Maranhão ofertará primeiro curso de vulcanização do país

O curso de vulcanização é o reflexo dos investimentos realizados em educação integral e profissional no estado.

O Instituto Estadual de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão (IEMA), em parceria com a Vale, está implantando o primeiro curso de vulcanização do Brasil, no IEMA do Itaqui-Bacanga. Previsto para iniciar no final do primeiro semestre deste ano, o edital de inscrição para a primeira turma deve ser divulgado até o final de março, no próprio site da instituição.

A grade curricular do curso de vulcanização será de mil horas e está sendo elaborada pela equipe multidisciplinar e educacional do IEMA e por profissionais da Vale. O documento com os módulos será encaminhado ao Ministério da Educação (MEC) e inserido no Catálogo Nacional de Cursos Técnicos do MEC, oficializando a implantação do primeiro curso no país. A divisão e o tema dos módulos serão divulgados no edital. As aulas acontecerão no período noturno.

O primeiro curso de vulcanização é o reflexo dos investimentos realizados em educação integral e profissional no estado, com a expansão dos IEMAs.

Outro curso que está sendo oferecido pelo IEMA Itaqui-Bacanga é o de Portos. A especialidade é resultado da parceria firmada entre o IEMA e a Empresa Maranhense de Administração Portuária (EMAP), e estará ligada à logística portuária. O curso atenderá uma demanda reprimida do setor portuário que está em expansão no Maranhão.

Todos os cursos foram escolhidos de acordo com demandas coletadas nas comunidades em que serão instaladas e visam a qualificação dos estudantes, que além de garantirem colocação nos mercados locais, contribuirão para o desenvolvimento regional de todo o Maranhão.

Governador Flávio Dino anuncia a entrega do Iema de Matões

Após inaugurar as Unidades do Instituto de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão (Iema) das cidades de Santa Inês e da área Itaqui-Bacanga, o governador Flávio Dino (PCdoB) anunciou em suas redes sociais o final das obras da Unidade Plena do Iema de Matões. A previsão é que as obras sejam concluídas até o mês de abril.

De acordo com o governo, o Iema em Matões será entregue com uma estrutura moderna e bem equipada com salas de aula, laboratórios, biblioteca, auditório, quadra poliesportiva e refeitórios para que os alunos façam três refeições nos dias de aula.

O Maranhão vive um novo momento na educação. Com a ampliação dos institutos, o Governo mantém a proposta do IEMA de ofertar educação técnica integral, com infraestrutura, equipamentos e pessoal para o desenvolvimento de cursos técnicos integrados ao Ensino Médio.

Além das nove unidades entregues em São Luís (uma na área do Itaqui-Bacanga e outra no Centro), Axixá, Bacabeira, Pindaré Mirim, Timon, Coroatá, Santa Inês e São José de Ribamar, o Governo planeja, até o final do ano, entregar mais quatro: a unidade de Matões e outras em Brejo, Cururupu e Presidente Dutra.

Flávio Dino inaugura primeiro Iema do Maranhão ao lado de Mercadante…

Criado pelo governador Flávio Dino e inspirado nos Institutos Federais de Educação Tecnológica, a unidade do Iema em São Luís funcionará no Antigo Colégio Marista

Criado pelo governador Flávio Dino e inspirado nos Institutos Federais de Educação Tecnológica, a unidade do Iema em São Luís funcionará no Antigo Colégio Marista

Com aula magna proferida pelo ministro da Educação, Aloizio Mercadante, o governador Flávio Dino inaugurou, na manhã desta segunda-feira (7), a primeira de um total de 23 Unidades Plenas do Instituto Estadual de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão (Iema), voltado para a formação profissional de jovens.

Criado pelo governador Flávio Dino e inspirado nos Institutos Federais de Educação Tecnológica, a unidade do Iema em São Luís funcionará no Antigo Colégio Marista, no Centro da Capital Maranhense. O prédio passou por ampla reforma para ofertar os cursos de Eventos, Informática, Meio Ambiente e Serviços Jurídicos, cada um com 40 vagas. Além da formação profissional o Iema conjuga a formação no Ensino Médio com o diferencial de dedicação em tempo integral.

O governador Flávio Dino destacou a importância dos Iemas. “Significam o início de uma nova fase, um novo modelo na educação maranhense, uma vez que são escolas que juntam duas características muito importantes: são escolas em tempo integral, que possibilitam, simultaneamente, o acesso ao ensino médio e à educação profissional”, pontuou.

Para o ministro da Educação, Aloizio Mercadante, a educação integral é o caminho para formar jovens mais conscientes e qualificados.

O Governo do Maranhão inaugura, ainda esta semana, as unidades de Bacabeira e Pindaré-Mirim. Em Bacabeira, os estudantes terão curso de Mineração, Administração e Logística, no total de 198 vagas. Para a unidade de Pindaré-Mirim serão ofertadas 120 vagas, para os cursos de Recursos Pesqueiros, Agropecuária e Serviços Jurídicos.

SÃO VICENTE FÉRRER – Prefeitura doa terreno pra construção de Iema no Município…

Prefeita de São Vicente Férrer, Maria Raimunda, disse que o Município vai continuar buscando outras parcerias com o governo do Estado

Prefeita de São Vicente Férrer, Maria Raimunda, disse que o Município vai continuar buscando outras parcerias com o governo do Estado

A Prefeitura de São Vicente Férrer, a 275 Km de São Luís, doou um terreno como contrapartida para a construção de uma unidade do Instituto de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão no município, em uma parceria com o governo do Estado. O Iema foi criado no dia 02 de Janeiro de 2015 com o intuito de ampliar a oferta de educação profissional técnica de nível médio no Estado.

A proposta do governo Flávio Dino é implantar o Instituto em 23 municípios até 2018, oferecendo à sociedade estrutura para o ensino, pesquisa e extensão, respeitando as necessidades de cada local. O modelo de ensino integrado se espelha em outros que já estão dando certo em estados como o Ceará e Pernambuco e é embasado na formação integral do trabalhador, prevista na Lei nº 11.741/08 e na resolução 120/2013-CEE.

Segunda a prefeita de São Vicente Férrer, Maria Raimunda, a implantação do Iema em São Vicente Férrer mudará a realidade dos jovens do município que terão oportunidade de se qualificar para o mercado de trabalho. “Investir em Educação significa trazer desenvolvimento para o Município, para o Estado e preparar os nossos jovens para uma futura profissão”, disse.

Parcerias e contenção de gastos

Maria Raimunda afirmou que a atual gestão vai buscar outras parcerias com o governo do Estado para colocar em prática uma série de ações importantes, principalmente, nas áreas de Saúde, Educação, Infraestrutura, etc. De acordo com ela, mesmo com todas as dificuldades financeiras, a administração municipal já investiu em urbanização, reforma de praças, iluminação, merenda escolar, etc.

Na semana passada, a prefeita  anunciou a redução do próprio salário e também dos vencimentos dos secretários municipais. A medida visa cortar gastos e reequilibrar as finanças do Município que, como todo o Brasil Brasil, tenta driblar a crise econômica, que tomou conta do país, e a baixa nos repasses federais que já foram diminuídos em 35%.

Zé Inácio destaca instalação do Iema e pavimentação em Santa Helena

Deputado Zé Inácio

Deputado Zé Inácio

O deputado estadual Zé Inácio (PT) acompanhou o governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), durante visita ao município de Santa Helena, onde foram anunciados investimentos na área da Educação, como a instalação do Instituto Educacional do Maranhão (IEMA).

Santa Helena está entre os 23 municípios que receberão o Iema que será no mesmo formato do instituto federal. “Trata-se de uma demonstração clara do apoio do governo do Estado à gestão honrada do prefeito Lobato, como também à nossa juventude, que terá o IEMA para se formar e se capacitar”, ressaltou o deputado.

Zé Inácio ressaltou, ainda, que o governador selou seu compromisso com o prefeito Lobato e com a população de Santa Helena, anunciando oito quilômetros de pavimentação asfáltica para melhorar as ruas da área urbana do município e também a recuperação da rodovia.