Prefeito Edivaldo acompanha ação de limpeza e manutenção de galerias na região do Centro Histórico

O prefeito Edivaldo acompanhou os serviços, ao lado da primeira-dama Camila Holanda, do superintendente do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) no Maranhão, Maurício Itapary, e de secretários municipais

Capina, varrição, recolhimento de resíduos, lavagem, manutenção de galerias e outras atividades foram executadas durante a macro ação de limpeza no Centro Histórico, neste sábado (16). O trabalho realizado pela Prefeitura de São Luís é regular na área e foi intensificado para melhoria do aspecto urbano deste que é um cartão-postal da cidade. O trabalho, que vem sendo reforçado na gestão do prefeito Edivaldo Holanda Júnior, consiste em ações diárias de limpeza, que garantem maior bem-estar para moradores, comerciantes e frequentadores do Centro Histórico. O prefeito Edivaldo acompanhou os serviços, ao lado da primeira-dama Camila Holanda, do superintendente do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) no Maranhão, Maurício Itapary, e de secretários municipais.

O prefeito reforçou a importância das atividades realizadas pelas equipes da Prefeitura. “É uma ação que tem sido intensificada em toda a área da cidade e neste espaço do Centro Histórico é reforçada com novas frentes de trabalho. Estas ações, somadas a um conjunto de medidas de revitalização e requalificação, têm como finalidade tornar este espaço e a cidade um lugar mais agradável, limpo e seguro para a população que mora, trabalha ou visita o Centro Histórico da cidade”, enfatizou.

Na realização do trabalho é utilizado equipamento de lavagem hidrotérmica que proporciona mais qualidade, ganho de produtividade e economia de água na limpeza das praças, escadarias e ruas.

O prefeito Edivaldo acompanhou os serviços, ao lado da primeira-dama Camila Holanda, do superintendente do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) no Maranhão, Maurício Itapary, e de secretários municipais

O presidente do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan-MA), Maurício Itapary, também acompanhou a ação. “O esforço da gestão neste trabalho de preservação, manutenção e limpeza desta área que é muito significativo e referencial para a cidade”.  

Trata-se de uma grande ação de limpeza na área, intensificada em um dois locais mais frequentados da cidade, avalia a presidente do Comitê de Limpeza Urbana, Carolina Estrela. “Aqui é um centro de recebimento de vários passantes e turistas e tem sido uma determinação do nosso prefeito um atenção especial e redobrada para este espaço de vivência social e cultura de São Luís. Estamos sempre reforçando estas ações de limpeza, lavagem, coleta e recolhimento de resíduos para manter esta área limpa e bem cuidada”, pontuou.

Na limpeza de todo o Centro da cidade, em geral, é retirada a média de uma tonelada de resíduos, diariamente; no Centro Histórico, aos fins de semana, devido eventos e maior número de pessoas, a média é de 300 quilos por coleta diária – quando há capina e varrição, pode chegar a 500 quilos. Em dias de movimento normal, a limpeza recolhe aproximadamente 200 quilos de resíduos.

O trabalho é regular e intensificado aos fins de semana com uma série de ações como a capina, limpeza de paralelepípedos, lavagem de bancos e a coleta de lixo. A limpeza do Centro Histórico é mais uma das ações da Prefeitura para manter este cartão-postal da cidade mais belo e mais limpo.

Parte do prédio da SES desaba em São Luís

O prédio fica na Avenida Professor Carlos Cunha, ao lado da OAB, no bairro Jaracaty

Parte do prédio da Secretaria de Estado da Saúde (SES) desabou na tarde desta sexta-feira (15), em São Luís.

O prédio fica na Avenida Professor Carlos Cunha, ao lado da OAB, no bairro Jaracaty.

De acordo com informações preliminares, os funcionários estavam em horário normal de expediente quando escutaram um grande barulho e todos saíram correndo. Os destroços atingiram pelo menos um carro, até o momento não se tem informações de feridos.

Prefeitura de São Luís oferece redução de IPTU de imóveis preservados no Centro Histórico

A ação é uma das estratégias da gestão do prefeito Edivaldo Holanda Júnior para estimular a revitalização da região.

Investir na conservação do bom estado físico de imóveis localizados no Centro Histórico tem vantagens que vão além do conforto pessoal. A Prefeitura de São Luís, por meio da Fundação Municipal de Patrimônio Histórico (Fumph), ratificou o procedimento (PR – 001 – CPC – Fumph), que norteia as vistorias quanto aos critérios técnicos de preservação e conservação de imóvel localizado na Zona do Patrimônio Histórico, cujo proprietário solicita redução ou isenção de Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) garantidas pela Lei Municipal nº 3.836 de junho de 1999. A ação é uma das estratégias da gestão do prefeito Edivaldo Holanda Júnior para estimular a revitalização da região.

Para o presidente da Fumph, Aquiles Andrade, “a participação da iniciativa privada na preservação do Patrimônio Histórico de São Luís é imprescindível para que alcancemos resultados positivos na revitalização do Centro. Sendo assim, a Prefeitura incentiva esta participação por meio destes instrumentos legais. Além disso, estão sendo articuladas com outros entes públicos novas oportunidades de incentivos fiscais que possam tornar mais viáveis as ações de reabilitação do patrimônio edificado”.

Lei Municipal nº 3.836 isenta de pagamento integral ou parcial do IPTU os imóveis dessa área, tombados pela União, Estado ou Município, desde que preservadas suas características arquitetônicas originais e mantidas em bom estado de conservação. O procedimento orienta a descrever as principais características arquitetônicas originais, estado de conservação e preservação e usos do imóvel a ser vistoriado.

O procedimento implantou também a notificação de vistoria técnica. “É uma forma de agilizar e facilitar o processo das visitas aos moradores que requereram a redução do imposto via Secretaria da Fazenda, ou seja, se o morador não for encontrado na nossa primeira tentativa de contato, ele pode agendar a visita mediante notificação de risco”, explica o coordenador de Patrimônio Cultural da Fundação Municipal de Patrimônio Histórico (Fumph), Rodrigo Amorim Soares.

A vistoria técnica no imóvel deverá ser realizada no período vespertino em horário comercial, no entanto, de forma espontânea, será feita apenas uma tentativa. Caso não seja encontrado ninguém no imóvel que autorize a realização da vistoria, que irá determinar o estado de preservação e conservação do bem, será deixada no local uma notificação ao requerente do processo de isenção, que terá um prazo de até oito dias corridos contados a partir da data da notificação para fazer contato com a Fumph, caso o requerente não entre em contato neste prazo, o relatório de vistoria técnica será emitido, porém sem nenhuma isenção no IPTU.

Os pedidos dos proprietários são enviados a Fumph pela Secretaria Municipal da Fazenda (Semfaz) e uma equipe de técnicos da Fundação faz vistorias nos imóveis analisando elementos arquitetônicos originais e o estado de conservação e preservação do imóvel. Os relatórios da equipe da Fumph são enviados para a Secretaria Municipal de Fazenda que é quem define o valor do IPTU a partir do percentual baseado nos dados das vistorias.

Os percentuais de redução do IPTU segundo a lei, imóveis classificados como de reconstituição ficarão isentos de 50%; imóveis classificados como de preservação parcial ficarão isentos de 75%; imóveis classificados como de preservação integral ficarão isentos de 100% e imóveis de uso comercial, institucional ou misto ficarão isentos de 50%.

O QUE DIZ A LEI

A Lei Municipal nº 3.836 de junho de 1999 isenta de pagamento integral ou imparcial do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) os imóveis do Centro Histórico de São Luís, tombados pela União, Estado ou Município, desde que preservadas suas características arquitetônicas originais e mantidas em bom estado de conservação.

Provas do concurso da Câmara de São Luís serão aplicadas neste domingo

Ao todo, o processo tem 18.384 candidatos para 116 vagas imediatas e 232 para formação de cadastro reserva

Os candidatos inscritos no concurso da Câmara Municipal de São Luís (CMSL) já podem consultar seus locais de provas no site da Fundação Sousândrade (www.fsadu.org.br), organizadora do certame. A disponibilização das informações aos inscritos na seleção foi feita esta semana e as provas objetivas serão aplicadas no domingo (17).

 

Ao todo, o processo tem 18.384 candidatos para 116 vagas imediatas e 232 para formação de cadastro reserva, para contratação conforme necessidade. Os salários oferecidos variam entre R$ 1.251,73 e R$ 2.565,05.

 

Dos 18.384 inscritos, 17.972 concorrem para o preenchimento de vagas em cargos de ensino médio e superior, enquanto 412 disputam as duas vagas de procurador. Em média, há 159 candidatos por vaga para o quadro geral da Casa, somando os dois certames.

A maior quantidade de inscritos é para o cargo de assistente administrativo (nível médio) com 9.798 inscrições e a menor é para os cargos de técnico em comunicação social para rádio (nível médio) com 31 inscrições. No primeiro cargo, serão 25 vagas imediatas e 50 em cadastro de reserva; já para o segundo cargo serão 02 vagas imediatas e 04 em cadastro de reserva.

 

O certame será realizado das 8h às 12h, para os cargos de nível superior (inclusive para o cargo de Procurador); e das 14h às 18h para os cargos de nível médio. Para ter acesso ao local de prova, sala e horário, os participantes poderão consultar o documento de confirmação de inscrição, acessando o link disponível no site da Fundação Sousândrade (www.fsadu.org.br ) na aba “local de prova”. Os candidatos poderão entrar em contato com a organizadora do concurso pelos telefones (98) 3221-2276 e 3232-2997 para esclarecer dúvidas e/ou obter outras informações.

Cargos

O concurso da Câmara de São Luís oferece vagas para os níveis médio e superior. Além do cargo de procurador. As vagas são de Administrador (09 vagas), Analista de Informática – Legislativa (12 vagas), Analista Legislativo (48 vagas), Arquiteto (06 vagas), Assistente Social (06 vagas), Bibliotecário (06 vagas), Contador (06 vagas), Engenheiro Civil (06 vagas), Historiador (06 vagas), Jornalista (24 vagas), Psicólogo (06 vagas), Radialista (12 vagas), Relações Públicas (06 vagas), Tecnólogo em Recursos Humanos (09 vagas), Assistente Administrativo (75 vagas), Técnico em Assessoramento Legislativo (51 vagas), Técnico em Comunicação Social – Divulgação Institucional (06 vagas), Técnico em Comunicação Social – Rádio (06 vagas), Técnico em Comunicação Social – Relações Públicas (12 vagas), Técnico em Comunicação Social – Repórter Fotográfico (06 vagas), Técnico em Comunicação Social – Televisão (06 vagas), Técnico em Informática (18 vagas) e Procurador (06 vagas).

Nome de Jeisael Marx começa a ganhar musculatura em São Luís

Jeisael Marx pode ser uma surpresa na eleição de 2020

O nome do jornalista e apresentador Jeisael Marx começa a ganhar força na disputa para a Prefeitura de São Luís em 2020.

Cada vez mais pessoas citam o nome de Jeisael quando são questionadas sobre a sucessão do prefeito Edivaldo Holanda Jr.

Comunicador com passagem por vários meios de comunicação, Jeisael Marx é um nome que agrada o eleitorado que tem optado por pessoas com perfis fora da política tradicional.

Ainda sem partido político, Jeisael pode definir seu futuro partidário em breve, devido à repercussão que seu nome ganha na disputa nesta fase de primeiras articulações.

Jeisael Marx pode ser uma surpresa na eleição de 2020.

Prefeitura de São Luís segue com trabalho no fim de semana para garantir infraestrutura da cidade

O objetivo é minimizar os impactos das fortes chuvas garantindo a mobilidade urbana e melhores condições de vida à população da capital

A Prefeitura de São Luís, na gestão do prefeito Edivaldo Holanda Júnior, mantém um rigoroso cronograma de trabalho que tem sido intensificado neste período de chuvas, inclusive com ações aos fins de semana. Na manhã deste sábado (9), equipes da Secretaria Municipal de Obras e Serviços Públicos (Semosp) seguiu com obras de contenção de erosão na Avenida Jerônimo de Albuquerque, além de serviços de manutenção asfáltica em diversos pontos da capital maranhense. O objetivo é minimizar os impactos das fortes chuvas garantindo a mobilidade urbana e melhores condições de vida à população da capital.

Logo no início da manhã, operários se concentraram na Avenida Jerônimo de Albuquerque, em frente ao condomínio Novo Tempo, para executar a recuperação da erosão que afetou o passeio público da via. No local, agentes atuaram com auxílio de máquina retroescavadeira para realizar a limpeza da área afetada e, logo após, fizeram o preenchimento com concreto rígido. Esse trabalho prepara a avenida para receber a recuperação das margens que será finalizada com aplicação da camada asfáltica.

O objetivo é minimizar os impactos das fortes chuvas garantindo a mobilidade urbana e melhores condições de vida à população da capital

O secretário municipal de Obras e Serviços Públicos, Antonio Araújo, esteve no local acompanhando o avanço dos trabalhos. Ele disse que a intenção da gestão do prefeito Edivaldo é atender às necessidades da população. “Esse é um trabalho preventivo que é fundamental para manter a mobilidade do sistema viário com um volume muito grande de chuva. Por determinação do prefeito Edivaldo, estamos acompanhando o impacto das chuvas pela cidade e monitorando pontos, como esse da Avenida Jerônimo de Albuquerque, executando serviços corretivos e preventivos de contenção de erosão “, disse o secretário.

Outras frentes executam o serviço de manutenção asfáltica nas principais avenidas da capital como a Avenida Guajajaras, Daniel de La Touche, dos Franceses e São Luís Rei de França em ação realizada por meio do programa Asfalto na Rua. Os serviços priorizam os corredores de transportes e vias por onde há grande circulação de veículos.

São Luís tem queda no número de homicídios durante o carnaval

Na Região Metropolitana, que inclui os municípios de São José de Ribamar, Raposa e Paço do Lumiar, a redução de homicídios foi de 63%. Também não houve ocorrências de estupro no período

Nos circuitos carnavalescos, bairros ou nas estradas, o resultado das operações de segurança pública em todo o Maranhão foi positivo. De acordo com o relatório apresentado pela Secretaria de Segurança Pública (SSP), só em São Luís, a redução de homicídios chegou a 87,5% no período de Carnaval no comparativo com o ano anterior.

“Foi o maior e mais seguro Carnaval que já tivemos”, afirmou o secretário de Segurança Pública, Jefferson Portela.

Os números divulgados compreendem as operações integradas entre Polícia Militar, Polícia Civil, Corpo de Bombeiros, Detran, Polícia Rodoviária Federal e Secretaria Municipal de Trânsito e Transportes (SMTT) no período de 1 a 6 de março.

“Mesmo com uma grande concentração de pessoas em locais públicos (mais de 500 mil no Circuito Beira Mar) podemos destacar que em seis dias de Carnaval tivemos um homicídio na capital, que ocorreu fora do circuito de carnaval”, frisou Jefferson Portela.

Na Região Metropolitana, que inclui os municípios de São José de Ribamar, Raposa e Paço do Lumiar, a redução de homicídios foi de 63%. Também não houve ocorrências de estupro no período.

Além disso, foram apreendidas cinco armas de fogo, registradas 159 ocorrências e 188 pessoas foram conduzidas às delegacias, o que resultou em 43 prisões em flagrante.

Nas rodovias estaduais e federais que cortam o estado, os números resultantes da fiscalização e prevenção também são positivos. No período, foi zero a ocorrência de acidentes com morte nas MAs. Nas BRs, onde a Polícia Rodoviária Federal realizou operações em parceria com o Detran-MA, caiu pela metade o número de acidentes com mortes.

