Maranhão! As tentativas de tirar das costas de Temer o peso da crise dos caminhoneiros

Michel Temer

O grupo Sarney está trabalhando, coordenadamente, no Maranhão, para tentar tirar o foco da greve dos caminhoneiros de cima do presidente Michel Temer (PMDB). Eles avaliam que o desgaste do Palácio do Planalto reflete em membros do clã, notadamente, a ex-governadora Roseana e o ex-senador José Sarney, ambos do MDB.

Nos últimos dias, várias fotos de Temer com Roseana e Sarney foram espalhadas nas redes sociais, todas com comentários negativos acerca da política que o presidente vem adotando no Brasil e a que o grupo implantou no Maranhão por 50 anos.

Apesar das tentativas, a população brasileira, e também a maranhense, sabe que a culpa pelo caos instalado no país é única e exclusiva do presidente Michel Temer, aliado de primeira hora do grupo Sarney.

O governo Temer é, cada vez mais, uma ponte para lugar nenhum. A greve dos caminhoneiros permanece com impactos fortíssimos em todo o país e combustível suficiente para causar estragos além das estradas.

A paralisação, que começou contra a alta do diesel, contra a perigosa ciranda que virou a política de combustíveis “regulada pelo preço no mercado internacional”, lembra, pelo caminho das estradas, o início dos protestos de 2013 contra um aumento de 20 centavos nos ônibus e metrôs de São Paulo – e que deram na eclosão de uma série de graves protestos nacionais.

A situação caminha para ficar insustentável!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *