Mais um factoide politiqueiro de Andrea Murad e Rose Sales…

Andrea Murad tenta tirar proveito político da questão da Funac

Clodoaldo Correa

Na sanha para desgastar a qualquer custo a imagem do governo Flávio Dino, a deputada Andréa Murad (PMDB) e a ex-vereadora Rose Sales (PMB) protagonizaram mais um espetáculo politiqueiro ao tentaram invadir o Centro de Juventude Aurora, na tarde de ontem.

Acompanhados de meia dúzia de manifestantes e das câmeras da TV dos Sarney, Andrea e Rose queriam entrar na unidade colocando a segurança dos adolescentes infratores em risco.

O acesso a autoridades é garantido legalmente, mas com o devido agendamento e atendendo aos protocolos de segurança estabelecidos em regimento interno da Fundação da Criança e do Adolescente (Funac), publicado no Diário Oficial do Estado.

Para que sejam feitas imagens, por exemplo, deve haver prévia autorização da direção da unidade e dos adolescentes.

“Todo acesso deverá ser precedido de comunicado ao Coordenador de segurança, com antecedência mínima de 48h. (quarenta e oito horas),indicados o dia, o horário de entrada e de saída, o número de voluntários, a natureza do trabalho e o local onde será realizado”, diz trecho do regimento interno.

Mas, obedecer a legislação não parece ser uma das especialidades da deputada Murad.

Grupo ligado a Rose Sales bloqueia entrada da Funac; ex-vereadora é criticada nas redes sociais…

O secretário estadual de Direitos Humanos, Chico Gonçalves, denunciou há pouco, em seu perfil do Facebook, que um grupo, liderado pela ex-vereadora Rose Sales, bloqueou a entrada de uma unidade da Funac, em São Luís, na tentativa de impedir a passagem de funcionários, materiais e alimentos para os adolescentes que cumprem pena sócio-educativa.

“Livre manifestação transforma-se assim em violação de direitos”, criticou o secretário em sua página. As reações foram muitas e vários internautas também condenaram a atitude de Rose Sales.

Desde ontem, Rose Sales vem sendo criticada também no Twitter pelo secretário de Comunicação e Articulação Política do governo do Maranhão, Márcio Jerry. Ele também defende o cumprimento da Lei em casos relacionados a menores infratores.

Internautas também não pouparam críticas à postura de Rose Sales. Veja abaixo:

SÃO LUÍS – Confira a agenda dos candidatos a prefeito para esta segunda-feira

eleiçoes 2016

Edivaldo Jr –  Pela manhã, reúne-se com lideranças. À tarde, às 17h, faz caminhada no bairro Vila Riod. Concentração às 16h.

Eliziane Gama – Às 9h,  reunião da coordenação de campanha. Às 15h, compromissos parlamentares em Brasília. Às 18h,  compromissos parlamentares em Brasília

Rose Sales – 8h grava em estúdio mensagens estratégicas. Às 12h, concede entrevista ao  programa “Na Hora D” (TV Difusora). À tarde, tem reunião de planejamento com a coordenação da campanha. À noite, faz corpo a corpo com famílias tradicionais de São Luís

Fábio Câmara – Às 10h, expediente na Câmara de São Luís. Às 16h, atividades internas. Às 19h, gravação de programa eleitoral para a TV

Veja a agenda dos candidatos a prefeito de São Luís para esta sexta-feira…

Eleições-2016

Edivaldo Holanda JR  (PDT)- Pela manhã, grava programa. Às 17h, realiza caminhada  na Areinha. Concentração: 16h

Eliziane Gama –  Às 9h,  reunião da Coordenação de Campanha. Às 16h, caminhada no Bairro São Bernardo. Às 19h, reunião com o movimento social

Wellington do Curso  (PP) – Às 8h, reunião com coordenadores de campanha. Às 10h50h, participa de palestra “O processo educativo no aspecto ambiental”, no auditório Fernando Falcão – na Assembléia Legislativa. Às 16h, caminhada na Rua Grande. Concentração na Praça João Lisboa. Às 20h, reunião com coordenadores de campanha.

Rose Sales (PMB) – Às 15 horas, participará de uma roda de entrevistas, promovida pelo Sindicato dos Radialistas de São Luís, na  antiga Assembléia Legislativa.

Fábio Câmara  (PMDB)– De 9h30 às 14h, atividades internas. De 15h   às 17h, reunião com coordenação de campanha. À noite, participa do lançamento da campanha do candidato a vereador Nival Costa, no Codozinho.

SÃO LUÍS – Exata mostra Edivaldo na liderança e crescimento de Rose Sales…

Edivaldo Jr e Eliziane Gama são os dois primeiros colocados

Edivaldo Jr e Eliziane Gama são os dois primeiros colocados

Vereadora Rose Sales mostrou crescimento na pesquisa Guará

Vereadora Rose Sales mostrou crescimento na pesquisa Guará

 

02 - PREFEITO - ESTIMULADA

Pesquisa, encomendada pela TV Guará em parceria com a Federação das Indústrias do Estado do Maranhão (Fiema) e realizada pela empresa de pesquisa Exata, divulgou os resultados para a corrida pela Prefeitura de São Luís. Na estimulada, o prefeito Edivaldo Jr (PDT) mantém a liderança e a grande surpresa é a vereadora Rose Sales (PMB) que chega à casa dos 7%.

A margem de erro máxima é de 4 pontos percentuais para mais ou menos e com um nível de confiança de 95%. A pesquisa foi realizada entre os dias 8 a 10 de agosto, em São Luís. Foram entrevistados 806 pessoas, dos sexos masculino e feminino, com idade a partir de 16 anos, residentes dos bairros da zona urbana e rural. Foi registrada no Tribunal Superior Eleitoral sob o protocolo MA – 07443/2016.

No primeiro cenário, com respostas espontâneas, a pesquisa questionou aos entrevistados “Em quem você votaria para Prefeito de São Luís, se as eleições fossem hoje?”. Em primeiro lugar aparece Edivaldo Holanda Junior (PDT) com 16% das intenções de voto. Em seguida Eliziane Gama (PPS) com 9%. Wellington do Curso (PP) é o terceiro com nove pontos percentuais.

Rose Sales foi lembrada por 2% dos eleitores. Já Eduardo Braide (PMN), João Castelo (PSDB) e Fábio Câmara (PMDB) foram citados cada um por 1% do eleitorado. Zé Luís Lago (PPL) marcou menos de 1%. Outros marcaram 1%, nenhum 15%. 45% dos eleitores continua indeciso e ainda não sabem em quem votar.

Quando foram colocado a disposição dos entrevistados os nomes dos nove candidatos à Prefeitura da capital, Edivaldo Holanda Júnior (PDT) saiu na frente com 25% das intenções de voto. Eliziane Gama (PPS) emplacou o segundo lugar com 21% seguida por Wellington do Curso (PP) com 18 pontos percentuais.

Rose Sales (PMB) teve 7% das intenções, Eduardo Braide (PMN) com 3%, Fábio Câmara (PMDB) foi citado por 2% dos entrevistados, Zé Luis Lago (PPL) e Cláudia Durans (PSTU) marcaram 1% cada. Valdeny Barros (PSOL) foi citado por menos de 1% dos eleitores. Nesse cenário, nenhum eleitor votaria em branco, mas 12% votaria nulo e 10% ainda não saberiam em quem votar.

Segundo turno

A pesquisa também simulou a possibilidade de um provável segundo turno com os quatro pré-candidatos mais lembrados no levantamento. No primeiro cenário foi simulada uma disputa entre Eliziane Gama e o prefeito Edivaldo Holanda Júnior.  Neste caso, a deputada venceria com 37% das intenções de voto contra 32% para Edivaldo Holanda Júnior. 24% dos eleitores votariam em nenhum, branco ou nulo. Dentre os entrevistados, 7% não saberiam em quem votar.

Depois foi analisado um possível segundo turno entre Edivaldo Holanda Júnior e o deputado estadual Wellington do Curso. No resultado, Wellington do Curso foi lembrando por 39% e Edivaldo Holanda Junior marcou 34 pontos percentuais. Nenhum, branco e nulo totalizou 19% dos votos, e 8% não saberiam em quem votar.

O Instituto Exata também avaliou os dois principais candidatos de oposição ao atual prefeito, a deputado eliziane Gama e o deputado Wellington do Curso. Neste cenário,  Eliziane Gama venceria com 36% dos votos e Wellington do Curso marcaria 34% dos votos. Nenhum, branco e nulo contabilizaram 21% e 9% não saberia em quem votar.

Rejeição

A pesquisa também quis saber sobre a rejeição dos candidatos à prefeitura de São Luís. Ao serem colocados à disposição os nomes dos nove candidatos, Edivaldo Holanda Júnior foi o mais rejeitado pelos entrevistados com 35%.

O eleitor poderia escolher mais de um candidato e 18% não votariam em Eliziane Gama. Cláudia Durans marcou 17% de rejeição, seguida por Eduardo Braide e Fábio Câmara com 16%. 15% não votariam em Rose Sales e 14% em Zé Luis Lago. Wellington do Curso e Valdeny Barros foram os candidatos com menos rejeição, 11%,.

6% marcou que votariam em todos e 14% disseram que não votariam em nenhum.

Rose Sales confirma saída do PCdoB…

Vereadora Rose Sales

Vereadora Rose Sales

A vereadora Rose Sales (sem partido) confirmou, neste sábado (25), em nota de esclarecimento, sua saída do PCdoB. Ela ainda não anunciou a nova sigla em que irá se filiar.

A parlamentar foi convidada a sair da sigla, depois de não ter se alinhado à postura política de apoio ao prefeito de São Luís, Edivaldo Holanda Jr.
“Tranquilizo os ludovicenses e os maranhenses de que na sigla que escolher para militar, continuarei com o mesmo compromisso político e a mesma intensidade de conduta na construção de um mandato combativo ao lado dos movimentos sociais, do povo e dos trabalhadores, enfim, fazendo política com autonomia e por convicção”, disse Rose Sales.
A vereadora estava filiada no PCdoB desde 2007. Na nota, disse que continuará apoiando o governo Flávio Dino e que pretende manter uma relação saudável com as lideranças do partido.

PCdoB convida Rose Sales a deixar o partido…

Direção do PCdoB liberou Rose Sales para se desfiliar do partido

Direção do PCdoB liberou Rose Sales para se desfiliar do partido

O Comitê Municipal do Partido Comunista do Brasil (PCdoB), em São Luís, distribuiu nota à Imprensa, nesta sexta-feira (24), em que libera a vereadora Rose Sales para deixar a sigla, que tem como uma das maiores lideranças o governador do Maranhão, Flávio Dino. A decisão do partido foi motivada pela postura permanente de oposicionista em relação ao prefeito da capital maranhense, Edivaldo Holanda Júnior, que tem o apoio da direção da sigla.

Rose Sales começou  a mostrar postura de oposição ainda em 2013, primeiro ano da administração Edivaldo Holanda Jr, contrariando a orientação partidária que é pelo apoio ao prefeito de São Luís.

Apesar de se apresentar como oposição ao prefeito, a vereadora não procurou a direção para se desfiliar. Passado esse tempo, o Comitê Municipal, agora em tom discreto, “convida” a parlamentar a deixar a sigla.

“Chegou-se a uma situação em que não se é mais possível a convivência entre o posicionamento partidário de apoio à administração Edivaldo Holanda Jr com a postura oposicionista da vereadora. Diante disto, o Comitê Municipal do PCdoB de São Luís resolve liberar a vereadora Rose Sales…”, diz um trecho da nota que se segue abaixo:

 

PARTIDO COMUNISTA DO BRASIL

Comitê Municipal de São Luís

Nota à imprensa

Reunida no dia 23 de abril de dois mil e quinze, a Comissão Política do Comitê Municipal do Partido Comunista do Brasil (PCdoB), no município de São Luís, adotou a seguinte resolução:

1) Há vários meses, a relação entre a vereadora Rose Sales e o PCdoB, embora respeitosa e de alto nível, tem revelado um distanciamento político cada vez maior entre ambos, fundamentalmente em relação à gestão municipal de São Luís, em que o partido tem uma posição de apoio ao governo do prefeito Edivaldo Holanda Jr., dando-lhe sustentação e dela participando, enquanto que a vereadora, na prática, tem tido um posicionamento de oposição à atual gestão;

 2)     Esta situação foi e tem sido administrada e tratada no âmbito da direção partidária e com a participação da vereadora, que sempre teve a total possibilidade de se posicionar diante dos fatos, tudo com transparência, democracia e respeito.

 3)     Entretanto, chegou-se a uma situação em que não se é mais possível a convivência entre o posicionamento partidário de apoio à administração Edivaldo Holanda Jr. com a postura oposicionista da vereadora. Diante disto, o Comitê Municipal do PCdoB de São Luís resolve liberar a vereadora Rose Sales para, querendo, se desfilie das fileiras partidárias, pois suas posições em face da gestão municipal se chocam com as posições do PCdoB.

                                           São Luís-MA, 23 de abril de 2015.

 

Comissão Política do Comitê Municipal do PCdoB-São Luís

                                            José Haroldo de Oliveira

                                                         Presidente