Flávio Dino anuncia Luís Fernando para Secretaria de Programas Estratégicos

O nome de Luís Fernando já vinha sendo sondado há várias semanas. Essa é a segunda vez em que o prefeito renuncia ao cargo para ocupar um cargo no governo estadual

O governador Flávio Dino (PCdoB) confirmou, nesta terça-feira (12), que o prefeito de São José de Ribamar, Luis Fernando Silva (PSDB), deve integrar a equipe do Governo do Estado.

“Na sexta-feira, 10h, vamos receber Luís Fernando, atual prefeito de Ribamar, na nossa equipe. Trata-se de quadro político e técnico de grande experiência, que assumirá a Secretaria de Estado de Programas Estratégicos”, escreveu Flávio Dino.

O nome de Luís Fernando já vinha sendo sondado há várias semanas. Essa é a segunda vez em que o prefeito renuncia ao cargo para ocupar um cargo no governo estadual.

O governador Flávio Dino anunciou também a volta de Simplício Araújo ao governo. “Na mesma data, retornará à nossa equipe o atual deputado federal Simplicio Araújo, na condição de Secretário de Indústria e Comércio. Com isso, Gastao Vieira vai se somar à nossa bancada federal em Brasília”, concluiu.

Governo defende criação de programa de habitação no Centro Histórico de São Luís

Rubens Pereira Júnior, esteve na tarde de segunda-feira (11), na Assembleia Legislativa, onde se reuniu com deputados para tirar dúvidas dos parlamentares sobre o programa Habitar no Centro

O secretário das Cidades e Desenvolvimento Urbano (Secid), Rubens Pereira Júnior, esteve na tarde de segunda-feira (11), na Assembleia Legislativa, onde se reuniu com deputados para tirar dúvidas dos parlamentares sobre o programa Habitar no Centro, um Projeto de Lei de autoria do Executivo Estadual, que visa articular as políticas de habitação e de revitalização de sítios históricos localizados em São Luís.

Segundo Rubens Júnior explicou, o programa tem a finalidade de apoiar e manter a população residente no Centro e atrair novos moradores, novas atividades comerciais e serviços, tornando o Centro atrativo e seguro à população que utiliza os serviços públicos e atividades comerciais.

“Precisamos trazer pessoas para habitar o Centro Histórico da cidade e, consequentemente, melhoramos o nível de aproveitamento da infraestrutura urbana e a qualidade de vida da população local”, disse Rubens Júnior.

É por meio do Habitar no Centro que o Governo do Maranhão quer criar condições que resultem na requalificação de imóveis ociosos e degradados, para uso habitacional. “A estratégia é viabilizar a associação e aplicação de diversos programas existentes na área de habitação e de revitalização de sítios históricos como fontes de recursos para execução das ações deste programa, quer sejam recursos federais, estaduais, estrangeiros ou de iniciativa privada”, detalhou Rubens.

O projeto encontra-se na Assembleia Legislativa, onde aguarda a apreciação da Casa. “Por meio de compensações tributárias, queremos atrair investidores que farão a reforma dos casarões de posse do Governo do Estado, para que os mesmos possam servir de habitação para famílias ludovicenses”, declarou o secretário.

Para apoiar o investidor que detenha a posse regular de imóvel localizado nas áreas de atuação do programa, o Estado disponibilizará a concessão de créditos presumidos de ICMS, no valor da reforma do imóvel, além de remissão de débitos de origem administrativa ou judicial do particular para com o Estado.

Com a reestruturação dos prédios históricos, o projeto quer valorizar toda a região do Centro de São Luís e reaquecer o mercado. O programa é uma extensão do “Programa Adote Um Casarão”, que também tem a finalidade de reformar casarões do Centro da cidade, porém com a finalidade comercial.

Os deputados elogiaram o encontro com o secretário, ainda mais por se tratar de uma visita espontânea, que serviu para mostrar a relevância do projeto. “Visitas como essa são muito importantes. Recebemos todos os detalhes do projeto e para reconhecer a importância da iniciativa. Queremos seja aprovado o quanto antes”, declarou o vice-presidente da Assembleia Legislativa, deputado Glaubert Cutrim (PDT).

“Estive nessa casa por oito anos e sei como é importante que os deputados tenham o máximo de informações sobre esses projetos. Estamos a disposição para trabalhar lado a lado com a Assembleia Legislativa do Maranhão”, garantiu o secretário.

Na primeira fase do programa, serão consideradas como áreas prioritárias para aplicação desta Lei, o bairro do Desterro, na Praia Grande, incluído no perímetro do Conjunto Arquitetônico e Paisagístico da Cidade de São Luís, tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN), em 1974, e o eixo da Rua Rio Branco e quadras adjacentes, entre as praças Deodoro e Gonçalves Dias.

Nome de Jeisael Marx começa a ganhar musculatura em São Luís

Jeisael Marx pode ser uma surpresa na eleição de 2020

O nome do jornalista e apresentador Jeisael Marx começa a ganhar força na disputa para a Prefeitura de São Luís em 2020.

Cada vez mais pessoas citam o nome de Jeisael quando são questionadas sobre a sucessão do prefeito Edivaldo Holanda Jr.

Comunicador com passagem por vários meios de comunicação, Jeisael Marx é um nome que agrada o eleitorado que tem optado por pessoas com perfis fora da política tradicional.

