Incêndio atinge prédio na avenida dos Holandeses, em São Luís

Algumas pessoas que trabalhavam no prédio, no momento do incêndio, tiveram de ser socorridas após inalarem fumaça

Um incêndio atingiu, na manhã desta quarta-feira (27), o prédio da Galeria Appianni, na avenida dos Holandeses, em São Luís.

As chamas começaram em uma sala do segundo andar, por volta das 8h. O Corpo de Bombeiros foi chamado e o incêndio foi rapidamente controlado.

Algumas pessoas que trabalhavam no prédio, no momento do incêndio, tiveram de ser socorridas após inalarem fumaça.

A equipe do Corpo de Bombeiros permanece no local para a operação de rescaldo. Será feita uma perícia para descobrir a causa do incêndio.

Incêndio na Câmara dos Deputados causa interdição do Salão Verde e do Comitê de Imprensa da Casa Legislativa

O Salão Verde e o Comitê de Imprensa da Câmara dos Deputados foram interditados após princípio de incêndio.

Na manhã desta quinta-feira (25), um princípio de incêndio no plenário da Câmara dos Deputados causou a interdição do salão Verde e do Comitê de Imprensa da Casa.

Neste momento, agentes da Brigada de Incêndio da Casa continuam apurando o caso para descobrir a real causa do ocorrido.

Incêndio em condomínio no Olho D´Água…

 

Segundo o Corpo de Bombeiros, há suspeita de que o incêndio pode ter sido causado por velas

Um apartamento do condomínio Ilhas Gregas, no Olho D´Água, localizado na torre Mikonos, bloco 02, segundo andar, pegou fogo, no início da manhã deste domingo (22). Graças às excelentes condições de prevenção do IG e à ação dos moradores, o sinistro foi, rapidamente, controlado. O proprietário do imóvel não estava em casa no momento do ocorrido.

Imagens exclusivas  mostram o momento em que o Corpo de Bombeiros chegou ao condomínio.

A fumaça preta foi vista logo cedo pelos moradores. Um vídeo (feito por um morador) mostra momentos do incêndio. O blog conversou com bombeiros que disseram que as primeiras suspeitas são de que o sinistro pode ter sido provocado por velas. Mas as causas reais só serão conhecidas com a conclusão do laudo que dura, aproximadamente, 30 dias.

O sinistro não levou fogo a outras unidades, mas muita fumaça, e alguns tiveram infiltração pelas luminárias dos imóveis, devido à grande quantidade de água usada para apagar o incêndio.

As boas condições de prevenção a incêndio do condomínio, as providências dos moradores e ação rápida do Corpo de Bombeiros controlaram, rapidamente, o incêndio.

O Ilhas Gregas tem o de melhor em estrutura contra incêndios e isso tem que ser reconhecido. Foi possível controlar o sinistro em tempo. Graças a Deus.

VÍDEO E FOTOS – Incêndio em apartamento do Sport Garden no Caolho…

Corpo de Bombeiros disse que causas serão apontadas após a perícia daqui a 30 dias

Corpo de Bombeiros disse que causas serão apontadas após a perícia daqui a 30 dias

incendio2 incendio3

Um incêndio em um dos apartamentos do condomínio Sport Garden de classe média alta, localizado no Caolho (Avenida dos Holandeses), provocado por causas desconhecidas ainda, apavorou os moradores do prédio e proximidades na tarde deste domingo (03), em São Luís. Acionado, o Corpo de Bombeiros disse que o laudo conclusivo da perícia, com os fatores que motivaram o sinistro, somente será conhecido daqui a 30 dias.

Felizmente, o incêndio não se estendeu a outros apartamentos do Garden Sport, pois o prédio tem um sistema de prevenção que terminou ajudando os trabalhos do Corpo de Bombeiros, segundo informou ao blog o comandante do CB, Célio Roberto Pinto.

No entanto, uma das coisas que desperta curiosidade e que deveria pautar discussões em torno de incêndios e de engenharia dos prédios é que a estrutura do Garden Sport , ou melhor, o portão de entrada não foi construído para passar um caminhão como o do Corpo de Bombeiros, o que dificulta a ação do CB, inclusive para salvar vidas.

O apartamento que pegou  fogo pertence ao coronel PM Furtado, já reformado da Polícia Militar. Ele viajou com a família no feriadão. O Corpo de Bombeiros trabalha também com a possibilidade de terem deixado qualquer equipamento elétrico ligado nesses dias de ausência. Aparentemente, segundo o CB, o caso não teria relação com gás de cozinha.

O incêndio deixou apavorados moradores que estavam chegando em casa na hora do sinistro ou pouco depois do ocorrido. Encontrei com uma mulher, que estava com um bebê de colo, e ela me disse assustada: “A gente sai de casa, pensa que está tudo tranquilo e, quando chega, aconteceu uma coisa dessa terrível aqui”, disse em lágrimas.

Incêndio atinge lojas no Mercado Central…

G1

Incêndio no Mercado Central

Incêndio no Mercado Central

Duas lojas foram atingidas por um incêndio, no início da manhã desta quarta-feira (20), no Centro de São Luís (MA). De acordo com um comerciante ouvido pela reportagem da TV Mirante, o fogo teria começado por volta de 6h. Imagens feitas pelo internauta Gildo Nunes  mostram o início das chamas.
Ambas as lojas – sendo uma de artesanato e outra que serve de depósito de redes – fazem parte da estrutura do Mercado Central, na avenida Magalhães de Almeida, que teve o trânsito de veículos bloqueado. Como a loja estava fechada, ninguém ficou ferido.
Ao ser informado do incêndio, o proprietário da loja, Sebastião Morais Matos, se deslocou rapidamente para o local e, nervoso, acabou batendo seu veículo, uma Kombi, contra um automóvel de passeio que estava parado em frente ao Mercado Central, modelo Corsa Classic.
Equipes do Corpo de Bombeiros Militar do Maranhão (CBM-MA) trabalham para resfriar e isolar a área do incêndio. Para ter acesso ao local do incêndio, os militares tiveram que arrombaram portas de ferro. Diversos produtos que estavam no interior de uma das lojas atingidas foram retirados de dentro do estabelecimento.

Incêndio atinge prédio da Secretaria de Planejamento de São Luís

G1

Incêndio foi grave e durou mais de duas horas

Incêndio foi grave e durou mais de duas horas

seplan incendio2

Um incêndio de mais de uma hora de duração tomou o prédio da Secretaria de Planejamento e Desenvolvimento de São Luís (Seplan), no início da manhã desta segunda-feira (23). O edifício fica na Rua do Sol, no Centro Histórico de São Luís. Ninguém ficou ferido.
As chamas começaram na parte de trás do prédio, no segundo andar, e rapidamente tomaram conta do casarão, que teve o interior destruído. As portas e janelas da parte de cima viraram cinzas. O telhado foi consumido pelo fogo.
Cerca de 20 bombeiros chegaram ao local poucos minutos após o inicio das chamas. A área foi isolada e os homens então iniciaram o trabalho de contenção do fogo. A energia elétrica da região foi cortada.
Os imóveis vizinhos foram arrombados para que os bombeiros pudessem entrar e esfriar as paredes, evitando que o fogo se alastrasse pelo quarteirão. Para controlar as chamas, foram utilizados dois carros de apoio. Viaturas da policia impediram a aproximação de curiosos. Há risco de desabamento.
Agora, o edifício vai passar por uma vistoria para analisar a causa do incêndio. A suspeita é de que o fogo teria sido provocado por problemas na instalação elétrica. Os danos ao patrimônio ainda não foram calculados, mas já se sabe que vários documentos foram destruídos.

Zé Inácio chama atenção para incêndio em terra indígena que já devastou quase 35% da área

 presidente da Comissão dos Direitos Humanos e das Minorias, deputado Zé Inácio

Presidente da Comissão dos Direitos Humanos e das Minorias, deputado Zé Inácio

O presidente da Comissão dos Direitos Humanos e das Minorias, deputado Zé Inácio (PT),  denunciou e, ao mesmo tempo, chamou atenção das autoridades sobre o incêndio, iniciado no dia 21 de setembro, que consome parte da Floresta Amazônica, na Terra Indígena Arariboia, situada entre os municípios de Arame, Grajaú, Santa Luzia, Bom Jesus das Selvas, Amarante e Buriticupu, a 150 km de Imperatriz, no sudoeste do Maranhão.

“Apesar dos esforços de 200 brigadistas do Ibama, as chamas já devastaram cerca de 35% da área de 413 mil hectares, onde vivem 12 mil indígenas da etnia Guajajara e aproximadamente 80 Awá Guajás”, denunciou o parlamentar.

Zé Inácio (PT) destacou ainda a importância da denuncia feita pelos indígenas. “Não podemos deixar de ouvir os indígenas, quando responsabilizam os madeireiros pelo incêndio nas suas terras, que têm trazido, além de prejuízo ambiental, risco de morte às crianças e adultos indígenas, devido à fumaça e ás altas temperaturas”.

Agilidade

Zé Inácio, como presidente da Comissão dos Direitos Humanos e das Minorias, fez contato pessoalmente com o secretário de Extrativismo e Desenvolvimento Rural Sustentável, do Ministério do Meio Ambiente Carlos Guedes, para que o Governo Federal, principalmente, através do Ibama, dê uma atenção maior ao Maranhão no que diz respeito a esse incêndio.

Carlos Guedes garantiu reforço para o combate ao incêndio. Está previsto o lançamento aéreo de dois mil litros de água com retardante, por duas aeronaves cedidas pela Aeronáutica, além da chegada de mais 30 brigadistas.

Princípio de incêndio no Mateus de Balsas…

Fumaça sinalizou o princípio de incêndio em supermercado do grupo Mateus, em Balsas

Fumaça sinalizou o princípio de incêndio em supermercado do grupo Mateus, em Balsas

Um princípio de incêndio assustou quem foi, nesta quarta-feira ( 29), ao hipermercado do grupo Mateus, em Balsas, no Maranhão. Não houve vítimas.

O  fogo teria partido da lanchonete do estabelecimento comercial. Algumas pessoas inalaram fumaça e foram levadas para o hospital apenas por precaução.

Segundo informações da imprensa local, o principio de incêndio foi provocado por um curto-circuito na área do setor de alimentação

Imediatamente,  o Corpo de Bombeiros e o Smau (Serviço Móvel de Urgência) foram acionados.

Incêndio atinge condomínio na Península em São Luís

Globo.com

Incêndio começou no início da tarde desta terça

Incêndio começou na tarde desta terça

Um incêndio atingiu o condomínio de luxo Farol da Ilha, na Avenida dos Holandeses, em São Luís (MA), na tarde desta terça-feira (2). Duas pessoas e um bebê precisaram ser resgatadas via helicóptero. Outras dez ficaram presas em um elevador e foram retiradas por bombeiros.

De acordo com informações do Corpo de Bombeiros, o fogo começou em um apartamento do 9º andar, quando uma moradora, que não foi identificada, usava um secador elétrico e o jogou em cima da cama após o equipamento pegar fogo.
O Corpo de Bombeiros foi acionado e chegou ao local aproximadamente cinco minutos após a chamada. De acordo com o Major Bezerra, o sistema de gás e de energia elétrica foram imediatamente desligados e, o fogo, controlado.

Aproximadamente dez moradores, que teriam tentado sair do prédio por conta própria, ficaram presos em um dos elevadores. Os bombeiros os resgataram e alguns precisaram de máscaras de oxigênio. Todos foram atendidos no local, em uma ambulância de resgate, e liberados em seguida.

Duas babás e um bebê de colo de aproximadamente um ano ficaram presos no 11º andar. As vítimas foram resgatas pelos bombeiros com auxílio de um helicóptero do Grupo Tático Aéreo (GTA) e levadas para o hospital em ambulâncias. O resgate durou uma hora e meia. Ninguém ficou ferido.

Antes, os homens do resgate tentaram usar uma auto-escada mecânica ou escada magirus, de 40 metros, mas o equipamento só chegou ao sétimo andar e o resgate precisou ser feito de helicóptero.

Umas das babás, que não quis se identificar contou que a criança estava dormindo e, quando ela percebeu o incêndio, tentou deixar o prédio. Como havia muita fumaça, ela ficou com medo de expor o bebê a riscos e voltou para o apartamento.

Foram utilizados na operação uma auto-escada mecânica, uma auto-bomba tanque, um helicóptero do GTA, três ambulâncias e pelo menos 30 homens do Corpo de Bombeiros.