Prefeito Edivaldo nomeia mais 143 aprovados no concurso para a Secretaria Municipal de Educação

Prefeito Edivaldo nomeia mais 143 aprovados no concurso para a Secretaria Municipal de Educação

O prefeito Edivaldo assinou, esta semana, mais 143 decretos de nomeação relativos ao concurso da Secretaria Municipal de Educação (Semed). Deste total, 125 são professores e os outros 18 são profissionais das áreas de Assistência Social, Cuidador Escolar e Monitor de Transporte Escolar, que vão atuar na rede municipal garantido mais qualidade ao ensino público da capital. A ação reforça o quadro de servidores municipais da Prefeitura de São Luís, que segue realizando concursos públicos e contemplando áreas importantes para a população.

“Estamos ampliamos o quadro de servidores e garantindo mais qualidade ao ensino na rede municipal, uma das prioridades da nossa gestão. Os avanços que temos conquistado vão desde a requalificação de mais de 120 unidades e climatização de cerca de 800 salas de aula, até a modernização da gestão escolar e a qualificação dos professores. São ações em todas as frentes para proporcionar à comunidade escolar um ambiente cada vez mais adequado de aprendizagem”, destacou o prefeito.

Na contramão do cenário de crise nacional, a gestão do prefeito Edivaldo consolida uma forte política de incremento do efetivo e de valorização dos servidores. A iniciativa reflete na melhoria dos serviços ofertados à população e na garantia de novas oportunidades de trabalho em um momento em que há retração da oferta de emprego em todo o país. Os decretos de nomeação serão publicados no Diário Oficial do Município.

Para o secretário de Educação, Moacir Feitosa, a gestão do prefeito Edivaldo comprova, mais uma vez, o compromisso com a educação. “Este concurso, que reflete positivamente para que tenhamos um ensino cada vez mais qualificado, é um marco na educação municipal”, destaca o secretário municipal de Educação (Semed), Moacir Feitosa.

O concurso para a rede municipal de educação foi realizado ano passado, oferecendo 822 vagas nos níveis médio e superior, mais cadastro de reserva. Entre os já empossados estão professores, monitores de transporte escolar, nutricionistas e cuidadores escolares, contemplando, pela primeira vez, a Educação Especial. Com os novos nomeados, já são 564 convocados do concurso da educação desde 2017.

Mais Oportunidades

O mais recente concurso em andamento é o da Secretaria Municipal de Fazenda (Semfaz), que visa preencher vagas na função de Auditor Fiscal de Tributos. São 10 vagas e cadastro de reserva, com remuneração inicial de mais de R$ 10 mil. Com a decisão firme, o prefeito Edivaldo garante a abertura de novas oportunidades de trabalho e movimenta a economia, neste momento de forte retração do mercado. As provas ocorreram no dia 29 de julho, em São Luís. O último concurso para esta área havia sido realizado há quase 30 anos.

O fortalecimento da gestão municipal está intimamente ligado à valorização do servidor público, por isso, a realização de concursos públicos tem sido uma prioridade na administração do prefeito Edivaldo, avalia a secretária municipal de Administração (Semad), Mittyz Rodrigues. “Considerando os cinco certames realizados até o momento, vislumbramos benefícios e avanços, tanto no quadro de pessoal, quanto nos serviços de áreas fundamentais como Educação, Assistência Social, Fazenda, Procuradoria e Controladoria”, pontua a gestora.

Entre os órgãos atendidos pela realização de concursos estão Procuradoria Geral do Município (PGM), Controladoria Geral do Município (CGM), Secretaria Municipal de Educação (Semed), Secretaria Municipal da Criança e Assistência Social (Semcas) e Secretaria Municipal da Fazenda (Semfaz), este dois últimos em andamento, totalizando 914 vagas oferecidas por meio de edital e a convocação de 615 candidatos aprovados em concursos até julho de 2018.

“O pagamento do salário em dia valoriza o servidor e movimenta a economia”, diz prefeito Edivaldo

A regularidade do pagamento faz parte da política de valorização do servidor, desenvolvida desde o início da gestão

Mantendo o compromisso com os servidores municipais, mais um vez o prefeito Edivaldo antecipa o pagamento do salário para esta quarta-feira (1°), que estava previsto para o dia 4 de agosto. Com o cumprimento rigoroso do pagamento da folha, nos últimos sete meses o pagamento foi antecipado seis vezes. A regularidade faz parte da política de valorização do servidor, colocada em prática desde o início da gestão do prefeito Edivaldo, em 2013, e comprova o respeito ao trabalho desempenhado pelos profissionais.

Com a antecipação do vencimento, entre 29 de junho e 1º de agosto, os servidores municipais receberam três entradas de proventos: o pagamento do mês de junho no dia 29, a antecipação da primeira parcela do 13°, em 20 de julho, e o pagamento do mês de julho, neste primeiro de agosto. São quase R$ 230 milhões injetados na economia.

“É nosso compromisso de gestão manter o pagamento do salário em dia. Com planejamento e responsabilidade mantemos a regularidade, honrando o trabalho desempenhado pelos servidores. O pagamento do salário em dia valoriza o servidor e movimenta a econômica”, destaca o prefeito Edivaldo.

Apesar da situação de crise, em que muitas prefeituras não têm conseguido manter os vencimentos do funcionalismo em dias, em São Luís, a gestão cumpre ou até antecipa os salários. A regularidade é fruto do planejamento financeiro da gestão, fazendo com que a capital maranhense seja uma das poucas no país a manter em dia o pagamento dos servidores municipais. E ainda, antecipando as datas previstas para o exercício de 2018, de acordo com o Decreto nº 50.181 de 31 de janeiro de 2018.

Para o titular da Secretaria Municipal da Fazenda (Semfaz), Delcio Rodrigues, o pagamento em dia do funcionalismo municipal é uma das prioridades da atual gestão. “O que temos feito em São Luís é algo que está muito distante da realidade de grandes capitais brasileiras como o Rio de Janeiro. A organização e o planejamento financeiro da nossa gestão são constantes e tem dado resultados muito positivos”, garantiu o secretário.

A gestão do prefeito Edivaldo tem realizado investimentos em todas as áreas, refletindo na organização financeira e na consolidação dos pagamentos dos servidores. Todos os meses são mais de R$ 90 milhões injetados na economia da capital.

Mais Informações

Os servidores municipais podem ter acesso às informações dos seus vencimentos em todos os terminais de autoatendimento do Banco do Brasil e efetuar o saque do seu benefício. Outras informações relativas ao seu contracheque também podem ser obtidas acessando a opção Outros Serviços, escolhendo a opção Contracheque BB e, depois, informando o número da matrícula e o mês desejado do documento.

Além dos terminais do Banco do Brasil, a informação dos vencimentos também pode ser acessada através do site da Prefeitura de São Luís (www.saoluis.ma.gov.br), no Portal do Servidor, no menu esquerdo da home, informando a matrícula e a senha.

Prefeito Edivaldo entrega chaves de imóveis e mais 448 famílias realizam o sonho da casa própria

O Residencial Piancó III e IV estão localizados na região do Itaqui-Bacanga. As unidades têm seis ambientes, sendo sala, dois quartos, banheiro, cozinha e área de serviço

Nesta quinta-feira (19) foram entregues unidades habitacionais dos residenciais Piancó III e IV; já são cerca de 15 mil imóveis entregues e 55 mil pessoas beneficiadas por meio do programa “Minha Casa, Minha Vida”.

Mais 448 famílias de São Luís receberam nesta quinta-feira (19) imóveis do “Minha Casa, Minha Vida” e realizaram o sonho da casa própria. O prefeito Edivaldo entregou as unidades habitacionais dos residenciais Piancó III e IV, na região Itaqui-Bacanga, que se juntam aos cerca de 15 mil imóveis entregues, beneficiando 55 mil pessoas em São Luís.

Leia mais: Prefeitura prossegue com as atividades do Programa Férias Culturais com “Passeio Serenata”

“A entrega desses imóveis traz mais qualidade de vida para 448 famílias e contribui para reduzir o déficit habitacional em São Luís. Sabemos o quão importante é ter um lar para viver dignamente e, por isso, a nossa gestão tem empreendido grande esforço para garantir que cada vez mais pessoas sejam beneficiadas pelo ‘Minha Casa, Minha Vida’. Poder olhar essa felicidade no rosto das pessoas ao terem o grande sonho da casa própria realizado é motivo de grande alegria para nós”, afirmou o prefeito Edivaldo, que estava acompanhado da primeira-dama Camila Holanda, do vice-prefeito Julio Pinheiro, do secretário municipal de Urbanismo e Habitação (Semurh), Mádison Leonardo e representantes do Banco do Brasil.

Uma das beneficiadas é Balbina Martins Ribeiro, a dona Lêda, que fez questão de levar sua netinha, Anne Karen, de 8 anos, para celebrar a conquista. “É difícil encontrar as palavras para definir o sentimento de felicidade e gratidão que eu sinto agora”, afirmou ela.

O Residencial Piancó III e IV estão localizados na região do Itaqui-Bacanga. As unidades têm seis ambientes, sendo sala, dois quartos, banheiro, cozinha e área de serviço

Assim como dona Balbina, milhares de famílias estão realizando o sonho da casa própria, uma das prioridades da gestão municipal, de acordo com o vice-prefeito Julio Pinheiro. “Desenvolver a política habitacional é importante para que essas famílias tenham uma moradia digna, e o ‘Minha Casa, Minha Vida’ proporciona para essas pessoas a construção de um novo futuro a partir da realização desse sonho”, disse.

A casa própria representa vida nova para o casal de noivos Karla Beatriz, de 29 anos, e Bruno Gomes, de 30. Eles aguardavam ansiosos pelo recebimento da chave do apartamento onde agora vão morar.

Leia mais: Centro de São Luís recebe maior volume de obras de requalificação dos últimos 30 anos

Agora, sim, já podemos marcar a data do casamento. Só estávamos aguardando a entrega das chaves para casarmos. Estamos muito felizes e já fazendo planos para ter nosso primeiro filho”, disse Karla, sob o olhar de cumplicidade do futuro marido.

Também exultante ao receber a chave de sua nova moradia, o técnico em radiologia Ribamar Moraes, de 41 anos, três filhos, relatou a felicidade do tão esperado momento. “Sentimento de liberdade é o que sinto nesse momento. Poder me livrar do aluguel e passar a pagar pelo que é realmente meu é algo com o que eu sempre sonhei. Agora é só comemoração e esperar o momento de fazer a mudança”, frisou ele.

Centro de São Luís recebe maior volume de obras de requalificação dos últimos 30 anos

Os serviços, executados pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) em parceria com a Prefeitura de São Luís, contemplam as Praças Pantheon, Deodoro, as alamedas Silva Maia e Gomes de Castro, além da reforma da Rua Grande e da Praça Dom Pedro II e o seu entorno

O prefeito Edivaldo, a presidente do Iphan, Kátia Bogéa, e o superintendente do instituto no Maranhão, Maurício Itapary, acompanharam de perto neste sábado (14) o andamento dos serviços de requalificação do Centro de São Luís. Considerado um dos maiores investimentos de revitalização realizados na região nos últimos 30 anos, o trabalho na área segue avançando dentro do cronograma previsto. A obra tem como reflexo a preservação de importantes espaços que referenciam a capital como Patrimônio da Humanidade.

Os serviços, executados pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) em parceria com a Prefeitura de São Luís, contemplam as Praças Pantheon, Deodoro, as alamedas Silva Maia e Gomes de Castro, além da reforma da Rua Grande e da Praça Dom Pedro II e o seu entorno. São mais de R$ 50 milhões em investimentos somando o conjunto de serviços em andamento e as obras já entregues.

Leia mais: Sites e redes sociais do Governo do Maranhão ficam suspensos até o final do período eleitoral

Durante a vistoria, o prefeito Edivaldo destacou a grandiosidade do trabalho que está sendo feito na região. “O Centro Histórico de São Luís tem recebido atenção especial da nossa gestão, e essa obra de requalificação urbanística do Iphan, realizada com apoio da Prefeitura de São Luís, é um exemplo. Aqui estão sendo reformados símbolos da cidade, a exemplo das praças Deodoro, Pantheon, as alamedas Gomes de Castro e Silva Maia, a Rua Grande e a Praça Pedro II. Em breve, vamos iniciar também a reforma do Largo do Carmo, em mais uma parceria com o Iphan. Em trinta anos, esse é o maior investimento feito na recuperação do patrimônio histórico de São Luís. É uma obra muito importante para impulsionar a economia no maior centro de comércio da capital e para impulsionar o turismo na cidade. Grande legado do Iphan e da Prefeitura para São Luís”, enfatizou, o prefeito Edivaldo que esteve acompanhado da primeira-dama Camila Holanda e do vice-prefeito, Júlio Pinheiro e de secretários municipais.

“São Luís é reconhecida como patrimônio mundial pela Unesco, e nossa responsabilidade como órgão de preservação é muito grande e não medimos esforços para que esse patrimônio público fosse revitalizado”, reiterou a presidente do Iphan nacional, Kátia Bogéa. A intenção da obra é restituir o espaço urbanístico à cidade, em conjunto com o maior complexo comercial, que é a Rua Grande. “São obras estruturantes para melhorar as condições do Centro Histórico”, reafirma Kátia Bogéa.

Leia mais: Prefeitura de São Luís antecipa primeira parcela do 13º salário para dia 20

O superintendente do Iphan-MA, Maurício Itapary, aponta o simbolismo da parceria na obra de requalificação do Centro e entorno. “Essa parceria Iphan e Prefeitura é extremamente proveitosa para a cidade e para a população. As obras seguem o cronograma esperado e, sem dúvidas, são de grande importância para a preservação do patrimônio histórico de São Luís. É um projeto extremamente importante para a recuperação do Centro Histórico e externo meu agradecimento à parceria da Prefeitura de São Luís”, destaca.

A obra de requalificação urbanística da Rua Grande vai promover a recuperação das redes subterrâneas de eletricidade; drenagem profunda e esgotamento sanitário

A região do Centro é importante pelo que representa para a história da cidade e por compreender o maior centro comercial de São Luís. As áreas estão ganhando novo reordenamento do espaço urbano, contemplando pedestres e possibilitando maior interação social. São diversas ações de urbanismo e arquitetura com fins a revitalizar e recuperar todo o trecho.

A obra de Requalificação Urbanística no Complexo Deodoro contempla a realização de ações de drenagem e de tratamento sanitário, colocação de novos calçamentos, mobiliários e iluminação, fiação subterrânea, dutos de passagem de fibra ótica, banheiros públicos, sinalização, acessibilidade total, entre outros serviços. A área já conta com um conjunto de caramanchões – espaço de vivência que vai contar ainda com bancos e servirá para sombreamento – obra segue com a construção de muro de arrimo no entorno, polimento e lapidação do piso, instalação de mobiliário urbano e pavimentação da pista de rolagem com piso intertravado.

Leia mais: TJ-MA promove mais uma edição do Balcão de Renegociação de Dívidas

A obra de requalificação urbanística da Rua Grande vai promover a recuperação das redes subterrâneas de eletricidade; drenagem profunda e esgotamento sanitário; novo conjunto de postes metálicos com iluminação de led; fiação elétrica subterrânea retirando das fachadas dos imóveis; pavimentação de toda a rua com piso de granito nas laterais, blocos intertravado no piso central e marcação de calçada, mantendo nivelamento e contemplando acessibilidade.

No projeto de reforma e restauração da Praça Dom Pedro II e seu entorno, incluindo a Avenida Pedro II e a Praça da Mãe d’Água, estão contemplados serviços como a recomposição de toda a pavimentação em pedra portuguesa; iluminação substituída e ampliada com novas instalações; mobiliário urbano e lixeiras; além de projeto paisagístico com preservação das espécies existentes e complementação com outras novas.

A fonte luminosa da Praça da Mãe d’ Água e a escultura, de autoria do maranhense Newton Sá, serão recuperadas com limpeza mecânica e química, desobstrução dos drenos de água, camada de proteção e polimento para preservar o bronze, troca de tubulações, colocação de bancos, iluminação reformulada com tom artístico e projeto paisagístico. A obra está na fase de conclusão do pavimento do perímetro da Avenida Pedro II e parte central da praça onde fica a escultura da Mãe d’Agua.

Prefeitura de São Luís antecipa primeira parcela do 13º salário para dia 20

Na contramão da crise econômica nacional, prefeito Edivaldo antecipa o pagamento da primeira parcela do 13º salário

Mesmo diante de um cenário econômico nacional desfavorável, com queda significativa no repasse de recursos federais do Fundo de Participação dos Municípios (FPM), o prefeito Edivaldo antecipará para o dia 20 de julho o pagamento da primeira parcela do 13º salário. A iniciativa segue na contramão das decisões de capitais como o Rio de Janeiro, sem previsão para efetuar o pagamento.

Conforme o calendário de pagamento do Servidor Municipal para 2018, de acordo com o Decreto nº 50.181 de 31 de janeiro de 2018, o 13º salário estava previsto para 20 dezembro, em parcela única. O valor injetado nas contas movimentará ainda mais a economia da capital neste período de férias.

“O pagamento da primeira parcela do décimo terceiro para o mês de julho está sendo possível porque a Prefeitura de São Luís vem desenvolvendo um trabalho organizado, com a gestão responsável dos recursos públicos. É esse mesmo esforço que tem possibilitado o pagamento em dias dos salários mensais, honrando o nosso compromisso com os servidores”, destaca o prefeito Edivaldo.

Mesmo diante de um cenário econômico nacional desfavorável e da queda nos repasses federais, por determinação do prefeito Edivaldo, vem sendo cumprida a regularidade de pagamentos. A folha de pagamento do funcionalismo municipal é uma das prioridades e está sendo paga em dia, dentro da data estipulada em cronograma ou até antecipando o calendário de pagamentos para o exercício de 2018.

A capital maranhense vem se destacando no cenário nacional em assuntos econômicos. Para o titular da Secretaria Municipal da Fazenda (Semfaz), Delcio Rodrigues, mesmo diante das baixas no repasse da União, a Prefeitura de São Luís tem se organizado para continuar investindo em todas as áreas. “Manter a folha em dia requer um grande esforço diante da forte crise econômica brasileira. A antecipação do pagamento de parte do décimo terceiro demonstra o comprometimento da gestão com os servidores”, enfatizou o secretário.

PLANEJAMENTO MUNICIPAL

Para 2018, a Prefeitura de São Luís preparou o orçamento anual para a cidade, com base em dados como a inflação, porém, o quantitativo repassado pelo governo federal foi bem abaixo do orçado. Para o secretário Delcio Rodrigues, a Prefeitura tem se planejado constantemente para, com a arrecadação própria, suprir a queda nos repasses federais. 

COMPARATIVO

Em um comparativo com outras grandes cidades brasileiras, São Luís é uma das poucas que se mantém efetuando o pagamento em dia dos servidores municipais, chegando até, a antecipar as datas previstas no calendário de vencimentos para o ano de 2018.

Capitais como o Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Porto Alegre e Goiânia, estão atrasando o Pagamento salarial mensal dos seus servidores e não há previsão de pagamento da primeira parcela do 13° salário. Dentre as capitais brasileiras que estão efetuando o pagamento em dia da 1ª parcela do 13° salário do funcionalismo municipal, estão São Luís, Belém e Salvador.

São Luís é a terceira cidade do Nordeste que mais se desenvolveu

O grande volume de obras na cidade também estimula direta e indiretamente vários setores da capital, além de melhorar diariamente a vida do cidadão

Reflexo dos investimentos do prefeito Edivaldo Holanda Junior (PDT), São Luís figura como a terceira capital do Nordeste que mais se desenvolveu em 2016, segundo dado divulgado pela Federação das Indústrias do Rio de Janeiro (Firjan). O estudo toma como referência padrões de desenvolvimento encontrados em países com elevados indicadores socioeconômicos, tendo como base dados da educação, saúde e emprego e renda.

Com o resultado que monitorou os indicadores sociais em 5.471 municípios do país, o prefeito Edivaldo consegue atingir um patamar inédito para a cidade, mesmo enfrentando severa crise nacional. Com trabalho e planejamento da atual administração, a curva de desenvolvimento no município foi retomada e a tendência é que nos próximos levantamentos a cidade aparece em posição de destaque ainda maior.

Os avanços são vistos em todos os setores da cidade. Na Educação, o prefeito reformou e climatizou escolas, realizou concurso público, investiu na capacitação dos professores, reduziu a distorção de quatro para dois calendários, promoveu a queda do índice de analfabetismo, entre outras ações que foram sendo reforçadas e expandidas com o lançamento do programa Educar Mais.

Na Saúde, outro setor analisado pelo estudo da Firjan, a gestão Edivaldo também se destaca com reforço da atenção básica, reforma de unidades de saúde, investimento em equipamentos e capacitação de pessoal, reestruturação do Samu, modernização da Central de Marcação e Consultas (Cemarc), ampliação do atendimento e outras intervenções que estão tirando a Saúde do estado crítico em que se encontrava quando o pedetista assumiu a Prefeitura.

Na Infraestrutura, Edivaldo também conseguiu dar uma guinada na cidade. O grande volume de obras espalhadas por São Luís é visível, indo de intervenções de trânsito para acabar com pontos históricos de engarrafamento até pavimentação das ruas e construção de pontes e rede de drenagem.

Outro marco da gestão Edivaldo que também contribuiu para o bom resultado no estudo foi o pagamento em dia do funcionalismo público, uma injeção na economia da cidade. Com planejamento, medidas de austeridade e criatividade, o prefeito tem conseguido cumprir o calendário, inclusive antecipando em alguns meses as datas previstas para recebimento do salário, tarefa difícil para as cidades quando se vive em um período de crise.

Prefeito Edivaldo vistoria serviços de montagem do Arraial da Maria Aragão

Por meio de um pensamento ecológico, foi eliminado o uso da palha nas barracas, como forma de preservação dos babaçuais

O prefeito Edivaldo vistoriou, na manhã desta quinta-feira (14), os serviços de montagem da estrutura do Arraial da Maria Aragão, que está sendo finalizada para a festa de abertura do São João de São Luís, maior manifestação popular da cultura maranhense, que será aberta nesta sexta-feira (15). O Arraial da Maria Aragão será o palco principal das festas juninas realizadas pela Prefeitura de São Luís, em parceria com o Governo do Estado, como parte das atrações do São João de Todos. O evento acontece até 1º de julho. Os secretários municipais Marlon Botão (Cultura) e Antônio Araújo (Obras e Serviços Públicos) acompanharam o prefeito na vistoria do espaço.

“O espaço foi idealizado para receber com muita alegria milhares de visitantes nos 17 dias de festa. Estamos trabalhando para garantir um local adequado para as diversas apresentações que teremos aqui e para que o público possa aproveitar a festa com conforto e segurança. Além de valorizar nossas tradições, o evento movimenta o turismo e o comércio, gerando mais empregos e renda para a nossa cidade”, destacou o prefeito Edivaldo, durante a vistoria dos serviços.

A montagem do arraial abrange toda área interna da Maria Aragão e terá duas entradas. A primeira, próxima à parada de ônibus que passam próximos à Praça Gonçalves Dias, e a segunda, voltada para Avenida Beira-Mar. Na lateral esquerda da praça ficarão oito restaurantes, com estrutura em madeira sustentável plantada para este fim e telhas ecológicas, cuja durabilidade tem prazo de cinco anos. Na parte central do palco e nas partes frontais serão instalados três telões de led.

Por meio de um pensamento ecológico, foi eliminado o uso da palha nas barracas, como forma de preservação dos babaçuais. A madeira usada é certificada, as peças são pré-moldadas. E todo o material poderá ser reaproveitado. Já os telões de led são uma forma de fazer a transmissão ao vivo de todas as brincadeiras e de o público ter acesso a tudo que está acontecendo na programação.

A estrutura do Arraial da Praça Maria Aragão foi planejada pela Secretaria Municipal de Cultura (Secult) para garantir um espaço adequado para as cerca de 200 apresentações culturais. Os serviços de montagem das 30 barracas reservadas para a venda de produtos do comércio informal e mais oito barracas maiores para a venda de comidas típicas e artesanatos regionais estão recebendo os últimos detalhes para garantir a infraestrutura necessária aos visitantes que participam da festa a partir desta sexta-feira.

Na manhã de quinta-feira (14) os operários ultimavam a montagem do Centro de Atendimento Turístico, da Sala da Imprensa e da Arena do Forró, espaço destinado aos shows específicos de forró pé de serra. “Toda a estrutura foi pensada para que o público possa aproveitar o São João da nossa cidade em um ambiente seguro e acolhedor”, disse o secretário municipal de Cultura, Marlon Botão.

O Arraial da Maria Aragão terá cerca de 10 atrações por noite e quase 200 apresentações programadas para os 17 dias de festa junina. As mais diversas atrações da cultura e do folclore maranhense passarão pelos palcos da praça em programação iniciando a partir das 18h até a 01h.

“Nossa meta é requalificar toda a rede municipal de ensino”, diz Edivaldo durante entrega de escola

Beneficiando crianças da rede municipal de Ensino, o prefeito Edivaldo tem executado um cronograma amplo de reforma e ampliação da rede escolar

O prefeito Edivaldo entregou neste sábado (8) mais uma escola municipal reformada, modernizada e climatizada. A Unidade de Ensino Básico Bernardina Spíndola é mais umas das 120 escolas reformadas e das 50 climatizadas pela Prefeitura de São Luís. Localizada na Rua Celso Magalhães, no Centro, a escola integra o programa ‘Educar Mais’, lançado em junho de 2017 pelo prefeito Edivaldo. O objetivo do programa é qualificar o ensino na rede municipal.

Por meio do programa, a Prefeitura tem executado um cronograma amplo de reforma e ampliação da rede escolar. “A nossa meta é requalificar todas as unidades de ensino da rede até o final do nosso mandato” disse o prefeito durante a entrega da escola completamente reformada e climatizada. “Não tem sido fácil. Há cinco anos e meio administramos em um cenário de crise e queda de receita. Mas, mesmo diante de todas as dificuldades, estamos reestruturando a educação municipal, garantido deste modo que nossas crianças e jovens tenham a oportunidade de um futuro melhor. Já avançamos muito e vamos avançar mais”, completou o prefeito Edivaldo.

O preito destacou ainda a convocação de novos professores como parte das ações da Prefeitura no sentido de garantir mais qualidade na educação municipal. Nesta sexta-feira foram convocados mais 166 candidatos aprovados no último concurso.

Entre os serviços realizados na estrutura interna da unidade de ensino estão a substituição do madeiramento estrutural do telhado, dos forros de pvc, de todo o cabeamento da rede elétrica (luminárias, lâmpadas e ventiladores), além da troca do antigo piso por novo piso industrial, das lousas deterioradas por novos quadros laminados, de toda a rede hidrossanitária (vasos e assentos sanitários, cubas e torneiras) e de portas.

A escola foi também climatizada. “As salas com ar fazem toda a diferença no aprendizado das crianças. Considero a obra realizada mais que modernização, demonstra o compromisso e respeito da gestão com o ensino de qualidade”, disse a diretora da escola, Silvia Ferreira Fontinhas. Segundo avalia a diretora, a melhoria da estrutura da escola vai refletir diretamente no desenvolvimento e qualidade das atividades pedagógicas.

Além do conjunto de melhorias da estrutura física, a UEB Bernardina Spíndola recebeu novos materiais, mobiliário e equipamentos de informática, como computadores e impressoras. O superintendente da Semed, Carlos Alberto Costa Viégas, representando o secretário Moacir Feitosa, destacou as intervenções realizadas pela prefeitura. “O prefeito Edivaldo tem trabalhado para dar melhor a estrutura física da rede municipal e, com isso, tenhamos mais funcionalidade e capacidade de desenvolvimento integral da educação”, pontuou Carlos Viégas.

A Prefeitura requalificou, ainda, a praça localizada no entorno da escola. O espaço recebeu equipamentos para desenvolvimentos de atividades esportivas, academia livre de ginástica e de convivência social. Foram executados também no local, serviços de melhorias no sistema de drenagem e a iluminação.

Prefeitura de São Luís garante continuidade do Programa de Aquisição de Alimentos em 2018

Prefeito Edivaldo garante continuidade do Programa de Aquisição de Alimentos em 2018

O prefeito Edivaldo garantiu a continuidade das ações do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) em São Luís. A execução da ação em 2018 foi assegurada junto ao Ministério do Desenvolvimento Social (MDS). A cidade de São Luís foi uma entre as sete primeiras do país a garantir o recurso federal. Nesta terça-feira (05) o prefeito se reuniu com os secretários Fátima Ribeiro (Segurança Alimentar), Delcio Rodrigues (Fazenda) e Pablo Rebouças (Governo) para tratar sobre o programa. No próxima segunda-feira (11) a Prefeitura abre inscrições para a agricultores familiares se cadastrarem na terceira fase de execução do programa.

“Diante de um cenário de crise nacional e contingenciamento de recursos financeiros, a garantia da continuidade desse importante programa é reflexo de um trabalho executado com responsabilidade e planejamento. Desde o início da nossa gestão, temos aplicado políticas públicas que promovem o desenvolvimento econômico e social e, consequentemente, a qualidade de vida da população. E nesse contexto está o Programa de Aquisição de Alimentos, por meio do qual temos garantido o acesso a alimentos aos que mais precisam. O PAA é, ainda, uma importante ação de nossa gestão para fomentar a agricultura familiar, gerando emprego e renda no campo”, destacou o prefeito Edivaldo.

O recurso federal foi assegurado mediante prestação de contas referente à execução do programa em 2017. Para garantir o investimento, também são considerados pelo MDS critérios como a adesão do Município ao Sistema Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional (Sisan) e a existência de um Plano Municipal de Segurança Alimentar.

A titular da Secretaria Municipal de Segurança Alimentar (Semsa), Fatima Ribeiro, destaca que a continuidade do programa é um dos reflexos que comprovam o fortalecimento das ações da política de Segurança Alimentar durante a gestão do prefeito Edivaldo. “Fomos aprovados pelo Governo Federal sem restrições. Isso é resultado do trabalho de uma equipe que vem se esforçando para desenvolver as ações na área da Segurança Alimentar. Desde o início da gestão, o prefeito Edivaldo vem se preocupando com quem mais precisa, e o PAA representa bem esse cuidado”, disse a secretária.

As inscrições para os agricultores familiares se cadastrem para participar desta nova etapa do programa podem ser feita de 11 a 28 de junho, das 8h às 12h e das 14h às 18h (de segunda a quinta-feira) e das 8h às 12h (às sextas-feiras). As inscrições serão realizadas na sede da Secretaria Municipal de Segurança Alimentar (Semsa), localizada à Rua Celso Magalhães, 78, Centro.

Para se inscrever, os agricultores interessados devem apresentar documentos pessoais originais e xerox do RG, CPF, comprovante de residência e da Declaração de Aptidão ao Programa Nacional de Agricultura Familiar (Pronaf – DAP) pessoa física. Podem se habilitar agricultores familiares, assentados da reforma agrária, silvicultores, aquicultores, extrativistas, pescadores artesanais, indígenas e integrantes de comunidades remanescentes de quilombos rurais, povos e comunidades tradicionais.

O PAA é uma ação do Governo Federal para colaborar com o enfrentamento da fome e da pobreza no Brasil e, ao mesmo tempo, fortalecer a agricultura familiar. Em São Luís, o programa é desenvolvido pela Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Segurança Alimentar (Semsa), em parceria com Agricultura e Pesca (Semapa) e Assistência Social (Semcas).

Em dois anos de execução do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) em São Luís foram distribuídas cerca de 600 toneladas de alimentos, beneficiando cerca de 74 mil pessoas. O PAA atende cadastrados nos Centros de Referência e Assistência Social (Cras) e Centros Especializados de Referência e Assistência Social (Creas), além de instituições de apoio social como a Casa do Bairro, Centro de Referência Especializado para População em Situação de Rua (Centro Pop), coordenados pela Secretaria Municipal da Criança e Assistência Social (Semcas). Com a distribuição dos produtos, o programa contribui com a redução da insegurança alimentar entre a população em vulnerabilidade social da capital.