Ainda sem partido político, Jeisael pode definir seu futuro partidário em breve, devido à repercussão que seu nome ganha na disputa nesta fase de primeiras articulações.

Jeisael Marx pode ser uma surpresa na eleição de 2020.

Leandro Miranda assume a Comunicação da Famem

Bem articulado e conhecido no meio, Leandro terá o desafio de trabalhar a Comunicação da instituição para as 217 cidades maranhenses

O presidente da Federação das Associações dos Municípios Maranhenses (Famem), Erlânio Xavier (PDT), prefeito de Igarapé Grande, terá como coordenador da Assessoria de Comunicação da instituição o jornalista e blogueiro Leandro Miranda, que já ocupou cargos importantes, na área, como o de diretor de Redes do Sistema Difusora.

Bem articulado e conhecido no meio, Leandro terá o desafio de trabalhar a Comunicação da instituição para as 217 cidades maranhenses, além de atuar, diretamente, junto aos veículos tradicionais, profissionais da área e alternativos (blogs), mostrando todas as ações da Famem.

Ele assumiu nesta terça-feira (12) o posto em substituição ao ex-chefe da Assessoria da Famem, o também jornalista Djalma Rodrigues, que já foi desligado da função.

Eleição na Famem

A nova diretoria da Famem, eleita para o biênio 2019-2020, passou a ser presidida pelo prefeito Erlânio Xavier, em uma disputa política acirrada com o prefeito de Tuntum, Cleomar Tema.

Bem articulado, o pedetista foi aclamado presidente em uma negociação que teve a participação do governador Flávio Dino (PCdoB) com o apoio forte do senador Weverton Rocha (PDT).

PM reformado e ex-PM são presos suspeitos de participação nos assassinatos de Marielle e Anderson

A força-tarefa que levou à Operação Lume diz que eles participaram dos assassinatos da vereadora Marielle Franco e do motorista Anderson Gomes

Agência Brasil

Policiais da Divisão de Homicídios da Polícia Civil e promotores do Ministério Público do Rio de Janeiro prenderam, por volta das 4h30 desta terça-feira (12), o policial militar reformado Ronnie Lessa, de 48 anos, e o ex-policial militar Élcio Vieira de Queiroz, de 46 anos. A força-tarefa que levou à Operação Lume diz que eles participaram dos assassinatos da vereadora Marielle Franco e do motorista Anderson Gomes. Os crimes completam um ano nesta quinta-feira (14).

“É inconteste que Marielle Francisco da Silva foi sumariamente executada em razão da atuação política na defesa das causas que defendia”, diz a denúncia. A nota do MP descreve como “barbárie” e “golpe ao Estado Democrático de Direito” o assassinato cometido na noite de 14 de março do ano passado.

A investigação ainda tenta esclarecer quem foram os mandantes do crime e a motivação.

Segundo informações obtidas pelo G1, Ronnie e Élcio estavam saindo de suas casas quando foram presos. Eles não resistiram à prisão e nada disseram aos policiais.

Os crimes completam um ano nesta quinta-feira (14)

Ronnie estava em sua casa em um condomínio na Avenida Lúcio Costa, na Barra da Tijuca, o mesmo onde o presidente Jair Bolsonaro tem residência. Élcio mora na Rua Eulina Ribeiro, no Engenho de Dentro.

A Operação Lume cumpre ainda 32 mandados de busca e apreensão contra os denunciados para apreender documentos, telefones celulares, notebooks, computadores, armas, acessórios, munição e outros objetos. Durante todo o dia, haverá buscas em dezenas de endereços de outros suspeitos.

Após a prisão de Ronnie, agentes fizeram varredura no terreno da casa dele e encontraram armas e facas. Detectores de metais foram usados para vasculhar o solo, e até uma caixa d’água passou por vistoria.

O deputado federal Marcelo Freixo (PSOL) disse que, apesar das duas prisões, o caso “não está resolvido”. Amigo de longa data, ex-chefe e correligionário de Marielle, ele questionou: “A mando de quem [ela foi assassinada]?”.

“São prisões importantes, são tardias. É inaceitável que a gente demore um ano para ter alguma resposta. Então, evidente que isso vai ser visto com calma, mas a gente acha um passo decisivo. Mas o caso não está resolvido”, disse Freixo em entrevista.

Ronnie foi levado à Divisão de Homicídios do Rio por volta das 4h30. De acordo com os promotores do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado, o crime foi meticulosamente planejado durante três meses.

A investigação aponta que Ronnie fez pesquisas na internet sobre locais que a vereadora frequentava. Os investigadores sabem ainda que, desde outubro de 2017, o policial também pesquisava a vida de Freixo.

A polícia afirma ainda que Ronnie usou uma espécie de “segunda pele” no dia do atentado. A malha que cobria os braços serviria, segundo as investigações, para dificultar um possível reconhecimento.

A Operação Lume foi batizada em referência a uma praça no Centro do Rio, conhecida como Buraco do Lume, onde Marielle desenvolvia um projeto chamado Lume Feminista. No local, ela também costumava se reunir com outros defensores dos direitos humanos e integrantes do PSOL.

Além de significar qualquer tipo de luz ou claridade, a palavra “lume” compõe a expressão “trazer a lume”, que significa trazer ao conhecimento público, vir à luz.