Dois partidos não participarão das eleições de 2018 no Maranhão

Com a ausência do PCO e do Novo nas eleições no Maranhão, apenas 33 dos 35 partidos estarão na corrida eleitoral estadual

De acordo com informações do Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão, duas agremiações políticas não participarão das eleições no Estado. O partido Novo e o Partido da Causa Operária (PCO) não constam na lista de siglas registrados no TRE-MA.

O PCO, apesar de fundado em 1995, é considerado um dos partidos nanicos, não tem militância no estado e dificilmente passará pela Cláusula de Barreira.

Leia mais: Sites e redes sociais do Governo do Maranhão ficam suspensos até o final do período eleitoral

O Novo foi fundado em 2015 e na sua primeira eleição elegeu apenas quatro vereadores. Uma das características do partido é que seus candidatos não podem usufruir dos recursos do Fundo Eleitoral.

Para a fundação de um diretório do Novo em um estado é preciso que os postulantes à executiva do partido não sejam políticos, por isso a demora na fundação de um diretório no Maranhão.

Com a ausência do PCO e do Novo nas eleições no Maranhão, apenas 33 dos 35 partidos estarão na corrida eleitoral estadual.

 

Leia mais: TRE-MA julga improcedente ação do grupo Sarney contra Flávio Dino

Novos nomes, antigos partidos

Com uma crise moral e ética na política, partidos buscam novas estratégias de marketing e de comunicação para conseguirem conquistar os votos dos eleitores

Faltando pouco mais de 100 dias para as eleições gerais de 2018, os brasileiros se preparam para escolher seus novos representantes no executivo e no legislativo.

Com uma crise moral e ética na política, partidos buscam novas estratégias de marketing e de comunicação para conseguirem conquistar os votos dos eleitores.

Muitos desses “antigos” partidos chegam a 2018 com novos nomes. Na lista, entram o “PTN” que trocou o nome para “Podemos”, o “PP” agora “Progressistas”, o “PTdoB” que trocou para “Avante” e o “Patriotas” – antigo “PEN -.

O partido do presidente Michel Temer tirou o “P” do nome do partido e agora se chama MDB.

Partidos políticos também foram registrados após as eleições de 2014 e chegam a 2018 como opções para os eleitores, entre eles a Rede Sustentabilidade – da ex-ministra Marisa Silva – e o Novo, do presidenciável João Amoêdo.

Outros partidos trabalham para trocar seus nomes no Supremo Tribunal Eleitoral. O “PPS” tenta oficializar seu novo nome para “Movimento 23” e o “PSDC” para “Democracia Cristã”.

Eleições 2018: João Amoêdo cumpre agenda em São Luís

O pré-candidato cumpriu agenda em São Luís, nesta terça-feira (19), e foi acompanhado do seu vice Bernardinho, o ex-técnico da seleção brasileira de vôlei

João Amoêdo, representante do partido Novo, foi quinto presidenciável a visitar o Maranhão. O pré-candidato cumpriu agenda em São Luís, nesta terça-feira (19), e foi acompanhado do seu vice Bernardinho, o ex-técnico da seleção brasileira de vôlei.

Amoêdo participou de um jantar e conversou com representantes da Associação Comercial do Maranhão (ACM), a Câmara dos Dirigentes Lojistas de São Luís (CDL), a Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado do Maranhão (Fecomércio) e a Federação das Indústrias do Estado do Maranhão (FIEMA).

O presidenciável começou sua carreira como trainee no Banco Citibank, foi diretor executivo do Banco BBA Creditanstalt, presidente da Finaústria CFI, vice-presidente e membro do conselho de administração do Unibanco, membro do conselho de administração do Banco Itaú BBA e membro do conselho de administração da empresa João Fortes Engenharia.

Em 2011, fundou o NOVO, um partido composto por membros da sociedade civil, que faz processo seletivo para escolher seus candidatos e o único que se mantém apenas com doações voluntárias de seus apoiadores e não faz uso do Fundo Partidário e Eleitoral.

“O que a gente quer é trazer mais eficiência para máquina pública, novas lideranças, cortar privilégios, cortar benefícios do setor público, colocar mais dinheiro de volta no bolso do cidadão e facilitar a vida de quem quer empreender”, disse Amoêdo em entrevista à emissora de televisão.

Presidenciável João Amoêdo visita São Luís dia 19 de junho

Além do encontro com os alunos, Amôedo e Bernardinho participam de um encontro organizado por entidades empresariais

O pré-candidato do partido NOVO à presidência da República, João Amoêdo, desembarca em São Luís (MA) no dia 19 de junho (terça-feira), ao lado do campeão olímpico e embaixador do NOVO, Bernardinho, ex-técnico das seleções brasileiras feminina e masculina de vôlei.

Ambos foram convidados pela organização da Semana do Mercado Financeiro, promovida pela UNDB (Unidade de Ensino Superior Dom Bosco), para fazerem a abertura do evento.

Além do encontro com os alunos, que ocorre no Centro de Convenções Governador Pedro Neiva de Santana, das 17h às 19h, Amôedo e Bernardinho participam de um encontro organizado por entidades empresariais, ACM, CDL, FECOMERCIO e FIEMA, no Hotel Blue Tree Towers, a partir das 19h.

Para se inscrever na palestra de abertura da Semana do Mercado Financeiro e no evento organizado pelas entidades empresariais, é necessário realizar uma inscrição no site oficial do partido Novo.