Missa de Sétimo Dia de Humberto Coutinho será no domingo em Caxias…

Humberto Coutinho faleceu no último dia primeiro de janeiro

A Missa de Sétimo Dia do presidente da Assembleia Legislativa do Maranhão, deputado Humberto Coutinho, falecido no último dia primeiro, acontecerá, no próximo dia 07, domingo, às 10h da manhã, no Santuário de São Francisco, localizado a 50 Km de Caxias, na estrada MA-127 Caxias-São João do Sóter.

Em nota, a família de Humberto Coutinho agradeceu a todos pelo acolhimento e, em especial, ao governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB).

Abaixo, o convite e a nota de agradecimento.

 

CONVITE

A Dra. Cleide Coutinho, os filhos George e Geórgia, a nora Juliane, os netos e família convidam a população de Caxias e de toda região para a missa de sétimo dia que se realizará no próximo dia 07/01/2018, domingo, às 10h da manhã, no Santuário de São Francisco, localizado a 50 Km de Caxias, na estrada MA-127 Caxias-São João do Sóter.

Desde já agradece a presença de todos e este ato de fé e piedade cristã!

 

CLEIDE BARROSO COUTINHO

NOTA DE AGRADECIMENTO

A Dra. Cleide Coutinho, os filhos George e Geórgia, a nora Juliane e os netos agradecem, em nome das famílias Barroso e Coutinho, o carinho, a consternação e as lindas homenagens que os caxienses e todos maranhenses da nossa região prestaram ao seu querido marido, pai, irmão, tio, cunhado, empresário, médico e deputado do povo Humberto Coutinho.

Queremos ressaltar o profissionalismo e a dedicação da Política Militar do Maranhão, do Corpo de Bombeiros do Maranhão, A guarda Civil de Caxias, os profissionais do SAMU e os Agentes de Trânsito de Caxias, além da imprensa e todos que fizeram do dia 02/01/2018 um dia histórico que jamais será esquecido.

Agradecemos também a todos os nossos colaboradores, especialmente os funcionários da Casa de Saúde, da Facema, Cefa, da TV Sinal Verde, da Fazenda Santa Clara e todos, que durante décadas, conviveram com nosso amado Humberto.

Queremos agradecer ao nosso querido amigo Flávio Dino, que, mais que governador ,nos honrou com sua amizade, emoção e presença e que proferiu palavras que calaram profundamente em nossos corações. Em nome do Flávio queremos agradecer todos os políticos, correligionários, que estiveram presentes na cerimônia fúnebre e mandaram mensagens de condolências, solidariedade e conforto.

O povo de Caxias e de todo o Maranhão será sempre o povo que Humberto amou e trabalhou a favor. Jamais esqueceremos as manifestações desta última terça-feira.

Temos certeza que, de onde Humberto estiver, estará feliz com as emocionantes demonstrações de carinho do seu povo.

CLEIDE BARROSO COUTINHO

Luto – Humberto Coutinho é sepultado em meio a grande comoção popular…

Aplausos, lágrimas, cânticos, tristeza e grande comoção popular marcaram o sepultamento do deputado Humberto Coutinho, nesta terça-feira (2), na cidade de Caxias (MA). Uma multidão emocionada seguiu o cortejo fúnebre pelas ruas da cidade, até a capela da família, ao lado do Cemitério Olaria.

O sepultamento aconteceu por volta das 13h e foi acompanhado apenas por familiares e amigos mais próximos. Do lado de fora da capela, a multidão emocionada permaneceu durante todo o tempo que durou o ato fúnebre final.

Humberto Coutinho foi sepultado com honras de Chefe de Estado. Presidente do Poder Legislativo Estadual e ex-governador do Maranhão, o corpo do deputado foi conduzido até a capela da família por cadetes do Corpo de Bombeiros e recebeu as honras militares com salva de tiros.

CIDADE PAROU  

O adeus  a Humberto Coutinho parou a cidade de Caxias desde a madrugada, quando o corpo chegou ao ginásio da Faculdade Facema para ser velado. O falecimento aconteceu às 20h40 e de imediato a notícia triste se espalhou por todo o Maranhão.

Caravanas de vários municípios da região se deslocaram para Caxias para que os seus populares participassem da despedida. No ginásio, durante toda a madrugada e parte da manhã, lágrimas, comoção e muita tristeza nos olhares, nos gestos e nas expressões estampadas nos rostos de uma multidão de gente simples que amava o seu líder maior.

Por volta das 11h, teve início o cortejo fúnebre pelas ruas da cidade. Por onde passava, era aplaudido pela multidão, que acenava e mandava palavras de solidariedade à família, externando expressões de amor ao deputado.

Muitos populares nas calçadas, chorando e exibindo cartazes com dizeres que expressavam o carinho e a gratidão pelo “Grandão”, como Humberto era carinhosamente chamado em Caxias e em todo o Maranhão.

Crianças, adultos e idosos, unidos na mesma dor da perda. Em lágrimas, populares entoavam a música “Como é Grande o meu Amor por Você”, de Roberto Carlos, uma das canções que o líder político mais gostava.

O cortejo fúnebre e sepultamento de Humberto Coutinho foi um grandioso e memorável ato público que ficará na história deste estado. Comovente despedida, digna de um grande líder, que com sua simplicidade, força de trabalho e respeito aos mais humildes de Caxias, conquistou o coração de todo o povo do Maranhão.

 

Flávio Dino e Othelino Neto prestam últimas homenagens a Humberto Coutinho

Em Caxias, o presidente em exercício da Assembleia Legislativa, deputado Othelino Neto (PCdoB), falou sobre a lacuna que o presidente Humberto Coutinho deixará na política maranhense. Ao lado do governador Flávio Dino, o parlamentar prestou condolências aos familiares e, em especial, a Dra. Cleide Coutinho, durante o velório que aconteceu na manhã desta terça-feira (2), no Ginásio da Facema, em Caxias.

“É com sentimento de tristeza que estamos aqui na despedida de Humberto Coutinho, que deixa um vácuo muito grande na política do Maranhão. Na sua amada Caxias, em Tuntum, em São Domingos, em Matões, em Parnarama, em cada canto desse estado Humberto estará sempre presente. Que Deus o receba bem e conforte a todos os familiares, amigos e admiradores”, rogou Othelino Neto.

Emocionado, o governador Flávio Dino declarou que jamais pensou em assinar um decreto de luto para Humberto Coutinho, seu grande amigo. Durante a missa de corpo presente, o governador também falou que, pela primeira vez em 11 anos, lamentavelmente não foi recebido por Humberto Coutinho na cidade de Caxias.

“Ele deixa uma lição grande como homem honesto, trabalhador e generoso. Humberto Coutinho sempre deu prova de lealdade profunda. Foi uma perda política muito grande. Cleide Coutinho pode contar comigo. Caxias pode contar comigo. A maior homenagem que a gente pode dar a Humberto Coutinho é uma salva de palmas”, declarou.

Bastante abalada, a Dra. Cleide Coutinho, esposa e companheira de Humberto Coutinho há 50 anos, agradeceu a gentileza e as homenagens de todos que estiveram presentes. “Ainda em São Luís, Humberto Coutinho me disse que seu presente era morrer em Caxias. Foi aí que Flávio Dino deu o avião para trazer. Agradeço a sua gentileza, que fez com que isso acontecesse perto dos amigos e familiares”, completou.

Deputados destacam história de Humberto e se solidarizam com família

O falecimento do presidente Humberto Coutinho causou grande comoção em todo o meio político maranhense, em especial entre os deputados estaduais da Assembleia Legislativa do Maranhão. A forma de condução séria e comprometida foi marca registrada de sua gestão ao longo dos três últimos anos e reconhecida através de várias mensagens dos parlamentares.

O deputado Levi Pontes destacou a amizade com o presidente. “É com profundo pesar que recebi essa triste notícia. É uma perda muito grande para a política e para todo o Maranhão. Dr. Humberto não era apenas um colega parlamentar, mas meu amigo de profissão na qual guardarei todas as boas lembranças de um homem íntegro, honesto e batalhador. Sem dúvida alguma, um homem que muito fez pelo Maranhão”, lamentou Dr. Levi Pontes.

Igualmente reconhecendo o valor da amizade, o deputado Stenio Rezende ressaltou a luta do presidente. “Amigo de todas as horas, um homem íntegro que lutou bravamente e conduziu nossa Casa de forma brilhante, deixando seu legado de contribuição no Legislativo Estadual e no Maranhão. Perda irreparável e insubstituível deste que foi uma das maiores lideranças políticas do Maranhão”, disse.

PERDA

Roberto Costa afirmou que esta será uma perda irreparável para todo o estado. “Sem dúvidas, esta será uma perda irreparável para os familiares, amigos, assim como para os caxienses e maranhenses de um modo geral. Neste momento de tristeza, me uno em oração à sua família, na pessoa da Dra Cleide Coutinho, e expresso as minhas mais sinceras condolências”, expressou.

A deputada Andrea Murad disse que o Dr Humberto Coutinho foi uma grande referência enquanto ser humano. “Humberto nos deixou um importante legado de vida política, de homem dedicado à família, à vida pública e aos maranhenses. Pra mim, uma grande referência de ser humano. Ficará a saudade e a lembrança da atenção, do seu respeito, inclusive pela minha atuação como líder da oposição na AL, da consideração que sempre teve comigo. Sem dúvida, retornarei às atividades na Assembleia com muita tristeza. Jamais esquecerei do seu carinho e dos momentos que tive ao lado dele”, afirmou.

O deputado Vinicius Louro declarou estar triste com a perda. “Muito triste em receber essa notícia. Sempre eu ouvia falar de Dr. Humberto Coutinho, como um grande político, um homem de palavra, um homem íntegro, um homem fiel, um grande médico, um grande administrador e tantas outras qualidades. Guardo boas recordações, de poder ter conhecido e convivido com Dr. Humberto mais de perto, poder conhecer suas qualidades e seu caráter”, declarou.

HISTÓRIA

O deputado Edivaldo Holanda enfatizou a trajetória de vida que tiveram juntos. “Humberto se tornou um querido amigo em minha trajetória de vida. Escreveu uma bonita história na política maranhense, baseando-se na dignidade, valores e princípios em todos os seus esforços. É uma perda inestimável para todos nós que tivemos a oportunidade de conviver com essa pessoa tão especial”, disse.

Max Barros declarou que o presidente Humberto deixou um legado importante para o Maranhão. ”Coutinho deixa um legado histórico e político importante para o Maranhão. Médico de profissão, Humberto também foi deputado estadual por cinco mandatos e prefeito da cidade de Caxias. Prestamos nossas condolências à família, aos amigos e admiradores enlutados, assim como nossa homenagem de reconhecimento pelo trabalho desenvolvido em prol do nosso estado”, afirmou.

CONDOLÊNCIAS

O deputado Cabo Campos expressou publicamente o sentimento de pesar. ”Venho publicamente expressar o meu profundo sentimento de pesar e prestar condolências à família do presidente da Assembleia Legislativa do Estado do Maranhão, deputado Humberto Coutinho (PDT), em decorrência do seu falecimento”, afirmou.

Wellington do Curso destacou a luta de Humberto. “Recebemos a notícia de falecimento do Presidente da Assembleia Legislativa do Maranhão, deputado Humberto Coutinho. Um homem que há tempos lutou bravamente contra o câncer e que, infelizmente, agora deixa um grande vazio nos corações de seus familiares. Foi exemplo de força na luta contra o câncer. Externo aqui meus sentimentos e peço a Deus que console a esposa, filhos, parentes e amigos do deputado Humberto. Que Deus o receba de braços abertos e o coloque em um bom lugar”, externou Wellington.

A deputada Francisca Primo também se solidarizou com a família. “É com muita tristeza e pesar que recebemos a notícia do falecimento do amigo Dr. Humberto Coutinho grande político com quem tive a honra de trabalhar e compor a diretoria da augusta casa de leis do nosso estado. Deixo as minhas mais sinceras condolências, a minha amiga Dra. Cleide Coutinho, os seus filhos George e Georgia, como também a sua nora Juliane, irmãos, irmãs, familiares, amigos, correligionários e a toda população Maranhense, rogando a Deus conforto e força para superarem a inestimável perda deste grande homem honrado e de espírito público”, disse.

Comoção e tristeza em Caxias – População chora a perda de um grande líder…

Populares lamentam a grande perda e se desordem de Dr Humberto

Comoção e tristeza tomaram conta da população de Caxias com a morte do presidente da Assembleia Legislativa do Estado do Maranhão, deputado Humberto Coutinho, 71 anos, ocorrida na noite desta segunda-feira (1º de janeiro), em sua residência, na cidade de Caxias. Ele estava no seu quinto mandato e fazia tratamento contra o câncer, há quatro anos.

Logo que ficaram sabendo da morte de Humberto Coutinho, as pessoas se dirigiram até a porta da residência onde ocorreu o óbito. Em um primeiro momento, o velório do presidente acontece com a presença dos familiares. Elas falaram da grande liderança política, do amigo generoso, da seriedade, da competência e, principalmente, da falta que o presidente Humberto Coutinho fará ao Maranhão, em especial, ao município de Caxias e demais cidades onde ele sempre manteve contato, levando ações que as beneficiava.

“Ele foi um guerreiro; foi um homem que sempre trabalhou pelo bem da nossa cidade. Sou eternamente grata por tudo que ele fez por nós. Vou sentir muita falta dele, ele era meu amigo”, disse a aposentada Maria das Neves Araújo, 68 anos.

“Eu pedi muito a Deus que trouxesse a saúde para o Dr. Humberto. Ele foi uma pessoa boa que estava sempre disposto a ajudar. Perdemos um grande guerreiro, mas tenho certeza que ele está ao lado do nosso Deus”, acentuou a enfermeira Maria Ducarmo.

Ana Lúcia, 35 anos, dona de casa, também falou da falta que o Dr. Humberto fará. “Eu ainda não consigo acreditar que o nosso maior líder e amigo morreu. Todos vão sentir muita falta dele. Fiz corrente de oração pedindo que ele se recuperasse, mas Deus o levou. Sei que está em um bom lugar. Vou me apegar a isso para superar essa grande perda”.

“É uma perda muito grande. Desde que me entendo, ouço falar em Dr. Humberto; a minha família acompanhou desde muito tempo toda a trajetória dele. Ele foi um médico, político e empresário de muita competência”, a declaração é do vigilante Oscar Correia de Sousa Filho, de Caxias.

“Perdemos a nossa grande referência, grande amigo, companheiro, sério e que se preocupava com o bem do povo de Caxias. Que Deus o coloque em um bom lugar e dê o conforto à sua família natural e família de coração, que somos nós, os filhos de Caxias”, disse a professora Maria da Conceição Araújo.

“Eu não sei nem explicar o eu estou sentindo. Eu o conheço há muitos anos, desde quando ele era jovem. Ele foi um bom homem tanto para Caxias como para outras cidades . Foi ele que trouxe uma boa educação, um bom hospital. Quando ele foi prefeito  o pagamento dos funcionários era em dia. Não teve um prefeito em Caxias como ele. Eu devo a minha aposentadoria a ele. Também me deu um lugar pra colocar minha banca de café”, afirmou  Maria Luíza  Silva, de 84 anos.

Cleide Maria da Silva é zeladora e disse que está muito abalada com a morte de Humberto Coutinho.  “Foi ele que me deu o meu primeiro emprego, onde estou até hoje.  Eu sou muito grata a ele”, disse ela.

“Ele foi um grande líder não só em Caxias, como para todo o Maranhão. Sem dúvida é uma grande perda pra todos nós. Só temos a lamentar a sua morte. Foi um grande líder. Ele deixa uma grande lacuna; vai ter que nascer alguém à altura do dr. Humberto”, disse José Henrique. Aldenora Braga, funcionária pública, também disse que a morte do dr. Humberto deixa uma grande lacuna. “É uma grande perda. Ele era um homem de palavra, amigo e de respeito”.

Homem extraordinário

O deputado federal Rubem Pereira Júnior (PCdoB), amigo pessoal da família, falou da falta que o presidente fará.  “É muito triste o que aconteceu; Humberto foi um homem extraordinário; foi um grande líder prefeito. Ele foi determinante para a vitória do nosso grupo político; Ele foi um grande empreendedor. Foi um homem que prezou muito pela sua cidade. Deus permitiu que ele ficasse até o último segundo com a sua família. É com muita tristeza que recebi a notícia da sua morte. Todas as homenagens que fizermos a ele, serão poucas pelo grande homem que ele representou”.

Nota – Humberto Coutinho está em Caxias para tratamento de saúde…

A nota informa ainda que, logo após liberação médica, o presidente Humberto Coutinho retornará a receber todos os amigos com a mesma receptividade de sempre

O presidente da Assembleia Legislativa do Maranhão, deputado estadual Humberto Coutinho (PDT), encontra-se em Caxias para dar continuidade  a um tratamento de um quadro infeccioso. Por determinação médica, segundo nota emitida pela esposa do parlamentar, Cleide Coutinho, as visitas estarão restritas à família.

A nota informa ainda que, logo após liberação médica, o presidente Humberto Coutinho retornará a receber todos os amigos com a mesma receptividade de sempre.

COMUNICADO 

Dra. Cleide Coutinho e familiares, em respeito à população de Caxias e do Maranhão, informam que Dr. Humberto Coutinho encontra-se em Caxias para dar continuidade ao tratamento de um quadro infeccioso e, por determinação da equipe médica, as visitas estarão restritas aos familiares.

Informam, ainda, que logo que haja liberação da equipe médica, Dr. Humberto retornará a receber todos os seus amigos com a mesma receptividade.

Caxias, 13 de novembro de 2017

Governo do Estado anuncia instalação do IML de Caxias solicitado por Humberto Coutinho

O Governo do Estado anunciou um importante benefício para Caxias: a instalação de uma unidade do Instituto Médico Legal (IML) no município. A conquista é fruto de um empenho do presidente da Assembleia, deputado Humberto Coutinho (PSB), junto ao governador Flávio Dino (PCdoB).

O IML irá funcionar no prédio anexo aos cursos de Medicina e Enfermagem da Universidade Estadual do Maranhão (UEMA) e põe fim a uma antiga reclamação dos cidadãos caxienses.

Atualmente a Delegacia Regional de Polícia Civil encaminhava as demandas para o município de Timon, o que acaba gerando custos para quem necessitava. Dentro dos serviços que serão oferecidos, a instalação de um IML em Caxias irá facilitar o acesso a perícias, exames de corpo de delito, necropsia e laudos cadavéricos.

De acordo com Dr. Humberto, o processo seletivo simplificado para a contratação de pessoal já foi aberto e, em pouco tempo, o serviço deverá estar funcionando.

Deputado Humberto Coutinho viabiliza primeira Escola de Tempo Integral de Caxias

 

Humberto Coutinho, presidente da Assembleia Legislativa do Maranhão.

Por solicitação do presidente da Assembleia Legislativa do Estado do Maranhão, deputado Humberto Coutinho (PDT), ao governador Flávio Dino (PCdoB), a Escola Aluísio Azevedo será transformada, a partir do próximo ano, na primeira Escola de Tempo Integral de Caxias.

Além de agradecer ao governador Flávio Dino, que sempre muito atuante autorizou a mudança, o presidente da Assembleia destacou o empenho do secretário de Educação, Felipe Camarão, em viabilizar essa transformação.

A escola passará por uma reforma para oferecer uma melhor estrutura para os estudantes que ficarão na unidade durante dois turnos, entrando pela manhã e saindo pela tarde. Além das aulas regulares, eles terão direito a todas as refeições, como lanches e almoço.

A diretora da Unidade Regional de Ensino (URE), Marciane Bezerra, declarou estar feliz com mais essa conquista e também ressaltou que essa mudança se consagra como um marco para a Educação de Caxias.

Flávio Dino atende apelo de Humberto Coutinho e passará R$ 675 mil mensais a maternidade de Caxias…

Governador Flávio Dino reuniu-se com o prefeito Fábio Gentil

Após se reunir com o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Humberto Coutinho (PDT), de quem recebeu apelo para ajudar a maternidade Carmosina Coutinho, o governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), recebeu, nesta quarta-feira (5), o prefeito de Caxias, Fábio Gentil, para comunicar que a Secretaria Estadual de Saúde – SES, repassará, mensalmente, R$ 675 mil para o pagamento dos profissionais médicos que trabalham naquela unidade de saúde.

Desde janeiro, a Maternidade Carmosina Coutinho tem enfrentado grande dificuldade para manter os serviços médicos que atendem toda a região dos cocais. Sensível ao problema, o presidente da Assembleia, que implantou aquela unidade hospitalar em 2009, tem se reunido com o prefeito de Caxias e o secretário estadual de Saúde, Carlos Lula, e encontraram uma solução que praticamente equaciona o problema. A parte da folha de pagamento dos médicos ficará aos encargos da Secretaria de Saúde e o custeio de manutenção ficará a cargo da prefeitura. Será dividida entre os dois entes federativos a responsabilidade pela manutenção da maternidade.

Na reunião de ontem, Flávio Dino e Humberto Coutinho bateram o martelo na solução negociada e hoje o acordo foi comunicado ao prefeito de Caxias.

“A partir de agora, espero que os problemas deixem de existir, porque o Governo do Estado passará a responder por 50% das despesas da Maternidade, cabendo à prefeitura a outra parte. O acordo desafogará o caixa municipal, que terá mais recursos para investir nos serviços, medicamentos e bem estar das parturientes que procurarem a unidade hospitalar”, enfatizou Humberto Coutinho.

“Estou muito contente com a solução encontrada pelo deputado Humberto Coutinho, que é médico e profundo conhecedor dos problemas da saúde, especialmente da maternidade Carmosina Coutinho, que construiu e manteve em funcionamento durante a sua gestão na Prefeitura. Espero que a partir de agora, o prefeito Fábio Gentil tenha as condições necessárias para manter o serviço em alto nível como sempre existiu na administração Humberto Coutinho”, disse o governador Flávio Dino.

O repasse dos recursos do Estado à maternidade começam imediatamente após protocolos que estão sendo assinados entre a Secretaria Estadual de Saúde e a Prefeitura de Caxias.

Cadê a transparência? Fábio Gentil tenta camuflar verdades sobre os recursos da Saúde em Caxias

se o prefeito Fábio Gentil dá tanto valor à Saúde de seus munícipes a ponto de acusar o governo de cortes, por que a destinação de recursos para a pasta municipal é tão insignificante?

Dados do Portal da Transparência da Prefeitura de Caxias dão conta de que o investimento em saúde feito pela gestão municipal, entre janeiro e junho deste ano, foi de R$ 3.753.822, 58. Este é o valor sinalizado como pago pelo município em 2017. Em contrapartida, o governo do Maranhão investe R$ 3,9 milhões lá todo mês. O Ministério da Saúde repassa aos cofres municipais quase R$ 5,4 milhões mensalmente.

Aí, duas perguntas: é falta de investimento ou falta de transparência da Prefeitura? E se o prefeito Fábio Gentil dá tanto valor à Saúde de seus munícipes a ponto de acusar o governo de cortes, por que a destinação de recursos para a pasta municipal é tão insignificante?

O investimento de todo o primeiro semestre de 2017 feito pela Prefeitura de Caxias na saúde pública do município, conforme registrado no Portal da Transparência, é inferior ao valor repassado a cada mês pelo governo.

Os recursos repassados ao município mantêm exames mais complexos, como ressonâncias magnéticas, tomografias e até serviço de hemodiálise.

Além disso, o Hospital Macrorregional de Caxias tem recebido de portas abertas os caxienses que não encontram amparo nas unidades do município, com a responsabilidade de quem zela pela saúde das pessoas e não se prende a imbróglios e disputas políticas. Parece que dessa lição o prefeito Fábio Gentil passou de largo.

