PT maranhense tem a oportunidade de voltar às suas origens

PT do Maranhão tem a oportunidade de voltar às suas origens e construir um novo momento distante do grupo Sarney

Em uma reunião realizada em Brasília, entre a cúpula nacional do PT e dirigentes estaduais maranhenses, o Partido dos Trabalhadores descartou, oficialmente, a possibilidade de uma aliança com o grupo Sarney e uma possível candidatura própria, como defendiam setores também ligados ao clã.

Na decisão oficial, os petistas garantiram apoio à reeleição do governador Flávio Dino (PCdoB) e confirmaram que buscarão a indicação de um nome do partido na chapa governista.

A reunião teve a presença da presidenta nacional do PT, a senadora Gleisi Hoffmann. Além dos membros maranhenses: Marcio Jardim; Augusto Lobato (presidente do diretório estadual); Honorato Fernandes (vereador e presidente do diretório municipal de São Luís); o deputado federal, Zé Carlos; o deputado estadual, Zé Inácio; e Raimundo Monteiro (membro do diretório nacional).

Em 2010, após intervenção da executiva nacional, o PT apoiou a candidatura de Roseana Sarney. Em 2014, parte da militância petista declarou apoio à candidatura de Flávio Dino, a pesar do partido ter formalizado apoio ao candidato Edinho Lobão (MDB).

Com essa definição da executiva nacional, com anuência da executiva estadual, o PT do Maranhão tem a oportunidade de voltar às suas origens e construir um novo momento distante do grupo Sarney.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *