Estudantes em Salvador mostram que Flávio Dino é um nome forte para 2022

Principal político do PCdoB, Flávio Dino ganhou destaque por suas obras e políticas públicas à frente do Governo do Maranhão e por suas opiniões incisivas sobre a política nacional

O governador Flávio Dino (PCdoB) participou durante todo o dia de ontem (7) da 11ª Bienal dos Estudantes da UNE, na cidade de Salvador, Bahia.

Com muitos aplausos, o governador foi recebido aos gritos de “Queremos Flávio Dino presidente do Brasil!”. E essa empolgação não é novidade.

Principal político do PCdoB, Flávio Dino ganhou destaque por suas obras e políticas públicas à frente do Governo do Maranhão e por suas opiniões incisivas sobre a política nacional. Nos últimos anos, assumiu um papel de destaque e foi alçado como uma das maiores figuras da esquerda brasileira.

Flávio Dino já foi juiz federal, deputado federal, presidente da Embratur e está no segundo mandato como governador do Maranhão.

Autoridades destacam caráter democrático da eleição da nova Mesa Diretora

Estiveram presentes o governador Flávio Dino (PCdoB); o presidente do Tribunal de Justiça do Maranhão (TJMA), desembargador José Joaquim Figueiredo; o corregedor do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-MA), desembargador Cleones Cunha; e vários secretários e prefeitos municipais

As autoridades que prestigiaram a posse, nesta sexta-feira (1º), dos 42 deputados estaduais eleitos para a 19ª Legislatura da Assembleia Legislativa do Maranhão, elogiaram o caráter de união que permeou a eleição da chapa única “Igualdade e Democracia”, encabeçada pelo atual presidente, deputado Othelino Neto (PCdoB). 

Estiveram presentes o governador Flávio Dino (PCdoB); o presidente do Tribunal de Justiça do Maranhão (TJMA), desembargador José Joaquim Figueiredo; o corregedor do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-MA), desembargador Cleones Cunha; e vários secretários e prefeitos municipais.

O primeiro que destacou o papel inédito foi o governador Flávio Dino (PCdoB), que enalteceu a composição feminina da chapa articulada pelo presidente reeleito, Othelino Neto. Dos nove cargos, cinco são ocupados agora por deputadas mulheres, fortalecendo a participação delas na nova Mesa Diretora.

“O presidente Othelino garantiu na composição de sua chapa uma grande representação feminina, a maior do Maranhão, e talvez a maior do Brasil. Isso mostra que houve uma preocupação em preservar a representação das bancadas, atentando para a composição partidária da Casa, o que se refletiu no nome da chapa, Igualdade e Democracia, mostrando uma união que pode nos ajudar a imprimir um novo ritmo no crescimento ao Maranhão”, afirmou o governador.

“Foi uma grande honra participar da abertura dos trabalhos, com destaque para a atuação do presidente Othelino Neto, no sentido de garantir uma grande composição feminina na chapa. Desejo sucesso à nova Mesa Diretora”, completou o presidente do TJMA.

O corregedor do TRE-MA ressaltou que a relação harmoniosa entre os poderes deve continuar. “A nova Mesa Diretora certamente manterá a parceria harmoniosa que o presidente Othelino tem com os demais poderes em benefício do Maranhão”, disse o desembargador Cleones Cunha.

O presidente Othelino Neto agradeceu as mensagens e falou sobre a participação feminina na bancada. “A bancada da Casa cresceu, agora são oito mulheres. O ideal seria que fosse ainda maior, mas temos um fato marcante, que merece muito ser enaltecido. A nova Mesa Diretora, agora, tem cinco mulheres e quatro homens, uma forma objetiva de reconhecer a importância da participação da mulher na política”.

Othelino Neto é eleito, por unanimidade, presidente da Assembleia Legislativa do Maranhão

O deputado comunista, formado em Economia e Jornalismo, tem pós-graduação em Marketing Político e começou cedo na militância

O deputado estadual Othelino Neto (PCdoB) foi eleito, na manhã desta sexta-feira (1º), presidente da Assembleia Legislativa do Estado do Maranhão, para o biênio 2019-2020 (19º Legislatura). Ele cumprirá o segundo mandato à frente do Legislativo Estadual. A eleição aconteceu no Plenário Nagib Haickel, logo após a solenidade de posse dos 42 deputados.

Othelino integrava a chapa “Igualdade e Democracia”, composta, também, pelos deputados Glalbert Cutrim (1º vice-presidente), Detinha (2ª vice-presidente), Dra. Thaíza Hortegal (3ª vice-presidente), Roberto Costa (4º vice-presidente), Andreia Rezende (1ª secretária), Cleide Coutinho (2ª secretária), Pará Figueiredo (3º secretário) e Daniella Tema (4º secretário).

O deputado comunista, formado em Economia e Jornalismo, tem pós-graduação em Marketing Político e começou cedo na militância. Os primeiros passos na política foram dados ainda na juventude, na Universidade Federal do Maranhão, onde ele foi dirigente acadêmico do curso de Jornalismo.

Em 2010, Othelino Neto candidatou-se a deputado estadual pelo Partido Popular Socialista (PPS), obtendo 29.701 votos e permanecendo na suplência. No entanto, assumiria o cargo em 2012, definitivamente.

Na eleição de 2014, ele foi eleito pelo Partido Comunista do Brasil (PCdoB) com 30.196 votos. Na composição da Mesa-Diretora, foi escolhido entre os colegas de parlamento como 1º vice-presidente da Assembleia Legislativa. Mais tarde, com o falecimento do deputado Humberto Coutinho, então presidente do Legislativo Estadual, passaria a ocupar o cargo de presidente. A solenidade de posse aconteceu em 4 de janeiro de 2018.

Nas últimas eleições, em outubro de 2018, Othelino Neto foi candidato pelo PCdoB e obteve 60.386 votos, totalizando 1,86% dos votos válidos e sendo o quinto candidato mais votado do Maranhão.

Plenário elege Mesa Diretora para primeiro biênio da 19ª Legislatura

A nova Mesa Diretora, inscrita em chapa única, intitulada “Igualdade e Democracia”, foi eleita com o voto unânime de todos os 42 deputados

Os deputados empossados para a 19ª Legislatura da Assembleia Legislativa do Maranhão elegeram, na manhã desta sexta-feira (1º), os membros da Mesa Diretora para o o biênio 2019-2020. A nova Mesa Diretora, inscrita em chapa única, intitulada “Igualdade e Democracia”, foi eleita com o voto unânime de todos os 42 deputados.

Da mesma forma que a cerimônia de posse dos deputados, a sessão de eleição da Mesa Diretora foi presidida pelo deputado Rigo Teles (PV), pelo fato de ser o parlamentar com o maior número de mandatos na Casa.

Todos os 42 deputados participaram da votação, em chapa única. Após a proclamação do resultado, a nova Mesa Diretora, encabeçada pelo deputado Othelino Neto (PCdoB), foi declarada empossada. Eis a composição:

– Presidente – Othelino Neto (PCdoB)

– 1º vice-presidente – Glalbert Cutrim (PDT)

– 2º vice-presidente – Detinha (PR)

– 3º vice-presidente – Dra. Thaiza Hortegal (PP)

– 4º vice-presidente – Roberto Costa (MDB)

– 1ª secretária – Andréia Rezende (DEM)

– 2ª secretária – Dra. Cleide Coutinho (PDT)

3º secretário – Pará Figueiredo (PSL)

– 4ª secretária – Daniella Tema (DEM)

Transmissão ao vivo

A cerimônia de posse dos deputados e a eleição da Mesa Diretora foram transmitidas, ao vivo, pela TV Assembleia (canal aberto 51.2 / 17 TVN) e pelo site www.al.ma.leg.br/tv. Os internautas também podem acompanhar a cobertura das solenidades pelas redes sociais da TV Assembleia e Agência Assembleia.

Governador Flávio Dino prestigia sessão de posse dos deputados eleitos para 19ª Legislatura

Em sua fala, o governador parabenizou os 42 deputados eleitos no pleito de 2018, desejou sucesso a todos

O governador Flávio Dino (PCdoB) prestigiou a sessão preparatória da Assembleia Legislativa do Maranhão realizada, na manhã desta sexta-feira (1º), que deu posse aos 42 deputados eleitos, nas eleições de 2018, para a Legislatura de 2019 a 2022.  O deputado Rigo Teles (PV) presidiu a sessão, por ser o parlamentar com maior número de mandatos, auxiliado pelos deputados Vinicius Louro (PR) e Daniela Tema (DEM).

Em sua fala, o governador parabenizou os 42 deputados eleitos no pleito de 2018, desejou sucesso a todos e disse que, a partir do momento da posse, todos os parlamentares são iguais, uma vez que representam o povo maranhense. “Este é um momento especial. Desejo sucesso tanto aos que apoiam, quanto os que fazem oposição ao nosso governo. A partir de hoje, vocês são guardiães do voto popular”, ressaltou.

“O Parlamento é uma instituição milenar e, particularmente, no Estado do Maranhão, tem uma história secular e representa o coração e o pulmão da democracia. Desde os gregos, com Aristóteles, e seguido com os romanos, que o Parlamento representa a vontade soberana do povo. Por isso, que essa solenidade se reveste de um momento especial, por representar aquilo que é mais importante na democracia, a vontade soberana do povo expressada no Parlamento”, lembrou o governador.

Flávio Dino estendeu os votos de sucesso à bancada federal do Maranhão, que toma posse hoje em Brasília, na Câmara e no Senado. “Desejo aos nossos deputados federais e nossos dois senadores Weverton Rocha (PDT) e Eliziane Gama (PPS) sucesso no desempenho de seus mandatos e que possam ajudar o Estado do Maranhão a ser melhor para todos”.

O presidente do Tribunal de Justiça do Maranhão (TJ/MA), desembargador José Joaquim Figueiredo dos Anjos, e o presidente em exercício do Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão (TRE/MA), desembargador Cleones Carvalho Cunha,  também compuseram a mesa dos trabalhos da sessão preparatória de posse dos deputados.

Deputados tomam posse para a 19ª Legislatura da Assembleia Legislativa

Conforme o rito estabelecido pelo Regimento da Casa, todos os 42 deputados eleitos e diplomados pela Justiça Eleitoral prestaram o compromisso de manter, defender e cumprir a Constituição do Brasil e a Constituição do Estado

Os deputados eleitos para a 19ª Legislatura da Assembleia Legislativa do Maranhão foram empossados, na manhã desta sexta-feira (1º), no Plenário Deputado Nagib Haickel. O deputado Rigo Teles (PV), por ser o parlamentar com maior número de mandatos na Casa, presidiu a sessão.

A cerimônia contou, também, com a presença do governador Flávio Dino (PCdoB); do presidente do Tribunal de Justiça do Estado, desembargador José Joaquim Figueiredo dos Anjos; do presidente em exercício do Tribunal Regional Eleitoral, desembargador Cleones Cunha, além de outras autoridades.

Conforme o rito estabelecido pelo Regimento da Casa, todos os 42 deputados eleitos e diplomados pela Justiça Eleitoral prestaram o compromisso de manter, defender e cumprir a Constituição do Brasil e a Constituição do Estado, observar as leis e desempenhar com lealdade, dedicação e ética o mandato a que lhes foi confiado pelo povo do Maranhão.

 “Esta legislatura cumprirá o seu papel da forma que sempre cumpriu, baseada no respeito mútuo entre os seus pares e na independência entre os Poderes”, afirmou o deputado Rigo Teles ao iniciar o seu discurso.

Conforme o rito estabelecido pelo Regimento da Casa, todos os 42 deputados eleitos e diplomados pela Justiça Eleitoral prestaram o compromisso de manter, defender e cumprir a Constituição do Brasil e a Constituição do Estado

O parlamentar frisou, ainda, que, “apesar das diversidades de pontos de vistas aqui representadas pelas mais diversas correntes políticas e ideológicas, conseguiremos caminhar para um denominador comum, o entendimento. Só assim cumpriremos com o nosso dever de pessoas públicas ao colocar os interesses da população maranhense acima de grupos”. 

“Nenhum regime político é digno do nome democrático se não tiver Parlamentos que funcionem com autonomia e independência. O grande desafio hoje é fazer da democracia, cada vez mais, um instrumento para melhorar a vida das pessoas. Esse deve ser o nosso compromisso principal como parlamentares que representam, a partir de hoje, o povo do nosso querido Estado do Maranhão”, completou Rigo Teles.

