Pastor Bell é destituído do PSDC

Pastor Bell, que é pré-candidato ao Senado, assumiu o partido em abril, no fim da janela partidária e tinha como projeto, disputar uma das duas vagas para o Senado desta eleição

Durou menos de três meses a permanência do suplente de senador Pastor Bell no comando do PSDC no Maranhão.

Pastor Bell, que é pré-candidato ao Senado, assumiu o partido em abril, no fim da janela partidária e tinha como projeto, disputar uma das duas vagas para o Senado desta eleição.

Sua mais recente ação foi declarar apoio a pré-candidatura de Maura Jorge (PSL) ao Governo do Estado.

Leia mais: Pastor Bel e sua inusitada pré-candidatura ao Senado

A destituição de Pastor Bell estaria diretamente ligada a essa manobra para apoiar Maura Jorge, segundo informações do próprio político, sua destituição da presidência estadual do PSDC, seria fruto de investidas de velhas figuras da política maranhense, revoltadas pelo o apoio declarado do político à candidatura de Maura Jorge e do presidenciável Jair Bolsonaro.

“Ontem eu recebi uma ligação do diretório nacional do nosso partido. Eles me tomaram o partido covardemente, para usá-lo como alavanca para os velhos medalhões da política maranhense e nacional”, afirmou Pastor Bell em reunião com pré-candidatos do partido.

Pastor Bell deu a entender que o PSDC teria sofrido influências do grupo Sarney e que o PSDC passaria a apoiar a pré-candidatura da ex-governadora Roseana Sarney.

 

Leia mais: Pastor Bel assume candidatura a senador e abandona Edison Lobão

Leia mais: Maura Jorge e o apoio de dois partidos nanicos…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *