Pedro Lucas Fernandes é escolhido líder do PTB na Câmara dos Deputados para 2019

Vereador de São Luís por dois mandatos consecutivos, Pedro Lucas Fernandes foi eleito deputado federal com 111.538 votos

O deputado eleito Pedro Lucas Fernandes (PTB) foi escolhido líder do partido na Câmara para o ano de 2019. A escolha foi feita por aclamação pelos deputados federais do partido que tomarão posse em 1º de fevereiro do ano que vem.

A reunião ocorreu na sede do PTB em Brasília e contou com a participação do atual líder da bancada, Jovair Arantes (GO), do presidente nacional do PTB, Roberto Jefferson, e de deputados da atual bancada na Câmara.

Pedro Lucas afirmou que pretende contribuir para fortalecer o PTB na Câmara e manter diálogo aberto com os demais partidos representados na Casa. “O PTB não é um partido qualquer. O PTB tem história, tem futuro e agora será composto por 10 novos parlamentares que vêm com muita energia”, disse o futuro líder.

Vereador de São Luís por dois mandatos consecutivos, Pedro Lucas Fernandes foi eleito deputado federal com 111.538 votos. É administrador de empresas e especialista em Planejamento Governamental. Também é filho do deputado federal Pedro Fernandes (PTB-MA).

Pedro Lucas foi presidente da Agência Executiva Metropolitana (Agem), criada pelo governador Flávio Dino (PCdoB) por lei estadual em 2015 para gerir a Região Metropolitana da Grande São Luís.

Edivaldo anuncia para o dia 20 o pagamento da 2ª parcela do 13º salário

A antecipação da primeira parcela em julho e o pagamento em dia da segunda neste mês de dezembro demonstra mais uma vez o compromisso do prefeito Edivaldo com o servidor municipal

O prefeito Edivaldo Holanda Junior (PDT) anunciou nesta quarta-feira (12), em suas redes sociais, a data do pagamento da segunda parcela do 13º salário, que estará na conta dos servidores municipais no dia 20 deste mês. O pedetista já havia antecipado no mês de julho a primeira parcela, mesmo com a opção de pagar integralmente o valor apenas no fim do ano.

“Fico muito feliz que a nossa gestão, mesmo neste cenário de crise nacional, esteja cumprindo com rigor mais esse compromisso. O pagamento do salário em dia valoriza o servidor e aquece ainda mais a economia da capital neste período de festividades”, publicou o prefeito em seus perfis nas redes sociais.

A antecipação da primeira parcela em julho e o pagamento em dia da segunda neste mês de dezembro demonstra mais uma vez o compromisso do prefeito Edivaldo com o servidor municipal, uma das marcas da sua gestão, que encerra o ano sem ter tido qualquer atraso nos salários, tendo inclusive na maioria dos meses adiantado o dinheiro nas contas dos funcionários públicos.

A gestão do prefeito Edivaldo está na contramão de outras cidades e estados que não conseguiram honrar os seus compromissos salariais, sobretudo por causa da queda progressiva dos repasses federais, resultado da crise em que vive o país. É o caso das Prefeituras de Natal, Aracaju e Maceió (sem previsão de pagamento até o momento) e a do Rio de Janeiro (ainda vai pagar a primeira parcela do benefício).

Com a administração responsável e planejada, o pedetista se destaca entre os gestores que conseguiram manter as contas em dia. Mesmo isso sendo uma obrigação das gestões públicas, diante do cenário em que vive o país, o feito merece ser evidenciado, ainda mais neste período de fim de ano, em que se espera uma economia aquecida e seguindo em curva ascendente.

Depois de reuniões com Bolsonaro, Podemos e PSD prometem apoio a pautas, mas não serão base do governo

epresentantes do PSD estiveram com o presidente eleito, Jair Bolsonaro

Depois de reuniões seguidas com as bancadas do PSD e do Podemos na Câmara, o presidente eleito Jair Bolsonaro obteve a promessa de apoio pontual, a projetos específicos, mas não a intenção de fazer parte da base do governo.

Líderes dos dois partidos afirmaram que tanto PSD quanto Podemos irão manter a posição de independência.

“A posição oficial do partido em qualquer governo é de independência, mas nós vamos ajudar em tudo que for importante para o país. Temos a predisposição de ajudar o governo para que ele trabalhe e o Brasil funcione”, disse o líder do Podemos, Diego Garcia.

Domingos Neto, líder do PSD, também afirmou que o partido não será “empecilho” para matérias defendidas por Bolsonaro e que há um sentimento majoritário na bancada de apoio ao governo. “Mas só a direção do partido pode falar de apoio formal”, afirmou.

O presidente eleito já se encontrou com as bancadas de seis partidos até agora. Além do Podemos e PSD, já recebeu MDB, PRB, PR e PSDB. Para a quarta-feira, estão na agenda DEM, Pros e PP.

A estratégia do novo governo tem sido de conversar com frentes temáticas do Congresso, as bancadas na Câmara e governadores, mas não com dirigentes partidários, como deixou claro o futuro ministro da Casa Civil (DEM), Onyx Lorenzoni. O governo já nomeou nomes do DEM e MDB para o primeiro escalão, mas sem conversar com as direções partidárias.

Em todos as reuniões com as bancadas, Bolsonaro ouviu promessas de apoio a projetos específicos do governo, mas não uma adesão à base governista.

Podemos e PHS podem ser os próximos partidos a formalizarem fusão

A reunião para anunciar a fusão entre as legendas está prevista para acontecer ainda em dezembro

Após a fusão do PCdoB e PPL, os partidos Podemos e PHS podem ser os próximos a anunciarem fusão entre as siglas. O senador Romário, do Podemos do Rio de Janeiro afirmou recentemente que estão avançadas as negociações de fusão entre as siglas. A reunião para anunciar a fusão entre as legendas está prevista para acontecer ainda em dezembro.

De acordo com o senador do Rio Janeiro, representantes do Podemos reuniram-se com o presidente do PHS, Marcelo Aro (PHS-MG), em São Paulo, para discutir os detalhes.

O PHS fez parte da coligação presidencial de Henrique Meirelles (MDB), elegeu 6 deputados federais e 2 senadores em 2018. Depois que a fusão com o Podemos for aprovada, a nova sigla terá 17 deputados e 7 senadores.

Originalmente o Podemos se chamava PTN. O nome foi trocado em julho de 2017 e o partido recebeu filiações dos senadores Álvaro Dias e Romário. Em 2018, Dias concorreu à Presidência da República e Romário tentou o governo do Rio de Janeiro.

Nas eleições deste ano, o Podemos elegeu 11 deputados federalis. A legenda é presidida pela deputada federal Renata Abreu (Podemos-SP), filha do fundador do partido, José de Abreu.

Governo do Maranhão antecipa pagamento da segunda parcela do 13º dos servidores públicos

O pagamento da segunda parcela do 13º seria realizado no dia 15 de dezembro de 2018, conforme consta no Decreto nº 33.765, de 22 de janeiro de 2018, mas pôde ser antecipado por haver viabilidade financeira

A segunda parcela do 13º salário dos servidores públicos do Estado do Maranhão vai ser paga nesta quarta-feira (12). No final de novembro, em rede social pessoal, o governador Flávio Dino já havia anunciado sobre a previsão de antecipação do décimo.

O pagamento da segunda parcela do 13º seria realizado no dia 15 de dezembro de 2018, conforme consta no Decreto nº 33.765, de 22 de janeiro de 2018, mas pôde ser antecipado por haver viabilidade financeira.

Contracheque

A versão digital do contracheque do 13º salário já está disponível no Portal do Servidor (www.portaldoservidor.ma.gov.br/portal), que também pode ser acessado por meio do aplicativo, compatível com sistemas operacionais Android e IOS. Para fazer login no Portal, é necessário possuir senha cadastrada.

Caso tenha perdido ou esquecido a sua senha, basta clicar no link “Esqueceu a Senha?”, localizado abaixo dos campos CPF e senha do Portal do Servidor, e seguir as instruções. Se a sua senha de acesso nunca foi gerada, clique no botão “Primeiro Acesso”.

A senha também pode ser cadastrada presencialmente na sala do Portal/Ouvidoria do Servidor (localizada no Anexo IV do Centro Administrativo do Estado, no Calhau) ou pelos telefones (98) 98789-8748 (Oi) e (98) 98331-8319 (Tim), devido à indisponibilidade temporária dos telefones fixos, causada por problemas técnicos. Atenção: o atendimento é realizado preferencialmente de forma presencial.

Secap lança edital para substituir carros alugados por táxi, Uber e similares

É obrigatório que o serviço funcione via aplicativo, para trazer agilidade e economia

A Secretaria de Estado de Comunicação Social e Assuntos Políticos (Secap) lançou edital para substituir veículos alugados por táxi, Uber e similares. A medida é para economizar dinheiro público e segue determinação feita pelo governador Flávio Dino na semana passada.

Flávio Dino publicou decreto para que a substituição seja feita tanto nas secretarias quanto nas empresas do governo estadual.

A licitação feita pela Secap vai ser do tipo Menor Preço – ou seja, com garantia de que o serviço vai ser mais econômico.

A classificação da proposta será pelo critério de maior desconto percentual. Quanto maior o desconto oferecido, maior a nota da proposta. O desconto mínimo tem que ser de 3%.

As empresas concorrentes deverão ser especializadas na intermediação ou no agenciamento de transporte individual remunerado de passageiros, na Grande Ilha e em Imperatriz.

Em linhas gerais, estão aptas a participar cooperativas de táxi ou serviço de transporte individual privado, como Uber, 99 e similares.

É obrigatório que o serviço funcione via aplicativo, para trazer agilidade e economia.

A licitação será feita no dia 21 de dezembro, às 15h, no Palácio Henrique de La Rocque, 2° andar, na Av. Jerônimo de Albuquerque, S/N° – Calhau, São Luís/ MA.

O edital pode ser retirado nesse mesmo local, das 14h às 18h, pelos interessados em participar.

Homem entra em catedral de Campinas, mata 4 e se suicida

Tiros deixam feridos em catedral no centro de Campinas, em São Paulo

Um homem, de cerca de 35 anos, entrou na Catedral Metropolitana de Campinas, no interior paulista, e atirou contra oito pessoas que estavam rezando no local por volta das 13 horas desta terça-feira, 11. Quatro pessoas morreram e as outras foram socorridas. Segundo a polícia, agentes entraram na igreja e dispararam contra o homem. Ele, então, teria caído no chão e se matado em seguida.

A catedral fica na região central de Campinas, e houve corre-corre na hora do ataque, principalmente na Rua 13 de Maio, uma das mais movimentadas do comércio local. Para a polícia, a ação foi premeditada. “Ele não chegou atirando. Ele estava sentado, parado e quando se levantou começou a atirar nas pessoas”, disse o delegado Hamilton Caviola Filho, do 1º DP de Campinas, responsável pelo policiamento na região.

Houve uma missa na catedral às 12h15. Segundo Caviola, as imagens das câmeras de monitoramento da igreja mostram o homem sentando nos fundos e analisando o ambiente. Depois de algum tempo, ele se levanta e passou a disparar contra os fiéis que estavam na catedral com uma pistola calibre .40mm e um revólver calibre .38mm. O atirador, que estava sem documentos, tinha ainda dois carregadores.

As vítimas, diz Caviola, são três homens e uma mulher, cujas identidades não haviam sido divulgadas. O delegado informou que haverá um trabalho de perícia técnica dentro da igreja. Depois, os corpos serão liberados ao Instituto Médico Legal (IML) de Campinas, para identificação dos que não tiverem documentos.

Segundo o delegado, dois policiais militares que estavam do lado de fora da igreja ouviram os disparos e correram para a igreja. Um deles acertou um tiro na perna do atirador, que se matou em seguida. A Polícia Civil vai tentar identificar o atirador para descobrir a motivação do crime.

O secretário de Segurança em Campinas, Luiz Augusto Baggio, disse que ainda não há indicação sobre a identidade do autor dos disparos. “A polícia está investigando quem é o autor. É um episódio insano. Ele (atirador) entrou dentro da catedral como se estivesse indo à missa”, disse Baggio.

