Novo Sistema de Abastecimento Paciência será interligado nesta segunda-feira (4), Caema aconselha armazenar água

O sistema atende cerca de 150 mil pessoas em São Luís na região da Cohab e do Cohatrac

O novo Sistema Paciência, em São Luís, será interligado entre as 8h da próxima segunda-feira (4) e as 18h da próxima terça-feira (5). Nesse período, o abastecimento nos bairros atendidos pelo sistema será suspenso, para que os trabalhos possam ser feitos. O novo Paciência vai reforçar o fornecimento de água para os moradores.

O sistema atende cerca de 150 mil pessoas em São Luís na região da Cohab e do Cohatrac.

A Companhia de Saneamento Ambiental do Maranhão (Caema) vai fazer manobras no Sistema Italuís para reduzir o impacto da interrupção do abastecimento, mas os moradores devem armazenar água para usar entre segunda e terça-feira.

Os bairros com interrupção no abastecimento e posteriormente beneficiados serão Cruzeiro do Anil, Residencial Santos Dumont, Vila Militar (Anil), Rancho Dom Luís, Conjunto Jaguarema, Conjunto Alvorada, Aurora, Conjunto Planalto Pingão (Aurora), Jardim São José (Aurora), Parque Guanabara (Aurora), Residencial Turmalina (Aurora), Residencial Tábata (Aurora), Residencial Planalto Anil IV (Aurora), Vila Noronha, Residencial Centauros (Aurora), Parque Icaraí (Aurora), Parque São Luís (Aurora), Forquilha, Parque das Acácias, Conjunto SMV, Residencial Granada, Conjunto Esmeralda, Conjunto São Bernardo, Parque Sabiá, Cohab Anil I, II II e IV, Residencial Planalto Anil I, II, III (Cohab), Jardim de Fátima, Jardim das Margaridas, Loteamento Casaca, Parque Aurora (Cohab), Vila Isabel Cafeteira (Cohab), Itapiracó, Cohatrac I, Vilagio do Cohatrac V, Jardim Alvorada, Residencial Araçagy I (Cohatrac), Residencial Itaguará I, II, e III (Cohatrac), Residencial Primavera (Cohatrac), Residencial Santiago e Vila Humaitá (Cohatrac).

Além de novos poços, o novo Sistema Paciência conta com elevatória de água para solucionar os pontos da região onde ainda há alguma deficiência na distribuição.

“Vamos atender a região com distribuição de água regular e diária, substituindo o antigo sistema por outro inteiramente novo”, explica o presidente da Caema, Carlos Rogério.

Outra importante obra para São Luís, a nova adutora do Sistema Italuís foi interligada com sucesso na segunda quinzena de maio. São 20 quilômetros de estrutura nova e reforçada para acabar com os rompimentos frequentes que causavam interrupção no abastecimento de 600 mil pessoas na capital.

Caema fará parada programada no Sistema Italuís para interligar nova adutora

Caema orienta que moradores dos 159 bairros abastecidos pelo Italuís armazenem água para usar durante o período de parada do sistema. Foto: Divulgação

O Sistema Italuís vai fazer uma parada programada entre a 0h da próxima quarta-feira (16) até as 13h do sábado (19) para fazer a interligação da nova adutora, o que vai provocar interrupção no abastecimento de água em 159 bairros de São Luís. Nesse período, será feita também a recuperação da subestação elétrica da captação de água bruta.

A previsão é que a partir das 13 h do sábado (19) o abastecimento de água seja retomado gradualmente. A interligação com a nova adutora será feita para melhorar e reforçar o abastecimento de água para 600 mil pessoas em São Luís. Um aumento de 30% de vazão, o que corresponde a cerca de um terço a mais da capacidade do Sistema Italuís.

A orientação da Caema é que os moradores dos 159 bairros abastecidos pelo Italuís armazenem água para usar durante o período de parada do sistema. A interrupção do abastecimento está sendo amplamente informada à população para reduzir os impactos.

Durante a parada, haverá um esquema especial para garantir o abastecimento de água em prédios onde o uso da água é essencial e não pode parar. É o caso dos hospitais. Esse esquema envolve, entre outras coisas, o uso de caminhão-pipa.

Bairros de São Luís ficam sem água após rompimento da Adutora Italuís

Um novo rompimento na adutora do Italuís, na noite deste domingo (29), deixou mais de 150 bairros da capital maranhense sem abastecimento de água.

Em nota, a Companhia de Saneamento Ambiental (CAEMA) informou que está  adotando as providências para que o problema seja resolvido em até 24 horas.

A parada programada para a entrada em operação da nova adutora estava agendada para dia 09 de maio, mas terá de ser reprogramada em razão desta parada intempestiva ocorrida na noite deste domingo.

Bairros Afetados:

ZONA 01

Centro; São Pantaleão; Madre Deus; Goiabal; Codozinho; Vila Bessa; Belira; Lira; Parte da Areinha; Macaúba; Apicum; Camboa; Vila Bangu; Diamante; Vila Passos; Coréia de Baixo; Coréia de Cima;  Sítio do Meio; Alto da Boa Vista; Retiro Natal; Liberdade; Tomé de Sousa; Fé em Deus; Floresta; Retiro Natal e Monte Castelo.

ZONA 02

Apeadouro; Irmãos Coragem; Bairro de Fátima; Bom Milagre; Parque Amazonas; Alemanha; Caratatiua; Vila Ivar Saldanha; Alto da Vitória; João Paulo; Jordoa; Vila Palmeira; Barreto; Túnel do Sacavém; Santa Cruz; Vera Cruz; Cutrim; Radional; Coroado; Parque Pindorama; Parque do Nobres; Redenção; Barés; Filipinho; Sítio Leal; Sacavém; Coheb do Sacavém; Santo Antônio; Vila Conceição; Bom Jesus; Vila dos Frades; Parque Timbira; Alto do Parque Timbira; Primavera; Sítio do Pica Pau Amarelo; Coroadinho.

ZONA 04

São Cristóvão; Tirirical; Solar das Mangueiras; Parque Universitário; João de Deus; Sítio Pirapora; Vila Itamar; Parque Jaguarema; Parque Sielândia; Residencial Canaã; Alameda dos Sonhos; Vila Lobão; Parque Roseana Sarney; Santo Antônio; São Bernardo; Vila Brasil; Cohapan; Jardim São Cristóvão; Residencial João Alberto; Parque Sabiá.

ZONA 05

Alto do Calhau; Calhau; Cohafuma; Conjunto Basa; Ilhinha, Jaracaty; Jardim São Francisco; Loteamento Boa Vista; Loteamento Jaracaty; La ravardiere; Ponta D’Areia; Ponta do Farol; Residencial Novo Tempo; Recanto dos Nobres; Renascença I e II; Residencial Ana Jansen; São Marcos; São Francisco; Vila Conceição I e II; Av. Litorânea; Angelim Velho; Bequimão; Cohajoly; Cohama; Condomínio Villagio Esperança; Conjunto Angelim; Residencial Marfim; Conjunto Boa Morada; Conjunto Vinhais; Eco Villagio; Maranhão Novo; Parte do Primavera;  Turu; Planalto Cohaserma; Planalto Vinhais I e II; Recanto Vinhais; Residencial Jaqueira; Residencial Vinhais II e III; Rio Anil; Vila Fialho; Villagio do Angelim; Vivendas da Cohama; Vinhais Velho; Olho D’água, Parte do Habitacional Turu.

ZONA 06

Jambeiro; Porto da Vovó; Sá Viana Novo; Sá Viana Velho; UFMA; Vila Bacanga; Vila Dom Luís; Vila Isabel; Vila Cerâmica; Vila Primavera;  Vila Embratel; Vila Nova; Bonfim; Vila Verde; Fumacê; Anjo da Guarda; São Raimundo; Alto da Vitória; Gancharia; Vila São Luís; Vila Ariri; Vila Mauro Fecury I e II; Conjunto Taguatur.

Após rompimento de adutora em São Luís, Caema garante normalização de abastecimento d’água em até 48 horas

O problema aconteceu no início da tarde de segunda, no km 38 da BR-135.

Segundo a Companhia de Saneamento Ambiental do Maranhão (Caema), o abastecimento d’água por meio do Sistema Italuís deve ser normalizado até a manhã de quinta-feira (15).

Por volta do meio-dia desta segunda-feira (12), a adutora rompeu novamente e a correção na área afetada foi concluída na madrugada desta terça-feira (13) pelos técnicos da companhia, que estimaram um prazo de até 48 horas para que todos os bairros atingidos tenham o abastecimento normalizado.

O problema aconteceu no início da tarde de segunda, no km 38 da BR-135. A parte inferior da estrutura cedeu e o vazamento começou. Devido o acúmulo de água na pista, o trânsito também ficou comprometido, chegando a atingir 154 bairros, o que corresponde a 60% da cidade.

Laudos atestaram qualidade de peça do novo Sistema Italuís, diz fabricante

A peça que apresentou problema na conexão do novo Sistema Italuís tem laudos que comprovam a execução adequada do objeto, de acordo com a empresa responsável pela estrutura. Trata-se uma pela em forma de Y, com 15 toneladas, para ligar a nova adutora ao sistema antigo.

Na noite de sábado, foi identificado um problema na peça. A Polícia Civil está fazendo uma perícia para descobrir o motivo desse problema. Além disso, a Companhia de Saneamento Ambiental do Maranhão (Caema) decidiu contratar uma auditoria externa. São procedimentos independentes e que podem ser complementares.

A peça Y foi construída pela empresa Memps, que fabrica estruturas metálicas. “A gente pode certificar que não houve problema na solda, que está intacta. E o material é todo certificado. A peça foi entregue conforme o projeto. Então a gente tem que aguardar o laudo pericial porque não tem como inferir nada agora”, disse Kellen Kalli, representante da Memps.

“A gente volta a afirmar que fez exatamente conforme o projeto. Trabalhamos com isso já há alguns anos. O Y é uma peça essencial para o bom funcionamento do sistema e para dar flexibilidade de usar uma linha ou outra”, acrescentou.

O proprietário da companhia, Ene Pires, diz que a estrutura foi executada e embasada com uma série de laudos técnicos. “É uma peça extremamente difícil, mas estamos acostumados a fazer. Temos todos os laudos, todos os ensaios de solda, a peça está dentro do dimensionamento, com todo o corpo técnico acompanhando”, afirmou.

A peça é responsável por ligar tanto a velha quanto a nova adutora ao sistema. Assim, fica garantida maior segurança no abastecimento de água. 

Volta do abastecimento

A Caema informou que o sistema vai iniciar nesta segunda-feira (11) o restabelecimento gradativo do abastecimento de água na capital.

De acordo com a companhia, o abastecimento começa a ser normalizado ainda nesta segunda-feira. Como o sistema é extenso, a água leva algum tempo para chegar a todas as residências atendidas. Por isso, o abastecimento não será feito ao mesmo tempo em todas as casas.

Auditoria vai investigar causas de problema em conexão do Sistema Italuís

Desde o momento do rompimento, equipes da Caema e das empresas privadas trabalham no local, ininterruptamente, para a resolução do problema

A Companhia de Saneamento Ambiental do Maranhão (Caema) decidiu contratar uma empresa para fazer a auditoria técnica sobre o problema na conexão do novo Sistema Italuís. A informação foi dada pelo presidente da Caema, Carlos Rogério, em entrevista coletiva nesta segunda-feira (11).

A auditoria é externa e deve ser concluída em 15 dias. A Polícia Civil também está conduzindo uma perícia para elucidar os motivos do problema. E as empresas contratadas para fazer a obra também farão uma auditoria. São, portanto, três procedimentos independentes.

Carlos Rogério também informou que sistema vai iniciar nesta segunda-feira o restabelecimento gradativo do abastecimento de água na capital.

As empresas Edeconsil Construções e Locações, PB Construções, EIT Construções e Memps concluíram a conexão emergencial do sistema, após retirada de uma peça danificada. Essa peça foi construída pela Memps e fazia a conexão do sistema.

De acordo com Carlos Rogério, o abastecimento começa a ser normalizado ainda nesta segunda-feira. Como o sistema é extenso, a água leva algum tempo para chegar a todas as residências atendidas. Por isso, o abastecimento não será feito ao mesmo tempo em todas as casas.

Para fazer o abastecimento emergencial, neste primeiro momento, a Caema vai usar o sistema antigo, até que o novo esteja pronto para operar.

O presidente da Caema também informou que o Sistema de Italuís sofreu 35 interrupções de água nos últimos cinco anos, causados pela falta de investimentos nas últimas décadas.  Somados, esses períodos significam de 3 a 4 meses sem água par os moradores de São Luís.

Bombeamento de água para São Luís está sendo restabelecido de forma progressiva…

O governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), port meio do Twitter, comunicou, no início da tarde desta segunda-feira (11), que o bombeamento de água para São Luís já está sendo restabelecido progressivamente. Ele retornou hoje para acompanhar a obra do Italuís. “Obras vão continuar para termos segurança e melhor abastecimento”, disse ele.

No site do governo do Maranhão, diversos internautas reconheceram os esforços do Estado no sentido de sanar o problema ocasionado com o rompimento da adutora que deixou vários bairros da capital maranhense sem água durante o final de semana.

Em nota emitida no final de semana, a Companhia de Água e Saneamento do Maranhão (Caema) esclareceu o que se segue:

A Companhia de Saneamento Ambiental do Maranhão (Caema) vem a público informar que:

1. Contratou as empresas privadas Edeconsil Construções e Locações, PB Construções e EIT Construções para realizar a obra da nova adutora do Sistema Italuís.2. Na tarde da última sexta-feira (8), foi finalizado o serviço de interligação da nova adutora, antes do prazo estabelecido.

3. Infelizmente, na noite de sábado (9), ocorreu vazamento de grande porte no começo do Campo de Perizes, na junta Y. A peça, fabricada pela empresa Memps Engenharia, não suportou a pressurização na linha de distribuição.

4. Desde o momento do rompimento, equipes da Caema e das empresas privadas trabalham no local, ininterruptamente, para a resolução do problema.

5. Nesse momento, está sendo feito restabelecimento emergencial para permitir que as empresas privadas contratadas (Memps Engenharia, PB Construções, Edeconsil Construções e Locações e EIT Construções) encontrem a solução definitiva para o problema, de responsabilidade deles.

6. Novas informações serão repassadas à população nas próximas horas, à medida que os trabalhos de reparo avancem.

Internautas elogiaram a postura do governo do Maranhão:

Caema desligará Sistema Italuís para manutenção elétrica em rede da Cemar neste sábado

A Companhia de Saneamento Ambiental do Maranhão (Caema) informou, em nota, a seus clientes que o Italuís será desligado, neste sábado (28), no horário das 9h às 11h, a pedido da Cemar, para manutenção em sua rede de alta tensão que fornece energia elétrica para a subestação do Sistema.

O bombeamento de água para São Luís será reiniciado logo após a conclusão dos serviços.

O abastecimento para as áreas atendidas pelo Sistema Italuís será normalizado gradativamente em até 48 horas.

Adutora do Italuís rompe e abastecimento de água fica suspenso por até 72 horas

Técnicos da Companhia trabalham para que o abastecimento seja normalizado.

Técnicos da Companhia trabalham para que o abastecimento seja normalizado.

A Companhia de Saneamento Ambiental do Maranhão (Caema) informa que a adutora do Sistema Italuís rompeu por volta de 6h da manhã deste domingo (02) no Km 40 da BR-135, no Campo de Perizes.

 

Uma equipe de manutenção já está trabalhando para fazer a substituição do tubo que foi rompido. Os trabalhos de recuperação serão concluídos por volta de 19h. O bombeamento de água para São Luís será retomado a partir de meia-noite. O abastecimento de água para as regiões atingidas será normalizado em até 72 horas, depois do reinício do bombeamento.

 

Nova adutora

 

A Caema informa, ainda, que a nova adutora do Italuís, instalada no trecho de 19 km do Campo de Perizes, entrará em operação nos próximos meses e evitará novos rompimentos, pois os tubos são mais resistentes. Com um diâmetro maior, além de permitir que o sistema opere com 100% de sua capacidade, a nova adutora vai aumentar o volume de água bombeada para São Luís.

 

Áreas atingidas

 

ZONA 01 (parcialmente, pois é abastecida pelo Sistema Sacavém/Batatã, que recebe reforço do Italuís).

 

Centro, São Pantaleão, Madre Deus, Goiabal, Codozinho, Vila Bessa, Belira, Lira, Parte da Areinha, Macaúba, Apicum, Camboa, Vila Bangu, Diamante, Vila Passos, Coréia de Baixo, Coréia de Cima, Sítio do Meio, Alto da Boa Vista, Retiro Natal, Liberdade, Tomé de Sousa, Fé em Deus, Floresta e Monte Castelo (trecho).

 

ZONA 04

 

Jardim São Cristóvão, Tirirical, Solar das Mangueiras, São Bernardo, Vila Brasil, Cohapam, Parque Universitário, João de Deus, Sítio Pirapora, Estação Rodoviária, Vila Itamar I e II, Parque Jaguarema, Conjunto Cial, Alameda dos Sonhos.

 

ZONA 05

 

São Francisco, Ilhinha, Morrinho, Jaracati, Ponta d’Areia, Ponta do Farol, São Marcos, Calhau, Renascença I e II, Residencial Novo Tempo II, La Ravardiere, Alto do Calhau, Recanto dos Nobres, Cohafuma, av. Litorânea, Solar dos Lusíadas, Solar dos Lusitanos, Conjunto Turu I II e III, Jardim Eldorado, Loteamento Brasil, Divinéia, Olho d’Água, Sol e Mar, Vila Luisão, Santa Rosa, Turu Velho, Matões, Parque Vitória, Vivendas do Turu, Vila São José, Canudos, Terra Livre.

 

ZONA 06

 

Vila Bacanga; Ufma, Sá Viana Novo, Sá Viana Velho; Jambeiro, Vila Dom Luís; Vila Isabel; Vila Embratel; Vila São Benedito; Vila Resende; Vila Primavera; Anjo da Guarda; Fumacê; Vila Mauro Fecury I e II; Vila São Luís; Vila Nova; Bonfim; Vila Ariri; Vila Sete de Setembro, São Raimundo; Vila Alto da Esperança; Gancharia; Vila Itaqui; Porto do Itaqui.