Sebastião Madeira perdeu para Ildon Marques e Davi Alves Júnior em Imperatriz

Fiador da intervenção que tirou o vice-governador Carlos Brandão (PRB) e deu a presidência do PSDB para Roberto Rocha, Sebastião Madeira sentiu o impacto dos seus erros

Os resultados negativos do PSDB no Maranhão não foram só privilégio do atual presidente, o senador Roberto Rocha, quarto colocado na disputa pelo Governo Estado.

O secretário estadual da legenda e ex-prefeito de Imperatriz, Sebastião Madeira, pode ter creditado em seu nome o fracasso da legenda nestas eleições.

Fiador da intervenção que tirou o vice-governador Carlos Brandão (PRB) e deu a presidência do PSDB para Roberto Rocha, Sebastião Madeira sentiu o impacto dos seus erros e terminou a disputa por uma das vagas à Câmara dos Deputados em 27º lugar.

Em Imperatriz, cidade onde já administrou, Sebastião Madeira tirou menos votos que o ex-prefeito Ildon Marques, seu adversário histórico. Madeira também ficou atrás do ex-deputado federal Davi Alves Silva Júnior.

Os candidatos de Sebastião Madeira também não se saíram bem em Imperatriz, a pesar de todo o prestígio de Madeira na cidade. O candidato Geraldo Alckmin ficou em quarto lugar, com apenas 3.646 votos. Roberto Rocha ficou também em quarto lugar com 3.670 votos. Para a disputa no Senado, Alexandre Almeida ficou em quarto lugar e Zé Reinaldo em sétimo lugar.

“A decisão que eu tomar é de minha responsabilidade”, diz Ildon Marques sobre processo de cassação de Cunha

ildon-print

Comentário de Ildon Marques enviado ao blog

ildon-print2

Post que originou o comentário

O candidato a prefeito de Imperatriz e deputado federal, Ildon Marques (PSB), disse, por meio de comentário enviado a este blog no post intitulado “Fufuquinha força Ildon Marques a votar contra a cassação de Eduardo Cunha…” (print acima), que a decisão que tomar na votação do processo de cassação do ex-presidente da Câmara Federal, Eduardo Cunha (PMDB), é de responsabilidade dele mesmo. No entanto, o parlamentar ainda não disse como vai votar na sessão desta segunda-feira (12) para quando é prevista a apreciação.

Nos bastidores políticos, há muitas especulações de que Ildon Marques deve mesmo votar a favor de Eduardo Cunha, acusado de um rosário de crimes de desvio de dinheiro público, investigados, inclusive, na operação “Lava Jato”.

No comentário feito na postagem do blog, Ildon Marques diz que não é pautado, nem tutelado. “Quanto ao deputado André Fufuca (PP), a nossa relação é de respeito.. Ele nunca me abordou com relação ao Eduardo Cunha”, disse.

Segundo Ildon Marques, até mesmo a  licença de Fufuquinha, para sua acensão como deputado, teria sido simples e silenciosa. “Não me pediu nada”, garantiu.

“Estou livre pra tomar qualquer decisão. E a decisão que tomar é de minha responsabilidade. O Fufuca me respeita e eu o respeito”, finalizou Ildon Marques no comentário feito a este blog, conforme print acima.

Fufuquinha força Ildon Marques a votar contra a cassação de Eduardo Cunha…

Ildon Marques

Fufuquinha cobra fatura de Ildon Marques que pode votar a favor de Eduardo Cunha

O presidente estadual do PP, deputado federal André Fufuca, tem pressionado o candidato a prefeito de Imperatriz, Ildon Marques (PSB), a votar contra a cassação do ex-presidente da Câmara Federal, Eduardo Cunha (PMDB).

Conhecido pela ligação paternal com Cunha, Fufuquinha se licenciou do mandato de deputado federal com a intenção de abrir vaga para Ildon e agora tem cobrado a fatura.

De acordo com o levantamento divulgado pelo jornal O Globo, o dono do grupo Liliani ainda não se definiu sobre o tema. Fontes do blog em Imperatriz, no entanto, garantem que ele acatará o comando de Fufuquinha, mesmo sob o risco de sair queimado com seu eleitorado.

A votação definitiva da cassação de Cunha está prevista para segunda-feira (12), às 19h. Ainda segundo o levantamento do Globo, o peemedebista deve ser cassado por mais de 270 votos.

E o Roberto Rocha “rachou” mesmo…

Roberto Rocha está se aproximando de figuras históricas do grupo Sarney

Roberto Rocha está se aproximando de figuras históricas do grupo Sarney

O senador Roberto Rocha (PSB), autointitulado “Asa de Avião”, está, cada vez mais, afastado do grupo Flávio Dino (PCdoB) pelo qual se elegeu no pleito passado. Neste final de semana, ele apareceu de braços dados com o pré-candidato a prefeito, ex-prefeito Ildon Marques (PMN), em Imperatriz, durante inauguração do Diretório Municipal do partido, e causou constrangimento a membros do PSB na região tocantina.

Pessebistas  presentes não gostaram nada do que viram e teriam repreendido os dois, pois entendem que a sigla está alinhada ao grupo Flávio Dino e que Ildon representa o grupo Sarney na região tocantina, que tende a ser o principal adversário da pedetista Rosângela Curado. Sobre essa aproximação, o senador disse, na ocasião, que “não se faz política olhando pelo retrovisor”.

Roberto Rocha não anda em boa fase com a militância do partido. Em São Luís, durante a convenção estadual, o senador foi vaiado ao se auto lançar candidato a prefeito de São Luís sem discutir a questão internamente, já que a sigla tem simpatia pelo secretário estadual Bira do Pindaré.

Roberto X Flávio Dino

Nos bastidores políticos, circulam informações de que Roberto Rocha tem soltado o verbo (falado mal) em relação ao governador Flávio Dino, em rodas de conversas, sem pedir segredo para ninguém.

Em São Luís, Roberto Rocha já se declarou adversário do atual prefeito Edivaldo Holanda Júnior  (PDT) pelas críticas que vem fazendo, abertamente, ao ex-aliado de quem foi vice. Isso evidencia que o senador está mesmo “rachando” o grupo.