Filme sobre a Lava Jato fica em segundo lugar na estreia…

Do R7

O filme “Polícia Federal – A lei é para todos”, que conta a história do surgimento da operação Lava Jato, foi o segundo mais visto nos cinemas do Brasil em sua estreia oficial, no feriado de 7 de setembro. O filme está em 683 salas (540 cinemas) e foi visto por cerca de 138 mil pessoas no Dia da Independência. Perdeu para o terror do palhaço de “IT: A Coisa”, que atraiu 310 mil pessoas em 708 salas (547 cinemas).

Embora a estreia tenha ocorrido em um feriado patriótico, foi difícil concorrer com as histórias da semana protagonizadas por Geddel, Joesley, Palocci e Nuzman, o cineminha da vida real.

Ópera Samurai: Mais um longa será gravado no Maranhão

Produção do filme está em São Luís

Produção do filme está em São Luís

Produtores do Rio de Janeiro estão na cidade conhecendo possíveis locações pra o longa “Ópera do Samurai” que será gravado em São Luís. Trata-se de um filme de ação que contará com um elenco com nomes conhecidos, nacionalmente, como Nuno Leal Maia, André Ramires, Polliana Aleixo e outros.

O filme, que está em fase de captação de recursos, está previsto para iniciar sua pré-produção em janeiro e as gravações entre fevereiro e março de 2017.

O filme será dirigido pelo jovem e talentoso cineasta paraense, Pablo Loureiros, que morou nos Estados Unidos para estudar Artes. Em New York chegou a fazer uma exposição e ainda ganhou prêmios em festivais de cinema. De volta ao Brasil, resolveu morar no Rio de Janeiro e rodar seu primeiro longa: o “Portaria 243” que está em fase de finalização e será lançado em 2017.

Entre os atores do elenco estava Roberto Rowntree, ator experiente com mais de dez ano de trabalho na TV Globo, onde atuou nos programas humorísticos Zorra Total com o personagem “Jone Brabo”, Turma do Didi e ainda participou das novelas “Salve Jorge” e “Pé na Cova”.

A parceria deu tão certo que resolveram virar sócios e criaram a  produtora “Animal Filmes” que tem como seu segundo trabalho o longa “Ópera do Samurai”

“Estamos encantados com essa cidade. Desde a primeira vez que estive aqui, tive certeza que seria a cidade perfeita para rodarmos nosso longa”, disse Pablo Loureiros.

O filme está aprovado pela Lei Federal de incentivo à cultura e agora estamos na fase de captação de recursos. “Fizemos uma parceria com uma produtora local, a “real time”,  que é nossa co-produtora nesse projeto”, comentou Roberto Rowntree que, alám de ator, é sócio-produtor da “Animal Filmes”.

Embora o foco, nesse momento, seja o longa “Ópera do Samurai”, já estão previstos outros dois projetos aqui para a cidade de São Luís que serão produzidos pela produtora carioca.

“O maranhão nos recebeu muito bem e já amamos esse Estado. Esperamos estabelecer aqui um trabalho sólido e de parcerias longas”, disse Pablo Loureiros.