Pesquisa Exata/TV Guará: Edivaldo cresce e tem 57%; Braide despenca e está com 43%

John Cutrim

guara2810

Pesquisa Exata contratada pela TV Guará e divulgada nesta sexta-feira (28) mostra uma vantagem de quatorze pontos percentuais de Edivaldo Holanda Júnior (PDT) sobre Eduardo Braide (PMN).

De acordo com o levantamento, Edivaldo tem 57% dos votos válidos, contra 43% de Braide.

A pesquisa Exata/TV Guará ouviu 800 pessoas entre os dias 25 e 27 de outubro e está registrada na Justiça Eleitoral sob o número nº MA-04457/2016. A margem de erro é de quatro pontos percentuais para mais ou para menos e o grau de confiabilidade é de 95%.

Rejeição

A pesquisa Exata/TV Guará apontou o candidato Eduardo Braide como o mais rejeitado pelo eleitor. 42% dos entrevistados disseram que não votariam de jeito nenhum em Braide. Já 34% declararam não votar em Edivaldo Holanda Júnior.

Aprovação

Ainda de acordo com a Exata/TV Guará, o governo Flávio Dino continua bem avaliado em São Luís, sendo aprovado por 60% da população.

Econométrica – Edivaldo amplia diferença; Braide cai e aumenta rejeição

econometrica2810

rejeicao2810

Com 58,9% dos votos válidos, Edivaldo é favorito em pesquisa Econométrica

Pesquisa Econométrica aponta vitória de Edivaldo com 58,9% dos votos válidos

O prefeito Edivaldo Júnior (PDT) ampliou a diferença de 13 para 17 pontos percentuais sobre Eduardo Braide (PMN) e praticamente garante a reeleição, segundo pesquisa do Instituto Econométrica, contratada pelo Jornal Pequeno.

De acordo com levantamento, realizado no dia 26, Edivaldo tem 58,9% dos votos válidos contra 41,1% de Eduardo Braide. Na soma dos votos válidos são descartados brancos, nulos e indecisos. É a mesma metodologia adotada pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) na totalização dos votos.

Na pesquisa estimulada, o candidato do PDT aparece com 54,1% das intenções de votos, enquanto Braide tem 37,7%. Brancos e nulos somam 4,2% e 3,9% não sabem ou não responderam.

A pesquisa está registrada no PESQELE sob o Nº MA-09849/2016 e ouviu 1016 eleitores das zonas urbana e rural de São Luís. A margem de erro é de 3 pontos percentuais para mais ou para menos com um intervalo de confiança de 95%.

REJEIÇÃO

O candidato Eduardo Braide é o mais rejeitado pelo eleitorado de São Luís com 45,9%. Edivaldo tem 31,6% de rejeição. Poderiam votar nos dois 15,9%. Não votariam em nenhum dos dois 3,1% e não sabem ou não responderam 3,5% dos entrevistados.

Mais de 58% dos eleitores acreditam em vitória de Edivaldo

A Econométrica quis saber também quem vencerá a eleição na opinião dos eleitores. Edivaldo lidera disparado com 58,1% dos entrevistados, enquanto 30,1% disseram que Braide vencerá o pleito do próximo domingo (30). Não sabem ou não responderam 11,8%.

EVOLUÇÃO

A série de pesquisas realizadas pelo Instituto Econométrica, neste 2º turno, mostra que o prefeito e candidato à reeleição Edivaldo está em curva ascendente, enquanto Eduardo Braide está em queda livre nos índices de intenções de votos.

Na pesquisa divulgada no dia 14 de outubro, Edivaldo tinha 52,3%, depois no levantamento divulgado no último dia 20 chegou a 52,6%; no dia 25 apareceu com 56,9% e agora tem 58,9%.

Eduardo Braide começou com 47,7%, depois caiu para 47,4%; em seguida para 43,1% e agora tem 41,1% dos votos válidos.

Pesquisa Exata/TV Guará confirma crescimento de Edivaldo e queda de Braide que tem maior rejeição

pesquisa-guara2710 pesquisa-guaradois2710

Contratada pela TV Guará, a pesquisa do Instituto Exata  mostra o candidato Edivaldo Holanda Júnior (PDT) com uma liderança de  dez pontos de vantagem. Assim como em outros levantamentos, feitos no segundo turno, a amostragem confirmou a tendência de crescimento do prefeito e queda de Eduardo Braide (PMN) que tem a maior rejeição neste segundo turno.

Se considerados os votos válidos, Edivaldo tem 55% contra 45% de Eduardo Braide. A pesquisa Exata/TV Guará ouviu 800 pessoas entre os dias 19 e 21 de outubro e está registrada na Justiça Eleitoral sob o número MA-08089/2016. A margem de erro é de quatro pontos percentuais para mais ou para menos e o grau de confiabilidade é de 95%.

Rejeição de Braide aumenta bastante

rejeicao2710

Braide também já é o mais rejeitado na pesquisa Exata e atinge patamares que impossibilitam o avanço para ser eleito. O candidato do PMN é rejeitado por 51%, enquanto Edivaldo é rejeitado por 35%. Poderiam votar nos dois 19% e 5% não votam em nenhum.

Aprovação do governo Flávio

A aprovação do governo Flávio Dino alcance ótimo patamar, de acordo com a Exata. O governo do comunista é aprovado por 62% dos ludovicenses, enquanto 33% não aprovam.

Pesquisa Data M aponta Edivaldo à frente de Braide no 2º turno

outubropesquisa_datam_estimulada-1

O Instituto Data M divulgou neste sábado (15), a primeira pesquisa de intenção de votos para prefeito de São Luís entre o candidato do PDT à reeleição, Edivaldo Holanda Junior, e o candidato do PMN, Eduardo Braide. No levantamento, o candidato pedetista, que liderou durante todo o primeiro turno, continua na frente com 11 pontos de vantagem sobre seu adversário.

Na pesquisa estimulada, onde são apresentados os nomes dos candidatos ao eleitor, Edivaldo está com 53,7% de intenções de voto e Eduardo Braide com 42,7%. 2,0% disseram que não votariam em nenhum dos candidatos e 1,6% não sabem ou não responderam.

Considerando apenas os votos válidos – direcionados a um candidato e que não incluem os brancos e nulos – Edivaldo aparece com 55,7% das intenções de voto e Eduardo Braide com 44,3%.

A pesquisa revelou também que 56,5% dos eleitores acreditam na vitória de Edivaldo. 32,8% apostam em Eduardo Braide. 10,7% não sabem ou não responderam.

O levantamento foi encomendado pela TV Difusora e Sindicato das Indústrias da Construção Civil do Estado do Maranhão/ Sinduscon, e registrado na Justiça Eleitoral, no dia 9 de outubro, sob o protocolo MA­02401/2016.

O Instituto Data M entrevistou 800 pessoas, entre os dias 10 e 12 de outubro, em vários bairros da capital. A margem de erro da pesquisa é de 3,1% para mais ou para menos, sendo 95% de confiabilidade.

Data M: Edivaldo mantém ampla liderança, Wellington cai e Braide ultrapassa Eliziane

pesquisa-datam-0110-07-2

pesquisa-datam-07pesquisa-datam-0110-04

O Instituto Data M divulgou neste sábado (1), véspera de eleição, mais uma pesquisa de intenção de voto para a corrida eleitoral em São Luís. A consulta, que ouviu 1.000 eleitores em vários bairros da capital, entre os dias 29 e 30 de setembro, evidencia a liderança do candidato à reeleição, Edivaldo Holanda Junior (PDT), e a vitória dele em primeiro turno.

O candidato pedetista alcançou a sua maior vantagem desde o início da campanha, com mais de 29 pontos à frente de Wellington do Curso (PP) que se mantém em segundo lugar.

Na pesquisa estimulada, onde são apresentados os nomes dos candidatos ao eleitor, Edivaldo está com 48,9% de intenções de voto, Wellington do Curso com 18,1%, Eduardo Braide (PMN) com 11,7%, Eliziane Gama (PPS) com 5,1%, Fábio Câmara (PMDB) com 2,5%, Rose Sales (PMB) com 1,1%, Cláudia Durans (PSTU) com 1,1%, Valdeny Barros (PSOL) com 0,2% e Zé Luis Lago (PPL) com 0,2%. 6,7% disseram que não votariam em nenhum dos candidatos e 4,4% não sabem ou não responderam.

VOTOS VÁLIDOS – Nos votos válidos, desconsiderando brancos, nulos e indecisos, o candidato Edivaldo soma 55,0%. O percentual garante a vitória do pedetista no primeiro turno. Wellington aparece em segundo com 20,4% das intenções de voto, seguido de Eduardo Braide com 13,2%, Eliziane com 5,7%, Fábio Câmara com 2,8%, Rose Sales com 1,2%, Cláudia Durans com 1,2%, Valdeny Barros com 0,2% e Zé Luis Lago também com 0,2%.

SEGUNDO TURNO – Nas simulações de segundo turno, Edivaldo também lidera e venceria em todos os cenários. Numa possível disputa entre Edivaldo e Wellington do Curso, Edivaldo seria reeleito com 55,4% das intenções de voto, contra 28,3% do adversário Wellington. 14,7% não votariam em nenhum deles e 1,6% não sabem ou não responderam.

No cenário em que o prefeito Edivaldo enfrenta a candidata do PPS, Eliziane Gama, Edivaldo também sairia vitorioso com 56,0% das intenções de voto, contra 20,9% de Eliziane. 20,7% não votariam em nenhum deles e 2,4% não sabem ou não responderam.

Na simulação de uma possível disputa entre Eliziane Gama e Wellington do Curso, Wellington aparece com 36,1% das intenções de voto contra 23,5% de Eliziane. 37,3% não votariam em nenhum deles e 3,1% não sabem ou não responderam.

EXPECTATIVA DE VITÓRIA – Os eleitores ouvidos na pesquisa também foram questionados quanto à expectativa de vitória. 77,5% dos eleitores acreditam na vitória de Edivaldo. 12,0% apostam em Wellington, 2,1% em Eduardo Braide, 1,8% em Eliziane, 0,7% em Cláudia Durans, 0,3% em Rose Sales e 0,2% em Fábio Câmara 0,1%. Valdeny Barros e Zé Luis Lago não pontuaram. 0,2% não acredita em nenhum deles e 5,2% não sabem ou não responderam.

INSTITUTO PERFIL – Eliziane cresce e pode ultrapassar Wellington após próximos debates…

perfil2

perfil

O Jornal Pequeno  publicou, neste domingo (25), pesquisa do instituto Perfil que mostra o crescimento da candidata do PPS, Eliziane Gama, na corrida pela Prefeitura de São Luís, com 17,2% das intenções de voto. Segundo a amostragem, se a eleição fosse hoje, a deputada federal disputaria “voto a voto” o segundo lugar com o adversário Wellington do Curso (PP), agora “Wellington Sem Curso” (admitiu que nenhum dos cursos está em seu nome e sim de laranjas).

Segundo o instituto, Eliziane estaria 4 pontos percentuais de Wellington Sem Curso, que pontuou 22,1%. Considerando-se a margem de erro de 3 pontos percentuais para mais ou para menos, essa diferença pode ser de apenas 1%. A pesquisa Perfil ouviu mil eleitores de São Luís, entre os dias 19 e 21 de setembro, e foi registrada, no Tribunal Regional Eleitoral (TRE),  sob o número 01931/2016. O grau de confiabilidade é de 95%.

De acordo com o instituto, o prefeito Edivaldo Júnior (PDT) está em primeiro lugar e  tem 37,3% das intenções de voto,  WC (PP) aparece com 22,1%, o candidato do PMDB, Fábio Câmara, ocupa a quarta colocação, com 3,1%, seguido de Rose Sales (PMB), com 2,7% e Eduardo Braide (PMN), com 2,6%.

Na pesquisa Perfil, Cláudia Durans (PSTU), Valdeny Barros (PSOL) e Zeluis Lago (PPL) não alcançaram 1% na pesquisa. Outros 6,4% votariam nulo ou branco e outros 6,9%  não souberam ou não quiseram responder à pesquisa.

Este já é o terceiro instituto a confirmar a tendência de queda de Wellington Sem Curso nos últimos três dias, a uma semana das eleições. E olha que a pesquisa foi realizada antes da desastrosa participação de WC no debate da TV Guará, na última quinta-feira (22), em que os telespectadores assistiram a um candidato  apático, sem conteúdo e a um deputado apenas de lábia, sem ações efetivas.

Ainda há mais dois debates, o da Difusora e o da Mirante, e Wellington Sem Curso já demonstrou o quanto é despreparado para administrar São Luís. Serão outras duas oportunidades para os eleitores analisarem o conteúdo dos candidatos.

Escutec confirma DataM, aponta crescimento de Edivaldo e queda dos principais concorrentes

escutec2409

O instituto Escutec, contratado pelo jornal O Estado do Maranhão, confirmou o crescimento do candidato à reeleição, Edivaldo Holanda Jr (PDT), que abriu mais de 20 pontos em relação ao segundo candidato, Wellington do Curso (PP), agora “Wellington Sem Curso”.

O Escutec confirmou a queda dos demais principais concorrentes e identificou uma pequena subida do candidato do PMN, deputado Eduardo Braide, que, por sinal, saiu-se muito bem no debate realizado pela TV Guará na última quinta-feira (22). Aliás, foi o melhor, revelando o vazio de Wellington do Curso que teve um desempenho muito fraco.

Os números do Escutec também confirmam a tendência de vitória no primeiro turno para Edivaldo Holanda Jr.

Data M – Edivaldo cresce e pode vencer no primeiro turno…

A dez dias das eleições, pesquisa Data M mostra tendência de vitória de Edivaldo no primeiro turno

pesquisa-estimulada2309

simulac%cc%a7a%cc%83o-2-turno2309 simulac%cc%a7a%cc%83o-2-turno2309vale

Faltando apenas dez dias para o primeiro turno das eleições municipais do dia 2 de outubro, a pesquisa Data M confirma a liderança e crescimento disparado do candidato à reeleição Edivaldo Holanda Junior (PDT). No levantamento divulgado nesta sexta-feira, 23, o pedetista aparece em primeiro lugar em todos os cenários apresentados e pelos números sairia vencedor logo no primeiro turno.

Na pesquisa estimulada, onde são apresentados os nomes dos candidatos ao eleitor, Edivaldo lidera com mais de 20 pontos à frente do segundo colocado, a maior diferença desde o início da campanha. Edivaldo está com 47,1% de intenções de voto, Wellington do Curso (PP) com 25,7%, Eliziane Gama (PPS) com 3,7%, Eduardo Braide (PMN) com 2,6%, Fábio Câmara (PMDB) com 1,4%, Cláudia Durans (PSTU) com 1,1%, Rose Sales (PMB) com 0,6%, Valdeny Barros (PSOL) 0,2%, Zé Luis Lago (PPL) com 0,1%. 8,9% disseram que não votariam em nenhum dos candidatos e 8,7%% não sabem ou não responderam.

Considerando apenas os votos válidos – direcionados a um candidato e que não incluem os brancos e nulos –, Edivaldo mantém a dianteira e venceria em primeiro turno com 57,1% de intenções de voto. Wellington do Curso aparece nesse cenário com 31,2%, Eliziane Gama (PPS) com 4,5%, Eduardo Braide (PMN) com 3,2%, Fábio Câmara (PMDB) com 1,7%, Cláudia Durans (PSTU) com 1,3%, Rose Sales (PMB) com 0,7%, Valdeny Barros (PSOL) com 0,2% e Zé Luis Lago (PPL) com 0,1%.
Segundo turno

Edivaldo também venceria em eventual segundo turno, é o que aponta todos os cenários avaliados pelo Instituto Data M. Num hipotético cenário de disputa entre Edivaldo e Wellington, Edivaldo seria reeleito com 50,9% das intenções de voto contra 32,9% de Wellington.

Quando avaliado o cenário de segundo turno entre Edivaldo e Eliziane, o candidato pedetista aparece com 57,1% das intenções de voto contra 15,6% de Eliziane.
Na simulação de uma possível disputa entre Eliziane Gama e Wellington do Curso, Wellington aparece com 50,0% das intenções de voto contra 17,4% de Eliziane.

Expectativa de vitória

A Data M perguntou aos eleitores, independente da intenção de voto, quem eles achavam que venceria a disputa em São Luís. A expectativa de vitória de Edivaldo cresceu de 62,9%, da pesquisa divulgada na semana passada, para 66,9% agora. 17,5% apostam em Wellington, 2,1% em Eliziane, 0,6% em Eduardo Braide, 0,4% em Cláudia Durans, 0,4% em Fábio Câmara, 0,4% em Zé Luis Lago, 0,2% em Valdeny Barros e Rose Sales não pontuou. 1,9% em nenhum deles e 9,6% não sabem ou não responderam.

Rejeição

A pesquisa Data M também questionou os eleitores quanto à rejeição dos candidatos. Novamente a candidata Eliziane Gama foi a mais rejeitada pelos eleitores com 22,3%, seguida de Edivaldo com 15,7%, menor índice já apresentado. Wellington do Curso aparece com 7,4%, Fábio Câmara com 6,8%, Zé Luis Lago 4,2%, Cláudia Durans 3,9%, Eduardo Braide 3,6%, Rose Sales 3,2% e Valdeny Barros 2,8%. 16,9% disseram que votariam em todos e 13,3% não sabem ou não responderam.
A pesquisa foi encomendada pela TV Difusora e Sindicato das Indústrias da Construção Civil do Estado do Maranhão/ Sinduscon, e registrada na Justiça Eleitoral, no dia 17 de setembro, sob o protocolo MA­01065/2016.

A Data M ouviu 1.000 eleitores, entre os dias 20 e 22 de setembro, em vários bairros da capital. A margem de erro da pesquisa é de 3,1% para mais ou para menos, sendo 95% de confiabilidade.

Carlinhos Barros mantém liderança em Vargem Grande, diz instituto Prever

 

Na segunda pesquisa realizada em Vargem Grande, Carlimhos Barros (PCdoB) amplia, ainda mais, vantagem em relação ao segundo candidato

vargem-grande-setembro vargem-grande-setembro2

Faltando menos de 15  dias para a a eleição, nova pesquisa realizada em Vargem Grande, encomendada pelo Blog da Sílvia Tereza, revela que o candidato do PCdoB, Carlinhos Barros, continua favorito para a Prefeitura da cidade. O levantamento mostra o comunista com  61,8 % das intenções de voto contra 27,1% que preferem Irandir Fernandes e 1,5 % que dizem votar em Márcia Bezerra.

A pesquisa, divulgada nesta segunda-feira (19) pela Prever Pesquisas e Consultoria, foi encomendada pela Attualità Comunicação e Marketing, empresa que edita o Blog da Sílvia Tereza, sob o número MA-07434/2016.

A coleta foi realizada entre 09 e 12 de setembro e ouviu 469 pessoas. O intervalo de confiança é de 95% e a margem de erro é de 3,43% pontos percentuais.

Além das intenções de voto, a pesquisa também avaliou a taxa de rejeição dos candidatos. No cenário entre Carlinhos Barros, Irandir Fernandes e Márcia Bezerra, 40,1% não votariam na primeira,  27,1 % dos eleitores disseram que não votariam em Márcia Bezerra e apenas 16,4 %  dos entrevistados não conduziriam Carlinhos Barros à Prefeitura. 6,2% não souberam ou não quiseram responder e 10,2 % não têm rejeição a nenhum candidato.