População de Santa Helena vai às ruas protestar contra falta de Segurança

Blog Terra Santa

Manifestantes saíram às ruas para protestar

Manifestantes saíram às ruas para protestar

O aumento do índice de violência do município de Santa Helena é alarmante e a população resolveu ir às ruas para pedir mais Segurança. Esta semana, manifestantes tomaram conta da principal avenida da cidade, a Duque de Caxias, e interditaram as duas saídas da cidade. Por conta da manifestação, um enorme congestionamento se formou.

Nos últimos meses, a onda de assaltos seguidos de homicídios tem aumentado e isso tem deixado a população em pânico. Santa Helena, atualmente, não tem juiz e nem promotor titular em sua comarca. O povo tem sentido na pele o abandono por parte do poder público.

A manifestação contou apenas com a presença de populares e com o incentivo do comércio local, que fechou as portas durante o ato.

Zé Inácio discute questões agrárias com secretário de Agricultura Familiar

Deputado discutiu questões da agricultura com secretário

Deputado discutiu questões da agricultura familiar com secretário

O deputado Zé Inácio (PT) realizou, na manhã desta quarta-feira (8), uma visita ao secretário de Agricultura Familiar, Adelmo Soares. O encontro permitiu que ambos estreitassem relações e discutissem questões agrárias e do campo.

Na oportunidade, Zé Inácio reafirmou o seu compromisso com a área rural, garantindo que no parlamento a defesa dos interesses desses segmentos será a sua prioridade. Por este motivo, considera a parceria com a SAF de fundamental importância para o desenvolvimento sustentável da agricultura familiar do Estado.

O parlamentar destacou a sua experiência no meio rural no período em que esteve à frente do Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA) no Maranhão e no período em que esteve como Superintendente Regional do INCRA. “A nossa experiência com a agricultura familiar poderá contribuir muito com a política que vem sendo adota pelo governo do Estado e por este motivo temos total interesse em desenvolver ações em parceria no âmbito parlamentar com o secretário Adelmo Soares”, afirmou.

Dentre as propostas do mandato do deputado Zé Inácio, estão incluídas ações que são diretamente voltadas para a agricultura, tais como: desenvolvimento sustentável; defesa da política de desenvolvimento territorial e economia solidária; fortalecimento da agricultura familiar; redução das desigualdades e da pobreza no maranhão; defesa da melhoria da qualidade de vida do homem e da mulher do campo ; interceder pelos interesses dos agricultores familiares, quilombolas, quebradeiras de coco, pescadores, assentados e indígenas e acesso à habitação de qualidade no meio rural e urbano, ampliação do acesso as políticas públicas do governo Dilma (educação, saúde, esporte, segurança, cultura e lazer).

Zé Inácio também destacou suas articulações a nível nacional para apoio à agricultura familiar e seu compromisso em defesa da luta dos trabalhadores e trabalhadoras do campo e da cidade.

Por sua vez, o secretário Adelmo Soares parabenizou o deputado Zé pela iniciativa e pela integração do parlamentar com as ações do Campo.

Adelmo Soares também falou das principais ações da SAF, como: Assistência Técnica, Programa Mais IDH, Programa Crédito Fundiário, CEDRUS, Estratégia de Desenvolvimento Territorial, Fundo Especial de Desenvolvimento da Agricultura Familiar ( FUNEDAF) dando destaque às articulações com o MDA e o INCRA nacional.

ESTRADA DA FOME – Miséria do Maranhão é mostrada com tristeza na Record

ASSISTA AQUI À REPORTAGEM COMPLETA DO REPÓRTER RECORD NA ESTRADA DA FOME DO MARANHÃO

Repórter Record Investigação percorreu a Estrada da Fome para mostrar quem são as pessoas que sobrevivem à base de farinha e água suja no Brasil. Muitos deles, infelizmente, vivem no Maranhão, em municípios como Belágua (o mais pobre do país, onde a presidente Dilma Rousseff teve a maior votação proporcional por causa do Bolsa Família), Centro do Guilherme (maior porcentagem de miseráveis), Marajá do Sena e Fernando Falcão.

Eles ainda são “invisíveis” para as autoridades brasileiras, mas têm nome e sobrenome; são, facilmente, localizados e não possuem absolutamente nada para comer. São adultos e crianças em condições de extrema pobreza, sendo a situação mais crítica localizada no interior do Maranhão. Segundo o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), mais de sete milhões de brasileiros ainda passam fome no país.

Após três meses de investigação, os repórteres Daniel Motta e Heleine Heringer enfrentaram quase cinco mil quilômetros de estradas esburacadas e de terra para chegar às cidades mais isoladas e pobres do Brasil.

O programa mostrou depoimentos inéditos sobre a luta permanente e desesperada dessas famílias para conseguir se alimentar e revela a face mais cruel da fome: a exploração sexual de meninas em troca de comida.

Em uma entrevista exclusiva, o programa jornalístico exibe ainda entrevista exclusiva com um homem que cometeu essa brutalidade.

TCE desaprova contas de ex-prefeitos e presidentes de Câmaras

O Tribunal de Contas do Estado do Maranhão (TCE/MA) desaprovou, em sessão plenária realizada nesta quarta-feira (28), as contas apresentadas pelos seguintes gestores públicos: Antonio Carlos Rodrigues Vieira (Tasso Fragoso/2010),  com multas no total de R$ 78.020,00; Arnaldo Gomes de Sousa (Altamira do Maranhão/2009), com multas no total de R$ 72.400,00; Dea Cristina da Silva Miranda (Sambaiba/2010) e Iara Quaresma do Vale Rodrigues (Nina Rodrigues/2006), com débitos no total de R$ 217.429,00 e multas no total de R$ 135.491,00.

Entre as Câmaras Municipais, foram julgadas irregulares as contas de Antonio Vitorino de Brito (Lagoa do Mato/2010), com multas no total de R$ 16.690,00; Delson Lopes da Silva (Altamira do Maranhão/2009), com multas no total de R$ 11.000,00; Jorge Ascenção Rodrigues Filho (Bequimão/2011), com débitos no total de R$ 4.497,24 e multas no total de R$ 24.910,00; Luís Cláudio Gomes Moraes (Cedral/2010), com multas no total de R$ 20.840,00 e Manoel Rodrigues dos Santos Filho (São Benedito do Rio Preto/2010), com débitos no total de R$ 8.638,51 e multas no total de R$ 25.995,00.

TCE vai agilizar cobrança de débitos e multas impostas aos gestores públicos

Reunião discutiu a questão e estabeleceu critérios de cobranças aos gestores municipais

Reunião discutiu a questão e estabeleceu critérios de cobranças aos gestores municipais

O presidente do Tribunal de Contas do Estado do Maranhão (TCE/MA), conselheiro Jorge Pavão, reuniu-se, na manhã desta segunda-feira (12), com o secretário de Fazenda do Estado, Marcelus Alves; o procurador-geral do Estado, Rodrigo Maia Rocha; e os procuradores do Estado, Bruno Tomé Fonseca e João Batista de Oliveira Filho. Eles analisaram estratégias que podem ser adotadas pelas instituições para que sejam cumpridos, com maior celeridade, os acórdãos que imputam débitos e multas aos gestores públicos maranhenses.

Durante a reunião, que contou também com as presenças do vice-presidente do TCE, conselheiro Caldas Furtado; do chefe do Ministério Público de Contas (MPC), Douglas Paulo da Silva; do secretário de controle externo do TCE, Bruno Almeida e do secretário de administração do TCE Raimundo Erre, foram descritos o cenário que caracteriza a atuação do TCE como órgão de controle externo, quais os principais resultados que foram alcançados nos últimos anos e como o cumprimento dos acórdãos se efetivava por intermédio da atuação do Ministério Público Estadual (MPE). A partir do quadro anterior, serão adotadas novas providências e realizadas mudanças.

