Sem prefeito, deputado estadual ou vereador presentes, Roberto Rocha se filia a mil quilômetros do Maranhão

Roberto Rocha, cada vez mais isolado politicamente

Nenhum prefeito, nenhum deputado estadual e nenhum vereador ou sequer um militante tucano. Esse foi o cenário por trás do ato de filiação que marcou o retorno do senador Roberto Rocha ao PSDB, realizado nesta quarta-feira (4), em uma salinha no Congresso Nacional, em Brasília.

Após ser expulso do PSB e voltar ao ninho tucano a contragosto do diretório estadual do partido, o ato de filiação do senador Roberto Rocha ao PSDB contou apenas com a presença do ex-prefeito de Imperatriz, Sebastião Madeira (PSDB), principal articulador da volta do senador a legenda.

Rocha teve que mudar de partido às pressas, já que pretende disputar o governo do Estado em 2018 contra o atual governador Flávio Dino (PCdoB). Apesar de ter sido eleito senador em 2014 escorado na chapa vitoriosa encabeçada por Dino, Rocha rompeu com o comunista e atualmente traça uma cega e incessante perseguição contra o governador.

Em agosto deste ano ele admitiu que se aliou a Dino por mero interesse, ao afirmar em uma rede social que “Flávio Dino não é e nunca foi meu amigo. Disse a ele em 2012 e 2014 que três coisas unem os homens. O sangue, a amizade e o interesse”.

No entanto, enquanto Dino dispara nas últimas projeções, aparecendo em primeiro lugar com 60% das intenções de voto para 2018, conforme atesta Pesquisa Exata/JP, Roberto Rocha vem sendo lembrado mais pelo seu perfil traidor e amarga sofríveis 6%. A má fama de traíra tornou Roberto Rocha impopular até entre os tucanos maranhenses. Talvez isso explique porque o senador teve uma festa tão vazia no seu ato de retorno ao PSDB.

PCdoB filia prefeito de Barra do Corda e Jesiel Araújo em Monção

Filiação de Eric Costa em Barra do Corda

Filiação de Eric Costa em Barra do Corda

Filiação de Jesiel Araújo em Monção

Filiação de Jesiel Araújo em Monção

O final de semana foi de filiações importantes para o PCdoB do Maranhão que se prepara bem para a disputa eleitoral do próximo ano. No sábado (26), o prefeito de Barra do Corda, Eric Costa, assinou ficha de ingresso no partido. No domingo (27), uma grande festa popular marcou a filiação do professor Jesiel Araújo, pre-candidato a prefeito em Monção.

No final de semana, a articulação política definiu  também a filiação do prefeito de Palmeirândia, Nilson Garcia, ao PCdoB que acontece nos próximos dias. Ele disputará a reeleição.

Em Bacabal, um dos maiores redutos eleitorais do Estado, a sigla comanda uma frente aliada  forte com várias lideranças, de onde sairá um pré-candidato a prefeito de consenso.

O secretário estadual de Articulação Política e presidente estadual do PCdoB, jornalista Márcio Jerry, presente nos atos de filiação, disse que o partido está em ritmo crescente em todo o Estado, já foi implantado nos 217 municípios e que tem nomes para disputar prefeituras em mais de 100 cidades maranhenses. No entanto, segundo ele, tudo vai depender da conjuntura política, das alianças, das siglas aliadas e do consenso entre as lideranças em torno dos pré-candidatos.

Base governista forte

De acordo com Márcio Jerry, o partido tem sido procurado por centenas de lideranças no Maranhão. Segundo ele, o foco do partido não é a filiação de prefeitos e, sim, a ampliação e fortalecimento da base governista com a adesão de novas lideranças.  “O foco é a formação de uma grande base governista”, frisou.

Segundo o deputado Othelino Neto (PCdoB), presente nos atos de filiação, novas lideranças são sempre bem-vindas ao PCdoB, desde que compreendam o novo momento por que passa o Maranhão. “O partido vem se fortalecendo a cada dia, a partir da filiação de novas lideranças. São criteriosas adesões que nos possibilitarão apresentar bons pré-candidatos para a disputa que se avizinha”, disse.

Prefeitos de Matinha e de Viana devem se filiar ao PDT…

Beto Pixuta, prefeito de Matinha

Beto Pixuta, prefeito de Matinha

Além do prefeito de São Luís, Edivaldo Holanda Jr, e mais 11 gestores municipais, os prefeitos de Matinha, Beto Pixuta, e de Viana, Chico Gomes, ambos do DEM, estão em negociação avançada para  assinar ficha de filiação no PDT nos próximos dias. Os dois já estariam com os pés dentro do partido, segundo uma fonte do blog.

