Maranhão ofertará primeiro curso de vulcanização do país

O curso de vulcanização é o reflexo dos investimentos realizados em educação integral e profissional no estado.

O Instituto Estadual de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão (IEMA), em parceria com a Vale, está implantando o primeiro curso de vulcanização do Brasil, no IEMA do Itaqui-Bacanga. Previsto para iniciar no final do primeiro semestre deste ano, o edital de inscrição para a primeira turma deve ser divulgado até o final de março, no próprio site da instituição.

A grade curricular do curso de vulcanização será de mil horas e está sendo elaborada pela equipe multidisciplinar e educacional do IEMA e por profissionais da Vale. O documento com os módulos será encaminhado ao Ministério da Educação (MEC) e inserido no Catálogo Nacional de Cursos Técnicos do MEC, oficializando a implantação do primeiro curso no país. A divisão e o tema dos módulos serão divulgados no edital. As aulas acontecerão no período noturno.

O primeiro curso de vulcanização é o reflexo dos investimentos realizados em educação integral e profissional no estado, com a expansão dos IEMAs.

Outro curso que está sendo oferecido pelo IEMA Itaqui-Bacanga é o de Portos. A especialidade é resultado da parceria firmada entre o IEMA e a Empresa Maranhense de Administração Portuária (EMAP), e estará ligada à logística portuária. O curso atenderá uma demanda reprimida do setor portuário que está em expansão no Maranhão.

Todos os cursos foram escolhidos de acordo com demandas coletadas nas comunidades em que serão instaladas e visam a qualificação dos estudantes, que além de garantirem colocação nos mercados locais, contribuirão para o desenvolvimento regional de todo o Maranhão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *