Conheça a trajetória política de Epitácio Cafeteira…

Epitácio Cafeteira teve longa história política no Maranhão

Nascido em 27 de junho de 1924, na cidade de João Pessoa, na Paraíba, Epitácio Cafeteira veio ainda muito novo para o Maranhão. Foi funcionário do Banco do Brasil, técnico em Contabilidade e iniciou sua carreira política ao eleger-se suplente de deputado federal pelo PR em 1962.

Em 1965, foi eleito prefeito de São Luís pelo MDB, após a imposição do bipartidarismo pelos militares. Perdeu a disputa ao Senado em 1970.

Sua relação com José Sarney oscilou, ao longo dos anos, entre a situação de aliado e a de adversário, sendo que a primeira ruptura aconteceu a partir dos anos de 1970 quando Cafeteira foi eleito deputado federal pelo MDB em 1974 e 1978.

Ao longo da década seguinte, esteve intrigado com o PMDB onde foi reeleito deputado federal em 1982 e, tão logo seu então adversário José Sarney assumiu a presidência da República (1985-1990), reconciliou-se e foi eleito governador do Maranhão em 1986 com um percentual superior a 80% dos votos válidos.

Sua gestão no governo do Maranhão findou com a sua renúncia em 1990 quando já havia deixado o PMDB e se filiado ao PDC, sendo eleito senador. Nesse momento, sua posição com o clã Sarney era a de adversário e sua eleição para a Câmara Alta do país foi facilitada pela decisão de José Sarney em disputar uma vaga pelo recém-criado estado do Amapá.

Extinto o PDC em 1993, Epitácio Cafeteira ingressou no PPR e foi derrotado por Roseana Sarney na disputa pelo governo do Estado no segundo turno das eleições de 1994, sendo novamente vencido pela mesma adversária na disputa pelo Palácio dos Leões no primeiro turno das eleições de 1998 quando já estava filiado ao PPB.

Disputou a eleição para senador em 2002 pelo PDT, ficando em terceiro lugar. Abandonando sua postura de adversário da família Sarney, foi eleito senador após fazer uma aliança com a mesma, sendo filiado ao PTB em 2006 e encerrou seu mandato em 2014 quando decidiu abandonar a carreira política.

Epitácio Cafeteira morreu no fim da tarde do último domingo (13), em Brasília, aos 93 anos de idade. Ele estava internado em sua casa por causa do delicado estado de saúde.