Flávio Dino anuncia construção do novo Hospital de Imperatriz, secretários visitam cidade nesta sexta-feira (8)

Hospital ‘Socorrinho’ de Imperatriz pegou fogo na noite de sábado (2)

Os secretários de Estado de Infraestrutura, Clayton Noleto e de Saúde, Carlos Eduardo Lula estarão em Imperatriz, nesta sexta-feira (8), às 16h, para verificar as adequações necessárias do projeto para a construção do novo hospital de Imperatriz. A ideia é adaptar, conforme as necessidades, o projeto do hospital de São Luís. O terreno fica localizado ao lado do Hospital Macrorregional Drª Ruth Noleto, na Avenida Pedro Neiva de Santana, e dispõe de um espaço aproximado de 60 mil metros quadrados.

A estimativa é que até a metade do ano o processo licitatório esteja concluído e seja emitida a ordem de serviço para início da construção. O novo hospital terá 400 leitos com capacidade para atender urgência e emergência, melhorando o atendimento da saúde na cidade. Segundo o secretário de Estado de Infraestrutura, a ideia é que a construção aconteça por etapa, de forma que a população comece a usufruir da estrutura da unidade hospitalar o mais rápido possível.

“Um hospital é enorme e o tempo de duração prevista de construção é de cerca de três anos. Mas vamos trabalhar em etapas para tentar colocar em funcionamento pelo menos uma parte do hospital”, detalhou. Somando esse hospital a outros investimentos já realizados pelo Governo do Estado – como a entrega do Macrorregional e a Casa da Gestante – com a construção do Centro de Ciências da Saúde da Uemasul, cujo o projeto está em discussão, Imperatriz caminha para a consolidação como cidade polo referência no atendimento à saúde.

Carnaval de Todos recebeu 500 mil pessoas nos cinco dias de festa em São Luís

O local que mais reuniu multidões foi o Circuito Beira Mar, criado em 2017. O circuito tem crescido ano a ano e já se tornou referência para o Carnaval

Cerca de 500 mil pessoas passaram pelos circuitos oficiais do Carnaval de Todos em São Luís, de acordo com a Secretaria de Estado da Cultura. Beira Mar, Madre Deus, Ceprama e Pracinha da Lagoa foram os locais da festa, que começou na sexta-feira (1º) e terminou nessa terça-feira (5).

“Fizemos o maior carnaval da história do Maranhão. Agradeço à população, aos artistas e grupos culturais, à Secretaria de Cultura liderada por Diego Galdino, à Secretaria de Segurança e aos policiais, à Prefeitura de São Luís e aos demais parceiros públicos e privados”, afirmou o governador Flávio Dino.

O local que mais reuniu multidões foi o Circuito Beira Mar, criado em 2017. O circuito tem crescido ano a ano e já se tornou referência para o Carnaval.

“O Carnaval de São Luís tá maravilhoso. É o segundo ano que eu estou aqui e não vou deixar de vir. Venham todos, venham ser felizes em São Luís”, disse a turismóloga Nadna Barros, que curtiu o último dia de festa na Beira Mar.

Quem veio de outros países também aprovou: “Belíssimo, estupendo”, afirmou o italiano Andrea Centali.

Foram centenas de atrações nos circuitos oficiais promovidos pelo Governo do Estado, incluindo nomes como Vanessa da Mata, Dudu Nobre, Flávia Bittencourt, Moraes Moreira, Lucy Alves, Grupo Argumento e Arlindinho.

E para quem já está pensando no Carnaval de 2020, o governador Flávio Dino avisa: “Ano que vem será ainda melhor. Carnaval do Maranhão tem shows, trios, blocos, brincadeiras, atendendo a todos os gostos”.

Osmar Filho firma compromisso para beneficiar Apae

Na oportunidade, o vereador comprometeu-se em destinar recursos de emendas de sua autoria para auxiliar no desenvolvimento das ações da organização social

O presidente da Câmara Municipal de São Luís, Osmar Filho (PDT), visitou, nesta quinta-feira (07), a Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais de São Luís (Apae), localizada no bairro Outeiro da Cruz.

Na oportunidade, o vereador comprometeu-se em destinar recursos de emendas de sua autoria para auxiliar no desenvolvimento das ações da organização social. Além disso, propôs levar o debate para a Casa Legislativa objetivando fazer com que os demais parlamentares conheçam o trabalho da Associação e, desta forma, também possam contribuir com a mesma através da destinação de recursos provenientes de emendas.

“Pudemos observar o trabalho grandioso que é desenvolvido aqui, o que nos deixou sensibilizados. Já nos comprometemos em destinar uma parte das nossas emendas para serem alocadas para o custeio da instituição, para a aquisição de equipamentos ou para outras destinações que contribuam para o seu melhor funcionamento e ampliação do atendimento”, disse o presidente.

Osmar Filho visitou a Apae atendendo convite do ex-vereador e atual deputado federal, Pedro Lucas Fernandes (PTB).

O deputado, durante o encontro, anunciou a destinação de duas emendas do ex-deputado federal Pedro Fernandes (PTB), seu pai, para a entidade – R$ 150 mil para a unidade de São Luís e igual valor para a de Araioses.

Pedro Lucas também se comprometeu em ajudar com recursos de emendas individuais nesta nova legislatura na Câmara Federal.

O presidente da Associação, Vanderlan Rolim, destacou a importância da visita dos parlamentares.

Segundo ele, a sinalização de parceria em um momento tão importante para a entidade, que completará 48 anos este ano, é uma grande vitória.

“Para nós é importante constatarmos nossos parlamentares sensíveis a uma causa tão nobre, porque nestes 48 anos de existência a Apae vem realizando um trabalho de muita relevância para a sociedade, já que nossa atuação não se restringe à questão educacional da pessoa com deficiência, mas na sua inclusão social”, comentou.

Também participaram do encontro Christiane Diniz e Conceição Rolim, gestora e assessoria jurídica da Associação, respectivamente; o voluntário Eufrânio Cavalcante; Luiz Borralho e Cléo Matias Rocha – assessor do deputado e da prefeitura da capital, respectivamente.

Equipes iniciam trabalhos para recuperação da cobertura do Ginásio Castelinho

O governador Flávio Dino determinou o início imediato de recuperação da cobertura, que desabou na quarta-feira (06), após ocorrência de fortes chuvas em São Luís

Equipes da Secretaria de Esportes e Lazer (Sedel), Secretaria de Infraestrutura (Sinfra), Corpo de Bombeiros (CBMMA) e empresa especializada em estruturas metálicas iniciaram na manhã desta quinta-feira (07) os preparativos para recolhimento de parte do teto que desabou no Ginásio Castelinho.

O governador Flávio Dino determinou o início imediato de recuperação da cobertura, que desabou na quarta-feira (06), após ocorrência de fortes chuvas em São Luís.

“Por determinação do governador, ontem nós estivemos aqui logo após a ocorrência e tomamos todas as medidas necessárias, inclusive de segurança. Hoje já estamos novamente aqui para iniciar os procedimentos de desmonte do que resta da cobertura que cedeu, além de alinharmos a programação para início da obra de recuperação do Ginásio”, explicou o titular da Sedel, Rogério Cafeteira.

O secretário acrescentou que o Governo está avaliando a forma mais célere para entrega da obra: “Vamos estudar a melhor forma para que essa praça pública de esporte possa voltar a ser utilizada pela população”.

O governador Flávio Dino determinou o início imediato de recuperação da cobertura, que desabou na quarta-feira (06), após ocorrência de fortes chuvas em São Luís

Além das equipes da Sinfra, Sedel e Corpo de Bombeiros, o Instituto de Criminalística do Maranhão (Icrim-MA) e a Defesa Civil do Estado também estão atuando para identificar as causas do desabamento e dar o suporte necessário à recuperação do espaço.

O tenente-coronel Wellington Reis, do CBMMA, explicou que a perícia técnica ainda não descartou nenhuma possibilidade para as causas do desabamento. “No momento, não podemos descartar nenhuma possibilidade, por essa razão iniciamos o aprofundamento da perícia técnica, com apoio do Icrim”, afirmou.

A Secretaria de Infraestrutura mobilizou empresa especializada em estruturas metálicas similares ao do teto do Ginásio Costa Rodrigues para fazer o diagnóstico do local e operar a retirada dos escombros, além de limpeza da área.

“Estamos hoje cumprindo uma nova etapa do diagnóstico, inclusive já temos uma empresa no local acionada para iniciar o desmonte do que resultou do desabamento de parte do telhado e a partir disso vamos ter condição de ter um laudo pericial com absoluta exatidão. O mais importante é que nós estamos mobilizados e vamos iniciar imediatamente a limpeza da área para que o equipamento seja recuperado”, afirmou ou secretário Clayton Noleto.

Ele acrescentou que a obra de recuperação do Ginásio Castelinho é uma prioridade e que o governador acompanha de perto todos os procedimentos técnicos.

“O governador Flávio Dino está coordenando e acompanhando esse processo pessoalmente e determinou que a obra seja tratada como prioridade”, afirmou.

André Campos é exonerado da Funasa

No cargo desde setembro de 2015, Andre Campos sai da Funasa e aumenta ainda mais a disputa pelo comando da autarquia

Mais um nome ligado ao grupo Sarney foi exonerado do governo de Jair Bolsonaro (PSL). O emedebista André Campos não é mais superintendente da Fundação Nacional de Saúde (Funasa) no Maranhão.

André Campos foi exonerado no dia 1º de março, é o que mostra o Diário Oficial da União de ontem (6).

No cargo desde setembro de 2015, Andre Campos sai da Funasa e aumenta ainda mais a disputa pelo comando da autarquia.

Alguns deputados vislumbram o comando da Funasa no Maranhão. A indicação de um nome para o órgão é dada como sinal de acordo com o governo Bolsonaro que luta pela a aprovação da Reforma da Previdência.

Governo do Estado começa a reconstruir cobertura do Ginásio Castelinho nesta quinta-feira (7)

Durante reunião com secretários para tratar do assunto, o governador Flávio Dino determinou o início imediato das obras

O Governo do Maranhão vai começar a reconstruir nesta quinta-feira (7) a estrutura do ginásio Castelinho que foi parcialmente destruída durante as fortes chuvas que atingiram a cidade de São Luís. A queda da cobertura foi na manhã desta quarta-feira (6). Não houve vítimas.

Durante reunião com secretários para tratar do assunto, o governador Flávio Dino determinou o início imediato das obras.

“A recuperação da cobertura do ginásio Castelinho começa amanhã [quinta]. Não houve danos à estrutura de concreto do ginásio. Fizemos reunião agora e já definimos todos os encaminhamentos práticos”, afirmou o governador.

As causas do problema estão sendo analisadas pelo Corpo de Bombeiros e pela Secretaria de Estado de Infraestrutura, que enviaram equipes ao local.

“Nosso foco principal é fazer a recuperação dessa praça esportiva”, disse o secretário de Esportes, Rogério Cafeteira, que também esteve no Castelinho.

“Já nesta quinta-feira pela manhã vamos começar a reconstrução do telhado. A primeira etapa é o desmonte da estrutura que desabou”, afirmou o secretário de Infraestrutura, Clayton Noleto.

Enquanto a estrutura está sendo recuperada, eventos serão realizados no ginásio Costa Rodrigues e em outros equipamentos esportivos.

O comandante do Corpo de Bombeiros, coronel Célio Roberto Araújo, disse que as equipes da corporação isolaram a área e verificaram que não havia vítimas. De acordo com ele, a perícia vai ajudar a identificar as causas do problema.

Acessibilidade foi uma das marcas do Carnaval de Todos 2019

No circuito Beira-Mar foi disponibilizado banheiros com acessibilidade mais próximos das apresentações, uma tenda exclusiva para cadeirantes e seus acompanhantes

Desde 2015, o Carnaval do Maranhão traz como proposta a festa de todos, feita por todos e para todos.  Neste ano, a folia momesca na capital maranhense ganhou mais alguns ingredientes para consolidar esse propósito: a acessibilidade, garantindo uma festa democrática e maior inclusão das pessoas com deficiência.

O Governo do Maranhão, por meio da Secretaria de Estado de Cultura, em parceria com o Comitê de Políticas de Inclusão das Pessoas com Deficiência, incluiu recursos de acessibilidade em dois dos maiores circuitos de carnaval do estado, o da Avenida Beira-Mar e do Ceprama, que atraiu multidões de foliões em todo o período carnavalesco.

“Para realizar uma festa de fato de todos e para todos, entendemos a importância de fazer um carnaval cada vez mais inclusivo e estabelecemos essa parceria com a o Comitê de Políticas de Inclusão das Pessoas com Deficiência. Ouvimos todas as demandas e atendemos tudo o que foi possível. É com muita alegria que recebemos todos os públicos no Carnaval do Maranhão”, destacou o secretário Diego Galdino.

No circuito Beira-Mar foi disponibilizado banheiros com acessibilidade mais próximos das apresentações, uma tenda exclusiva para cadeirantes e seus acompanhantes, assentos reservados para pessoas com deficiência nas arquibancadas em frente ao palco principal, sinalização e vinhetas para locução, e a grande novidade: o intérprete de libras em todas as apresentações.

No Ceprama, além de espaço reservado para pessoas com deficiência, foram instalados banheiros adaptados e as apresentações também contam com intérprete de libras, facilitando a participação de pessoas com deficiência auditiva.