Improvável duelo eleitoral…

ROBSON PAZ

O duelo eleitoral entre o governador Flávio Dino (PCdoB) e a ex-governadora
Roseana Sarney (MDB) parece cada vez mais improvável. A mdebista apostava em
três fatores para entrar na disputa pelo governo do Estado: viabilidade eleitoral,
apoio político e poderio midiático.
Com base nesse tripé, o plano do grupo Sarney era consolidar o projeto até
dezembro de 2017. Janeiro chegou e todos os cenários são amplamente
desfavoráveis à tentativa do sarneísmo voltar ao poder.
No âmbito eleitoral, as pesquisas divulgadas pela TV Difusora e pelo Jornal
Pequeno, em dezembro passado, mostraram favoritismo do governador Flávio Dino
à reeleição.
Além de ver Dino liderar com mais de 60% dos votos válidos, Roseana Sarney,
variando entre 27% e 30% das intenções de voto, tem a maior rejeição entre os pré-
candidatos, segundo dados dos Institutos Exata e Datailha.
Na seara política, a desvantagem de Roseana Sarney é ainda mais visível. Enquanto
o governador comunista manteve praticamente intacta a aliança que o levou ao
Palácio dos Leões, em 2014, a mdebista amarga quase completo isolamento. A
maioria dos partidos historicamente aliados do sarneísmo anunciou apoio ao
governo e à pré-candidatura do PCdoB.
Ao menos seis legendas PRB, PP, PR, DEM, PROS e PTB estarão na aliança
liderada por Flávio Dino.
Não por acaso, o ex-senador José Sarney vetou a nomeação do deputado federal
Pedro Fernandes (PTB) para o Ministério do Trabalho. A desesperada tentativa de
recuperar o apoio do PTB tinha o simbolismo de um troféu a ser exibido pelo chefe
maior da oligarquia como demonstração de força para os políticos. Deu com os
burros n’água!
A postura firme, leal do presidente do PTB escancarou ao Maranhão e ao Brasil, a
política coronelista e retrógrada praticada por Sarney e a candidatura caricata de
Roseana Sarney.
– Mas, Sarney é detentor de um império midiático capaz de causar avarias na
imagem de governos e políticos. Diria, um observador!
Sim, verdade que Sarney tem um oligopólio de comunicação encabeçado pela
afiliada da Rede Globo, dezenas de emissoras de TVs e outras tantas de rádios,
jornal e portal de internet. De fato, não é desprezível!
Contudo, o ambiente da comunicação do Maranhão não mais permite a criação de
factóides como a “morte e ocultação de cadáver de Reis Pacheco”, sem a devida
constatação da verdade com a celeridade e pluralidade propiciada pela internet e
redes sociais.

Ademais, pelo menos, metade da população do estado não se informa pela TV
Mirante, pois acessa TV por parabólica. Cada vez maior também é o índice da
população com acesso à internet, especialmente via celular. Isto é, com informações
ao alcance das mãos.
Com o revés do clã Sarney nos campos eleitoral, político e midiático, resta-lhes a
influência sobre o presidente Michel Temer e o apoio deste para Roseana Sarney.
Recente pesquisa divulgada pelo Ibope mostra que 90% dos eleitores não votam em
candidatos que apóiam governo Temer.
Decerto, uma temeridade para a improvável candidatura de Roseana Sarney. O
Maranhão está próximo de livrar-se de vez do passado coronelista.

_______________

# Radialista, jornalista. Secretário adjunto de Comunicação Social e diretor-geral da
Nova 1290 Timbira AM

Mudanças na Secap – Robson Paz será adjunto de radiodifusão e passa a comandar rádio Timbira

Robson Paz passa a ter mais uma função na comunicação do governo

O radialista e jornalista Robson Paz assumirá o comando da rádio Timbira, no Maranhão. Ele acumulará a função de subsecretário de Estado da Comunicação Social e Assuntos Políticos (SECAP) que se tornará, mais tarde, adjunto de radiofusão, como uma das estratégias que estão sendo anunciadas, nos próximos dias, para a área.

A Secap está passando por mudanças e outras novidades devem ser anunciadas ainda este mês. O governo quer adequar o órgão às necessidades do momento.

O convite para Robson Paz partiu do governador Flávio Dino (PCdoB). A missão que lhe foi conferida é a reformulação da emissora oficial do Estado no segmento AM, sucateada por mais de 20 anos.

Se hoje, no governo Flávio Dino, a rádio Timbira renasceu, no governo Roseana Sarney, ela foi extinta em 1995. A atual gestão demonstra que confia no poder da radiofonia e investe em sua modernização.

Segurança: resultados e reconhecimento

Por Robson Paz*

Robson Paz

Robson Paz

Policiamento ostensivo, blitzens, barreiras militares, operações de inteligência. É notória a presença mais intensa das forças policiais nos bairros e avenidas de São Luís e na maioria dos municípios.

A política adotada pelo governador Flávio Dino para melhorar a segurança pública alia valorização, capacitação e estrutura necessária aos policiais, além de ações integradas com a população, no Pacto pela Paz, e importantes programas estruturantes e sociais.

A contratação e qualificação de 1500 novos policiais civis e militares, ampliando o contingente; o reconhecimento de direitos negados por décadas aos policiais como as promoções estimulam a tropa e melhoram o desempenho do sistema de segurança. Em apenas 18 meses de governo, mais de 4 mil policiais foram promovidos. A maioria soldados, que ascenderam às patentes de cabo e subtenente.

Tais medidas renderam a Flávio Dino o slogan de “governador dos praças” na corporação. Reconhecimento à postura de valorizar as forças policiais, principalmente aqueles que estão na linha de frente no combate ao crime.

Outras ações comemoradas pelos policiais são a remuneração extra por armas apreendidas; aquisição de centenas de viaturas novas, armamento e moderno sistema de comunicação para as polícias.

Investimentos na segurança, que tem resultado na redução dos indicadores de crimes violentos, maior apreensão de armas e de drogas, além de importante combate ao crime organizado com operações de inteligência. Pela primeira vez, nos últimos doze anos, o Maranhão experimenta curva declinante nos principais índices de violência, especialmente no que diz respeito aos homicídios.

Segundo Atlas da Violência 2016, divulgado pelo Ipea (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada) e FBSP (Fórum Brasileiro de Segurança Pública), entre 2004 e 2014, a taxa de homicídios cresceu 244,3%. Em 2015, só na região metropolitana de São Luís houve redução em 12% no índice de homicídios. Este ano, a redução é ainda mais significativa. São 23,3% menos homicídios, comparado ao ano anterior. Digna também de reconhecimento é a redução em quase 20% nos CVLI (Crimes Violentos Letais Intencionais), muito acima da meta de 5% redução estabelecida pelo Ministério da Justiça para os estados.

A dedicação demonstrada nos momentos de maior dificuldade em episódios de ataques a ônibus ou no combate aos assaltos a bancos no interior do Maranhão são exemplos da sinergia existente entre as polícias e o comando do sistema de segurança pública.

“Antigamente as promoções demoravam muito mais tempo. Nesse quesito de valorização policial esse Governo não tem nem comparação com o outro, tanto na questão salarial, como na questão e equipamentos de trabalho está muito melhor agora”. O relato do soldado Ramon Pereira da Silva, promovido a cabo da Polícia Militar, depois de nove anos, simboliza a importância dada pelo atual governo a este que é um dos maiores desafios enfrentados pelo país.

A adoção da meritocracia na relação com as forças policiais do Estado apontam o caminho certo ao exigir resultados, mas também reconhecer aqueles que lutam para garantir a segurança de todos nós.

_______________________________________________________________________

  • Radialista, jornalista. Subsecretário de Comunicação Social e Assuntos Políticos

Robson Paz vai para a Secom de Flávio Dino e Simplício será secretário de Indústria e Comércio

Robson Paz será o titular da Secom do Estado

Robson Paz será o titular da Secom do Estado

O governador eleito, Flávio Dino (PCdoB), anunciou mais dois nomes do primeiro escalão na manhã desta quarta-feira (12). O radialista e jornalista Robson Paz assumirá a Secretaria de Comunicação Social na próxima gestão estadual e o deputado federal Simplício Araújo será secretário de Indústria e Comércio.

Robson Paz será responsável pelo cumprimento de metas que integram o Programa de Governo de Flávio Dino, eleito governador do Maranhão em primeiro turno. Uma delas é garantir o direito humano à comunicação com apoio às rádios comunitárias, aos jornais regionais e blogs noticiosos.

Conheça o perfil do novo secretário:

ROBSON PAZ – Secretaria de Comunicação

Robson Paz é graduado em Comunicação Social pela Universidade Federal do Maranhão (UFMA) e Especialista em Assessoria de Comunicação e em Gestão Pública. Foi Diretor Adjunto de Comunicação Social da Assembleia Legislativa do Estado do Maranhão e secretário adjunto de Comunicação da Prefeitura de São Luís. Desde abril deste ano, é titular da Secretaria Municipal de Comunicação.

Indústria e Comércio
Simplício Araújo,  novo secretário de Indústria e Comércio, assume a pasta com o desafio de ajudar no diálogo com o empresariado que investe ou quer investir no Maranhão. Entre as diretrizes da Secretaria estão o apoio ao empresariado maranhense e a atração de novos investimentos privados, mostrando as vantagens competitivas do estado, como porto, ferrovias, água, energia e recursos humanos.
Além disso, trabalhar no estímulo à geração de emprego, compromissos assumidos por Flávio Dino durante a campanha e que estão no Programa de Governo, disponível na internet para consulta.
Conheça o perfil do novo secretário:
 
SIMPLÍCIO ARAÚJO – Secretaria de Indústria e Comércio
Simplício Araújo é deputado federal, com atuação destacada na defesa do Maranhão e trabalho por mudanças em diversas áreas, como a saúde, a mobilidade e a moradia. É analista de sistemas, e tem formação e conhecimento nas áreas de Administração, Direito, Analista GiS, Marketing e Gestão. Simplício é militante na política do Maranhão há mais de 20 anos.

Mudanças na Seconzinha vão ficar para depois…

Mudanças só acontecerão quando Márcio Jerry quiser se afastar para a campanha

Mudanças só acontecerão quando Márcio Jerry quiser se afastar para a campanha

As mudanças previstas para a Secretaria Municipal de Comunicação, mais conhecida como “Seconzinha”, vão demorar mais um pouco para acontecer. Houve um recuo e o primeiro escalão permanecerá como está, pelo menos até quando o hoje titular da pasta, jornalista Márcio Jerry, resolver se afastar para passar a se dedicar somente à campanha do pré-candidato ao governo do Maranhão, Flávio Dino, provavelmente em abril.

Quando isso acontecer, o jornalista Robson Paz, que hoje responde pelo cargo de secretário-adjunto de Comunicação na Prefeitura de São Luís, deverá ser confirmado na Secom como titular por indicação do PCdoB.

Quanto à vaga de secretário-adjunto que será aberta, o prefeito de São Luís, Edivaldo Holanda Jr, ainda estuda nomes. A radialista Viviane Leite é um dos nomes mais cotados, mas ainda não há definição.

O PCdoB e a Seconzinha…

Passadas as eleições municipais, a pasta da Comunicação ficou sob o comando do PCdoB, no acordo entre os partidos aliados ao prefeito Edivaldo Holanda Jr..

Márcio Jerry deve se afastar por questões políticas mesmo, afinal não é segredo para ninguém que o jornalista é o homem forte das articulações políticas do pré-candidato ao governo do Maranhão, Flávio Dino, e precisa estar engajado no projeto do PCdoB.

Mesmo se afastando, Márcio Jerry deixará todas as portas abertas para voltar quando quiser. Afinal, a pasta ficará com o PCdoB pelo menos até o final de 2016, quando termina a gestão.