“Estamos felizes com esses números, nós tivemos um decréscimo de 50% e, ainda que sintamos as vidas perdidas, comemoramos esse decréscimo bastante significativo, temos que elogiar também a Polícia Rodoviária Federal, que tem sido parceira constante do Detran e todas suas Ciretrans”, afirmou Larissa Abdalla, presidente do órgão estadual.

Além das atividades realizadas no pré-carnaval, apenas entre os dias 1 e 6 de março, as ações educativas e preventivas realizadas pelo órgão compreenderam as 34 cidades com maiores carnavais do estado.

Tradicional em São José de Ribamar, o Carnaval Lava-Pratos também contará neste fim de semana com as operações integradas da Secretaria de Segurança Pública, que na cidade receberá ainda o reforço da Guarda Municipal.

“Todas as vias de acesso de São Luís para lá serão monitoradas, seja pela Maioba, Retorno da Forquilha, Paço do Lumiar. Nós vamos fazer o controle real nos municípios todos da Ilha. Teremos a presença de um grande efetivo integrado ao Sistema Municipal de São José de Ribamar, um corporação grande com 382 integrantes que já trabalha em conjunto conosco”, informou Portela.

Acessibilidade foi uma das marcas do Carnaval de Todos 2019

No circuito Beira-Mar foi disponibilizado banheiros com acessibilidade mais próximos das apresentações, uma tenda exclusiva para cadeirantes e seus acompanhantes

Desde 2015, o Carnaval do Maranhão traz como proposta a festa de todos, feita por todos e para todos.  Neste ano, a folia momesca na capital maranhense ganhou mais alguns ingredientes para consolidar esse propósito: a acessibilidade, garantindo uma festa democrática e maior inclusão das pessoas com deficiência.

O Governo do Maranhão, por meio da Secretaria de Estado de Cultura, em parceria com o Comitê de Políticas de Inclusão das Pessoas com Deficiência, incluiu recursos de acessibilidade em dois dos maiores circuitos de carnaval do estado, o da Avenida Beira-Mar e do Ceprama, que atraiu multidões de foliões em todo o período carnavalesco.

“Para realizar uma festa de fato de todos e para todos, entendemos a importância de fazer um carnaval cada vez mais inclusivo e estabelecemos essa parceria com a o Comitê de Políticas de Inclusão das Pessoas com Deficiência. Ouvimos todas as demandas e atendemos tudo o que foi possível. É com muita alegria que recebemos todos os públicos no Carnaval do Maranhão”, destacou o secretário Diego Galdino.

No circuito Beira-Mar foi disponibilizado banheiros com acessibilidade mais próximos das apresentações, uma tenda exclusiva para cadeirantes e seus acompanhantes, assentos reservados para pessoas com deficiência nas arquibancadas em frente ao palco principal, sinalização e vinhetas para locução, e a grande novidade: o intérprete de libras em todas as apresentações.

No Ceprama, além de espaço reservado para pessoas com deficiência, foram instalados banheiros adaptados e as apresentações também contam com intérprete de libras, facilitando a participação de pessoas com deficiência auditiva.

Favela do Samba é a campeã do carnaval em São Luís

Com uma homenagem ao designer e publicitário Jesiel Pontes, a Favela do Samba conquistou 18º título da sua história

A escola Favela do Samba conquistou o título de campeã do Carnaval 2019 em São Luís. A votação aconteceu nesta quarta-feira (6), no Teatro Alcione Nazaré.

Com uma homenagem ao designer e publicitário Jesiel Pontes, a Favela do Samba conquistou 18º título da sua história.

A escola se apresentou na segunda-feira (4) de Carnaval e fez a arquibancada vibrar com a homenagem a Jesiel, assassinado ano passado. A escola venceu com uma diferença de 0.3 pontos em relação à segunda colocada, a Flor do Samba.

Jesiel Pontes foi campeão em 2017 com a escola de samba, quando a Favela do Samba levou para a avenida o tema “Cinema”.