Vídeos – Crateras irritam moradores na Avenida Este Interna e unidade 101 da Cidade Operária…

A Cidade Operária é um dos bairros com mais problemas de infraestrutura em São Luís. Os vídeos acima mostram as condições caóticas da rua 17D, na unidade 101, nas proximidades da Unidade de Ensino Básico Dr Jackson Lago, e da avenida Este Interna.

Na rua 17 D, um morador, que pediu para não ser identificado, gravou o vídeo mostrando que os ônibus e carros, que passam pelo local, são obrigados a trafegar pela calçada da escola, arriscando a vida de transeuntes e de estudantes por conta das crateras encobertas de água barrenta. Ele cobra providências da Prefeitura de São Luís para a via, pois quem mora ali tem muita dificuldade de sair de casa.

Nos vídeos seguintes, outro morador mostra as condições da avenida Este Interna, onde os carros e ônibus só faltam virar ao passarem nas crateras, principalmente quando elas se encontram cheias de água barrenta, lama vermelha.

Os moradores se queixam de que a Prefeitura de São Luís não manda uma equipe aos locais para fazer, pelo menos, serviços de manutenção que amenizem a situação caótica.

Na última sexta-feira (19), o prefeito de São Luís, Edivaldo Holanda Júnior (PDT), o Holandinha, reagiu aos comentários correntes de que ele abandonou a cidade. Gravou um vídeo onde diz que “não seria irresponsável de gastar recursos públicos para serviços de infraestrutura nesse período chuvoso”. E negou que tenha sumido da sua própria administração.

Espera-se que, neste próximo período sem chuvas, o prefeito e seu secretário de Obras, Antônio Araújo, mandem serviços, intervenções de infraestrutura duráveis e eficazes à Cidade Operária para amenizar o sofrimento das famílias que moram no bairro, pois esses problemas são antigos, bem anteriores a estes meses chuvosos de agora.

Hoje, toda a Cidade Operária convive com esses problemas de infraestrutura que culminam em buraqueira, alagamentos, etc. Na semana passada, manifestantes interditaram a avenida de acesso ao Socorrão II em protesto pelo descaso da via, também cheia de buracos.

Você também pode fazer vídeos sobre as condições de ruas e avenidas de seu bairro. É só enviar para o e-mail do blog: [email protected] Nós denunciamos aqui. Estamos a disposição das comunidades.

Em vídeo! Holandinha reagiu…

O prefeito de São Luís, Edivaldo Holanda Jr (PDT), também conhecido como Holandinha, reagiu aos comentários correntes de que havia abandonado a administração da cidade e desaparecido dos bairros. Em vídeo gravado e distribuído por seus assessores, nesta sexta-feira (19), ele diz que continua trabalhando e que as intervenções de infraestrutura estão paradas por conta das chuvas.

Segundo Holandinha, qualquer intervenção de infraestrutura ou de “tapa-buraco”, nesse período chuvoso, é desperdício de recursos públicos. Veja o vídeo acima.

Pelo menos, no vídeo, ele reagiu. O povo espera agora a reação na prática.

Leia outros posts sobre o assunto:

Apertem os cintos, Holandinha sumiu…

Apertem os cintos, Holandinha sumiu!

 

Asfalto está cedendo em vários pontos de São Luís e ficando assim mesmo, sem nenhuma providência

Cenário de crateras chega a assustar. Parece filme de terror

População tenta cobrir buracos com pedras e outras coisas

Ruas tomadas de cratera mostram um perfeito estado de abandono

Não se pede desperdiçar dinheiro em período chuvoso, mas é necessário fazer a manutenção, o chamado “tapa-buracos”

Mais de 40 escolas estão de portas fechadas em São Luís com a administração, totalmente, parada

Imagine um avião abandonado pelo piloto em pleno espaço aéreo, cheio de passageiros que passam a ficar apavorados e sem saber o que fazer, ou um navio à deriva. É assim que está São Luís neste momento, ou melhor, nesses cinco meses de gestão do segundo mandato de Edivaldo Holanda Jr (PDT). É duro admitir isso, pois eu votei no prefeito (e não queria me arrepender do feito), assim como milhares de ludovicenses, na ilusão de que ele iria dignificar cada voto. Mas pasmem, senhores! Ele resolveu “tomar um chá de sumiço”, largar a cidade. Apertem os cintos!

Espero, sinceramente, que o prefeito acorde deste sono que parece profundo ou reapareça ao trabalho, saindo de seu esconderijo secreto para retomar o comando do avião, do navio, ou melhor, de São Luís a tempo. Eu ainda creio que ele vá se recuperar desta falha administrativa grave e, quando isso acontecer, também quero fazer o justo registro aqui. Mas, por hora, não poderia me calar diante do estado de abandono em que se encontra São Luís, até por uma questão de respeito aos meus leitores que me enviam, diariamente, fotos de ruas cheias de buracos, crateras, lixo e denúncias relativas à educação, à saúde, ao trânsito, etc, da capital maranhense. Eu sou cobrada por este público.

O “chá de de sumiço” tomado por Edivaldo Holanda Jr o fez esquecer até mesmo de mandar cobrar o Imposto Sobre a Propriedade Predial e Territorial Urbana (IPTU). Isso mesmo! São Luís está deixando de arrecadar um tributo municipal que é utilizado, em regra geral, para a manutenção de ruas e avenidas. Por qual motivo, não se sabe. Irresponsabilidade de quem? Mistério!

Mas o cenário de marasmo não é sentindo apenas na Secretaria Municipal da Fazenda, os demais órgãos municipais também estão estão operando de forma caótica, sem nem mesmo material de expediente, energia elétrica, telefone, etc, em alguns casos. Falta até papel higiênico e água para descarga em determinados setores. Pasmem!

A cidade vive um completo abandono. Buracos, lixo, escolas desabando, alunos sem merenda e sem aulas, falta de remédios e materiais básicos nos hospitais e unidades de saúde, salários de contratados atrasados, calote nas manifestações culturais… E como se já não bastasse, em vez de Wi-Fi, a Prefeitura de São Luís chegou até  a voltar a vender o velho passe escolar. Andou para trás porque estava sem condições nem de resolver o problema da bilhetagem eletrônica.

Pasmem! Passados mais de quatro meses do ano de 2017, 42 escolas públicas municipais da cidade de São Luís ainda nem sequer começaram o novo ano letivo. Irresponsabilidade de quem? Um exemplo disso é a U.E.B Paulo Freire, localizada no bairro da Liberdade.

Tanto em 2012 quanto em 2016, ao se candidatar ao cargo de prefeito, Edivaldo colocou, em seu plano de governo, o compromisso de manter a integralidade do calendário escolar. No entanto, após quatro meses, as aulas sequer começaram este ano.

São Luís está perplexa e a se perguntar aonde está e o que faz o prefeito reeleito Edivaldo Holanda Jr diante de todo esse caos em São Luís. Em relação aos buracos e crateras, é lógico que não dá para fazer obras, pois a chuva prejudica o andamento delas e desperdiça recursos, mas o trivial pode e deve ser feito que é a manutenção com tapa-buracos para garantir trafegabilidade.

Não se vê uma equipe da Secretaria Municipal de Obras (Semosp) nas ruas. Não há uma avenida na cidade que esteja sem  necessidade de intervenção. Mas tudo está, espantosamente, parado como se a capital maranhense não tivesse um prefeito.

Nas redes sociais e em aplicativos como o WhatsApp, o sumiço de Holandinha virou até motivo de piada, de boas gargalhadas, gozação mesmo, e já gerou inúmeros memes. É comentário corrente que a cidade está sem comando, sem piloto, sem capitão, sem eira e nem beira.

Eu vou ser otimista para encerrar este post, acreditando na recuperação do prefeito que, no período eleitoral, eu mesma apostei ser a melhor opção para a cidade. Quero voltar a postar aqui feitos que mostrem que Holandinha acordou do seu sono profundo,  que reapareceu das cinzas para trabalhar…Enquanto isso, vamos observando e, se necessário, vamos continuar criticando esse marasmo que tomou conta de São Luís. Que o prefeito caia na real, se quiser ter um futuro político. Não dá para silenciar diante de tudo isso.

ABRE O OLHO, HOLANDINHA! Moradores protestam no Altos do Calhau…

IMG-20160112-WA0001

Moradores da Estrada Velha do Rio Pimenta, no bairro Altos do Calhau, em São Luís, protestaram, nesta terça-feira (12), contra a buraqueira no local com ateamento de fogo em vários pontos. Eles queriam chamar a atenção da Prefeitura da capital maranhense para a falta de infraestrutura que afeta populares e motoristas que passam por ali.

Esses movimentos vêm acontecendo com frequência em outros bairros de São Luís. Importante que o prefeito de São Luís, Edivaldo Holanda Júnior (PDT), o “Holandinha”, atente mais para isso. Está programada, para os próximos dias, mais uma manifestação no bairro do Cohaserma.

A Prefeitura de São Luís deve ficar mais atenta para esses reclames, pois a população está ciente de que as diversas obras de asfaltamento que vêm acontecendo em avenidas e bairros de São Luís são, na verdade, do programa “Mais Asfalto” do governo Flávio Dino (PCdoB). Abre o olho, Holandinha! Eleições se aproximam.