Troca de informações

Como forma de agilizar os processos de cobrança desses débitos, as instituições prometem atuar conjuntamente. Um dos passos mais importantes nessa nova estratégia será a troca de informações como base para o aprimoramento e o surgimento de novos fluxos de trabalho direcionados à cobrança dos débitos. Será permitido o acesso dos órgãos parceiros aos sistemas do TCE que contêm informações indispensáveis à adoção das providências que resultem no devolução dos valores cobrados.

Outra medida que poderá ser adotada é a realização de treinamentos evolvendo servidores dos diversos órgãos como forma de capacitá-los sobre os temas que são relevantes na área de controle externo e a forma de atuação do TCE. Acredita-se que a difusão desses conhecimentos contribuirá para a melhoria dos processos de trabalho.

O presidente do TCE, Jorge Pavão, demonstrou-se muito otimista com os resultados desse primeiro encontro, ressaltando que os objetivos serão alcançados com a efetiva integração e atuação conjunta de todos os órgãos.

Concursos públicos oferecem mais de três mil vagas no Maranhão

Globo.com

BB e Prefeitura de Barra do Corda estão com inscrições abertas.Confira prazo para realizar inscrições.

Concursos no Maranhão

Concursos no Maranhão

No Maranhão, 2015 teve início com oportunidades para quem pensa em investir na carreira pública. Dois concursos públicos estão com inscrições abertas durante o mês de janeiro. Ao todo, são mais de 3 mil vagas para o Maranhão.

O Banco do Brasil oferece concurso destinado ao cadastro reserva de 2.499 vagas para o cargo de escrituário. As incrições podem ser realizadas até o dia 19 de janeiro, pelo site da Fundação Cesgranrio. A remuneração inicial é de R$ 2.227,26, com jornada de trabalho de 30 horas semanais e os candidatos devem ter ensino médio completo. No Maranhão, as provas serão realizadas nos municípios de São Luís, Pinheiro, Bacabal, Balsas, Imperatriz, Presidente Dutra, Caxias e Chapadinha.

No município de Barra do Corda, a prefeitura reabriu concurso público suspenso em janeiro do ano passado. As oportunidades são para enfermeiro, farmacêutico-bioquímico, fisioterapeuta, coordenador pedagógico, professor, agente administrativo, agente municipal de trânsito, auxiliar de saúde bucal, guarda municipal, técnico em edificações, técnico em enfermagem, técnico em radiologia e auxiliar de serviços gerais. As inscrições se encerram no dia 11 de janeiro e podem ser feita pelo site da Fundação Sousândrade de Apoio à UFMA (Fsadu).

São oferecidas 932 vagas, em todos os níveis de escolaridade, com salários de até R$ 2,5 mil. De acordo com o edital de abertura, do total de vagas oferecidas, 170 são reservadas por pessoas com deficiência. As jornadas de trabalho são de 20h, 30h ou 40h semanais. O valor da taxa de inscrição varia de R$ 30 a R$ 60, dependendo do cargo escolhido.

Flávio Dino apela para que Roseana pague contas da Saúde antes de renunciar

flavio valendo

O governador eleito Flávio Dino (PCdoB) fez, nesta terça-feira (09), um apelo à governadora do Maranhão, Roseana Sarney (PMDB), por meio das redes sociais. No twitter, ele pede que a ainda chefe do Executivo pague as contas da Saúde antes de renunciar ao governo.

Em todo o Maranhão, unidades de saúde foram abandonadas e estão sem condições de funcionamento por falta de serviços e de material. Os hospitais fazem apenas o básico e deixaram de realizar cirurgias mais complexas. Há relatos graves de descaso vindos de várias regiões do Estado e isso vem preocupando muito o futuro governo.

