Bolsonaro anuncia nomes de três ministros em eventual governo

(foto: Paulo de Araújo/CB; José Varella/CB)

O deputado Onyx Lorenzoni, do DEM-RS, foi anunciado oficialmente por Jair Bolsonaro, do PSL, como nome certo para ocupar a vaga de ministro-chefe da Casa Civil, caso o capitão reformado chegue à Presidência. O democrata, eleito deputado federal com 183.518 votos no Rio Grande do Sul e coordenador da campanha de Bolsonaro, foi indicado como favorito para a pasta em encontro com parlamentares eleitos pelo PSL, no Rio de Janeiro.

Nesta semana, Lorenzoni afirmou que cumprirá “o papel que o presidente me der”. Ainda em relação a Bolsonaro, disse: “Se ele me disser, vá lá para Câmara, é o que eu vou ser”. O parlamentar gaúcho foi grande aliado do deputado carioca na Câmara e, juntos, atuaram principalmente contra o governo petista.

Mesmo com outras possibilidades de indicação para ministérios já divulgadas, como Henrique Prata, presidente do Hospital do Câncer de Barretos, para a pasta da Saúde, e Marcos Pontes, astronauta brasileiro, para Ciência e Tecnologia, ainda não foram definidos nomes para as demais pastas de um futuro governo Bolsonaro. À exceção de Paulo Guedes, que é dado como certo para próximo ministro da Fazenda e do Planejamento, e Augusto Heleno, general reformado, para ministro da Defesa, caso Bolsonaro se eleja.

Além de Lorenzoni, Bolsonaro também anunciou o general Augusto Heleno para o ministério da Defesa. E confirmou Paulo Guedes para a Economia. “Ainda não temos nome para outros ministérios, até porque temos de esperar com prudência o dia 28 de outubro, onde podemos ter a certeza de anunciar nomes”, afirmou Bolsonaro – o candidato do PSL aparece com 58% dos votos válidos na primeira pesquisa divulgada no segundo turno.

Em sua primeira entrevista após o primeiro turno, ele iniciou o discurso agradecendo a Deus por sobreviver ao atentado de Juiz de Fora, onde recebeu uma facada. O candidato à vice-presidência, general Hamilton Mourão, e o assessor econômico Paulo Guedes não participaram da coletiva, que aconteceu em menos de meia hora numa sala reservada do hotel Windsor Barra, na zona oeste do Rio. Em entrevista recente, o presidenciável afirmou que evitará que os dois tenham contato com a imprensa, por não terem “traquejo”.

Casa Civil

O ministro da Casa Civil, ou chefe da Casa Civil, está diretamente ligado ao Poder Executivo e tem como função auxiliar o governo no planejamento, na organização e no funcionamento da gestão. Além de fazer parte da Presidência da República, integra os governos estaduais e municipais.

Uma ideia sobre “Bolsonaro anuncia nomes de três ministros em eventual governo

  1. 100 MILHÕES de brasileiros,decentes, HONESTOS, PATRIOTAS VERDE AMARELO,… CRISTÃOS VOTAREMOS em JAIR MESSIAS BOLSONARO PRESIDENTE do Brasil………..JAIR MESSIAS BOLSONARO…………JAIR MESSIAS BOLSONARO………louvado seja Deus………….. Brasil acima de tudo DEUS acima de todos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *