Jogo limpo para quem?

jogo sujo

Nos últimos dias, a oposição, setores da Imprensa e da chamada “blogosfera”, em São Luís, vêm forçando todos os limites possíveis no afã de criar um clima de desistência ou inviabilidade eleitoral de Edivaldo Holanda Júnior, prefeito de São Luís e candidato à reeleição.  Ou duvidam do intelecto do eleitor ou não estão mostrando respeito com quem irá às urnas no dia dois de outubro.

Primeiro, inventaram que a candidatura estava impugnada e que o PDT estaria cogitando o nome do vereador Ivaldo Rodrigues para disputar no lugar de Edivaldo. O boato foi prontamente desmentido pela direção do partido. Agora, numa demonstração de imensa covardia, a fábrica de invenções atinge até mesmo a primeira-dama de São Luís, Camila Braga.

Aos fatos. Como já foi amplamente desmentido, a candidatura de Edivaldo não foi impugnada e ele permanece como candidato majoritário na chapa que articulou para a reeleição a prefeito de São Luís.

E sobre outra aberração, a primeira-dama Camila Braga poderia ser até um bom nome por seu carisma e presença constante na administração Edivaldo,  mas ainda que a candidatura de Edivaldo estivesse em risco – e frise- se, não está – ela não é filiada a partido político. E caso fosse, o prefeito também teria que ter abdicado do cargo seis meses antes do pleito, conforme pede a legislação eleitoral.

O que se desprende dessa avalanche de factoides é o desespero latente de adversários que, perdendo a batalha de propostas e a de mobilização nas ruas, plantam uma informação falsa atrás da outra. Se já está assim agora, que a campanha mal começou, o que esperar das próximas semanas? E ainda há, em São Luís, quem tenha prometido fazer uma campanha limpa. Imagine!

Líder do governo contraria PSB e anuncia apoio a Edivaldo em São Luís

Rogério Cafeteira

Rogério Cafeteira

O líder do governo na Assembleia Legislativa, deputado estadual Rogério Cafeteira (PSB), decidiu não seguir a orientação do seu partido, que coligou com o candidato a prefeito de São Luís, Wellington do Curso (PP), e declarou, nesta quarta-feira (17), o seu apoio à reeleição do prefeito Edivaldo Holanda Jr (PDT).

Cafeteira disse que optou pelo que considera o melhor para São Luís com o conhecimento de causa de quem acompanha o mandato de Wellington no Legislativo.

A sua decisão foi tomada nesta tarde depois de uma reunião com o deputado Weverton Rocha, líder do PDT na Câmara Federal, sem que tenha que queimar a própria língua, como fizera Evangelista, que não media palavras para desqualificar Eliziane Gama.

JOGO DE ESTICA E PUXA – Com decisão do STF, Julião Amim deve assumir vaga na Câmara Federal

Julião Amim deve assumir vaga na Câmara com decisão do STF

Julião Amim deve assumir vaga na Câmara com decisão do STF

E a novela continua com mais um episódio. Com a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) de que quem deve julgar contas de ex-prefeito é a Câmara Municipal e não o Tribunal de Contas – já que a condenação do ex-prefeito de Porto Franco, Deoclides Macedo (PDT), deu-se exatamente por uma condenação do TCE –  o pedetista deve ter seus votos validados.

Com a validação dos votos de Deoclides Macedo, a chapa do PDT ganharia mais uma vaga na Câmara. E ela seria do secretário  estadual de Trabalho, Julião Amim, que deverá  assumir no lugar do deputado federal Alberto Filho (PMDB). Caso ele não assuma, Deoclides é beneficiado diretamente, pois é o próximo suplente.

Entenda o caso

Em sessão plenária, na quarta-feira (10), os ministros do STF decidiram, por 6 votos a 5, que apreciação final das contas de prefeitos deve ser feita mesmo pelas câmaras municipais, não pelos tribunais de contas.

Deoclides Macedo foi candidato a deputado federal em 2014 e não teve os votos contabilizados, justamente porque teve contas regeitadas pelo TCE-MA – mesmo aprovadas pela Câmara de Vereadores de Porto Franco.

O ex-prefeito teve 56.171 votos que, uma vez considerados, mudariam  o resultado das eleições para deputado federal e garantiriam a vaga a Julião Amin, ficando Macedo como primeiro suplente.

Alberto Filho só conseguiu cadeira na Câmara Federal com a nulidade dos votos de Macedo. Esse resultado levou Julião à condição de mero primeiro suplente.

FIM DO IMPASSE! Júlio Pinheiro será o candidato a vice de Holandinha…

Professor Júlio Pinheiro foi a indicação do PCdoB para compor chapa com Edivaldo Júnior

Professor Júlio Pinheiro foi a indicação do PCdoB para compor chapa como vice de Edivaldo Júnior

O Partido Democrático Trabalhista (PDT) em São Luís anunciou, nesta quarta-feira (04), em coletiva de imprensa,  o professor e sindicalista Júlio Pinheiro como candidato a vice-prefeito na chapa do atual prefeito, Edivaldo Holanda Júnior (PDT), para as eleições municipais em São Luís. A oficialização pôs fim a uma novela que já vinha se esticando demais.

Depois de uma briga entre PT e PSB pelo posto de candidato a vice, o PCdoB, que havia cedido a vaga para as negociações que sustentassem a candidatura à reeleição, resolveu retomar o seu direito à vaga, como sinal de fim de  impasse e da crise entre os partidos que se engalfinhavam.

Durante o anúncio,  Edivaldo Jr, o Holandinha,  mencionou a origem de Júlio, que é da área Itaqui Bacanga, ressaltando a sua importância histórica nas lutas sindicais e nas causas sociais como membro do PCdoB.

O professor Júlio Pinheiro destacou que a indicação para vice-prefeito da capital maranhense será mais uma batalha a ser travada. “Fico feliz com essa indicação. Vamos dar todo apoio ao prefeito Edivaldo na continuidade do trabalho que ele vem desempenhando em São Luís”, frisou.

O presidente estadual do PCdoB, Márcio Jerry, e o presidente estadual do PDT, Weverton Rocha, foram algumas das autoridades políticas presentes no ato.

Perfil do candidato

Júlio Pinheiro é professor de história da rede pública estadual de ensino e presidente licenciado do Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do Maranhão (Sinproesemma).

É filiado ao PCdoB desde a década de 1990, tendo antes atuado ativamente como membro da União da Juventude Socialista (UJS).

“PDT terá candidato próprio em 2018”, diz Weverton Rocha ao evidenciar distanciamento do PT

Segundo o deputado Weverton, desembarcar do governo nesse momento de crise seria oportunismo do partido

Segundo o deputado Weverton, desembarcar do governo nesse momento de crise seria oportunismo do partido

O líder do PDT na Câmara Federal, deputado federal Weverton Rocha, informou,  em discurso no plenário, que o PDT decidiu continuar na base de sustentação do governo no Congresso Nacional, mas assegurou que, no momento oportuno, o partido discutirá a saída, ou seja rompimento com o PT, para trabalhar o nome de Ciro Gomes à Presidência da República nas eleições de 2018.

Segundo o deputado Weverton, desembarcar do governo nesse momento de crise seria oportunismo do partido. “Vamos manter apoio à presidente Dilma Rousseff até ela superar esse momento difícil. Ajudamos a elegê-la e é nossa obrigação auxiliar o governo a superar essa crise”, afirmou.

O pedetista disse, ainda, que os membros da executiva consideraram a condução coercitiva do ex-presidente Lula um espetáculo midiático, no entanto, garantiram que não subirão no palanque com o ex-presidente por conta dos movimentos para a candidatura própria.

O deputado destacou também os temas definidos em reunião da executiva nacional do partido para o enfrentamento da crise, entre eles, a defesa do pré-sal sob controle e exploração da Petrobras; o combate à corrupção e à privatização do patrimônio público; a defesa do investimento, emprego e produção.

Flávio Dino troca também comandos do Detran e da Secretaria de Governo

IMG-20160301-WA0000

Pelo Twitter,  o governador do Maranhão,  Flávio Dino ( PCdoB),  anunciou nesta terça-feira (01) também mudanças no Departamento de Trânsito do Maranhão (Detran) e na Secretaria de Governo. No primeiro órgão, sai Antônio Nunes e assume a advogada Larissa Abdalla, ex-mulher do falecido pe dentista,  Jerry Abrantes.

Antônio Nunes vai para a Secretaria de Governo, pasta que estava com Felipe Camarão que agora assumirá para a Educação. A notícia foi dada em primeira mão por este blog.

Com Larissa no Detran, o PDT se fortalece, mais ainda, no governo Flávio Dino.  E o Executivo mantém a boa relação com o partido.

Raimundo Penha lança pré-candidatura a vereador com apoio da Juventude Socialista do PDT

Raimundo Penha teve pré-candidatura lançada com presença de Carlos Lupi e Weverton Rocha

Raimundo Penha teve pré-candidatura lançada com presenças de Carlos Lupi e Weverton Rocha

A Juventude Socialista do Partido Democrático trabalhista (PDT) lançou, nesta quinta-feira (25), as pré-candidaturas que irá apoiar nas eleições deste ano. O evento aconteceu, na sede do PDT, na rua dos Afogados, Centro, e teve a participação do presidente nacional do partido, Carlos Lupi, do presidente estadual do partido e deputado federal, Weverton Rocha, e várias lideranças  do PDT em todo o Estado.
A presidente da JSPDT, Idalete Rodrigues, ressaltou a importância da atuação da Juventude Socialista nas eleições e ressaltou a participação de vários pré-candidatos oriundos do movimento.
Um dos lançamentos de destaque no evento foi a candidatura do presidente municipal do PDT em São Luís, Raimundo Penha. Ex-presidente da Juventude Socialista, ele é unanimidade nas fileiras da JSPDT pelo trabalho que desenvolveu enquanto esteve à frente do movimento.
Trajetória
Raimundo Penha iniciou sua carreira política ainda no Ensino Médio como presidente do Grêmio Estudantil do Colégio Nerval Lebre, em 2000, e como presidente da União dos Estudantes Secundaristas do Maranhão (UMES), sendo reeleito em 2002, como primeiro presidente reeleito da UMES.
Em 2007, assumiu o Conselho Estadual da Juventude, órgão de controle de ações voltadas pra juventude, que é formada pelo poder público e pela sociedade civil organizada.
Em 2012, assumiu a presidência da Juventude Socialista do PDT no Estado, onde permaneceu até agosto de 2015. Também em 2012, chefiou a tesouraria nacional da juventude socialista, cargo em que permanece até hoje.
Foi secretário de Desportos e Lazer de São Luís, em 2013,  até julho de 2014, quando assumiu a presidência do Instituto de Previdência e Assistência do Município – IPAM, de onde saiu, em fevereiro de 2016, para colocar seu nome à disposição do partido, na disputa eleitoral de 2016.

Weverton Rocha reassume mandato de deputado federal; Rosângela volta para a suplência

Weverton Rocha de volta à Câmara

Weverton Rocha de volta à Câmara

O deputado federal e presidente do Diretório do PDT Maranhão, Weverton Rocha, retomou, nesta quinta-feira (7), o seu mandato parlamentar na Câmara Federal, em Brasília. Com o retorno, ele assume a liderança da bancada federal do partido e passa a compor o colegiado de líderes, que a cada semana define as prioridades e pautas da agenda parlamentar.

O pedetista havia se licenciado do cargo por 120 dias para se dedicar à organização da legenda em São Luís e nos municípios em que a sigla apresenta condições reais de vencer nas eleições deste ano. No lugar dele, assumiu, temporariamente, a suplente Rosângela Curado, que é pré-candidata a prefeita de Imperatriz.

Rosângela será nomeada à função de Assessora da Presidência Nacional dos Correios, em Brasília.

Segundo Weverton, a sua missão como novo líder do PDT é continuar trabalhando para votar importantes projetos em Brasília.

Nada melhor do que um dia após o outro na política…

Edivaldo Holanda Júnior e Roberto Rocha: Reencontro em Brasília

Edivaldo Holanda Júnior e Roberto Rocha se reencontraram em Brasília em clima que em nada lembra a fatídica convenção do PSB, em que o senador não foi nem um pouco simpático com o prefeito

Weverton Rocha, com o seu poder de articulação, aproxima Edivaod de Roberto Rocha

Weverton Rocha, com o seu poder de articulação, estaria aproximando Edivaldo de Roberto Rocha?

Quem vê a cena das fotos, com o senador Roberto Rocha (PSB) de sorriso largo ao receber o prefeito de São Luís, Edivaldo Holanda Júnior (PDT), para reunião em Brasília, até esquece do episódio ocorrido há pouco mais de um mês, durante a convenção do PSB, na capital maranhense, quando o ex-vice-prefeito foi deselegante, fez duras críticas ao chefe do Executivo municipal e se “lançou” pré-candidato à sucessão municipal, levando, inclusive, vaias.

A reunião desta quarta-feira (07) está longe de ter sido apenas, meramente, um encontro formal. A presença do deputado federal Weverton Rocha, presidente estadual do PDT, na conversa, mostra que o partido tem um articulador político que sabe jogar, encaixando as peças de um xadrez, e que Edivaldo Holanda Júnior escolheu a sigla certa para disputar a reeleição.

Não entendeu? Entenda AQUI e AQUI.