‘Arraiá do Povo’ garantirá acessibilidade a pessoas com deficiência

Estrutura do Arraiá do Povo terá espaço para a pessoa com deficiência

Organizado pela Assembleia Legislativa, por meio do Grupo de Esposas de Deputados do Maranhão (Gedema), o ‘Arraiá do Povo’, dias 14, 15 e 16 de junho, na área do estacionamento, ao lado do Complexo de Comunicação, cumprirá as exigências da legislação e garantirá acessibilidade a pessoas com deficiência. A programação terá início às 18h30.

A estrutura terá rampa de acesso na entrada, área reservada para cadeirantes em frente ao palco e acesso especial aos banheiros químicos. “O Arraial será totalmente acessível, principalmente para os cadeirantes. Além da rampa de entrada, um espaço será reservado para que cadeirantes acompanhem, com mais tranquilidade, as atrações. Os banheiros químicos, um feminino e outro masculino, também serão de fácil acesso”, explicou o subdiretor de Manutenção de Serviços da Assembleia, Geraldo Oliveira.

O ‘Arraiá do Povo’ contará ainda com amplo estacionamento, um grande palco (onde se apresentarão os grupos folclóricos) e playground para crianças, além de mesas e cadeiras que garantirão o conforto do público. Quatro barracas foram montadas para a venda de comida típica. Toda a verba arrecadada será destinada a entidades beneficentes.

Programação

Foram convidados diversos grupos folclóricos tradicionais do São João do Maranhão. Na quinta-feira, os alunos do Programa Sol Nascente abrirão a programação, com apresentação das oficinas de Sopro e Dança. Depois, será a vez do Boi da Mocidade de Pinheiro, seguido do Cacuriá de Dona Teté e do Boi de Nina Rodrigues. A primeira noite será encerrada com show de PP Júnior e apresentação do Boi de Itapera.

Na sexta-feira, o Boi da Creche-Escola Sementinha abrirá a festança, seguido da Quadrilha Asa Branca. Seu Raimundinho e Forró Pé no Chão, Boi de Axixá e Boi de Morros também animarão a segunda noite. No encerramento, show do grupo Folia de Três.

No sábado, a Quadrilha Mocinha do Sertão será a primeira a se apresentar. Logo após, o arraial junino receberá o Boi Barrica e o Boi Pirilampo. No encerramento, o público aplaudirá o batalhão pesado do Boi da Maioba e também o show do cantor sertanejo Luckas Seabra.

Ao vivo

A programação das três noites do ‘Arraiá do Povo’ será transmitida, ao vivo, pela TV Assembleia (canal aberto 51.2 / 17 TVN). Várias câmeras estão espalhadas estrategicamente para captar todos os momentos da festança.

Greve dos caminhoneiros custará R$ 15 bilhões para a economia

Por causa da paralisação, a previsão oficial de 2,5% de crescimento do PIB para este ano poderá ser revista para baixo

Os dez dias de greve dos caminhoneiros custarão R$ 15 bilhões para a economia, o equivalente a 0,2% do Produto Interno Bruto (PIB, soma das riquezas produzidas no país), informou hoje (12) o Ministério da Fazenda. De acordo com a pasta, o ministro Eduardo Guardia repassou a estimativa ontem (11) em reunião com investidores em São Paulo.

Por causa da paralisação, a previsão oficial de 2,5% de crescimento do PIB para este ano poderá ser revista para baixo. O número só será divulgado no fim de julho, e o ministro não informou mais detalhes.

Na última edição do boletim Focus, pesquisa com instituições financeiras divulgada todas as semanas pelo Banco Central, os analistas de mercado estimavam que a economia crescerá apenas 1,94% em 2018. Essa foi a sexta semana consecutiva de queda nas projeções. Há um mês, a projeção estava em 2,51%.

O ministro não informou o impacto que a greve dos caminhoneiros terá sobre a inflação, por causa da escassez de alimentos e da alta temporária do preço dos combustíveis provocadas pela paralisação. Segundo o boletim Focus, a previsão das instituições financeiras para o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) passou de 3,65% para 3,82% em 2018. As projeções do Ministério da Fazenda para a inflação também só serão divulgadas no fim de julho.

Decreto da Prefeitura proíbe comercialização de bebidas em garrafas de vidro durante o São João

Bebidas em garrafas de vidro estão proibidas

A Prefeitura de São Luís, por meio do Decreto nº 50.810, determinou a proibição da venda de bebidas alcoólicas e não alcoólicas em garrafas e recipientes de vidro por vendedores ambulantes, estabelecimentos informais. O decreto é válido até o dia 1º de julho, entre as 18h e 2h. A medida visa garantir a segurança da população durante o São João de Todos, promovido pela Prefeitura de São Luís e pelo Governo do Estado.

O secretário municipal de Cultura, Marlon Botão, destaca que a medida é necessária para garantir a segurança de todos, trabalhadores e o público. “A Prefeitura decreta em todos os eventos que realiza esta proibição, e no São João de Todos 2018 não será diferente. O objetivo é garantir a segurança nas festividades juninas. Esperamos um público grandioso e queremos que todos possam aproveitar da melhor maneira. Isso demonstra a precaução da gestão do prefeito Edivaldo na prevenção de acidentes durante o período junino”, diz o secretário.

A medida visa ainda colaborar com o trabalho da Polícia Militar, que estará atuando durante as festividades, na prevenção de ocorrências onde este tipo de material possa ser utilizado como arma. O decreto determina também a interdição imediata e apreensão das mercadorias nos pontos de venda que estiverem descumprindo as normas estabelecidas pelo poder público municipal.

O serviço de fiscalização contará com a atuação da Blitz Urbana, órgão ligado à Secretaria Municipal de Urbanismo e Habitação (Semurh), que também acompanhará o trabalho do comércio informal, especialmente dos vendedores ambulantes cadastrados para a venda no entorno da Praça Maria Aragão. “Esse é um trabalho recorrente. A intenção do poder público é garantir a tranquilidade das festas juninas, trabalhando conjuntamente em prol dos cidadãos”, ressalta o diretor da Blitz Urbana, Joaquim Azambuja.

FISCALIZAÇÃO DE ALIMENTOS

A Prefeitura de São Luís, por meio da Vigilância Sanitária, realizou capacitação sobre Boas Práticas de Manipulação de Alimentos para os ambulantes cadastrados para trabalhar durante o São João. Na capacitação foram abordados assuntos como os tipos de alimentos permitidos para comercialização, as formas corretas de armazenamento e manipulação, aquisição e validade dos produtos e o vestuário adequado.

Equipes da Prefeitura de São Luís, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (Semus), irão fiscalizar durante as festas os produtos disponibilizados à população, principalmente, em relação à manipulação de alimentos servidos pelos ambulantes que estarão trabalhando na Praça Maria Aragão.

Brissac já aparece em 2º na pesquisa para OAB

A pesquisa foi realizada antes do lançamento da pré-candidatura de Brissac, e foi vista como uma surpresa para o grupo que coordena a campanha de Brissac

Uma nova pesquisa, divulgada pelo Instituto Sulma, que ouviu 164 advogados na região Oeste – cidades de Açailândia, Balsas, Estreito e Imperatriz – colocou o jovem advogado Carlos Brissac em 2º lugar nas intenções de votos.

A pesquisa foi realizada antes do lançamento da pré-candidatura de Brissac, e foi vista como uma surpresa para o grupo que coordena a campanha.

A ligação de Carlos Brissac com o ex-presidente da OAB, Mário Macieira, avaliada como uma das melhores da história da OAB maranhense, tem feito ele sair de um bom patamar.

PMN desiste de lançar ex-apresentadora do Jornal Nacional Valéria Monteiro

Sem um representante competitivo na corrida presidencial, o PMN dificilmente passará pela Cláusula de Barreira, imposta pela última reforma eleitoral

O Partido da Mobilização Nacional decidiu abrir mão da corrida presidencial. A jornalista Valéria Monteiro, ex-apresentadora do Jornal Nacional, era, até então, a principal aposta. Porém, a hipótese foi descartada ao não atingir 3% das intenções de voto nas pesquisas realizadas pelo partido.

A presidência do PMN informou que a baixa popularidade de Monteiro e a atual estrutura do partido influenciaram na decisão.

A jornalista afirmou que, ao se filiar, o acordo era atingir, no mínimo, 1,5% das intenções de voto. Afirmou ainda que a direção do partido nunca fez o lançamento oficial de sua pré-candidatura, tampouco comunicou seu nome aos institutos de pesquisa.

O PMN elegeu, em 2014, apenas três representantes na Câmara Federal e é considerado um dos partidos nanicos. Tem pouco tempo de TV no horário eleitoral gratuito e pouca participação no Fundo Partidário.

Sem um representante competitivo na corrida presidencial, o PMN dificilmente passará pela Cláusula de Barreira, imposta pela última reforma eleitoral.

Zé Inácio cumpre agenda no interior do Estado…

Deputado visitou diversos municípios durante o fim de semana

No último fim de semana, o deputado  estadual Zé Inácio (PT) cumpriu agenda em várias cidades do interior do estado, entre elas Santa Luzia, Buriticupu, Bom Jardim, Bom Jesus das Selvas e São Francisco do Brejão.

Em Buriticupu, o parlamentar reuniu-se com moradores do acampamento Vila Palmeira, que vêm sofrendo ameaças de despejo. Pelo menos 127 famílias ocuparam o terreno, localizado na área urbana da cidade, em que deveria ser construída uma rodoviária e uma escola, mas está abandonado. As famílias pedem a posse da terra ou que sejam realocados para outro lugar. Zé Inácio irá dar assistência jurídica às famílias.

BOM JARDIM

Em Bom Jardim, o parlamentar reuniu-se com moradores do acampamento Vila União, que abriga mais de 100 famílias. Elas pedem que o Incra regularize as terras para criação de assentamento, a construção de uma escola para os mais de 50 alunos que frequentam a escola da comunidade, que está em condições precárias, além do abastecimento de água e fornecimento de energia elétrica.

Zé Inácio deverá marcar uma reunião entre as lideranças e o representante da CEMAR, para que seja feito o fornecimento elétrico, e irá tratar, junto ao Governo do Estado e Municipal, para que a comunidade seja contemplada com o programa ‘Escola Digna’, da Secretaria de Estado da Educação.

SÃO FRANCISCO DO BREJÃO

Já em São Francisco do Brejão, o deputado participou da abertura da XIV Vaquejada da cidade. Ao lado do prefeito Adão Carneiro, do secretário de Infraestrutura, Ivan Cavalcante, da secretária de Agricultura, Valdina Barros, e do secretário de Cultura, Magno Siqueira, ele acompanhou o culto e shows gospel, que marcaram a abertura do evento.

SANTA LUZIA

No município de Santa Luzia, Zé Inácio esteve na comunidade Faísa, onde participou do XVIII Festival da Abóbora, tradicional festa que reuniu pessoas de toda a região. Inácio também prestigiou o aniversário de 18 anos da U.I. Félix Lopes de Sousa, na comunidade Esperantina.

Encerrando a agenda na cidade, o parlamentar participou da Feijoada dos Blocos, um carnaval fora de época e “lava-pratos” dos blocos da cidade. Centenas de pessoas compareceram a festa, que foi marcada por muita alegria e diversão.

Número de inadimplentes passou de 63 milhões em maio, aponta SPC

O indicador aponta que a maior parte dos inadimplentes tem idade entre 30 e 39 anos (17,9 milhões de consumidores). Na sequência, estão os consumidores de 40 a 49 anos, que somam 14 milhões de inadimplentes

O número de consumidores inadimplentes atingiu 63,29 milhões em maio, com crescimento de 2,78% em relação ao mesmo período do ano passado. Os dados do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) indicam a região Sudeste com o maior aumento no número de consumidores com o Cadastro de Pessoa Física (CPF) restrito para compras a prazo ou contração de crédito, com uma alta registrada de 8,07% em maio.

Nas demais regiões, o crescimento foi menor, com 2,95% no Nordeste, 2,27% no Centro-Oeste, 1,55% no Norte e 1,08% no Sul.

A região Norte apresentou o maior percentual de inadimplentes: 48% da população adulta residente na região ou 5,80 milhões de devedores. Em seguida, aparecem as regiões Nordeste, com 17,45 milhões de negativados, ou 43% da população adulta; o Centro-Oeste, com um total de 4,94 milhões de inadimplentes (42% da população), o Sudeste, com 26,94 milhões inadimplentes (41%) e o Sul, com 8,15 milhões de inadimplentes (36%).

O presidente da CNDL, José Cesar da Costa, avalia que a inadimplência do consumidor continua alta, apesar de a recessão ter chegado ao fim. “Por mais que o país tenha superado a recessão, o mercado de trabalho continua desaquecido, os juros cobrados do consumidor ainda não caíram no mesmo ritmo da Selic e a perda de renda real dos últimos anos ainda não foi recuperada”, explica.

O indicador aponta que a maior parte dos inadimplentes tem idade entre 30 e 39 anos (17,9 milhões de consumidores). Na sequência, estão os consumidores de 40 a 49 anos, que somam 14 milhões de inadimplentes; as pessoas de 25 a 29 anos, que juntas formam 7,9 milhões de negativados e, as idades mais avançada (faixa dos 65 a 84 anos de idade), que somam 5,4 milhões de pessoas com contas em atraso. A população mais jovem, que vai de 18 aos 24 anos, formam um contingente de 4,8 milhões de negativados, o que representa 20% dos brasileiros nessa faixa.

Os dados por setor credor indicam um crescimento das dívidas bancárias, que incluem cartão de crédito, cheque especial, empréstimos, financiamentos e seguros, cuja alta foi de 6,42%.

Também houve alta nas contas atrasadas com empresas do setor de comunicação, como telefonia, internet e TV por assinatura (5,14%). Já as compras realizadas no crediário no comércio e as contas de serviços básicos, como água e luz, apresentaram queda na quantidade de atrasos, com recuos de 9,49% e 4,79%, respectivamente.

A pesquisa SPC Brasil e a CNDL consultou capitais e interior das 27 unidades da federação.