Empresas também podem aproveitar os benefícios da Campanha Fique em Dia com a Caema

As empresas poderão escolher quitar o débito de uma só vez, recebendo desconto de 100% em juros e multas com mais 30% no valor principal da dívida, ou ainda optar por parcelamento

Os benefícios da campanha Fique em Dia com a Caema estendem-se a empresas que quiserem quitar débitos em atrasos com a Companhia.

Assim como os demais clientes, as entidades de natureza jurídica de direito público ou privado também podem se beneficiar das vantagens contidas na Medida Provisória nº285, de 27 de novembro de 2018, instituída pelo Governo do Estado.

A MP oportuniza condições para que os maranhenses possam regularizar débitos com a Caema, evitando restrições por parte dos órgãos de regulação e proteção ao crédito e evitando, ainda, suspensão do serviço de abastecimento.

Basta que um representante legal da empresa devedora compareça a qualquer um dos locais de atendimento ou agência de negócios da Caema, munido de documentos que o autorizem a efetivar a negociação.

As condições para as empresas não diferem das vantagens ofertadas ao cliente pessoa física. Os representantes das empresas poderão escolher quitar o débito de uma só vez, recebendo desconto de 100% em juros e multas com mais 30% no valor principal da dívida, ou ainda optar por parcelamento.

“O parcelamento também segue as mesmas regras de retirada de todos os juros e multas, permitindo 20% de desconto do valor real do débito quando dividido em até 3 vezes, ou ainda, 10% de desconto do valor principal nos parcelamentos em até 6 vezes”, enfatizou o gerente de Comercialização da Caema, Ygor Frazão.

No caso de entidades de natureza jurídica de direito público, a exemplo de prefeituras, o diretor Comercial da Caema, Carlos Alberto Martins, alerta que elas também poderão aderir ao programa, mas que, para esta finalidade deverão, em caso de impossibilidade de deslocamento até a sede da Companhia em São Luís, onde este tipo de atendimento é realizado pelo setor de grandes consumidores, procurar preferencialmente a gerência Regional da Caema a qual o seu município está inserido.

“A gestão municipal e seus representantes legais podem recorrer ao atendimento de nossos gerentes, aptos a desempenharem essa negociação, e fornecerem meios legais de comprovação da quitação ou parcelamento”, diz ele.

A Campanha Fique em Dia com a Caema abre precedentes de negociação para débitos de água e esgoto sem distinção de valores anteriores a 27 de novembro de 2018, incluindo os parcelamentos já em atrasos. A data limite para adesão à campanha Fique em Dia com a Caema é 31 de janeiro de 2019.

Suspeitos pelo assassinato do prefeito de Davinópolis são presos

A operação cumpre mandados de busca e apreensão, além de prisão nas cidades de Barra do Corda, Grajaú e Imperatriz, no Maranhão, e Dom Elizeu, no estado do Pará. Entre os presos, estão dois policiais.

A Polícia Civil do Maranhão prendeu, na manhã desta quarta-feira (11), quatro suspeitos pela morte do prefeito de Davinópolis, Ivanildo Paiva (PRB). O crime aconteceu no dia 11 de novembro, na zona rural do município.

A operação cumpre mandados de busca e apreensão, além de prisão nas cidades de Barra do Corda, Grajaú e Imperatriz, no Maranhão, e Dom Elizeu, no estado do Pará. Entre os presos, estão dois policiais.

Os presos pela morte do prefeito de Davinópolis são: Francisco de Assis Bezerra Soares, conhecido como “Tita”, policial militar no Pará e que foi preso em Dom Elizeu; José Denilton Guimarães, conhecido como “Boca Rica”; Willame Nascimento da Silva, policial militar do Maranhão lotado em Grajaú e Jean Dearlen dos Santos, conhecido como “Jean Listrado”, que segundo as investigações é pistoleiro. Outros dois mandados de prisão ainda estão em aberto.

Segundo a Polícia Civil, Tita e José Guimarães foram os responsáveis pela articulação para a contratação dos assassinos. Jean Listrado e Willame da Silva foram chamados para executarem o prefeito.

As prisões desta terça-feira (11) fazem parte da primeira fase da operação. Na sequência, com os depoimentos dos primeiros presos, a polícia pretende chegar aos mandantes e entender a motivação do homicídio.