Congratulações

Em seguida, o governador Flávio Dino proferiu um discurso de saudação a todos os deputados empossados. Ele fez questão de registrar breves palavras de homenagem e de congratulações. “Não apenas em meu nome, não apenas em nome do Poder Executivo, porque creio que também verbalizo aqui as congratulações do Poder Judiciário e do Sistema de Justiça do nosso Estado e dos demais Poderes, mas, sobretudo, quero consignar os cumprimentos de todo povo do Maranhão a cada deputada e cada deputado hoje empossados”.

Flávio Dino desejou sucesso tanto aos que apoiarão o governo, quanto àqueles que farão oposição. “Quero desejar que a independência e a harmonia determinada pela Constituição estejam no dia a dia desse relacionamento, e esse é o meu empenho. Tenho certeza de que assim como foi nos quatro primeiros anos assim será nesses quatro vindouros”, salientou.

O governador informou, ainda, que a Mensagem Governamental do Poder Executivo será entregue e apresentada no Plenário da Assembleia Legislativa, na próxima segunda-feira (4), às 16 horas, quando acontecerá sessão solene de instalação desta legislatura.

Deputados fecham chapa “Democracia e Igualdade” com Othelino presidente

Com seu espírito conciliador e trabalho reconhecido na presidência da Alema, o atual presidente, Othelino Neto, deverá ser reconduzido ao cargo

Com a posse dos deputados estaduais e a eleição para a Mesa Diretora da Assembleia Legislativa do Maranhão marcada para esta sexta-feira (1), o presidente Othelino Neto (PCdoB) fechou a chapa Democracia e Igualdade que será registrada pela manhã. Ele reuniu o grupo na tarde desta quinta-feira, 31.

A eleição para a Mesa Diretora caminha para ser decidida com tranquilidade. Com seu espírito conciliador e trabalho reconhecido na presidência da Alema, o atual presidente, Othelino Neto, deverá ser reconduzido ao cargo.

Com seu espírito conciliador e trabalho reconhecido na presidência da Alema, o atual presidente, Othelino Neto, deverá ser reconduzido ao cargo

Com articulações que contemplam todos os blocos parlamentares, a Mesa Diretora está praticamente fechada, faltando apenas a definição do bloco de oposição. No encontro, foram apresentado os parlamentares que deverão ser eleitos nesta sexta-feira.

Integrantes da chapa única “Democracia e Igualdade”:

Presidente – Othelino Neto (PCdoB)

1º Vice-Presidente – Glalbert Cutrim (PDT)

2º Vice-Presidente – Detinha (PR)

3º Vice-Presidente – Thaísa Hortegal (PP)

4º Vice-Presidente – destinado ao bloco de oposição

1ª Secretaria – Andréia Martins Resende (DEM)

2ª Secretaria – Dra. Cleide Coutinho (PSB)

3ª Secretaria – Pará Figueirêdo (PSL)

4ª Secretaria – Daniella Tema (DEM)

O deputado Roberto Costa (MDB) é candidato ao cargo de 4o Vixe-Presidente, mas como não foi indicado pelo bloco de oposição, por enquanto, concorre avulso. Mas pode ser incluído até minutos antes da eleição, se houver entendimento.

Othelino Neto, eleições na Assembleia e a experiência comunista maranhense

Jornalista e economista, Othelino é considera por muitos como um dos mais atuantes do Legislativo. Foto: Kristiano Simas

O Imparcial

Othelino Neto (PCdoB) foi eleito para seu terceiro mandato seguido como deputado estadual e ao que tudo indica deve ser reconduzido ao cargo de presidente da Assembleia Legislativa do Maranhão sem candidatura de oposição.

Identificado e engajado com o projeto de mudança proposto polos comunistas maranhenses, Othelino filou-se ao PCdoB a convite do governador Flávio Dino. “Umas das coisas que mais nos aproxima é que temos uma visão de mundo pelo mesmo campo, o de esquerda. Ao mesmo tempo em que temos essa relação política estreita, compreendemos que é preciso ter uma relação de independência entre os poderes”, afirma o deputado em entrevista exclusiva ao jornal O Imparcial.

Jornalista e economista, Othelino é considera por muitos como um dos mais atuantes do Legislativo. “A sociedade maranhense soube compreender e reconhecer esse momento de transformação que passa o estado. Apesar de todo esse momento de crise financeira e política que vem passando o Brasil, o Maranhão está equilibrado, e isso é importante para todos, que o estado não quebre como quebraram importantes como Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul”, afirma.

Confira a entrevista exclusiva:

Perspectivas futuras

O povo pode esperar muito trabalho pelo Maranhão. A Assembleia tem dado respostas rápidas e cumprindo bem seu papel de legislar, não só com leis de iniciativa própria, mas com projetos de lei vindo do judiciário e do executivo. Temos feito também discussões políticas importantes aqui, o Maranhão tem sido discutido. E como estabelece o regime democrático, prevalece a vontade da maioria. A Assembleia nesses quatro anos vai continuar com essa postura, cumprindo suas prerrogativas: legislar, fiscalizar o executivo, e fazer uma discussão ampla e irrestrita da nossa política maranhense e nacional.

Eleições na Assembleia

Caso no dia 1º de fevereiro os deputados confirmem minha recondução ao cargo de presidente da casa, o sentido principal será esse: manter a postura de independência do poder legislativo e harmônica com outros poderes. Existe um equívoco de alguns seguimentos da sociedade de achar que os poderes devem viver em conflito, mas quando isso acontece (o conflito) é ruim para o estado democrático de direito.

O Maranhão dá um bom exemplo para o Brasil onde as instituições conseguem se relacionar de forma respeitosa, mas cada um cumprindo com suas prerrogativas. Existe um diálogo produtivo do legislativo com o executivo, do legislativo com o judiciário, do judiciário com o executivo, e isso sem perda de atribuições e mantendo o equilíbrio que é necessário. Por que, quando um dos poderes se sobrepõe aos outros esse desiquilíbrio fere o estado democrático de direito, e na falta de diálogo entre os poderes quem sente primeiro é a sociedade.

Ampla vitória do campo político de esquerda no Maranhão

A sociedade maranhense soube compreender e reconhecer esse momento de transformação que passa o estado. Apesar de todo esse momento de crise financeira e política que vem passando o Brasil, o Maranhão está equilibrado, e isso é importante para todos, que o estado não quebre como quebraram importantes como Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul. Aqui no Maranhão conseguimos manter essa estabilidade. Os três poderes vem cumprindo suas tarefas, pagando os funcionários em dia, e no caso do executivo conseguindo suprir os serviços essenciais à população. Então, acho que o reconhecimento da sociedade foi que deu ao nosso campo político essa ampla vitória em 2018. Elegemos 32 deputados estaduais, 12 federais, dois senadores, a reeleição do governador no primeiro turno. É um reconhecimento do trabalho que vem sendo feito por este grupo político que vem fazendo o Maranhão melhorar.

A experiência comunista maranhense

É razão de muito orgulho pertencer aos quadros do PCdoB, um partido que tem uma história dedicada as lutas populares e as boas causas dos brasileiros. Eu, que tenho uma formação à esquerda, me sinto muito à vontade no PCdoB. Nós somos os comunistas do Brasil, e aqui no Maranhão mostramos o quanto essa experiência está sendo exitosa no sentido de promover a melhoria da qualidade de vida da população, de valorizar programas sociais que alcançam os seguimentos que mais precisam, e de ir corrigir distorções que ainda prevalecem, mas que estão sendo corrigidas, onde um segmento da sociedade tem muito e outro, que é segmento muito maior, não tem quase nada.

Alguns, por preconceito, ficam tentando desqualificar a experiência comunista do Brasil. Boa parte daquilo que foi escrito por Marx e Lênin ainda vale hoje. Mas, o que se aplicou nas primeiras revoluções, na Revolução Russa, que foi a primeira e a mais importante de todas, é claro que não pode ser aplicado da mesma forma em 2019. O mundo se transformou e as experiências concretas vão fazendo com que ajustes sejam feitos nos modelos. Nós somos o Partido Comunista do Brasil, nós temos uma formação política consolidada, mas vivemos em um país cujo modo de produção capitalista. Então, as nossas normas e leis são de um país capitalista e assim nós nos adequamos, embora em nenhum momento pensamos em abrir das convicções que são essenciais da nossa “fé”, que é, principalmente, a construção de um país mais justo e igualitário.

Inspirações dos comunistas maranhenses

Nesse modelo tem muita coisa nova, mas existem programas importantes que desenvolvemos analisando experiências de outros lugares. Por exemplo, observamos em Pernambuco, ainda sob o comando do saudoso Eduardo Campos, o projeto Cidadão do Mundo e os IEMAs (Instituto de Educação Ciência e Tecnologia do Maranhão), que não são exatamente iguais, mas vimos lá e achamos uma boa e aplicamos aqui. Alguns aspectos do sistema de educação pública do Ceará, que em alguns municípios tem sido referência no Brasil, e nesse aspecto podemos citar Sobral, que tem um dos melhores índices na área educacional do país.

Mas temos também experiências que podem servir para o Brasil, e eu destacaria o projeto Escola Digna, que tem uma marca muito forte. Primeiro pelo aspecto de resgate da autoestima do professor, dos responsáveis pelo aluno e do próprio estudante, que por falta de opção estudava em uma escola sem as mínimas condições, muitas vezes de taipa, sem carteira ou banheiro, enfim… E, essa transformação, onde o estado substituiu a escola antiga por uma nova é uma marca muito forte, não só pelo aspecto subjetivo de resgate da autoestima, como pelo aspecto objetivo, que estimula a criança a estudar. Isso vai ter resultados concretos na melhoria da qualidade de vida do maranhense a médio e longo prazo, e talvez esse seja o nosso legado principal. Não é uma obra que tem “caráter eleitoral” mais forte, mas é a que vai marcar definitivamente o compromisso dos comunistas com o futuro do Maranhão.

Composição com vários partidos

Nós somos comunistas, mas, sobretudo, democratas. E entendemos que um estado como o Maranhão, com todas suas necessidades e carências, precisa dessa junção de forças, e nós não temos a pretensão nem a arrogância de achar que só nosso credo é o que vale, é a verdade absoluta. Então, nós temos condições de dialogar com partidos e políticos que tem formações ideológicas diferentes, mas que tem o mesmo propósito, que é o de transformar o Maranhão em um estado mais justo. Então, aqui nós temos a capacidade de discutir e ter uma aliança forte com partidos que não militam no mesmo campo político que o nosso. Na base de apoio do PCdoB do Maranhão nós temos o DEM, o Solidariedade, PP e PTB. Do PT, passando pelos partidos do “centrão”, chegando até em alguns de direita, vários compõem a nossa base e respeitam o nosso programa.

Consenso na união dos partidos

O programa de governo para os próximos quatro anos apresentado a sociedade foi amplamente discutido. Eu acredito que o essencial numa aliança tão heterogênea é estabelecer qual o caminho a ser trilhado: cada um dá sua colaboração, mas respeitando aquilo que é o essencial deste comando político atual, no caso Flávio Dino e o PCdoB.

Como exemplo podemos citar a própria Assembleia do Maranhão, onde nós não fizemos um trabalho para fazer do PCdoB um partido hegemônico. Aqui a representação dos partidos fruto das eleições de 2018 mostra como tratamos os aliados de força democrática e respeitosa.

O PCdoB é o partido do governador e historicamente foi assim: o partido do governador sempre fazia a maior bancada com uma diferença numérica muito grande para os outros partidos. Objetivamente falando, enquanto elegemos seis o PDT elegeu sete, o DEM colocou cinco, o PR fez três, e vários partidos com dois ou apenas um. Temos uma presença partidária muito forte na Assembleia, e diferente do que muitos defende, não é ruim, o problema nosso não está na quantidade de partidos, a pluralidade é necessária e faz parte de uma boa Assembleia.

Como deputados federais de outros campos políticos podem ajudar o Maranhão

Os deputados federais como um todo tem emendas individuais e de bancada que podem ajudar muito o estado. Mas, podem também ser interlocutores do estado do Maranhão junto ao governo federal. E, neste quesito, um aspecto mais importante já que é público e notório que o governador Flávio Dino faz oposição ao presidente Jair Bolsonaro, mas isso não quer dizer que não precisa e que não vai existir um diálogo institucional entre o governo do Maranhão e da República, até porque isso é obrigação dos dois, e a diferença política permanece, mas o que diz respeito aos interesses do povo se faz necessário o diálogo, tanto que é nosso vice-governador Carlos Brandão teve agenda com ministros, Dino também, e nossa expectativa é que no aspecto institucional haja um diálogo permanente com o governo federal.

Diálogos com os comunistas maranhenses

Esta semana tivemos uma reunião com a bancada de deputados estaduais do PCdoB, e o com Márcio Jerry, e tratamos de assuntos diversos. A posição da bancada do PCdoB em relação a composição da mesa diretora já foi tomada faz algum tempo. Tratamos também sobre ações políticas e planos para o próximo mandato, combinamos de convidar os prefeitos para articular nossas definições políticas; estes foram os temas.

Mas, aqui na Assembleia, tenho feito rodadas de conversas com todos os deputados. Essa lógica do diálogo permanente com todos os políticos, sejam da base governista ou da oposição, acontece o ano todo, até porque quem preside o poder legislativo preside todos os deputados, independentemente de sua opção política, ideológica ou partidária.

Relação com Flávio Dino

Umas das coisas que mais nos aproxima é que temos uma visão de mundo pelo mesmo campo, o de esquerda. Ao mesmo tempo em que temos essa relação política estreita, compreendemos que é preciso ter uma relação entre os poderes de independência, e isso é uma coisa que é muito forte, porque não é o fato de sermos aliados e termos uma relação pessoal muito boa que confundamos aquilo que diz respeito aos nosso papeis enquanto comandantes de poderes diferentes.

Claro que é razão de alegria ver o Flavio Dino governar o Maranhão e pra mim de liderar o poder legislativo, mas nem a nossa relação política nem a de amizade que nós temos um com o outro faz com que nós deixemos de compreender a função de cada um, e o poder legislativo exerce na sua plenitude a suas prerrogativas, não só de legislar como de fiscalizar. Alguém pode dizer que “o poder legislativo não briga com o executivo?”, mas o objetivo não é brigar, é manter uma relação harmônica e respeitosa. Em alguns momentos podemos ter divergências, que são legítimas, mas sempre mantendo o respeito institucional. Não é admissível quando um poder diverge do outro fora daquilo que estabelece a constituição. Isso é ruim para todos, para a sociedade, e nisso, eu insisto, o Maranhão é um exemplo para o Brasil, cada qual andando no seu devido espaço, cumprindo com suas obrigações constitucionais, e não tentando invadir o espaço do outro.

Encontro em São Luís debate Educação Pública: Os avanços e retrocessos

O encontro conta a presença do ex-secretário de Educação do Ceará e deputado federal (PDT) Idilvan Alencar; do presidente estadual do PCdoB-MA e deputado federal, Márcio Jerry; do secretário de Estado da Educação, Felipe Camarão

O Coletivo de Educação do Partido Comunista do Brasil – PCdoB – Maranhão realiza nesta quinta-feira, 24/01, às 18h, no Grand São Luís Hotel, o debate ‘Educação e Democracia – Avanços e Retrocessos. O encontro conta a presença do ex-secretário de Educação do Ceará e deputado federal (PDT) Idilvan Alencar; do presidente estadual do PCdoB-MA e deputado federal, Márcio Jerry; do secretário de Estado da Educação, Felipe Camarão.

A ideia é ao mesmo tempo apresentar para a sociedade as mudanças que têm ocorrido no Maranhão na educação e criar um contraponto, uma base de resistência aos ataques que se avizinham contra a educação no Brasil, como explica Ismael Cardoso, membro da organização do debate. “Como dizia Paulo Freire, vamos ‘denunciar e anunciar’, ou seja, fazer a devida crítica, a partir dessas mobilizações e debates, aos retrocessos apresentados pelo governo Bolsonaro e ‘anunciar’, propor saídas e alternativas”, afirma.

Um dos convidados a debater, o secretário de educação do Maranhão, Felipe Camarão avalia como sendo uma oportunidade única para debater a educação de forma responsável e democrática. “Vamos analisar o que já foi feito pelo governo Flávio Dino aqui no Maranhão nos últimos quatro anos e os projetos que temos para ser desenvolvidos nesses próximos quatro anos. E ainda por cima, analisar a conjuntura nacional, o que envolve a redução de gastos por parte do Governo Federal na educação, o sucateamento da educação pública, mostrando que nós no Maranhão estamos na contramão desse movimento.

O Evento

O debate ‘Educação e Democracia – Avanços e Retrocessos é o ponta pé inicial para mobilizar o Coletivo de Pensadores da educação criado pelo PCdoB – Maranhão, sendo esse o primeiro encontro de uma rodada de debate que serão realizados ao longo do ano.

SERVIÇO:

O que: Debate ‘Educação e Democracia – Avanços e Retrocessos
Onde: Grand São Luís Hotel
Quando: 24/01/2019