Convenção de Flávio Dino marca o início de uma nova história para o Maranhão

A Coligação Todos Pelo Maranhão reúne 15 legendas: PCdoB, PDT, PP, PPS, PROS, PSB, PT, PTB, PR, PRB, DEM, PEN, PTC, Solidariedade e PPL

A convenção é o momento em que os partidos escolhem os candidatos que vão disputar a eleição. O evento no MultiCenter Sebrae, em São Luís, reuniu milhares de pessoas, entre filiados a partidos políticos e não filiados.

A Coligação Todos Pelo Maranhão reúne 15 legendas: PCdoB, PDT, PP, PPS, PROS, PSB, PT, PTB, PR, PRB, DEM, PEN, PTC, Solidariedade e PPL.

“É a maior convenção da história do Maranhão”, disse Flávio Dino. Durante o discurso, ele fez um balanço de algumas ações realizadas pela atual gestão.

“Aqui no Maranhão estamos fazendo a nossa parte. Governo perfeito só o de Deus, o nosso Governo não é perfeito, mas quero dizer que fiz neste período tudo o que eu podia fazer”, afirmou, lembrando os efeitos da crise econômica nacional sobre todo o país.

A Coligação Todos Pelo Maranhão reúne 15 legendas: PCdoB, PDT, PP, PPS, PROS, PSB, PT, PTB, PR, PRB, DEM, PEN, PTC, Solidariedade e PPL

Ele listou programas como o Escola Digna, o Mais Asfalto, o Cheque Minha Casa, o Mais IDH e tantos outros.

“Fizemos neste período tudo o que podíamos. Fizemos o máximo, e por isso todos os Estados do Brasil respeitam o Maranhão, porque sabem que estamos na direção certa”.

O vice-governador Carlos Brandão disse que se trata de um “governo que governa para o povo. Flávio Dino é extremamente preparado, competente, capaz e dedicado. E teve a competência de escolher uma equipe extremamente competente para o governo”.

Os candidatos ao Senado também ressaltaram o novo momento vivido pelo Maranhão a partir de 2015.

A Coligação Todos Pelo Maranhão reúne 15 legendas: PCdoB, PDT, PP, PPS, PROS, PSB, PT, PTB, PR, PRB, DEM, PEN, PTC, Solidariedade e PPL

“É um momento de muita responsabilidade política. O povo deu a oportunidade ao grupo liderado pelo Flávio Dino de fazer as verdadeiras mudanças”, disse Weverton.

“O governador deu voz à juventude no interior do Maranhão, à juventude da periferia. E nunca mais vão conseguir calar a nossa voz. Todos esses partidos que estão aqui são do time da vitória”, afirmou Eliziane.

Segundo ela, “saímos do momento da história do Maranhão quando apenas uma família de poderosos controlava esse estado. Eles precisam entender que nossas famílias não vão ser mais comandadas. Estamos vivendo um novo momento do Maranhão”.

Weverton acrescentou que todos fazem parte “de uma chapa vitoriosa liderada por um homem que teve a coragem de procurar na escuridão e encontrar a luz para essas crianças pobres que não tinham acesso à escola, através do programa Escola Digna. Que teve a coragem de abrir hospitais enquanto os outros Estados fechavam”, acrescentou.

Zé Inácio defende aliança com o PCdoB e apoio a Lula durante Encontro do PT do Maranhão

O Encontro do PT do Maranhão definiu aliança com o PCdoB no Estado com a ampla maioria dos votos dos delegados participantes.

Durante Encontro do PT do Maranhão, que ocorreu na sexta-feira (27), na Assembleia Legislativa do Estado, o deputado estadual Zé Inácio (PT) reafirmou a sua posição em defesa da aliança do PT com o PCdoB no Maranhão e à reeleição do governador Flávio Dino, na certeza de que tal posicionamento do partido representa um gesto nacional para que o PCdoB feche aliança com o Partido dos Trabalhadores e apoie a candidatura de Lula à Presidência.

Para o parlamentar, “o PT tomou uma importante decisão ao reafirmar o apoio do partido ao PCdoB e à reeleição de Flávio Dino. Sendo um importante gesto para o PCdoB em nível nacional, que pode compor com o PT e apoiar Lula como candidato a presidente, formando uma ampla aliança nacional entre esses e outros partidos do campo democrático-popular”, disse.

O Encontro do PT do Maranhão definiu aliança com o PCdoB no Estado com a ampla maioria dos votos dos delegados participantes.

Convenção vai oficializar Flávio Dino candidato à reeleição neste sábado (28)

Neste sábado (28) será realizada a convenção partidária Todos Pelo Maranhão, quando será confirmada a chapa majoritária do governador Flávio Dino, pré-candidato à reeleição. O ato contará com a participação de diversas lideranças de 15 partidos: PCdoB, PDT, PP, PPS, PROS, PSB, PT, PTB, PR, PRB, DEM, PEN, PTC, Solidariedade e PPL, que compõem a base aliada de Flávio Dino.

Flávio Dino ressaltou que a convenção Todos Pelo Maranhão é o momento em que sua coligação vai “conversar sobre o nosso Programa de Governo para o período 2019-2022. O nosso vice-governador Carlos Brandão também vai participar. Todos convidados”.

O presidente do diretório estadual do PCdoB no Maranhão, Márcio Jerry, também falou sobre a realização da convenção. “Será a coalizão de 15 partidos políticos, movimentos sociais e o povo do Maranhão para que em outubro possamos reconduzir o melhor governador do Maranhão, que é o governador Flávio Dino”, pontuou Jerry, que é também pré-candidato a deputado federal.

Para a presidente da União Brasileira de Mulheres no Maranhão (UBM-MA), Thays Campos, a convenção é o momento da celebração de um governo que mostrou que é possível fazer uma gestão pública diferente, priorizando os mais necessitados.

“Não temos dúvida da grande festa e encontro do governante com a sua militância. Temos a certeza que o povo do Maranhão vai continuar a sorrir e vai continuar sendo rei e rainha da sua própria vida”, analisou Thays Campos.

O encontro será realizado na data em que é comemorado um marco histórico para Maranhão. No dia 28 de julho de 1823, o estado aderiu oficialmente à independência do Brasil. A convenção de Flávio Dino, portanto, tem o simbolismo de romper de vez os laços com o passado e não permitir que a elite que mandou e desmandou no Maranhão volte a ter os privilégios de antigamente.

Partidos da base do governador Flávio Dino definem chapas proporcionais para a Assembleia Legislativa e Câmara dos Deputados

Quem participou da reunião afirmou que houve muito diálogo na construção das chapas que prometem eleger o maior número de deputados para a Assembleia Legislativa e para o Congresso Federal

Os 15 partidos que fazem parte da base de apoio do governador Flávio Dino (PCdoB) chegam à convenção coletiva com as chapas proporcionais montadas. Elas foram definidas na quinta-feira (26) com um clima muito bom entre os presidentes das siglas. Quem participou da reunião afirmou que houve muito diálogo na construção das chapas que prometem eleger o maior número de deputados para a Assembleia Legislativa e para o Congresso Federal.

As chapas para a Assembleia Legislativa foram definidas da seguinte forma:
Chapa 1: PCdoB, PDT, DEM, PSB, PP, PR, PRB, PTC
Chapa 2: PEN, PTB, PROS, PPS, PPL
Chapa 3: PT
Chapa 4: SD

As chapas para a Câmara dos Deputados foram definidas assim:
Chapa 1: PCdoB, PRB, PTB, PSB, PEN, SD, DEM, PROS, PTC, PPL e PPS
Chapa 2: PR, PDT e PP
Chapa 3: PT

Maura Jorge adia convenção na luta por novas adesões

Maura aguarda a decisão do PMN para realizar sua convenção e fechar a composição de chapa majoritária

A ex-prefeita de Lago da Pedra, pré-candidata ao Governo do Estado, Maura Jorge (PSL), adiou em cima da hora a convenção do seu partido. A mudança se deu pelos últimos esforços dela em convencer siglas indecisas a aderirem ao seu projeto.

A convenção do PSL será no Espaço Renascença, no dia 05 de agosto, último dia do prazo do Tribunal Superior Eleitoral, às 15h.

Outro motivo da mudança foi a realização da convenção do PMN, que será realizada dia 03 de agosto. Maura aguarda a decisão do PMN para realizar sua convenção e fechar a composição de chapa majoritária.

PMN de Eduardo Braide marca sua convenção estadual

O deputado Eduardo Braide vinha sendo cotado como um dos nomes para a disputa ao Governo do Estado, possibilidade que pode ser oficializada ou não no dia da convenção

O Partido da Mobilização Nacional (PMN) marcou para o dia 3 de agosto, no Auditório Fernando Falcão, na Assembleia Legislativa do Maranhão, sua convenção estadual de 2018.

Presidido pelo deputado estadual, Eduardo Braide, o PMN vai deliberar sobre coligações com outros partidos para as eleições majoritárias e proporcionais de 2018. E sobre candidaturas a governador, senador, deputados federais e estaduais.

O deputado Eduardo Braide vinha sendo cotado como um dos nomes para a disputa ao Governo do Estado, possibilidade que pode ser oficializada ou não no dia da convenção.

Um possível apoio do PMN à pré-candidata Maura Jorge (PSL) é ventilado nos bastidores.

Veja quem já são os candidatos a presidente definidos nas convenções partidárias

s convenções têm de ser realizadas até 5 de agosto, e o prazo para pedir o registro das candidaturas na Justiça Eleitoral encerra-se em 15 de agosto. Fotos: Reuters e AFP

No primeiro fim de semana de convenções nacionais, os partidos políticos confirmaram cinco candidatos a presidente da República: Ciro Gomes (PDT), Guilherme Boulos (PSOL), Jair Bolsonaro (PSL), Paulo Rabello de Castro (PSC) e Vera Lúcia (PSTU). As convenções têm de ser realizadas até 5 de agosto, e o prazo para pedir o registro das candidaturas na Justiça Eleitoral encerra-se em 15 de agosto.

A lei eleitoral permite, a partir da homologação das convenções, a formalização de contratos para instalação física e virtual dos comitês dos candidatos e dos partidos. O pagamento de despesas, porém, só pode ser feito após a obtenção do CNPJ do candidato e a abertura de conta bancária específica para movimentação financeira de campanha e emissão de recibos eleitorais.

Segundo o calendário das eleições de 2018, a partir de quarta-feira (25), a Justiça Eleitoral poderá encaminhar à Secretaria da Receita Federal os pedidos para inscrição de candidatos no CNPJ. A partir dessa data, os partidos políticos e os candidatos devem enviar à Justiça Eleitoral, para divulgação na internet, os dados de arrecadação para financiamento da campanha eleitoral, observado o prazo de 72 horas após o recebimento dos recursos.

Nas convenções nacionais, o PSL, o PDT e o PSC não escolheram os candidatos a vice. Caberá à direção nacional do PDT articular as alianças para o primeiro turno das eleições e o vice de Ciro Gomes. O PSC vai buscar um vice que agregue apoios, mas o candidato demonstrou disposição de ter uma mulher na sua chapa. No PSL, o nome forte para compor a chapa de Bolsonaro é o da advogada Janaina Paschoal, que participou da convenção ao lado do candidato a presidente.

O PSOL formou uma chapa puro sangue: Sônia Guajajara será a candidata a vice de Boulos. O partido, no entanto, disputará as eleições de outubro coligado com o PCB, que realizou convenção na última sexta-feira e aprovou a aliança. O PSTU optou por não fazer coligações. O vice de Vera Lúcia será Hertz Dias.

O PMN e o Avante realizaram ontem convenções nacionais e decidiram não lançar candidatos a Presidência da República. Na convenção, o Avante decidiu dar prioridade à eleição de deputados federais: terá uma chapa com cerca de 80 nomes e pretende eleger pelo menos cinco. O Avante não definiu se apoiará algum candidato a presidente no primeiro turno. O PMN decidiu dar apoio a nenhuma chapa nas eleições presidenciais.

No próximo sábado (28), devem reunir-se SD, PTB, PV, PSD e DC.

Saiba todas as informações das convenções partidárias no Maranhão

No Maranhão, todos os seis pré-candidatos a governador, já estão com suas datas definidas

Os partidos políticos já estão organizando os preparativos de suas convenções para oficializar as candidaturas ao Governo do Estado, ao Senado Federal,
à Câmara dos Deputados e à Assembleia Legislativa. No Maranhão, todos os seis pré-candidatos a governador, já estão com suas datas definidas. Veja todos os detalhes das convenções partidárias estaduais:

Ramon Zapata – 26 de julho
O candidato do PSTU será o primeiro a realizar convenção e oficializar seu nome na disputa. Além de Ramon Zapata para o Governo do Estado, o PSTU também lançará os nomes do dirigente sindical Saulo Arcangeli e da rapper Preta Lú para o Senado. A Convenção acontecerá no auditório do Curso de História da UEMA, na Rua da Estrela, 329, no Centro Histórico de São Luís, às 19h.

Flávio Dino – 28 de julho
O PCdoB e mais 14 partidos que fazem parte da base de apoio do governo Flávio Dino farão uma convenção coletiva no próximo sábado, dia 28, no Centro de Centro de Convenções Pedro Neiva de Santana, no Cohafuma, a partir das 8h30. Também serão homologadas as candidaturas de Carlos Brandão (PRB) para vice-governador e de Weveton Rocha (PDT) e Eliziane Gama (PPS) para o Senado Federal.

Maura Jorge – 28 de julho
A aliada de Jair Bolsonaro no Maranhão também fará sua convenção no próximo sábado (28). O evento será no Espaço Renascença, a partir das 15h. Até o momento, somente o nome de Samuel de Itapecuru promete ser lançado para a disputa ao Senado. Maura Jorge ainda não definiu quem será seu vice. A oficialização do apoio do PRTB e do Podemos é aguardado para que aconteça no evento.

Roseana Sarney – 29 de julho
A ex-governadora Roseana Sarney (MDB) fará sua convenção no dia seguinte, no Espaço Renascença, a partir das 9h. Na convenção será anunciado o nome que vai concorrer com Roseana na vaga de vice-governador. Além da homologação dos candidatos ao Senado Federal Sarney Filho (PV) e Edison Lobão (MDB). Até o momento prometem estar na coligação de Roseana o MDB, PV, PSD, PMB e PRP.

Odívio Neto – 2 de agosto
O PSOL vai oficializar a candidatura do engenheiro Odívio Neto no dia 2 de agosto, em São Luís. O partido vai firmar coligação com o PCB e lançarão os nomes de Saulo Pinto Silva e Igor Bruno para o Senado Federal.

Roberto Rocha – 4 de agosto
O senador Roberto Rocha será o último a homologar seu nome na disputa pelo Governo do Estado. O PSDB fará sua convenção no dia 04 de agosto, na Batuque Brasil, no bairro da Cohama, a partir das 9h. Além de Roberto, o PSDB promete oficializar os nomes de José Reinaldo e Alexandre Almeida para o Senado. Roberto Rocha espera contar com o apoio do PSC na sua chapa e caberá ao partido indicar o nome do candidato a vice-governador.

 

Leia mais: Dilma é surpreendida por recado em seu prato, em restaurante

Leia mais: Bolsonaro causa nova polêmica ao fazer criança simular uso de arma de fogo

Gleisi Hoffmann confirma a Augusto Lobato convenção conjunta do PT com o PCdoB

A decisão foi informada pela própria presidente nacional ao presidente Augusto Lobato

A presidente nacional do PT, senadora Gleisi Hoffmann, deferiu a solicitação do presidente estadual do PT no Maranhão, Augusto Lobato, e confirmou encontro Estadual do PT para o dia 27 e convenção para o dia 28, na mesma data da convenção do PCdoB. A decisão foi informada pela própria presidente nacional ao presidente Augusto Lobato.

Confira carta do presidente do PT do MA a presidente nacional Gleisi:

Do: Presidente Estadual do Partido dos Trabalhadores do Maranhão

Para: Presidenta Nacional do Partido dos Trabalhadores

Presidenta Gleisi Hoffmann, em virtude da resolução que adia a data de alguns encontros estaduais do PT, entre eles o Maranhão, gostaria que fosse reconsiderada pela Executiva Nacional, a situação do Maranhão. Queremos manter nossa convenção para o dia 28 de julho. Imagino que inclusão do nosso estado foi um engano.

Lembro que conforme a orientação da instância nacional, que definiu que o nosso encontro de tática seria no período 27 a 29 de julho, marcamos, a partir da decisão da executiva estadual, para 27 de julho, o encontro de tática. E a nossa convenção será no dia 28, visto que a convenção do PCdoB e, dos demais partidos aliados, também será nesta data.

Considerando que o prazo para registro das atas das convenções partidárias é de até 24h após a realização das mesmas, torna-se inviável a realização da convenção do PT no dia 02 de agosto.

Se fosse mantida a data do dia 02 de agosto, estaríamos fora da coligação com o PCdoB.

Sendo assim, consideramos prudente pela orientação anterior de realização do encontro pelo calendário já definido.

Augusto Lobato Presidente Estadual do PT/MA

 

Leia mais: Flávio Dino entregou 154 novas ambulâncias, contra 50 de Roseana Sarney

Leia mais: Bolsonaro sofre duas baixas em menos de uma semana