Já o investimento SUS serviria ao município para garantir serviços de suas unidades, seus centros de saúde e Hospital Geral de Caxias. Para isso, são quase R$ 3,8 milhões. Unidades que não têm tido condições de suportar a demanda básica da população.
E tem mais. Fábio Gentil recusa uma economia de até R$ 1,5 milhão mensais, que viria da proposta estadual de gerenciar a Maternidade Carmosina Coutinho, um dos equipamentos de saúde mais dispendiosos de Caxias.

Na resposta formal que encaminhou ao gabinete da Secretaria de Saúde, Gentil não fez jus ao sobrenome e denominou a proposta de “mero capricho político”. Aos caxienses, cabe a reflexão: quem é que realmente trata as questões com capricho político? Quem quer resolver os problemas e apresenta soluções ou quem, além de não resolver, emperra o serviço, deixando o prejuízo final alcançar a saúde da população?!

Prefeito de Caxias recusa ajuda do governo e penaliza população

Fábio Gentil sacrifica a população por questões políticas

O prefeito do município de Caxias, Fábio Gentil, recusou a ajuda oferecida pelo governo do Estado, que se dispôs a assumir, integralmente, a administração da Maternidade Carmosina Coutinho. A decisão, sem qualquer explicação do prefeito, prejudica milhares de moradores da região dos Cocais, que necessitam de atendimento.

A proposta do governo à Prefeitura de Caxias foi encaminhada, via ofício, pelo secretário de Estado da Saúde, Carlos Lula, no dia 1º de junho de 2017, após uma conversa em que o prefeito Fábio Gentil informou ao secretário Carlos Lula que os custos com a manutenção da Maternidade Carmosina Coutinho, aproximadamente de R$ 1,5 milhão, são muito altos para a Prefeitura.

“O prefeito me disse que estava precisando de ajuda e que o maior gasto hoje da Prefeitura é com a Maternidade Carmosina Coutinho. Sensibilizado com a situação, o Governo do Estado se ofereceu para assumir a administração da maternidade, assumindo todos os custos”, explicou Lula.

No dia 7 de junho, o prefeito Fábio Gentil encaminhou ofício ao secretário, recusando a proposta do governo, sem apresentar qualquer fundamentação. Na avaliação de Carlos Lula, não há razão alguma para que o prefeito tenha agido desta maneira, e que a motivação foi meramente política. “Não houve preocupação do prefeito com a população”, afirmou.

No ofício encaminhado ao prefeito de Caxias, o governo ainda se dispôs a aceitar uma contraproposta da Prefeitura para assumir todo o custeio da maternidade, desde que a administração do hospital passasse a ser de responsabilidade do Estado. Mesmo assim, o prefeito não aceitou.

“Infelizmente, só temos a lamentar a postura do prefeito Fábio Gentil, pois a Maternidade Carmosina Coutinho foi construída com recursos do Governo do Estado e alguém que diz que precisa de dinheiro não pode recusar ajuda do governo de quase um milhão e meio. A Prefeitura poderia muito bem utilizar estes recursos em outras áreas do município”, afirmou Carlos Lula.

Além da população de Caxias, boa parte das pessoas que recebem atendimento na Maternidade Carmosina Coutinho é oriunda de outros municípios, o que reafirma a intenção do Governo do Estado de custear totalmente os gastos com a unidade hospitalar, desde que a Prefeitura transfira a gestão para a responsabilidade total do Estado.

INVESTIMENTOS

Em 2016, o Governo do Estado destinou R$ 9 milhões à Maternidade Carmosina Coutinho, como parte de uma ação realizada em vários municípios para o enfrentamento da mortalidade materna. Com este recurso, pago em seis parcelas, foi possível reestruturar toda unidade hospitalar, dotando a maternidade com novos e modernos equipamentos que se encontram à disposição de toda a população.

O governo do Estado investe quase R$ 5 milhões por mês na saúde do município de Caxias, os quais são destinados ao Hospital Macrorregional, ao Hemomar e unidades credenciadas.

Nos próximos 90 dias, o governo do Estado vai inaugurar um prédio do IML no município em Caxias e o serviço de oncologia no Hospital Macrorregional do município. O atendimento seguirá os mesmos padrões do Hospital do Câncer de São Luís.