Othelino Neto destaca início de obras do Mais Asfalto em Urbano Santos

O parlamentar contou que recebeu do líder político, Washington do Posto, fotos, onde se pode perceber a alegria da população

O deputado estadual Othelino Neto destacou o início de obras do programa Mais Asfalto em diversas cidades do Maranhão, entre elas Urbano Santos. O parlamentar contou que recebeu do líder político, Washington do Posto, fotos, onde se pode perceber a alegria da população deste último município, já com as máquinas começando o trabalho de pavimentação e recapeamento asfáltico de 8 km.

“Urbano Santos está precisando de intervenções do governo do Estado até em função da omissão da prefeitura local. E a população, realmente, está reagindo com muita alegria. Eu recebi as informações, fotos e mensagens do líder político Washington do Posto, alegre, até porque o governo do Estado, inclusive, atendeu uma reivindicação do município”, comentou.

Segundo Othelino, Washington do Posto, outros amigos e correligionários de Urbano Santos estiveram em São Luís para solicitar, por diversas vezes, uma intercessão, junto ao governo do Estado, para atender a demanda do município, tendo em vista a situação precária de muitas ruas.

“Eu, à época, disse aos nossos líderes locais que compreendia a preocupação, que até achava muito saudável que eles viessem aqui, mesmo não estando na prefeitura, solicitar benefícios para o município, porque assim é que se devem comportar os verdadeiros líderes políticos. Mas lembrei que a atribuição de pavimentar ruas, de fazer melhoramento urbano é do município e que esse programa tem por objetivo auxiliar as administrações nesta função. Porque é prerrogativa primeira das prefeituras a pavimentação urbana”, disse.

Obras do Mais Asfalto

Da tribuna, Othelino Neto cumprimentou o governador Flávio Dino e o secretário de Obras, Clayton Noleto, por essa iniciativa de levar não só para Urbano Santos, mas para outros municípios as obras do programa Mais Asfalto. “Embora alguns critiquem e classifiquem o programa como de finalidade eleitoral, trata-se de uma iniciativa que eleva também a autoestima da população, facilita o trânsito na cidade, diminui a quantidade de poeira, enfim, ajuda a melhorar a qualidade de vida das pessoas”, comentou.

São, ao todo, 16 novos municípios que, simultaneamente, estão recebendo intervenções do governo do Estado através do programa Mais Asfalto nesta fase atual.

O deputado finalizou o pronunciamento cumprimentando toda a população de Urbano Santos, que recebe mais esta obra importante, em especial o líder político, Washington do Posto, uma pessoa que tem se dedicado muito a defender os interesses daquele município.

Flávio e Edivaldo inauguram conjunto de obras na área da Forquilha…

O governador Flávio Dino inaugurou o conjunto de obras na Forquilha

Intervenções melhoraram o trânsito na região da Forquilha

O governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), e o prefeito de São Luís, Edivaldo Jr (PDT), inauguraram, na manhã deste sábado (01), um conjunto de intervenções realizadas na Forquilha e entorno, na área que interliga as cidades de São Luís, São José de Ribamar e Paço do Lumiar. O objetivo das obras na região foi garantir mais fluidez e mobilidade ao trânsito.

A obra na região da Forquilha abrange a troca da rotatória pelo cruzamento que liga as Avenidas Guajajaras, Jerônimo de Albuquerque, MA-201 (Estrada de Ribamar), MA-202 (Estrada da Maioba) e Planalto Anil. O governador Flávio Dino destacou que a intervenção compõe a política do Governo de investimento em mobilidade urbana. Mais uma estratégia para melhorar a qualidade de vida da população.

“Esta é uma obra que cumpre muitos papéis. Uma entrega fundamental para a mobilidade urbana dessa área, mas também para o bem-estar geral dessa região porque é uma obra que abrange drenagem, reordenamento do trânsito e maior fluidez no tráfego da região”, explica o governador Flávio Dino.

Ele também ressalta que estas intervenções continuarão para melhorar, progressivamente, a mobilidade urbana dos municípios que compõe a Ilha. “Teremos outras intervenções na região, a exemplo da ponte ligando a MA 201 à MA 202, permitindo que o trânsito também flua por dentro do Cohatrac, na altura do Pátio Norte Shopping”, reforçou o governador.

Ainda sobre a continuidade de ações do Governo no setor, em parceria com as prefeituras dos municípios da Grande Ilha, Flávio Dino destacou que, em breve, uma grande ação do Mais Asfalto possibilitará novas intervenções nas principais vias destas cidades.

Para o prefeito Edivaldo Holanda Júnior, a parceria Governo e Prefeitura tem rendido grandes resultados e mostrado que os entes têm trabalho juntos pela população.

Com investimento de R$ 9 milhões, incluindo implantação do sistema binário, com a construção de vias de mão única, intervenções asfálticas (drenagem, terraplanagem e pavimentação asfáltica), implantação de novas sinalizações em mais de 10 pontos, incluindo ruas, avenidas e travessas, além da troca da rotatória pelo cruzamento, foi possível dar mais vazão e fluidez ao trânsito, já que as alterações impactam o trânsito da região num entorno de aproximadamente 15 mil metros quadrados.

Fim dos alagamentos

O secretário de Estado de Infraestrutura, Clayton Noleto, explicou a complexa obra realizada na região para dar fim aos problemas mais graves enfrentados pela população, como os alagamentos. “

O que ocasionava o alagamento era a falta de captação da água nas ruas da região, o que resultava em danos para o asfalto e acúmulo de água nas próprias avenidas. O trabalho feito foi pensado para captar a água, por meio dos tubos, retirando-a da pavimentação e levando-a até o seu destino final.

Outras ações 

Além das obras na Forquilha, outras importantes intervenções foram executadas para desafogar o trânsito na região. Entre elas, estão as melhorias das condições de tráfego nas ruas dos bairros Forquilhinha e Cohab, que dão acesso à Avenida Jerônimo de Albuquerque, como Rua do Livramento, Rua 01, Avenida 08 e Rua 04, que já receberam serviços de drenagem e asfaltamento.

As alterações previstas nesta parceria preveem obras desde a entrada da cidade, no Tirirical, até a Cohab. Na região da Forquilha, chegam a transitar, em média, 12 mil veículos em horário de pico. Agora, com as mudanças, foi possível gerar um impacto positivo em mais de 20 bairros da Região Metropolitana de São Luís.

Em artigo, Flávio Dino enumera obras e intervenções do governo em São Luís

 

Governador Flávio Dino

Governador Flávio Dino

No artigo deste domingo (11), o governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), enumerou obras e intervenções do governo em São Luís que, na última quinta-feira (08), completou 404 anos. Citou, por exemplo, o programa Mais Asfalto, a construção de avenidas interbairros, investimentos em escolas e na educação, melhorias na Saúde, etc. Veja abaixo:

A capital de todos os maranhenses

Por Flávio Dino

Fico feliz, neste aniversário de 404 anos da nossa capital, por estar contribuindo com a melhoria de qualidade de vida na cidade em que nasci. Estão bem visíveis avanços como o Programa Mais Asfalto, as avenidas Interbairros, o Expresso Metropolitano, a Praça da Lagoa, a reforma de escolas, praias mais limpas, o aumento de viaturas e de policiais. Mudanças que podem ser simbolizadas pela presença das famílias nas ruas da cidade nesta semana de comemoração, com atividades que valorizaram os artistas daqui, ativando a economia da cultura.

Com o Programa Mais Asfalto, em parceria com a Prefeitura de São Luís, já pavimentamos 1.800 vias urbanas da capital, melhorando o acesso das pessoas ao trabalho, educação e lazer. Outro programa importante para a mobilidade na cidade é o das avenidas Interbairros, que está construindo 14 conexões com investimentos de R$ 32 milhões. São novas vias de acesso, num total de mais de 20 quilômetros, que estão desafogando o trânsito das principais avenidas da capital. Cito ainda intervenções como a do retorno do aeroporto e a da Forquilha, esta última ainda em andamento e que vai resolver problema grave e antigo, quando estiver 100% pronta, incluindo uma ponte perto do shopping Pátio Norte.

Nesses 404 anos, a cidade também cresceu e juntou-se a outras, formando a região metropolitana da Grande Ilha. Por isso, oferecemos o serviço do Expresso Metropolitano, com 36 ônibus com ar condicionado que atendem os quatro municípios da Ilha, transportando 25 mil passageiros diariamente. E cuidamos de regiões fronteiriças, como a avenida Tancredo Neves e o Parque Vitória. Vale mencionar também a correção daquela inusitada avenida cheia de postes e sem adequação para o trânsito, na região do Aracagi.

Em áreas essenciais como educação e saúde, também fizemos entregas importantes para a cidade, como o Centro NINAR para crianças com problemas de neurodesenvolvimento e a ampliação do Hospital Infantil Dr. Juvêncio Mattos, que agora conta com tomógrafo, além de 22 leitos da UTI neonatal e 8 da UTI pediátrica. E ainda estamos construindo, em parceria com a Prefeitura, o novo Hospital da Criança.

Ao mesmo tempo, entregamos 8 escolas reconstruídas e mais quatro estão recebendo reforma geral. Das 118 escolas da capital, 107 já receberam serviços de manutenção. Melhoras das condições de ensino em todo o estado, que já começam a aparecer por meio do crescimento nas notas do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB) divulgadas esta semana pelo Ministério da Educação. Conseguimos o segundo maior crescimento do Brasil, apenas com um ano de trabalho. Em 2017, quando da divulgação do novo IDEB, estaremos ainda melhores, tenho certeza disso.

Do mesmo modo, estamos evoluindo na segurança, área complicada em todo o Brasil. Por conta do investimento em mais viaturas e mais policiais nas ruas, estamos diminuindo os números da criminalidade. Prova disso que os homicídios na Grande Ilha caíram 22,5% agora em agosto. E o número de assaltos a ônibus caiu 25%.

Fico feliz de contribuir, juntamente com os servidores do Governo do Maranhão, para construir uma capital da qual tenhamos cada dia mais orgulho. Que respeite e valorize sua história de quatro séculos e que esteja de braços abertos para o futuro.

A falta de consideração do PT com o PCdoB de Flávio Dino no Maranhão…

Folha de São Paulo com edição do blog

Apesar de todos os esforços de Flávio Dino contra o impeachment, Dilma ainda mandou prejudicar o PCdoB com intervenções em dois municípios do Estado

Apesar de todos os esforços de Flávio Dino contra o impeachment, Dilma ainda mandou prejudicar alianças do PCdoB com intervenções políticas em dois municípios do Estado

Um gesto de mal agradecimento da presidente afastada, Dilma Rousseff (PT), abriu uma crise entre o comando do PT e do PCdoB. Na expectativa de conquista de votos contrários a seu impeachment no Senado, a petista pediu que a cúpula do PT interviesse, politicamente, contra alianças com o PCdoB em cinco cidades do Maranhão.

O comando do PT interveio em apenas dois municípios. Em Codó, quinta maior cidade do Estado, determinou que o PT rompesse a aliança com o PC do B, na qual ocuparia a vice da chapa, para apoiar o candidato do PSDB.

Em Timon, terceiro maior município do Maranhão, a direção petista decidiu que o partido saísse de uma chapa composta por PSB e PC do B em favor de outra integrada por PSD e PMDB.

Segundo petistas, a operação contemplaria os senadores Edison Lobão (PMDB-MA), João Alberto (PMDB-MA) e Roberto Rocha (PSB).

A Folha apurou que o presidente do PT, Rui Falcão, atendeu parcialmente as solicitações de Dilma. Em respeito aos pedidos do governador do Maranhão, Flávio Dino (PC do B), não houve intervenção também em São Luís, Imperatriz e Balsas.

As concessões foram, porém, suficientes para incomodar a cúpula do PC do B, que procurou a cúpula do PT e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. A mobilização foi também para evitar novas intervenções.

Presidente nacional do PC do B, Luciana Santos diz não querer acreditar nas decisões do partido. “Depois de todos gestos que o Flávio [Dino] fez [contra o impeachment], isso não é brincadeira”, reclama Luciana Santos, que é candidata à Prefeitura de Olinda (PE) sem apoio do PT.

Deputado federal pelo PDT do Maranhão, Ewerton Rocha diz que seu partido terá que dar uma resposta ao PT.

O secretário de Organização do PT, Florisvaldo Souza, minimizou, por sua vez, o impacto das medidas do Diretório Nacional.

Ele argumenta que o PT manteve a aliança com o PC do B nas principais cidades do Maranhão, atendendo às orientações do governador. Florisvaldo diz que foi responsável pelas intervenções.

Questionado se esse era um pedido da presidente afastada, limitou-se a dizer: “Eu me reservo o direito de não não falar sobre isso. Não vou responder”.

Roberto Rocha nega qualquer exigência

O senador Roberto Rocha (PSB-MA) nega que tenha exigido alianças no Estado em troca de um voto contrário ao impeachment no Senado Federal. Ele admite ter conversado com Dilma e com o presidente interino, Michel Temer (PMDB).

“Quem disse que posso mudar meu voto? Eu ainda não disse qual será. Minha tendência é seguir a decisão do partido, que não tomou decisão”, disse o senador.

Esse não é o único atrito recente entre PT e PC do B. Petistas reclamam, por exemplo, de um aliança dos comunistas com o DEM em Fortaleza. Integrantes do comando do PT culpam o PC do B por sua derrota na eleição para a presidência da Câmara.

Afirmam que o candidato apoiado pelo PT, Marcelo Castro (PI), não teria sido derrotado caso o PC do B o apoiasse. Mas, em vez disso, comunistas lançaram o deputado Orlando Silva (SP), que, mais tarde, apoiou o vencedor Rodrigo Maia

Com a palavra a Caema…

Companhia realiza as intervenções de esgotamento, porém ruas e avenidas deterioradas nas obras não estão sendo, devidamente, recuperadas

Companhia realiza as intervenções de esgotamento, porém ruas e avenidas deterioradas nas obras não estão sendo, devidamente, recuperadas

Obras de esgotamento sanitário, sem dúvidas, são necessárias. No entanto, é preciso definir quando e quem vai recuperar as vias, que ficam sem condições de tráfego, após essas intervenções feitas pela Companhia de Água e Esgoto do Maranhão (Caema). Uma vez cortadas, elas deveriam ser reconstituídas imediatamente e com qualidade asfáltica, porém isso não vem acontecendo.

Há poucos dias,  a Caema iniciou intervenções nas proximidades da Rua H-15, no Loteamento Parque Shalon, próximo ao condomínio “Ilhas Gregas”, trechos que estavam com camada de asfalto bem razoável. Terminados os serviços, os moradores não sabem se vão ter vias trafegáveis novamente.

Na avenida Daniel de La Touche, a Caema já fez várias intervenções. Recentemente, nas proximidades da papelaria Bagatela, a companhia realizou serviços e, depois de vários dias, uma equipe compareceu para fazer um “tapa-buraco” no local, porém a camada asfáltica do trecho ficou alta e com trepidações. Ou seja, nunca fica lisinho como era, o que não é bom para os motoristas e população de um modo geral.

Um outro exemplo, que posso citar, é a Rua do Sol, nas proximidades do Teatro Arthur Azevedo. Ali a Caema fez uma extensa intervenção de esgotamento, no ano passado, porém o asfalto não foi recomposto até agora. No trecho à esquerda, colocaram apenas umas pedras. Prejuízo para motoristas que trafegam e estacionam por ali.

Só reforçando que as intervenções de esgotamento da Caema são necessárias, porém a recuperação dos trechos deve ser feita com qualidade, em tempo hábil, e com precisão, sem prejuízo para motoristas e população, assegurando-lhes a trafegabilidade e as condições estéticas e estruturais das mesmas.

Com a palavra, a dona Caema…