Renúncia e investigação do STJ

Vale lembrar que a saída de Roseana estava marcada para esta terça-feira (09) e agora as vozes do Palácio dos Leões já falam em quarta-feira (10). Acreditando na primeira hipótese, o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Arnaldo Melo (PMDB), até se antecipou e se despediu ainda na quinta-feira passada.

Roseana, inclusive, já fez até festa de despedida na semana passada. No entanto, há quem diga que existem receios em relação a uma investigação que está a cargo do Superior Tribunal de Justiça (STJ) sobre recebimento de propina por pagamento de precatórios à Constran. Haveria temor de que ela seja abordada no aeroporto ao viajar para o seu novo destino: Miami, estado da Flórida, nos Estados Unidos.

Em pronunciamento na tribuna, na manhã desta terça-feira, o deputado Roberto Costa (PMDB), aliado de Roseana, disse que a governadora irá renunciar por problemas de saúde. No entanto, outros analistas entendem que o ato tem a ver com a derrota histórica nas urnas. Ela não aguentaria ter que entregar a faixa a Flávio Dino.

Flávio Dino anuncia Julião Amim para Secretaria do Trabalho

Presidente estadual do PDT fará parte do governo Flávio Dino

Presidente estadual do PDT fará parte do governo Flávio Dino

O governador eleito, Flávio Dino (PCdoB), anunciou, na noite desta quarta-feira (05), o nome do pedetista Julião Amim para a Secretaria do Trabalho e Economia Solidária. Indicação que vem do PDT, partido que fez parte da coligação que o elegeu no pleito de outubro.

Julião Amin, que disputou vaga na Câmara Federal na eleição passada, é presidente estadual do PDT e tem vasta experiência na área da Secretaria. Foi presidente do Sindicato dos Bancários, deputado federal e superintendente do Ministério do Trabalho no Maranhão.

Roseana confirma: votar em Dilma é votar em Sarney…

Blog do John Cutrim

Roseana Sarney colocará bloco na rua para pedir votos a Dilma. Deputados e prefeitos sarneisistas estão convocados a fazer campanha para a petista

Roseana Sarney colocará bloco na rua para pedir votos a Dilma. Deputados e prefeitos sarneisistas estão convocados a fazer campanha para a petista

A governadora Roseana Sarney convocou deputados federais, estaduais e prefeitos que ainda fazem parte do seu grupo político para um almoço a ser realizado nesta quinta-feira, 16, na casa do senador José Sarney, no bairro do Calhau (São Luís).

A informação foi passada ao editor do blog por um deputado federal ligado à governadora. Durante o encontro, Roseana Sarney pedirá o máximo de empenho de seus aliados para reeleger a presidenta Dilma Rousseff.

Na reunião, a governadora Roseana e o senador José Sarney devem dizer que a eleição de Dilma significa muito para o grupo, pois assim continuarão tendo espaço no governo federal e força com Dilma e o ex-presidente Lula, o que garantirá sobrevida a eles para daqui a quatros anos disputarem o governo estadual.

Este blog foi o primeiro a alertar que a vitória de Dilma é a tábua de salvação do grupo Sarney, pois com ela no poder manteriam a mesma estrutura que hoje detêm na gestão petista, com ministérios e cargos de primeiro escalão.

A declaração sintomática de Ricardo Murad implorando voto por Dilma e agora a entrada de Roseana de com força na campanha da presidenta confirma que os sarneisistas farão de tudo para que o PT permaneça no poder central, pois o que está em jogo é a sobrevivência do clã. Se Dilma vencer, Sarney conseguirá manter uma parte do antigo poder e tentará fazer um governo paralelo para atrapalhar Flávio Dino, criando todo o tipo de obstáculos para impedir que o futuro governador faça a mudança tão necessária.

Ou seja, votar em Dilma, é votar no Sarney.