GloboNews cita licitação milionária feita por Roseana Sarney para comprar lagosta…

A Globo News trouxe informações sobre regalias que vêm chegando a presídios para políticos no Rio de Janeiro. Na ocasião, a repórter Andressa lembrou o caso da ex-governadora do Maranhão, Roseana Sarney, em 2014, onde, em meio à crise em Pedrinhas, ela licitou itens de luxo como 80 kg de lagosta (Veja no vídeo acima).

Um dos mais emblemáticos é o caso da licitação milionária promovida pela então governadora do Maranhão Roseana Sarney em 2014, em meio ao caos nos presídios de São Luís, para comprar alimentos de “primeira qualidade”.

Como se estivesse alheia à barbárie na segurança pública, Roseana licitou em janeiro de 2014 itens para suntuosos banquetes: 80 kg de lagosta, 120 kg de bacalhau do porto de “primeira qualidade”, 750kg de patinha de caranguejo, uma tonelada de camarão e oito sabores de sorvete.

Tudo isso em meio ao caos nos presídios do Complexo de Pedrinhas. Na lista, entraram, entre outros, queijos finos, geleias, castanhas.

Ao todo, o Estado do Maranhão previa gastar R$ 1 milhão para alimentar a família da governadora e seus convidados naquele ano – tanto na sede do governo, como na casa de praia.

A licitação para o banquete só foi suspensa porque foi descoberta.

ÚLTIMAS LAGOSTAS! Roseana se despede com festa e mais gastos no São Marcos

Governadora deu festa pomposa para se despedir do governo

Governadora deu festa pomposa para se despedir do governo

Governo Roseana destinou milhões para a compra de lagostas servidas em eventos nos Leões e em São Marcos

Governo Roseana destinou milhões para a compra de lagostas servidas em eventos nos Leões e em São Marcos

A governadora Roseana Sarney (PMDB) se despediu de amigos e da classe política com uma big festa para convidados na casa de veraneio de São Marcos, em São Luís, regada a comida de primeira e bebidas fartas. Entre os presentes, deputados, prefeitos, vereadores, empresários, imprensa e a elite ludovicense.

Em quase oito anos, o governo Roseana Sarney foi um dos que mais gastou com comidas e bebidas para suprir os diversos eventos no Palácio dos Leões e na casa de veraneio de São Marcos. Neste ano, em meio à crise no Sistema de Segurança, o governo teve coragem de tentar licitar recursos de R$ 1 milhão para compra de lagosta, camarão, salmão e sorvete. Mesmo com decisão judicial contrária, o Executivo insistiu na tecla.

O governador eleito Flávio Dino (PCdoB) já disse, por meio de redes sociais, que, em seu governo, não haverá mais essa farra de lagosta, caviar e artigos de luxo. Ele considera isso gastos desnecessários. Daí o meu título: “Últimas lagostas”, já que Roseana Sarney se despediu em noite de festa e de muitos gastos na casa de veraneio e o futuro chefe do Executivo não comprará mais a especiaria.

A renúncia de Roseana

Roseana já anunciou que renunciará ao governo na próxima terça-feira (09), deixando 21 dias de governo nas mãos do atual presidente da Assembleia Legislativa, deputado Arnaldo Melo (PMDB). Vai passar quatro meses em Miami, nos Estados Unidos, onde tem residência, segundo ela mesma, descansando para retornar a São Luís e continuar a fazer política.

Na quinta-feira (04), Arnaldo Melo já até se despediu também em pronunciamento na tribuna da Assembleia Legislativa. Vai ficar como interino mesmo, pois não há tempo hábil para ele realizar uma eleição indireta de governador como ele queria. Mas esses 21 dias já são como um prêmio de consolação ao deputado que foi preterido por várias vezes pelo grupo Sarney.