A diretriz é apurar tudo, independente de quem sejam os investigados, diz Dino sobre suspeita de agiotagem na Câmara de São Luís

"A diretriz é investigar", diz Flávio sobre suspeita de agiotagem na Câmara de São Luís

“A diretriz é investigar”, diz governador sobre suspeita de agiotagem na Câmara de São Luís

Durante a coletiva que concedeu à Imprensa nesta segunda-feira (18), o governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), foi indagado sobre as investigações dos casos de agiotagem no Maranhão, entre eles o que envolveria a Câmara Municipal de São Luís, através de vereadores e ex-vereadores. Segundo ele, a determinação é para que tudo seja apurado, independente de quem sejam os suspeitos. “A diretriz é investigar”, disse

Flávio Dino disse que a Polícia, em seu governo, tem independência pra investigar. “A determinação é investigar independente de quem sejas os investigados. Nosso posicionamento é pelo combate à corrupção”, frisou.

No final de semana, uma fonte da Secretaria de Estado da Segurança Pública informou ao blog do jornalista Gilberto Lima que as investigações do esquema de agiotagem envolvendo o Bradesco e a Câmara Municipal de São Luís devem ser retomadas nos próximos dias.

As investigações foram iniciadas no governo passado, mas o caso estagnou. Pelas informações, ainda chegaram a pedir a quebra de sigilo bancário dos envolvidos. Dois inquéritos sobre esse escândalo envolvendo o Poder Legislativo Municipais estão na 7ª Vara Criminal, que é comandada pelo juiz Fernando Luiz Mendes Cruz.

Em um dos inquéritos, figura a ex-gerente do Bradesco Raimunda Célia Moraes da Silva Abreu, que chegou a ter prisão decretada pelo juiz Fernando Cruz. No outro inquérito, a investigação recai sobre a própria Câmara, o Bradesco e alguns vereadores.

Os trabalhos de investigação ficarão a cargo da Superintendência de Combate à Corrupção (Seccor), comandada pelo delegado Roberto Fortes. Uma reunião nos próximos dias deve definir os primeiros passos para a retomada das investigações.

A retomada das investigações faz parte do trabalho de apuração de todos os casos de agiotagem no Estado do Maranhão, que envolvem, ainda, dezenas de prefeitos.