Candidatos “laranjas” ganham guarida na mídia sarneysista…

Roberto Rocha é dos pré-candidatos do chamado “laranjal” do grupo Sarney

Os pré-candidatos ao governo do Maranhão, Roberto Rocha, Maura Jorge e Eduardo Braide, integrantes do “laranjal” da oligarquia Sarney para levar Roseana ao segundo turno contra o governador Flávio Dino nas eleições de 2018, estão sendo figuras diárias nos meios de comunicação ligados ao clã Sarney.

Palavras elogiosas a eles, repercussão de ataques ao atual governo e, até, visitas que eles fazem Maranhão à fora estão sendo repercutidas, maciçamente, pelos asseclas da oligarquia Sarney na internet e pelo jornal O Estado do Maranhão.

A estratégia tem dois objetivos. Um, garantir que eles continuem a trabalhar pelo projeto maior de conseguir levar a ex-governadora Roseana Sarney ao segundo turno. Dois, repercutir o máximo possível os ataques diários que todos eles fazem visando macular a imagem ilibada do governador Flávio Dino.

O consórcio formado para tentar interromper o projeto de mudanças no Maranhão, aparentemente, está contando com forte apoio da mídia sarneysista. Mesmo com todo o esforço, a debandada de entusiastas da campanha de Roseana está sendo geral, muito em função do imobilismo da ex-governadora em disputar uma eleição.

Os únicos que ainda estão dando um caldo – ou um suco – são os integrantes do laranjal dos Sarneys. Além, é claro, da mídia tresloucada e desesperada que vive em função de maquinar, mentir e caluniar o atual governo desde o dia 1º de janeiro de 2015.

“Maura Jorge se acha a dona de Lago da Pedra”, diz Fábio Macedo

Em debate acirrado, na Assembleia Legislativa do Maranhão, sobre o cômico episódio, ocorrido no final de semana, envolvendo a prefeita de Lago da Pedra, Maura Jorge,  o deputado estadual Fábio Macedo (PDT) disse que a mesma se “acha a dona da cidade” e que a atitude dela  já é corriqueira no Município, quando há eventos desse porte.

“Sempre que tem evento, acontece isso. Maura Jorge se acha a dona da cidade. Na verdade, nem o governador é dono do Estado e nem a prefeita é dona de Lago da Pedra. Dono é o povo, os cidadãos que moram na cidade”, disse Fábio Macedo rebatendo a exploração política do caso por parte da oposição que tentou atingir o governo Flávio Dino.

No final de semana, Maura Jorge não aceitou  a opção do Cerimonial do governo que, tentando evitar palanque político, decidiu não abrir pronunciamento nem para a prefeita, nem para o adversário dela, o ex-deputado Mauro Jorge. Depois de resmungar e gritar durante a fala do governador Flávio Dino, interrompendo-o várias vezes, ela mandou chamar um carro de som para discursar do lado de fora à revelia do governo, provocando um verdadeiro tumulto no local.

Veja acima o vídeo do aparte do parlamentar ao pronunciamento do oposicionista, Adriano Sarney (PV), na sessão de segunda-feira (30).

LEIA MAIS POSTS DO BLOG SOBRE O CASO:

O cômico e constrangedor descontrole de Maura Jorge em Lago da Pedra…

PRINT DO DIA – Gil Cutrim se nega a entrar no jogo da família Murad…

VÍDEO DO DIA – Andrea Murad tem “ataque de risos” na tribuna ao tentar defender Maura Jorge

O cômico e constrangedor descontrole de Maura Jorge em Lago da Pedra…

Os vídeos acima (feitos pelo blogueiro Carlinhos Filho) circulam nas redes sociais, neste final de semana, e mostram cenas lamentáveis do descontrole emocional, ou seja, barraco protagonizado pela prefeita de Lago da Pedra, Maura Jorge, durante visita do governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), para anúncio de obras importantes no Município, deixando o genro dela, o secretário estadual de Desenvolvimento Social, Neto Evangelista, em uma situação constrangedora.

Como há uma disputa política no Município entre Maura Jorge e o ex-deputado Mauro Jorge, o Cerimonial do governo não programou a fala de nenhum dos dois durante o evento. Durante o discurso do governador, a prefeita passou a fazer intervenções no palanque e chamando assessores para preparar um carro de som para que ela então fizesse um pronunciamento na rua.
O governador enquadrou e mandou várias diretas para a prefeita que não respeitou a presença dele e nem seu discurso e desceu do palanque para a rua. Flávio Dino disse que “não tem medo de cara feia”, que os tempos são outros no Maranhão e que acabou o tempo do coronelismo no Estado.

Neto Evangelista e o vice-governador Carlos Brandão ainda tentaram amenizar o descontrole da prefeita, mas não adiantou. Autoritária, Maura Jorge disse que Lago da pedra tem prefeita e foi discursar no meio da rua, provocando tumultuo e constrangimento no evento. Veja os vídeos.