Em depoimento à PF, Sarney diz se sentir “constrangido” com acusações

O ex-presidente José Sarney foi à sede da Polícia Federal, em Brasília, acompanhado de advogados para prestar depoimentos sobre as suspeitas de obstrução da Justiça. Antes de responder às perguntas da delegada Graziela Machado da Costa e Silva, Sarney pediu para que fosse registrado seu “constrangimento ao responder pela primeira vez inquérito em que é acusado de cometimento de crime que não cometeu”.

Na semana passada, a PF concluiu que não houve obstrução da Justiça nas conversas gravadas pelo ex-presidente da Transpetro, Sérgio Machado, com os caciques do PMDB (Sarney e os senadores Renan Calheiros e Romero Jucá).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *