Flávio Dino reduziu índices de criminalidade no Maranhão, garante levantamento do G1

Trabalho de monitoramento no Centro de Detenção de Pedrinhas

Segundo levantamento nacional feito pelo G1, o governo Flávio Dino cumpriu o compromisso de reduzir rapidamente os índices de criminalidade. A queda dos homicídios na Grande São Luís, por exemplo, foi de 40% em 2017 na comparação com 2014. Entre as propostas que ajudaram nessa redução estava a criação do Pacto pela Vida.

Segundo a pesquisa, Flávio Dino já cumpriu ou está cumprindo 92% dos compromissos de campanha. Isso o coloca como governador mais eficiente em todo o Brasil. Ele também aparece no topo de uma lista com governadores, prefeitos de capital, presidente da República e ex-governantes. São 60 políticos no total. (Veja aqui: http://especiais.g1.globo.com/maranhao/2015/as-promessas-de-dino/#!/3-anos)

O portal do Grupo Globo lembra que Flávio havia se comprometido a implantar o Programa Pacto Pela Vida para “estabelecer um novo modelo de governança da segurança pública no estado”.

“Trata-se de política pública transversal e integrada, construída de forma pactuada com a sociedade, em articulação permanente com o Poder Judiciário, o Ministério Público, a Defensoria Pública, a Assembleia Legislativa, os municípios e a União”, dizia a proposta.

“O programa foi implantado”, diz o G1. A Lei do Pacto pela Vida foi aprovada pela Assembleia Legislativa, sancionada e publicada. “O Gabinete de Gestão Integrada (que faz parte do Pacto), uma das exigências da lei, está em funcionamento há mais de um ano, segundo o governo”, acrescenta o portal.

Além disso, o Maranhão tem hoje o maior efetivo policial da história do Estado, com mais de 12 mil profissionais.

Presos de Pedrinhas estão sendo monitorados por vídeo

Equipes monitoram presos no Centro de Detenção de Pedrinhas

Equipes monitoram presos no Centro de Detenção de Pedrinhas

Os presos do Centro de Detenção Provisória (CDP) de Pedrinhas, em São Luís,  estão sendo monitorados, em tempo integral, nos pavilhões, pátio para visitas, banhos de sol e nos terrenos de capina e de coleta de lixo. Foi instalado, agora no governo Flávio Dino, um serviço de videomonitoramento.

As câmeras foram instaladas em pontos estratégicos e garantem a vigilância interna e na área externa do presídio. O sistema, operado por quatro funcionários, capta imagens por meio de 28 câmaras de alta resolução com alcance de até mil metros de distância e perímetro de 360°.

Segundo o superintendente de Estabelecimentos Penais da Sejap, Gustavo Moreira, antes, quando era detectado um suspeito, os operadores usavam telefone para acionar a segurança em Pedrinhas. “”Agora, ganhamos tempo e mais agilidade””, disse.

O Estado dispõe de 220 câmeras nas unidades prisionais do Maranhão, sendo 150 em presídios da Região Metropolitana de São Luís. Destas, 110 estão no complexo de Pedrinhas