Maranhão reduz homicídios por armas de fogo, mostra Atlas da Violência

Segundo o Atlas – uma das principais referências estatísticas sobre a violência no Brasil –, o Maranhão teve queda de 5,4% nos homicídios por arma de fogo entre 2015 e 2016

Além de reduzir o número geral de homicídios entre 2015 e 2016, o Governo do Maranhão também conseguiu diminuir a taxa de mortes por armas de fogo, de acordo com o Atlas da Violência 2018, elaborado pelo Ipea e pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública.

Além do Maranhão, apenas sete Estados conseguiram baixar esse índice. As demais 19 unidades federativas tiveram aumento.

Segundo o Atlas – uma das principais referências estatísticas sobre a violência no Brasil –, o Maranhão teve queda de 5,4% nos homicídios por arma de fogo entre 2015 e 2016.

A queda também se verifica quando é levada em conta a taxa de homicídio por arma de fogo por 100 mil habitantes. Esse índice mostra redução de 6,1% entre 2015 e 2016. A taxa passou de 24,9 para 23,4 casos por 100 mil habitantes.

Os reflexos dos investimentos na Segurança Pública e da mudança de estratégia no combate ao crime podem ser verificados em diversos números trazidos pelo Atlas da Violência.

Enquanto a média de homicídios no Nordeste subiu em 2016, a do Maranhão caiu. O Estado foi um dos únicos três da região a registrar queda. E um dos oito Estados no país todo.

A taxa do Nordeste aumentou de 41,84 para 44,15 homicídios por 100 mil habitantes entre 2015 e 2016. Já o índice do Maranhão caiu de 35,3 para 34,6.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *