Encontro entre Chico Carvalho e Allan Garcês sinaliza trégua no PSL

O encontro realizado entre Chico e Allan deu o tom de entendimento e conciliação interna no PSL

Após algumas desavenças entre suas lideranças, o PSL do Maranhão caminha para finalmente viver dias mais tranquilos. Nesta terça-feira (08), o presidente estadual Francisco Carvalho e o ex-candidato Allan Garcês conversaram em Brasília e sinalizaram uma trégua nas disputas internas da legenda.

“Eu recebi aqui no hotel que estou hospedado em Brasília, Raimundo Filho, Pastor Sampaio e Allan Garcês. Na ocasião, Allan, propôs a unidade do PSL no Maranhão afim de acabar com as especulações de que estaria à margem das decisões partidárias. Essa imagem reflete a integração entre os correligionários que sempre tive como meta dentro do partido há mais de 15 anos. Obrigado pela visita! O PSL está aberto a todos que compartilham do desejo de trabalhar pelo nosso Estado e o nosso país junto ao Presidente Bolsonaro. ”, escreveu Chico Carvalho em suas redes sociais.

Chico Carvalho que está no PSL há 17 anos, tem sete mandatos de vereador por São Luís, deve seguir firme no comando do partido, já que nutre muita simpatia com o presidente nacional do PSL, o deputado federal Luciano Bivar.

Já Allan Garcês é uma das novas lideranças do PSL, foi candidato a deputado federal na última eleição, participou da equipe de transição e agora vai ocupar um cargo de diretor no Ministério da Saúde.

O encontro realizado entre Chico e Allan deu o tom de entendimento e conciliação interna para fortalecer o PSL no estado para os próximos anos.

Eduardo Braide é convidado para se filiar ao PSL

O presidente estadual do PSL no Maranhão, vereador de São Luís, Francisco Carvalho, confirmou, nesta segunda-feira (29), em uma entrevista para a Rádio Difusora FM, que o deputado estadual Eduardo Braide (PMN) foi convidado para se filiar ao PSL, partido do presidente eleito Jair Bolsonaro.

Eduardo Braide foi eleito deputado federal pelo PMN, partido que não passou pela cláusula de barreira. O deputado ainda não confirmou se vai aceitar.

O convite para se filiar ao PSL faz parte de uma estratégia do partido que visa às eleições de 2020.

Eduardo Braide ficou em segundo lugar na disputa para a prefeitura de São Luís em 2016. Nessa última eleição, ele obteve mais de 189 mil votos para a Câmara dos Deputados.
O presidente eleito, Jair Bolsonaro, teve uma expressiva votação em São Luís e conseguiu dá status de partido grande ao PSL, após as eleições.

Briga interna entre Maura Jorge e Chico Carvalho reflete em campanha de Bolsonaro no Maranhão

Vale lembrar que a disputa entre Maura e Chico Carvalho começou desde a pré-campanha

Passadas as eleições regionais onde o resultado não foi um dos melhores para o PSL do Maranhão, as divergências dentro da legenda continuam e refletem no planejamento da campanha do candidato Jair Bolsonaro (PSL), no Estado.

Os atritos envolvendo o presidente da legenda no Maranhão, o vereador de São Luís Francisco Carvalho, e a ex-prefeita de Lago da Pedra, Maura Jorge, continuam e a tropa de farpas ganham todos os dias novos destaques.

Vale lembrar que a disputa entre Maura e Chico Carvalho começou desde a pré-campanha, onde, segundo Maura, as atitudes de Chico Carvalho atrapalharam a construção de uma chapa majoritária competitiva para a disputa ao governo do Estado.

Dessa vez, foi a vez de Francisco Carvalho acusar pessoas ligadas a Maura de estarem compartilhando difamações sobre ele. Segundo o parlamentar, as atitudes serão levadas até a Justiça.

O certo é que, além da disputa presidencial, a briga pelo comando do PSL no Maranhão vai render muitos acontecimentos. Mas os representantes da legenda precisam acertar o mais rápido possível seus discursos, para não atrapalhar as estratégias do candidato no Estado.

Com evento esvaziado, Maura Jorge oficializa seu nome ao Governo do Estado

O PSL também chegou à disputa com brigas internas entre Maura e o presidente da legenda, o vereador Francisco Carvalho

A ex-prefeita de Lago da Pedra, Maura Jorge (PSL), teve seu nome oficializado como candidata ao Governo do Maranhão.

Filiada no mesmo partido do presidenciável Jair Bolsonaro, Maura Jorge chegou à convenção com sua candidatura esvaziada, ao perder o apoio do PHS, PMN, PSDC, Rede e Podemos para o candidato do PSDB, Roberto Rocha.

O tenente-coronel Roberto Filho será o candidato a vice-governador na chapa de Maura Jorge. Para o Senado, o PSL anunciou o nome de Samuel de Itapecuru para a disputa.

O PRTB anunciou apoio a Maura, mas membros do próprio partido protestaram no evento. O pré-candidato a deputado estadual Carioca usou o microfone para tecer duras críticas ao presidente do PRTB, o advogado Márcio Coutinho, e foi motivo de vaias por aliados de Maura Jorge.

O PSL também chegou à disputa com brigas internas entre Maura e o presidente da legenda, o vereador Francisco Carvalho. A perda do apoio de vários partidos se deu pela intransigência do presidente da legenda o que enfraqueceu o nome de Maura Jorge.

Chico Carvalho teve papel fundamental pró-Edivaldo na zona rural

 

Vereador Francisco Carvalho

Vereador Francisco Carvalho

Vereador mais atuante e com fortes bases na zona rural de São Luís, Chico Carvalho (PSL), teve participação fundamental como coordenador da campanha à reeleição de Edivaldo Holanda Junior (PDT) na região da 89a zona eleitoral. Nessa área, o prefeito reeleito teve mais que o dobro de votos do adversário Eduardo Braide (PMN).

A zona rural é reduto eleitoral do vereador Chico Carvalho, região onde ele teve teve nestas eleições a maior votação entre os candidatos a vereador. E o apoio do parlamentar foi fundamental para garantir uma vitória avassaladora do prefeito Edivaldo na zona 89. Tanto que a maior diferença foi registrada na região, terminando 47% a 22%, com 30.662 votos dados ao prefeito reeleito, ante 14.800 votos recebidos por Eduardo.

Proporcionalmente, a votação recebida por Edivaldo na 89° Zona Eleitoral, que abrange Santa Bárbara, Estiva, Quebra Pote, São Cristóvão, Tibiri, Cidade Operária, Itapera, Taçjaçoaba, Rio Grande, Jardim São Cristóvão, Vila Brasil, São Raimundo, Jardim América, Vila Magril, Cajupe, Vila Janaína, Santa Clara, São Bernardo, Vila Cascavel, Cidade Olímpica e Tajipuru, deu ao prefeito eleito mais do que o dobro dos votos do adversário.