Mais um vereador de Governador Nunes Freire é assassinado…

Kedson foi encontrado morto por populares

Encontrado morto, na manhã desta sexta-feira (25), em Turilândia, a 160 km de São Luís, o vereador de Governador Nunes Freire, Kedson Rodrigues (PPS), de 38 anos. Ele estava com várias perfurações de faca.

De acordo com as primeiras informações, o corpo do vereador Kedson Rodrigues foi encontrado por populares em um matagal que fica situado próximo de um povoado em Turilândia. O crime contra o parlamentar foi registrado pela polícia como um homicídio.

Os crimes em Governador Nunes Freire seguem numa frequência que impressiona. No ano passado, o vereador  Esmilton Pereira dos Santos, de 45 anos, foi morto também a tiros ao chegar em casa.

Em 2014, o vereador Paulo Lopes Sales foi espancado até a morte e abandonado às margens da BR-316. Dias antes, ele havia denunciado fraudes na Câmara de Vereadores de Governador Nunes Freire.

No ano passado, o blogueiro Ítalo Eduardo Diniz Barros, de 30 anos, também foi executado  com quatro tiros, em Governador Nunes Freire.

Kedson Rodrigues, encontrado morto nesta sexta-feira (25), foi eleito vereador, em 2016, com 516 votos.

Lula fala de viagem ao Nordeste e diz que condenação dele é parte de “golpe”

Bahia 247

Lula virá ao Nordeste de ônibus

O ex-presidente Luiz Inácio da Silva deu entrevista nesta sexta-feira, 18, ao jornalista Mario Kertész, da rádio Metrópole de Salvador, e voltou a defender sua inocência nas ações penais da Lava Jato. Lula disse que o objetivo de sua eventual condenação em segunda instância é concluir o golpe, iniciado em 2016 com a derrubada da presidente Dilma Rousseff.

“Deram um golpe, colocaram o Temer e o Brasil afundou”, disse Lula. “Eles vão ter que se explicar para a sociedade. Eu quero estar vivo para ver qual é a explicação deles. A Lava Jato está virando um partido político e tem espaço garantido na televisão. Se eu voltar em 2018, vou voltar mais forte. Eles sabem que sou capaz de envolver toda a sociedade brasileira e resolver o problema do país”, disse o ex-presidente.

Lula prometeu retomar investimentos para a roda econômica voltar a girar; na entrevista, ele também criticou a força-tarefa curitibana e disse que eles se tornaram escravos da Rede Globo.

Assista à entrevista de Lula:

 

Lula manda recado a golpistas

Em noite em que reviveu seus melhores discursos, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva foi a estrela do lançamento de nova fase do Memorial da Democracia, lançado no final de 2015. A nova etapa do Memorial – construído em parceria com o Projeto República, da Universidade Federal de Minas Gerais – foi lançada na Arena Fonte Nova, em Salvador, com a participação de todas as mais importantes lideranças do partido e representantes de diversas entidades e legendas, como PCdoB, UNE, MST e CUT.

O ex-presidente chegou a Salvador no início da tarde e participou de uma maratona em que uma multidão o cercou por onde passou, desde sua chegada, passando pelo metrô, até chegar à Fonte Nova. Sobre a caravana por nove estados do Nordeste, que iniciou hoje na capital baiana, no projeto “Lula pelo Brasil”, afirmou: “Quero andar pelo país para contar ao povo o que está acontecendo neste país”.

No discurso, Lula usou como mote a memória e a história para falar, entre outros temas, do golpe que levou Michel Temer ao poder, de cidadania, liberdade e, sem citar nomes, do juiz que proibiu o ato de entrega do título de Doutor Honoris Causa pela Universidade Federal do Recôncavo Baiano (UFRB) e do prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB).

Ele se mostrou consciente de ser a liderança capaz de neutralizar as informações mal-intencionadas da mídia tradicional, capitaneada pela família Marinho desde o início do processo do “mensalão” em 2005. “Não é possível que esse povo se informe pela Rede Globo de Televisão”, disse. “Não sou nenhum revolucionário, sou um despertador de consciência.”

Mencionou 2018 mas não foi conclusivo sobre sua própria candidatura. “Este país tem que se preparar porque em 2018 tem que colocar uma pessoa democrata para governar, e a gente tem que começar a se organizar já. Vocês sabem que ainda falta muito tempo. Não existe candidato, mas nós saberemos quem é o candidato na hora certa”, afirmou. E mostrou disposição incomum para quem é diuturnamente perseguido pelo Judiciário e pela mídia. “Tô com 71 anos, mas com vontade de lutar como se tivesse 30.”

Usou de ironia para comentar a suspensão da cerimônia de entrega do título honoris causa, cancelada por pedido do vereador Alexandre Aleluia (DEM). “Queria falar ao vereador que ele tem o direito de não gostar de mim, porque ele é do DEM e não precisa gostar de mim, porque eu também não gosto dele”, afirmou, enfatizando não ser por motivos pessoais, mas ideológicos. “Todo mundo sabe o que eu fiz na Bahia. Eles têm medo pelo que nós vamos fazer daqui pra frente.”

Segundo Lula, os governos do PT e a democracia têm raízes no país. “A ideia da liberdade, da democracia, da participação social é muito forte. Não adianta achar que acabando com Lula acaba com isso.”

Acusou os golpistas de “truncarem a democracia” ao derrubar Dilma e prometeu: “Vocês vão pagar com a mesma moeda o que fizeram com a democracia brasileira. E em 2018 a gente vai eleger uma pessoa democraticamente.”

Em noite em que o tema era a memória, assinalou: “É importante reconstituir a história, porque a história é contada pelos dominadores, a gente aprende a história que os dominadores quiseram”, disse. “Os que deram o golpe de 64 nunca aceitaram a palavra golpe, diziam que vieram pra consertar o Brasil que estava sendo entregue aos comunistas.” Lembrou que a dominação no Brasil começou na Bahia, em cujo litoral, segundo os livros de história, a frota de Pedro Álvares Cabral chegou em 22 de abril de 1500.

Doria e Temer

Lula convidou o presidente Temer a se retirar da presidência da República. “Tem mais gente na rua hoje do que quando eu cheguei na presidência’, disse. “Se um governante não tem competência pra resolver a crise e começa a vender o patrimônio deste país, esse governo tem que pedir desculpas e ir embora, porque não serve para governar.”

E ironizou o prefeito João Doria: “Se o prefeito de São Paulo já invadiu a Cracolândia, imagina se fizermos um Museu da Democracia na Cracolância”. Foi uma referência à interdição, por ação do Ministério Público, que moveu ação contra a cessão de um terreno municipal no centro de São Paulo para a construção de um museu que o MP afirmou que serviria para “divulgação da imagem” de Lula.

As dificuldades práticas para criação de um museu físico, com documentos, imagens e objetos que comporiam um espaço de reflexão sobre a construção do país a partir da República levaram à criação do museu virtual. O Memorial da Democracia, que teve hoje a apresentação de mais um fragmento dessa história. (Da RBA)

Maranhão obtém segundo melhor saldo de empregos do Nordeste em julho…

Maranhão se destacou no crescimento de empregos no Nordeste e está em sétimo lugar no país

A Nota Mensal de Mercado de Trabalho no Maranhão referente ao mês de julho deste ano, elaborada pelo Instituto Maranhense de Estudos Socioeconômicos e Cartográficos (Imesc), foi divulgada.  Demonstra que o Estado obteve o segundo melhor saldo de empregos formais do Nordeste e o sétimo do país com a geração de 1,6 mil postos de trabalho. A versão completa da nota pode ser acessada no link: http://imesc.ma.gov.br/portal/Post/view/21/175

Segundo os dados do Cadastro Geral de Emprego e Desemprego (Caged), do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), o emprego formal maranhense registrou uma abertura de 1.567 postos de trabalho em julho de 2017, configurando o terceiro mês consecutivo de resultado positivo, levando o acumulado do ano a 2,2 mil demissões líquidas, contra 12,6 mil no mesmo no mesmo intervalo de 2016.

O destaque no mercado formal em julho de 2017 foi para o setor da Construção Civil, que registrou 1.020 admissões líquidas, com contribuição expressiva da atividade Construção de Edifícios, a qual registrou 846 novas vagas em São Luís. Destaque também para a Indústria de Alimentos e Bebidas, que registrou 1,1 mil aberturas de vagas na atividade Fabricação de açúcar em Coelho Neto.

Segundo o economista do Imesc, Geilson Pestana, os dados do Caged indicam que o Maranhão está seguindo a tendência nacional de recuperação do emprego formal. “Considerando o resultado dos últimos quatro meses, a Construção Civil foi o setor que mais empregou. Foram gerados 2,5 mil postos de trabalho. Tendo em vista a posição de destaque do setor em julho, especialmente em São Luís, podemos ressaltar, que os investimentos do Governo Federal e do Governo do Maranhão de cerca de R$ 100 milhões na construção de casas e apartamentos pelo programa de moradias dignas, exerceu contribuição expressiva para o resultado do setor”, explica o economista.

No mercado de trabalho formal brasileiro observou-se a criação de 35,9 mil postos de trabalho em julho de 2017. Trata-se do melhor resultado para o mês desde 2013, quando foram registradas 41,5 mil admissões líquidas. Em termos setoriais, o saldo de empregos foi alavancado pela Indústria de Transformação, Comércio, Serviços e Agropecuária. Por outro lado, os setores dos Serviços Industriais de Utilidade Pública, Administração Pública perfizeram o maior número de desligamentos líquidos.

No recorte geográfico, os dados do Caged apontam que o Centro-Oeste liderou a criação de vagas com 12,2 mil novos postos de trabalho em julho de 2017, enquanto a região Sul obteve o pior resultado, com o fechamento de 62 vagas. No que se refere às Unidades da Federação que compõem a Região Nordeste, observa-se que o Maranhão obteve o segundo melhor saldo da região e o sétimo do país no mês.

LUTO NA CULTURA DO MARANHÃO! Nossa homenagem a João Chiador

A cultura do Maranhão, o Bumba-meu-boi está de luto. O grande cantador de boi do Estado, João Chiador, partiu para a vida eterna. Com uma voz inconfundível e um talento contagiante, ele emocionou gerações no boi de São José de Ribamar.

Canta, Chiador! (Vídeo acima)

Chiador faleceu aos 78 anos, na tarde deste domingo (6). O poeta e cantador de toadas do Boi de São José de Ribamar, João Costa Reis, o João Chiador, estava internado no Hospital do Servidor, recebeu alta e sofreu uma parada cardiorrespiratória em casa.

De acordo com a família, João Chiador teve um Acidente Vascular Cerebral (AVC), no fim do ano passado, e chegou a ficar vários dias internado no Hospital Carlos Macieira, em São Luís. Havia se recuperado, mas voltou a adoecer.

O blog se solidariza à dor de familiares e de amigos do cantador. Chiador deixa saudade e seu talento vai influenciar gerações de cantadores.

“Chiador levantou Maioba…”

Deputado destaca entrega de ônibus escolares e emendas para aquisição de ambulâncias

Othelino destaca entrega de ônibus escolares  e emendas para aquisição de ambulâncias

O deputado estadual Othelino Neto (PCdoB) repercutiu, na sessão desta quinta-feira (06), a entrega, pelo governador Flávio Dino (PCdoB), de vários ônibus escolares para serem usados na rede pública municipal. Segundo o parlamentar, mais uma vez, o governo do Estado colabora com uma área que não é a sua obrigação, que é o ensino fundamental.

“O governador, ao justificar a doação dos ônibus para os municípios, foi sob um argumento muito forte, pois não tem como se fortalecer a educação, o ensino médio, se o ensino fundamental também não tiver bem alicerçado, por isso os ônibus, as escolas dignas e os outros suportes que o governo do Estado vem dando”, ressaltou.

Othelino Neto fez uma referência, em especial, à entrega dos ônibus para os municípios de São Bento e de Vargem Grande. Segundo ele,  os prefeitos Luizinho Barros (PCdoB) e Carlinhos Barros (PCdoB),   quando estiveram com o governador e, dentre as reivindicações que apresentaram, entre os pedidos que foram feitos no sentido de fortalecer a parceria entre o Estado e o município, falaram da necessidade de aumentar a quantidade de ônibus escolares. E Flávio Dino atendeu a solicitação e entregou os ônibus.

O prefeito de Vargem Grande, Carlinhos Barros, com sua comitiva, recebeu o ônibus e, prontamente, já agradeceu e disse que será muito útil para o município, até pelas dimensões territoriais. Da mesma forma, Luisinho Barros, de São Bento, agradeceu e disse que a cidade precisava muito desse veículo. “Então, foi realmente um momento marcante, onde, mais uma vez, o governador Flávio Dino mostra que este é o governo da educação”, disse.

Ambulâncias

Na tribuna, Othelino fez questão de ressaltar ainda que, nesta sexta-feira (06), haverá mais uma solenidade de entrega de ambulâncias. O governo do Estado estará disponibizando um equipamento importante para atender os municípios, entre elas duas foram adquiridas por meio de emenda do parlamentar: a de Santa Helena e a de Vargem Grande. “O prefeito Zezildo Almeida já inclusive vinha, repetidas vezes, pedindo que viabilizássemos uma ambulância para Santa Helena, que estava e está enfrentando muitas dificuldades com veículos que tem, por serem antigos e agora foi possível e, por meio desta emenda, que apresentei ainda no final do ano passado”, disse.

Othelino disse que o anúncio da entrega da ambulância causou grande repercussão em Santa Helena. “Várias pessoas, não só nas redes sociais comentando e agradecendo ao governador, como também por meio de ligações e de mensagens enaltecendo este cuidado com a população da cidade”, disse.

O deputado também citou a destinação de emenda, no final do ano passado, para aquisição de uma ambulância para o município de Vargem Grande, a pedido do prefeito Carlinhos Barros. O veículo também será entregue nesta sexta-feira (06) para que possa atender melhor a população. “E assim vão se cumprindo os compromissos de melhorar a vida das pessoas”, frisou.

No final do pronunciamento, Othelino Neto fez um reconhecimento aos avanços que vêm sendo alcançados pelo governo Flávio Dino. “Nós, em breve, chegaremos ao ponto no Maranhão de não mais vermos estudantes frequentando escola de taipa, não mais vermos pessoas sendo transferidas para hospitais em carrocerias de carro. No ritmo que vamos, com este processo acelerado de mudança para melhor que o Maranhão vem passando e, em breve, esses indicadores, que até outro dia envergonhavam o Estado, serão, se Deus quiser, coisa do passado e nós poderemos dizer que nós ajudamos a mudar esta terra para melhor”, concluiu.

Flávio Dino autoriza concurso para a Saúde…

Concurso está previsto para mil vagas

O governo Flávio Dino (PCdoB) anunciou concurso público para a área da Saúde. Mil novos postos de trabalho serão criados no Maranhão. O edital será publicado no segundo semestre deste ano, entre setembro e outubro, e o concurso será realizado em 2018. Há mais de 20 anos o Governo do Estado não realiza concurso público para área da saúde.

A Empresa Maranhense de Serviços Hospitalares (Emserh) assumirá a organização do concurso, por meio de licitação para contratação de empresa especializada em certames para garantir a lisura de todo o processo.

IDAC – Fantástico reitera que desvios vinham sendo feitos desde a gestão Roseana/Ricardo Murad

O programa Fantástico, da Rede Globo, em ampla reportagem exibida na noite de domingo (11), reiterou que os contratos firmados entre o governo do Maranhão e o Instituto de Desenvolvimento e Apoio à Cidadania (IDAC) para administração de unidades hospitalares foram assinados na gestão da ex-governadora Roseana Sarney (PMDB), quando Ricardo Murad (PMDB) estava no comando da Secretaria de Estado da Saúde (SES).

O atual secretário de Saúde, Carlos Lula, concedeu entrevista ao Fantástico e observou que a fraude era tão bem articulada que não dava para detectar, mas que, quando o escândalo foi denunciado, a primeira providência foi quebrar o contrato com o IDAC, organização sem fins lucrativos, mas que vinha desviando recursos destinados à administrações dos hospitais, segundo investigação da Polícia Federal, que flagrou funcionários do instituto sacando dinheiro nos caixas do Banco do Brasil.

Na verdade, segundo mostrou a  reportagem, a responsável pela contratação do instituto, ligado ao político Antônio Aragão (PSDC), que está preso sob a acusação de ter desviado R$ 12 milhões, é a ex-governadora Roseana Sarney que nada esclareceu até agora. Ela disse apenas à reportagem do Fantástico que todos os contratos eram auditados em seu governo.

No entanto, a investigação da Polícia Federal e do Ministério Público constatou que “foram identificados fortes indícios de distribuição de valores a agentes políticos, que serviam como padrinhos da Organização Social e auxiliavam o IDAC na obtenção de contratos públicos”.

Nos bastidores, não há como negar a relação estreita entre o presidente do PSDC com o empresário Fernando Sarney e com o ex-secretário Ricardo Murad, que foi levado coercitivamente pela Polícia Feferal para depor após a investigação constatar um roubo de R$ 1 bilhão dos cofres da SES. O ex-titular da SES inclusive teve o passaporte recolhido e está proibido de deixar o país.

O exemplo mais prático do envolvimento do ex-secretário de Saúde Ricardo Murad com o presidente do IDAC é o silêncio de sua filha, deputada Andréa Murad (PMDB), e de seu genro, deputado Sousa Neto (PROS), na Assembleia Legislativa. Os dois estão no mais profundo silêncio.

Em nota, SES diz que contrato com instituto foi firmado desde a gestão passada

Secretário Lula Almeida

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) emitiu nota, na noite desta sexta-feira (02), sobre nova etapa da operação Sermão aos Peixes, deflagrada pela Polícia Federal, e que envolve o Instituto de Desenvolvimento e Apoio à Cidadania (Idac), que presta serviços ao Estado. Segundo o órgão, o contrato foi firmado na gestão anterior do ex-secretario Ricardo Murad.

A seguir, a nota:

Nota da SES

Sobre a 4ª fase da operação Sermão aos Peixes, deflagrada pela Polícia Federal nesta sexta-feira (2), a Secretaria de Estado da Saúde (SES) esclarece quê:

1. O contrato com o Instituto de Desenvolvimento e Apoio à Cidadania (Idac) foi firmado na gestão anterior;

2. Até o momento, a Secretaria não tinha nenhuma informação sobre qualquer irregularidade do instituto que administra 6 unidades de saúde;

3. A SES aguarda comunicação judicial para tomar as providências cabíveis.

Zé Inácio cobra da OAB-MA posicionamento sobre pedido de impeachment de Temer

O deputado estadual Zé Inácio Rodrigues (PT) usou sua conta no Twitter, na noite deste domingo (21), para cobrar da Ordem dos Advogados do Brasil, seção Maranhão, OAB-MA, um posicionamento quanto ao pedido de impeachment do presidente da República, Michel Temer (PMDB), envolvido em escândalo nacional, na operação Lava Jato, após delação premiada de dirigentes do frigorífico JBS que chocou o país ao evidenciar gravação, onde o peemedebista fala sobre a compra do silêncio do ex-presidente da Câmara Federal, deputado Eduardo Cunha (PMDB).

Segundo Zé Inácio, essa medida é necessária, já que a Ordem se posicionou, previamente, durante o processo de impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff (PT).

Após os tweets, Zé Inácio recebeu ligações de advogados, que já vão se reunir, nesta segunda-feira (22), para tratar do assunto.