Ministro defende fim do contato entre presos e visitantes

Ministro da Segurança.

O ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann, defendeu nesta terça-feira (6) o fim do contato direto entre presos e visitantes nas penitenciárias. Jugmann propôs a construção de parlatórios, em que qualquer contato com o preso seja registrado.

Para o ministro, a medida é necessária para evitar que os chefes do crime organizado continuem a agir de dentro das cadeias, em uma situação que Jungmann chamou ironicamente de “home office” (escritório em casa).

Jungman também quer dificultar a progressão de regime para os condenados por crimes hediondos e disse que ainda está trabalhando para estruturar a pasta da Segurança Pública, criada por medida provisória assinada pelo presidente Michel Temer no dia 26 de fevereiro. Ele citou, entre as ações que pretende tomar, a criação da Secretaria de Produtos de Segurança, como existe no Ministério da Defesa.

 

Uma ideia sobre “Ministro defende fim do contato entre presos e visitantes

  1. Os 2 açougueiros Joesley bregões e milionários (em 2017 “fugiram” pra Nova York com uma ou 2 mãozinhas do Sr. JANOT — o petista formado pela UFMG), têm gosto estético barango tipicamente de PETISTA e próprio & adequado ao petismo Kitsch. E próprio da educação difundida pelo petismo.
    Apesar de que ambos são capitalistas bilionários e o PT é esquerdalha [portanto, contra ideologicamente o Capitalismo], os 2 açougueiros Joesley e o PT são próximos e se ajudaram no Projeto Barango, Kitsch, Cafona e Brega do petismo e do Partido dos Trabalhadores.
    Parece um paradoxo, mas não é. Ambos adoram e veneram a estética criada durante a era lula-dilmista:
    a saber:
    o sertanejo-universitário. Tanto o PT quanto os irmãos açougueiros. (Exatamente semelhante a bolsonaritas, em suas atitudes toscas, gostos barangos e comentários toscos).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *