Prefeito de Pedro do Rosário preso por porte ilegal de arma…

Presos foram levados para prestar depoimento na Polícia Federal

Presos foram levados para prestar depoimento na Polícia Federal

Uma operação da Polícia Rodoviária Federal (PRF), realizada no terminal de ferryboat da Ponta da Espera, em São Luís, prendeu, nesta sexta-feira ( 09), o prefeito de Pedro do Rosário (MA), município localizado a cerca de 340 km da capital, José Irlan Sousa Serra, irmão do deputado estadual Toca Serra (PTC).

A Polícia Rodoviária Federal encontrou um revólver calibre 38 com seis projéteis intactos ao abordar o automóvel em que o prefeito estava, que chegava da região da Baixada Maranhense, no momento.

À Polícia Rodoviária, o condutor do veículo, Raimundo Nonato Teixeira Neto, informou que a arma era do prefeito Irlan Serra, que negou a propriedade da mesma. Foi dada voz de prisão a todos os ocupantes do automóvel.

No momento da prisão, o prefeito ainda ofereceu resistência. Ele portava, ainda, uma pasta contendo documentos da Prefeitura de Pedro do Rosário.

José Irlan Sousa Serra, José Kelvécio Rodrigues Alves, Evandro Luís Matos Pereira, Lidiane Neres Soares, Rubenita de Moura Lobato Bezerra e Raimundo Nonato Teixeira Neto foram levados à sede da Polícia Federal no bairro da Cohama, em São Luís.