha; o ex-ministro do Turismo, Gastão Vieira; o presidente da Caema, Carlos Rogério Araújo; secretários municipais; o presidente da Câmara Municipal, Germano Barros; vereadores; Leônidas Dias, representante da comunidade quilombola Rampa; lideranças comunitárias e a população.
Água de qualidade
Um dos momentos mais esperados pela população vargem-grandense foi a assinatura da ordem de serviço do abastecimento e tratamento de água da cidade. Após os cumprimentos, o presidente da Caema, Carlos Rogério Araújo, afirmou que aquele era uma dos momentos mais importantes para a cidade.
“O que nós estamos fazendo aqui é a assinatura da ordem de serviço para tratamento da água, que será captada do Rio Preto, no município de Nina Rodrigues. A licitação já foi feita e, agora, estamos assinando a ordem de serviço, obra orçada em R$ 7 milhões, que será a redenção do problema da água de Vargem Grande”, disse Carlos Rogério Araújo, afirmando que no máximo, no final desse ano, a população contará com um sistema de água tratada nas suas residências.
Avaliação positiva
O prefeito Carlinhos Barros falou dos esforços da Prefeitura, Governo do Estado e do presidente Othelino Neto para a execução da obra de ampliação e melhoria do abastecimento de água na cidade. “Vargem Grande precisa de pessoas sérias e comprometidas para o desenvolvimento da nossa cidade. Nós vamos fazer de tudo para desenvolvê-la, com a ajuda dos amigos Flávio Dino e Othelino Neto, que têm sido grandes parceiros. Nós temos que estar cada vez mais unidos e cada vez melhor para cuidar da nossa cidade. Esses parabéns são para os filhos de Vargem Grande que, agora serão contemplados com um sistema de abastecimento de água tratada”, disse o prefeito.
O deputado federal Weverton Rocha (PDT) e o ex-ministro do Turismo, Gastão Vieira, também se pronunciaram sobre a importância da parceria entre os governos estadual e municipal e o legislativo estadual. “Parabenizo Vargem Grande pelos 80 anos bem vividos. Esse é um momento de expectativa, esperança e de programar novos rumos para a cidade. Eu tenho certeza que é hora de reconhecermos o esforço que o prefeito tem feito em parceria com o governo do Estado e com o presidente da Assembleia Legislativa, Othelino Neto. Essa parceria é o processo e a porta para sairmos da crise que assola o país”, garantiu Weverton Rocha.
“Esta é uma grande obra, que vai direto para a casa do cidadão. Um grande trabalho vai ser feito aqui que resolverá o grande problema de água na cidade. Parabenizo o prefeito Carlinhos pela excelente administração”, acentuou o ex-ministro do Turismo, Gastão Vieira.
O padre Antônio Carlos parabenizou a cidade pelos 80 anos de emancipação e destacou as melhorias ocorridas na cidade ao longo dos anos. “Hoje, a cidade está melhor do que era antes. Mas, cada dia precisa fazer a sua Páscoa para ficar ainda melhor. O prefeito Carlinhos está de parabéns”, disse ele.
A técnica em enfermagem Elis Regina também parabenizou a cidade e destacou as melhorias que estão acontecendo. “Estamos de parabéns, pois temos um prefeito que cuida da nossa cidade”, afirmou ela.

Comissão analisa projeto que proíbe a suspensão do Whatsapp pela Justiça

Comissão analisa projeto que proíbe a suspensão do Whatsapp pela Justiça.

O Conselho de Comunicação Social (CCS) se reunirá na próxima segunda-feira (2) para examinar algumas proposições em tramitação no Congresso, entre elas o PL 5.130/2016, que proíbe a suspensão de aplicativos da internet por decisões judiciais.

De autoria do deputado João Arruda (PMDB-PR), o projeto inclui como direito do internauta a não suspensão de qualquer aplicação da internet por decisão do poder público. O objetivo da proposta é evitar que decisões judiciais interrompam, ainda que temporariamente, um serviço usado cotidianamente pelos internautas.

Arruda lembra que recentes decisões judiciais de primeira instância tiraram do ar aplicativos como o YouTube e o WhatsApp. Ainda que as decisões tenham sido derrubadas em segunda instância, para o autor do projeto, que altera o Marco Civil da Internet (Lei 12.965/2014), houve “grande prejuízo a toda a população, que se viu privada da utilização de aplicações que fazem parte de sua rotina”.

Da pauta constam ainda a análise de relatórios sobre a renovação do convênio entre o CCS e a Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco) e a reestruturação do Regimento Interno do órgão, que tem como atribuição a realização de estudos, pareceres, recomendações e outras solicitações que lhe forem encaminhadas pelo Congresso Nacional sobre o tema Comunicação Social.

Os conselheiros deverão analisar ainda as propostas de criação do Observatório da Liberdade de Imprensa e de realização de seminário para debater a violência praticada contra profissionais do setor.