Governo Bolsonaro vai ganhando cara no Maranhão

Kátia Bogéa, Maurício Itapary e Chiquinho Escórcio, todos aliados do grupo Sarney

Após a primeira semana de mantado, o governo de Jair Bolsonaro (PSL) vai ganhando cara com exoneração e a permanência de alguns políticos maranhenses. Ainda é muito cedo e muitas coisas ainda vão acontecer. As mudanças atingiram, até o momento, somente as pessoas que já estavam no governo, não contemplando os membros do PSL maranhense.

Um dos conhecidos da política maranhense que foi exonerado pelo novo governo é o ex-deputado federal Chiquinho Escórcio (MDB). Francisco Luiz Escórcio Lima era assessor especial da Secretaria de Governo da Presidência da República e um aliado histórico da família Sarney.

Já a permanência mais significativa é a da presidente do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional, a maranhense Kátia Bogéa. Indicada por José Sarney ainda no governo Temer, ela está no posto desde abril de 2016 e vai permanecer no cargo de acordo com o ministro da Cidadania do governo Bolsonaro, Osmar Terra, também do MDB. A permanência de Kátia Bogéa no Iphan pode significar que Maurício Itapary, outro aliado da Sarney, permaneça na Superintendência do Iphan no Maranhão.

As próximas duas semanas serão ainda mais agitadas com a exoneração de mais políticos e a nomeação de aliados de Bolsonaro no Maranhão. Os nomes de aliados de Maura Jorge podem entrar na lista.

Prefeito Edivaldo vistoria Museu da Gastronomia Maranhense cujas obras estão sendo concluídas

O Museu da Gastronomia Maranhense, que tem a parceria do Governo Federal, via Ministério do Turismo, fica localizado na Rua da Estrela, nº 82, no Centro Histórico

O prefeito Edivaldo Holanda Júnior dá mais um importante passo dentro da política de valorização do Centro Histórico de São Luís, bem como do fomento ao turismo na capital do Maranhão com as obras de instalação do Museu da Gastronomia Maranhense. Com a estrutura física recuperada, os serviços do museu já se encontram em fase de acabamento. Foi isto que o prefeito confirmou na manhã desta terça-feira (23), em vistoria realizada no local. Ao lado do gestor municipal, o superintendente do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) no Maranhão, Maurício Itapary, também acompanhou a vistoria.

“Essa é mais uma obra que contribui para a valorização do nosso Centro Histórico, que em cada canto é carregado de cultura e história. Estamos muito felizes, pois essa é uma obra que beneficia São Luís, especialmente na área do turismo, contribuindo para o resgate da nossa bela história e fortalecendo as ações de valorização da nossa cultura, que se apresenta a nós de várias formas, inclusive, através da nossa culinária”, disse o prefeito Edivaldo, que estava acompanhado da primeira-dama, Camila Holanda e de secretários municipais, entre os quais a secretária de Turismo, Socorro Araújo.

O Museu da Gastronomia Maranhense, que tem a parceria do Governo Federal, via Ministério do Turismo, fica localizado na Rua da Estrela, nº 82, no Centro Histórico. O espaço contará a história da culinária maranhense aos visitantes locais e aos turistas de todas as regiões do Brasil e estrangeiros que visitam a capital. Além da exposição, que reunirá informações e curiosidades da gastronomia maranhense, o local será dedicado à oferta de cursos permanentes de capacitação na área da gastronomia. Para a reforma do prédio, que manteve seu projeto arquitetônico conservado, foram realizados serviços estruturais como os de reparação elétrica, hidráulica e recuperação de piso e forro.

O Museu da Gastronomia Maranhense, que tem a parceria do Governo Federal, via Ministério do Turismo, fica localizado na Rua da Estrela, nº 82, no Centro Histórico

O prefeito destacou que o Museu de Gastronomia soma-se às obras que vêm sendo executadas pelo Iphan em parceria com a Prefeitura de São Luís. “Essa parceria tem rendido frutos positivos para a população ludovicense, com o grande volume de investimentos que vêm sendo realizado no Centro de São Luís, a exemplo das obras do Complexo Deodoro e Rua Grande”, completou o prefeito.

O superintendente do Iphan no Maranhão, Maurício Itapary, reforçou os benefícios da parceria que o órgão tem mantido com a gestão municipal. “Temos um volume de obras muitos grande em andamento no Centro de São Luís. Temos trabalhado na requalificação do Complexo Deodoro e vamos iniciar a revitalização de outros espaços como a Praça João Lisboa, incluindo o largo do Carmo, assim como a implantação de uma nova praça nas proximidades do Convento das Mercês, além de várias intervenções em diversos prédios do Centro Histórico”, destacou.

Ainda que seja considerado um nicho de mercado que se configure como um atrativo complementar à toda planta turística de uma localidade, o Turismo Gastronômico revela-se como instrumento de divulgação e valorização do patrimônio cultural do destino turístico. A ambientação de todo o museu será baseada na proposta de oferecer aos turistas a oportunidade de ter contato com essa gastronomia e, também, de resgatar na população o sentimento de pertencimento e valorização da cultura local.