O PDT do Maranhão vem se fortalecendo bem e  chegará com grande  potencial às próximas eleições municipais. O partido filia, nesta sexta-ferira (28), nada mais, nada menos que o prefeito da maior cidade maranhense, Edivaldo Júnior.  Até outubro deste ano, quando termina o prazo para as trocas partidárias visando ao pleito de 2016, a sigla, sem dúvidas, será uma das mais procuradas para novas filiações, seguindo uma tendência muito boa de crescimento político.

Chico Gomes, prefeito de Viana

Chico Gomes, prefeito de Viana

As eleições passadas evidenciam bem essa tendência de crescimento político em um dos partidos mais históricos do Maranhão, por onde passaram líderes como o ex-governador Jackson Lago e o ex-deputado federal Neiva Moreira.

O partido elegeu três deputados estaduais: Humberto Coutinho ( presidente da Assembleia Legislativa), Valéria Macedo (terceira vice-presidente) e Fábio Macedo. Emplacou também, com a saída de Neto Evangelista (PSDB) para a Secretaria de Desenvolvimento Social, o suplente Rafael Leitoa, aumentando a bancada para quatro parlamentares, igualando-se ao PCdoB do governador Flávio Dino. Frisa-se que são dois membros do partido na mesa diretora do parlamento estadual.

Na Câmara Federal, o PDT do Maranhão conta com o deputado Weverton Rocha. Em São Luís, são três vereadores: Pavão Filho, Barbosa Lages e Ivaldo Rodrigues. No Maranhão, até agora, são oito prefeitos, dezenas de vice-prefeitos, centenas de lideranças.

PCdoB filia Leonardo Sá e Adson Manoel em evento político realizado em Pinheiro

Filiação de Leonardo Sá e de Adson Manoel movimentou a seara política na Baixada Maranhense

filiacao2408

Filiação de Leonardo Sá e de Adson Manoel movimentou a seara política na Baixada Maranhense

filiaçaotres2408

O concorrido evento de filiação do vereador Leonardo Sá, ex-PDT e pré-candidato a prefeito de Pinheiro, e do empresário Adson Manoel, pré-candidato a prefeito de Turiaçu, ao PCdoB, neste final de semana, movimentou a seara política na Baixada Maranhense. Marcaram presença o secretário estadual de Articulação Política, Márcio Jerry, deputados – entre eles Othelino Neto (PCdoB) e Rubens Júnior (PCdoB) – vereadores, pré-candidatos de outros municípios, diversas lideranças, a comunidade e a imprensa.

Em Pinheiro, Leonardo Sá  já conta com o apoio de partidos como  PDT, PSB, PTC, PR, PHS, PTB e mantém diálogo com representantes de outras siglas. Ele agradeceu o convite para a filiação a Othelino Neto (PCdoB) e ao  também presidente estadual do partido, Márcio Jerry, e frisou que a sigla, liderada pelo governador Flávio Dino no Maranhão, foi responsável pela mudança política no Estado. “Vamos também sair em defesa da alternância de poder em Pinheiro”, disse.

O vereador agradeceu ao PDT, partido em que estava filiado, em especial ao deputado federal Weverton Rocha. “Obrigado ao PDT pelo carinho. Muito obrigado ao PCdoB pela recepção. Estamos movidos por um ideal, por uma Pinheiro mais justa”, afirmou.

Segundo Othelino Neto, Leonardo Sá tem o perfil adequado para compor as fileiras do PCdoB, pois é um político moderno e corajoso, que se enquadra nesse histórico projeto de mudança no Maranhão e, particularmente, em Pinheiro.

Para o deputado, Leonardo Sá é uma alternativa viável a dois modelos já testados e que não fizeram bem à cidade. “O atual prefeito Filuca parece ter perdido o gosto pela administração e o ex-prefeito Zé Genésio deixou tristes recordações para o povo de Pinheiro”, disse.

Turiaçu  com Adson Manoel

O PCdoB do Maranhão vem se movimentando, nos bastidores, para definir pré-candidatos a prefeito nas eleições municipais do ano que vem, no Estado, e está dando passos importantes ao convidar lideranças políticas para a disputa.

Em Turiaçu, o empresário Adson Manoel, do grupo político do deputado Othelino, filiado ao PCdoB durante o evento, oferecerá seu nome como pré-candidato do partido à Prefeitura do município. O ingresso na sigla foi definido em  reunião  recente com  Márcio Jerry.

Segundo Othelino Neto, novas lideranças são sempre bem-vindas ao PCdoB, desde que compreendam o novo momento por que passa o Maranhão. “O partido vem se fortalecendo a cada dia, a partir da filiação de novas lideranças. São criteriosas adesões que nos possibilitarão apresentar bons pré-candidatos para a disputa que se avizinha”, disse o deputado.