Médico preso na operação contra desvios de recursos na Saúde do Maranhão é encontrado morto

Segundo relatos de amigos, o médico vinha apresentando quadros de depressão após sua prisão

Na noite desta quinta-feira (12), o médico Mariano de Castro Silva teria cometido suicídio em Teresina. Segundo informações policiais, ele foi encontrado morto no apartamento dele com uma corda no pescoço.

Médico da regulação do estado do Maranhão, Mariano de Castro Silva chegou a ser preso, em novembro do ano passado, pela Polícia Federal na operação “Pegadores”, juntamente com a ex-subsecretária de  Saúde do Estado, Rosângela Curado.

Bastante questionada na imprensa e por veículos de comunicação, a operação foi classificada de política, pois não foram apresentadas provas contra um suposto desvio de recursos públicos federais que estaria acontecendo na rede de saúde do Estado.

Entre amigos  do médico, há informações de que ele teria ficado depressivo após a prisão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *