Novo portal da cidade é inaugurado em São Luís

O projeto foi viabilizado sob a coordenação da Secretaria de Estado de Cultura e Turismo (Sectur).

Foi inaugurado, no último sábado (14), o Portal de São Luís, localizado no Tirirical. Com a nova estrutura, São Luís ganha mais um cartão postal. O elemento marca a urbanização da nova entrada da capital, que passou por revitalizações para melhorar o tráfego e impulsionar o turismo.

O Portal de São Luís fica localizado no km 0 da BR-135 e ocupa seis faixas da via, três no sentido BR-135 e três no sentido cidade. O portal simula uma fachada de casarão colonial português, Patrimônio da Humanidade, parte do conjunto arquitetônico encontrado no Centro Histórico de São Luís. São 45 metros de largura e investimento de R$ 833 mil.

O projeto foi viabilizado sob a coordenação da Secretaria de Estado de Cultura e Turismo (Sectur) e se estende a outras cidades turísticas como Barreirinhas, que será a próxima contemplada.

Bumba-meu-boi do MA poderá se tornar patrimônio cultural da humanidade

Somente após a inscrição em uma das listas, o bem pode ser considerado patrimônio cultural imaterial da humanidade.

Desde 2011, os festejos do Bumba meu boi no Maranhão são considerados patrimônio cultural do Brasil pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN). Na última quinta-feira (5), o organismo entregou o dossiê de candidatura desta manifestação cultural ao Ministério das Relações Exteriores, para concorrer ao título de Patrimônio Cultural Imaterial da Humanidade, concedido pela UNESCO.

Posteriormente, o Itamaraty deve encaminhar o dossiê à sede da agência da ONU, em Paris. O documento será avaliado pelo Comitê Intergovernamental para a Salvaguarda do Patrimônio Cultural Imaterial. O órgão é composto por 24 membros, que representam os Estados-partes da Convenção para a Salvaguarda do Patrimônio Cultural Imaterial, de 2003. Ao todo 177 países são signatários dessa normativa internacional.

O Bumba meu boi mobiliza elementos da dança, da música e da dramaturgia populares em um auto que apresenta a morte e a ressurreição de um boi especial. Encenações cômicas têm ampla participação do público. O personagem do boi é retratado como um animal precioso, querido por seu dono e pelos vaqueiros.

Pai Francisco, o escravo de confiança do patrão, mata e arranca a língua do bicho para satisfazer os desejos de grávida de sua esposa, Mãe Catirina. O crime é descoberto e, por isso, ele é perseguido pelos vaqueiros da fazenda, caboclos guerreiros e os índios. Quando preso, sofre terríveis castigos e, para não morrer, Pai Francisco se vê forçado a ressuscitar o animal. É quando o doutor entra em cena para ajudar a trazer à vida o boi precioso, que, ao voltar, urra. Todos, então, cantam e dançam em comemoração.

O Bumba meu boi do Maranhão é descrito pelo IPHAN como um complexo ritualístico que envolve formas de expressão musical, coreográfica, cênica, plástica e lúdica. Os festejos acontecem em todas as partes do território maranhense e se concentram no período de celebrações juninas.

O Comitê da UNESCO se reúne anualmente para avaliar candidaturas propostas pelos Estados-partes da convenção e decide se inscreve ou não as práticas e expressões culturais de patrimônio imaterial em uma das Listas da convenção. São elas a Lista Representativa do Patrimônio Cultural Imaterial da Humanidade; a Lista do Patrimônio Cultural Imaterial que Requer Medidas Urgentes de Salvaguarda; e a Lista das Melhores Práticas de Salvaguarda.

Somente após a inscrição em uma das listas, o bem pode ser considerado patrimônio cultural imaterial da humanidade.

Diferentemente de outros instrumentos normativos da UNESCO, como a Convenção para a Proteção do Patrimônio Mundial, Cultural e Natural, a Convenção para a Salvaguarda do Patrimônio Cultural Imaterial é mais voltada para a preservação e proteção do que para o destaque dos bens em listas de expressões imateriais excepcionais. Dessa forma, a normativa internacional visa estimular a construção de políticas consistentes de salvaguarda nos países.

Maranhão participa da maior feira de turismo da América Latina

Maranhão participa da maior feira de turismo da América Latina

Quem passar pelo estande também receberá kit promocional e informações sobre a cultura e belezas do Maranhão.

O Governo do Maranhão, por meio da Secretaria de Estado de Cultura e Turismo (Sectur), está participando de um dos mais importantes eventos do Turismo: a World Travel Marketing (WTM) Latin America 2018, que está acontecendo desde terça-feira (3) e segue até quinta-feira (5), em São Paulo, no Expo Center Norte.

No estande comercial de 40 m², a Sectur promove um espaço com tecnologia e ambientação que oferecem a sensação de estar em pontos históricos e paisagens paradisíacas de São Luís, como os Lençóis Maranhenses, Chapada das Mesas e Delta das Américas. No espaço, também será feito o atendimento ao público, distribuição de material promocional bilíngue e degustação de sucos de frutas e geleias típicas do estado.

A Sectur participa do evento também com estande institucional de 20m², dentro da ‘Área Brasil’, espaço cedido pelo Ministério do Turismo, que apoia a participação do Maranhão no evento.

Segundo o secretário adjunto de Turismo da Sectur, Hugo Veiga, a WTM traz uma proposta recheada de oportunidades. Para proporcionar a sensação de estar em São Luís, nos Lençóis Maranhenses e nas Chapada das Mesas, o estande do Maranhão contará com três espaços de experiência.

Com óculos VR (de realidade virtual), o visitante terá a sensação de estar nos Lençóis Maranhenses e Delta das Américas, ao mesmo tempo em que pisa na areia. No ambiente da Chapada das Mesas, com visão em 3D, será possível ir ao Poço Azul e sentir as gotículas da cachoeira no rosto. Na experiência em São Luís, a pessoa será levada ao Centro Histórico, onde terá a sensação de caminhar sobre os tradicionais paralelepípedos.

Quem passar pelo estande também receberá kit promocional e informações sobre a cultura e belezas do Maranhão.

Trânsito no Anjo da Guarda passará por alteração durante Via Sacra

O roteiro da ‘Via Sacra’ começa pela Praça Recanto da Paixão, seguindo pela Praça do Anjo da Guarda, rua ao lado do hospital da comunidade e Praça da Ressurreição.

A ‘Via Sacra’, encenada no bairro Anjo da Guarda, reúne um grande público durante os dois dias de apresentações. Este ano, o evento ocorre nos dias 29 e 30 de março.

De acordo com os organizadores, a expectativa de público esperado para prestigiar o evento é em torno de 300 mil pessoas. Para que a celebração ocorra de maneira segura e tranquila, a Prefeitura de São Luís montou uma força-tarefa para organizar o trânsito.

O ordenamento do tráfego está a cargo da Secretaria Municipal de Trânsito e Transportes (SMTT). Além de interdições em trechos específicos da área Itaqui-Bacanga, a operação inclui a presença de agentes de trânsito e viaturas de apoio, que atuarão de forma itinerante por todo o circuito, a fim de garantir o disciplinamento do trânsito durante o espetáculo.

As ações de intervenção ocorrerão nas principais ruas e avenidas do Anjo da Guarda, e terão início às 15h dos dias 29 e 30, se estendendo até às 23h, na Praça Recanto da Paixão, Teatro, Viva Anjo da Guarda e Praça do Anjo.

A operação da área será realizada diariamente por 30 agentes de trânsito, três motocicletas e cinco viaturas de apoio que atuarão de forma itinerante em todo o circuito interditado.

A primeira interdição ocorrerá no cruzamento da Avenida Paquistão com a Avenida Dinamarca. A partir deste ponto, toda a Avenida Dinamarca e as transversais que dão acesso a essa avenida serão interditadas até a Avenida Odylo Costa Filho.

Os ônibus e veículos que trafegam nestes itinerários que serão interditados, no sentido bairro, deverão desviar pela Avenida Paquistão, seguir pela Avenida Colômbia e Avenida Grécia até a Avenida Odilon Costa Filho, seguindo itinerário normal. No sentido Centro, os motoristas deverão fazer o percurso inverso.

O roteiro da ‘Via Sacra’ começa pela Praça Recanto da Paixão, seguindo pela Praça do Anjo da Guarda, rua ao lado do hospital da comunidade e Praça da Ressurreição.

REMADD realiza Olimpíada Cultural Sobre Drogas em Aldeias do Maranhão

A 1ª OLIMPÍADA INDÍGENA DOS POVOS GUAJAJARAS “Minha Aldeia Sem Drogas”  é um evento idealizado e produzido pela Rede Maranhense de Diálogos Sobre Drogas (REMADD) e articulado com a Missão ETHNOS, que propõe a reflexão do tema transversal da temática sobre drogas, através do desenvolvimento de trabalhos culturais, artísticos e pedagógicos, levando o indígena a dialogar de modo descontraído sobre suas mudanças culturais influenciadas pelo uso indevido das substâncias danosas à saúde e ao convívio social, porém, levando em consideração a seriedade do assunto, bem como a necessidade de integração e interação dos indígenas.
O projeto possui o apoio do Governo do Estado do Maranhão, Prefeitura municipal de Jenipapo dos Vieiras, FUNAI, CISAF, Conselho Estadual de Políticas Sobre Drogas (CEPD) e outros parceiros.
 
Segundo Arivaldo Júnior, coordenador geral do projeto, não há notícias de que tenha havido no Brasil, uma atividade com povos indígenas onde essa temática tenha sido proposta”.
 
Confira a programação do evento:
Dia 15 de março às 16h: Lançamento Oficial.
Dias 16 e 17: Prazo para inscrição das equipes.
Dia 19 de abril: Encerramento e apresentações culturais.
Toda a programação será realizada na Escola Wazaywyzara, Aldeia Santa Maria (após a entrada para o município de Jenipapo dos Vieiras).

Governo abre oportunidades para estágio no museu do Palácio dos Leões

Os alunos devem enviar os documentos para o e-mail [email protected], no período de 12 a 19 de março.

A Secretaria de Estado de Cultura e Turismo (Sectur) abre oportunidade de estágio para trabalhos na ala de visitação no Palácio dos Leões, sede do Governo do Estado, no Centro.

Os interessados precisam estar regularmente matriculados, cursando entre o 3° e o 6° período dos cursos e dominar um segundo idioma, preferencialmente inglês e/ou libras, além de apresentar o Currículo Vitae (CV) e o histórico parcial do curso.

São três vagas imediatas e cadastro de reserva para alunos dos cursos de Ciências Sociais, Filosofia, História, Letras, Pedagogia e Turismo. Os alunos devem enviar os documentos para o e-mail [email protected], no período de 12 a 19 de março.

São funções dos estagiários acompanhar o público nas visitas guiadas, prestar informações sobre o acervo e história do museu, além de realizar pesquisas e outras atribuições relacionadas à gestão da casa de cultura.

Aumento salarial para professores do Maranhão repercute bem nas redes sociais…

O governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), anunciou, nesta semana, aumento salarial para professores do Maranhão. Com o reajuste, o salário inicial de um docente de 40h no Estado passa para R$ 5.750, o maior do Brasil.

Ao anunciar o aumento em suas redes sociais, Flávio Dino recebeu uma enxurrada de elogios de internautas de todos os cantos do país. “Com a medida que editei ontem, o salário inicial do professor de 40h no Maranhão passará para R$ 5.750,00. Acreditamos que esse grande investimento é fundamental para desenvolver o nosso Estado”, disse o governador.

“Que demais! Ser professora no Paraná é terrível, ganhamos 1/3 disso (para o mesmo tempo de trabalho). Parabéns por fazer diferente!”, enfatizou uma internauta.

“Parabéns Flávio Dino, eu como carioca sei bem a importância de uma gestão pública responsável, estamos pagando o preço da corrupção. Que o Maranhão que por tantos anos foi explorado possa reconhecer seu esforço nas próximas eleições!”, realçou outro.

“Parabéns ao governador ! Valorização é isso que precisamos é merecemos. Tomara que o governador de Rondônia, Confúcio Moura pré candidato ao senado consiga olhar pela classe”, frisou outro internauta.

“Os maranhenses que estiverem achando ruim, manda Flávio Dino para o Rio Grande do Norte… Agradeceremos de coração”, sublinhou. “Grande governador, fazendo a diferença nos iguais. Queria este governo aqui no RGS”, falou outro.

“Enquanto o psdb rouba merenda em SP, o pmdb sucateia a educação do RS, o PC do B mostra a que veio no Maranhão!”, comparou um internauta.

As realizações do governador Flávio Dino tem ecoado em todo o Brasil. Enquanto vários estados do país agonizam, o Maranhão vai sendo exemplo de administração em meio à crise.

Detran assina convênio de Operacionalização de Trânsito com Prefeitura de São Bento

Diretora do Detran e prefeito de São Bento assinaram o ato, observados pelo presidente da Assembleia, deputado Othelino Neto

Em visita à Assembleia Legislativa, a diretora geral do Departamento Estadual de Trânsito, Larissa Abdalla Britto, e o prefeito do município de São Bento, Luizinho Barros, assinaram, na manhã desta sexta-feira (23), o Convênio de Operacionalização de Trânsito. O documento foi firmado tendo como testemunha o presidente da Casa, deputado Othelino Neto (PCdoB).

Durante o ato, realizado na sala da Presidência, a diretora do Detran explicou que agora, com a celebração do convênio, o município de São Bento passa a se integrar ao Sistema Nacional de Trânsito, e assume responsabilidades conjuntas pelo planejamento, projeto e operação de trânsito, além de desempenhar tarefas de sinalização, educação, fiscalização e aplicação de penalidades.

Segundo Larissa Abdalla, o convênio permite ao município mais autonomia na organização do trânsito da cidade. “Este convênio assegura à Prefeitura de São Bento maior responsabilidade sobre o trânsito nas vias municipais, além da aplicação de condutas adequadas com o foco principal na redução de acidentes na região”, ressaltou a diretora.
O prefeito de São Bento, Luizinho Barros, destacou o empenho do Detran-MA em melhorar o trânsito dos municípios maranhenses. “Quero agradecer o apoio que estamos recebendo, por meio do Detran-MA, que vem incentivando as prefeituras a organizarem o trânsito de suas cidades. Esta era uma reivindicação antiga da população e, finalmente, podemos fazer atividades que visem um trânsito mais seguro para todos”, afirmou.

O presidente da Assembleia Legislativa, Othelino Neto, ressaltou a importância do convênio: “Fico muito feliz por testemunhar a celebração deste convênio. O Detran implementa esta parceria importante com os municípios do nosso Estado e isto implica um maior acesso às políticas públicas que estão sendo desenvolvidas para a melhoria do trânsito em todas as regiões do Maranhão. Agora, com este novo instrumento, a Prefeitura de São Bento vai poder investir e capacitar profissionais de trânsito e orientar a população, o que com certeza vai proporcionar mais tranquilidade e segurança nas vias públicas de São Bento”, frisou Othelino.

Durante o ato, que contou também com a presença do diretor Institucional da Assembleia Legislativa, Rubens Pereira, a diretora do Detran-MA salientou a importância das parcerias com os municípios. “O trabalho para garantir a segurança viária deve ser realizado em conjunto. Investimos na capacitação de pessoal e apoiamos os municípios para que promovam ações de educação para o trânsito, a fim de conscientizar a população sobre as condutas adequadas no trânsito, reduzindo, assim, o número de acidentes na região”, explicou Larissa Abdalla Britto.

Desfile da escola Paraíso do Tuiutí repercute na classe política do Maranhão…

O tema teve grande reação positiva nas redes sociais e também entre a classe política maranhense

Destaque do carnaval do Rio de Janeiro, a Escola de Samba Paraíso do Tuiuti, que desfilou pela primeira vez no carnaval deste ano, gerou várias polêmicas ao apresentar o enredo “Meu Deus! Meu Deus! Está extinta a escravidão?”. A agremiação fez referência à escravidão, desde o surgimento até a neoescravidão de trabalhadores rurais, subemprego e a retirada de direitos trabalhistas, promovida pelo governo Michel Temer, que foi retratado durante o desfile como “Vampiro neoliberalista”.

O tema repercutiu, positivamente, tanto nas redes sociais, quanto entre a classe política. No Maranhão, por exemplo, o governador Flávio Dino (PCdoB), os deputados Weverton Rocha (PDT) e Rubens Júnior (PCdoB), os secretários Francisco Gonçalves (Direitos Humanos), Diego Galdino (Cultura) e o presidente da Agência de Mobilidade, Lawrence Melo, divulgaram, em suas redes sociais, uma foto em que aparecem segurando um cartaz com a frase: “Obrigada Tuiuti (sic) #Fora Temer!”.

Durante a apresentação na Sapucaí, a escola trouxe marionetes fantasiados como “patos da Fiesp”, vestindo camisas amarelas como as da CBF, manipulados (representando os meios de comunicação) e batendo panelas. Em seguida, a ala Guerreiro da CLT representava os trabalhadores tentando se proteger dos ataques à CLT, fantasiados de Carteiras de Trabalho sujas, rasgadas e queimadas. O carro alegórico, que encerrou a passagem da escola, trazia como destaque o “Vampirão”, fazendo uma  referência crítica ao presidente Temer.

Ainda no tom da disputa ideológica-carnavalesca, Flávio Dino alfinetou o prefeito de São Paulo, João Dória, no último domingo (11). Em seu Twitter, o governador do Maranhão escreveu que começou o dia “ouvindo o mestre Zeca Pagodinho,  grande intérprete da alma brasileira, cansada de patos amarelos”.

Na noite anterior, Zeca Pagodinho evitou tirar foto com o prefeito paulistano e o clima foi constrangedor no encontro dos dois no Sambódromo do Anhembi.