Roseana Sarney vira meme, novamente, nas redes sociais…

Após virar meme várias vezes por reunir poucas pessoas nas varandas de residências na sua ‘Caravana da Guerreira’, a ex-governadora Roseana Sarney (MDB) tornou-se motivo de piadas, novamente, ao postar uma foto em que aparecia em uma mesa com algumas frutas e queijos em suas redes sociais.

Roseana escreveu que estava torcendo para a seleção brasileira ao sabor das delícias que ganhou em São João dos Patos e Santo Antônio dos Lopes. Na foto, apareciam algumas conservas de frutas e um queijo, supostamente vindo das cidades citadas.

Rapidamente, internautas ligaram os itens ao momento em que Roseana exercia seu último mandato e, em meio à crise da Segurança Pública e às várias mortes em Pedrinhas, licitou vários itens de luxo para suas ‘necessidades’.

Os alimentos, que constam na lista, remetem a um cardápio de um restaurante cinco estrelas como lagosta fresca, camarões dos mais variados tipos, salmão, bacalhau do Porto e patinha de caranguejo, entre outras. A licitação previa um gasto de mais de R$ 1 milhão.

Os internautas, por sua vez, trocaram o queijo da foto por uma lagosta, lembrando o momento em que o Maranhão e Roseana Sarney viraram memes nacionais em 2014.

Eleições 2018 e os desafios de Roseana Sarney…

Durante evento em Colinas, para chamar atenção, Roseana subiu em cadeira para discursar

Após longos anos no casulo, a ex-governadora Roseana Sarney (MDB) resolveu cair em campo e começar suas andanças pelo Maranhão. Após deixar o governo do Estado dizendo que não seria mais candidata, ela enfrentou o povo cara a cara em sua caravana pelo interior na semana passada.

Durante discurso em Colinas, na semana passada, Roseana reconheceu a dificuldade que enfrentará para vencer o governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), no pleito deste ano.

Além de dizer não ter medo de enfrentar a ” fera “(referindo-se a Flávio Dino), a pré-candidata utilizou da falta de argumentos  para criticar a forma física do governador, que tem sido em pesquisas um dos mais bem avaliados gestores do país.

Com capacidades pessoais e profissionais, Dino segue colocando o Maranhão nos trilhos do desenvolvimento e calando a oposição, que tem utilizado de baixaria política para atacar os adversários.

Ausência de João Alberto na caravana de Roseana Sarney confirma fragilidade do grupo

Nem os vereadores da cidade subiram ao palanque da ex-governadora.

A ausência do deputado federal João Marcelo (MDB) e de seu pai, o senador João Alberto (MDB), na ‘Caravana da Guerreira’ em Santa Inês acendeu o sinal vermelho do já desestabilizado grupo. O racha interno do grupo Sarney já tinha sido levantado logo após a entrevista do senador Edison Lobão (MDB) ao jornal O Imparcial, no último dia 04.

Ao ser questionado sobre a chapa de oposição, Edison Lobão falou que ela já estava montada, tendo ele e o deputado federal Sarney Filho (PV) como candidatos ao Senado e Roseana Sarney (MDB) candidata ao governo. Sobre João Alberto, Lobão falou que ele poderia ser candidato ao que quiser, mas não chegou a citar seu colega nem para candidato a vice-governador.

Mesmo planejado para ser o grande início da pré-campanha de Roseana Sarney, a ausência de João Alberto e João Marcelo é uma evidência de que o clima entre os políticos não está dos melhores.

Josimar de Maranhãozinho colocou mais gente na Loja Maçônica de Santa Inês do que Roseana…

Evento organizado por Josimar de Maranhãozinho

O início da caravana de Roseana Sarney pelos municípios maranhenses foi um verdadeiro fiasco. Em evento realizado na Loja Maçônica de Santa Inês, a ex-governadora não conseguiu encher o local e muitas cadeiras vazias foram vistas.

Em outubro do ano passado, o deputado estadual Josimar de Maranhãozinho realizou uma convenção do Partido da República (PR), com a participação do governador Flávio Dino, exatamente no mesmo local, a Loja Maçônica de Santa Inês.

Na comparação entre as duas imagens é possível observar que o ato de Maranhãozinho foi bem maior do que o lançamento da candidatura de Roseana Sarney. Tanto em número de público, quanto em número de prefeitos e políticos.

As imagens falam por si só. Basta comparar!

Inciando pré-campanha, Roseana sente clima hostil nas redes sociais…

A ex-governadora e pré-candidata, pela quinta vez ao governo do Estado, Roseana Sarney (MDB), sentiu os primeiros sinais do clima nas redes sociais com o lançamento da sua caravana itinerante. Intitulada de “Caravana da Guerreira”, ela pretende percorrer 30 municípios maranhenses a partir do próximo dia 08.

Ao perguntar em sua página oficial no Facebook sobre quais municípios as pessoas gostariam que a caravana passasse, os internautas não pouparam a ex-governadora e deram sugestões bem inusitadas. Algumas respostas foram ríspidas e desagradáveis, até mesmo, desnecessárias.

O grupo Sarney se prepara para tentar voltar ao governo depois do ciclo de mais de 50 anos encerrado pelo governador Flávio Dino (PCdoB) em 2014.

Ao que se vê, pelo clima hostil nas redes sociais ao anunciar a caravana, a tarefa não vai ser das mais fáceis.

Roseana Sarney é a mais rejeitada entre pré-candidatos ao governo do Maranhão

A pesquisa do instituto DataIlha mostrou que se a eleição fosse hoje, Flávio Dino teria 62,39% dos votos válidos, contra 29,15% de Roseana Sarney.

O quesito rejeição ainda continua sendo um dos principais obstáculos da ex-governadora Roseana Sarney ao projeto de disputa pelo governo do Estado. De acordo com a última pesquisa da TV Difusora (DataIlha), ela é a mais rejeitada entre os pré-candidatos ao governo do Maranhão. 37,3% dos entrevistados disseram que não votariam nela de jeito nenhum.

Segundo analistas políticos, a alta rejeição é um reflexo dos governos de Roseana Sarney, cuja gestão  levou o Maranhão ao patamar da miséria, insegurança e aos últimos lugares nos indicadores sociais. Outro fator que pesa contra Roseana, é a aproximação dela com Michel Temer, presidente com a maior rejeição de toda a história do país, do qual ela e o pai, José Sarney, são aliados e principais conselheiros.

Hoje, Roseana Sarney alcança cerca de 30% das intenções, índice que tradicionalmente o grupo Sarney detém nas eleições no Estado.

Roseana desmarca lançamento de pré-candidatura na Região Tocantina

Antipatizada e sem pisar em Imperatriz há quase quatro anos, Roseana decidiu desmarcar o compromisso temendo mais um retumbante fracasso.

O lançamento da pré-candidatura de Roseana Sarney ao governo do Estado em Imperatriz, que seria na próxima segunda-feira (19), foi adiado para o início de março. O principal motivo da prorrogação do ato seria a falta de força política na região após o resultado da pesquisa Difusora/DataIlha, divulgada na última quinta, que coloca a ex-governadora com menos da metade das intenções de voto de Flávio Dino.

Com a repercussão da pesquisa, a primeira de 2018 registrada no TRE, e o favoritismo do governador Flávio Dino, o grupo Sarney  se desanimou, ainda mais, com as pretensões da oligarca.

Antipatizada e sem pisar em Imperatriz há quase quatro anos, Roseana decidiu desmarcar o compromisso temendo mais um retumbante fracasso, como foi sua última passagem por Chapadinha e Rosário no final do ano passado. Começar sua pré-campanha no segundo maior município do Maranhão poderia ser um tiro no próprio pé, sobretudo pela alta popularidade que Flávio Dino possui na Região Tocantina.

Em 14 anos à frente do Estado, poucas são as obras da ex-governadora. Flávio Dino, por sua vez, é reconhecido pelo povo imperatrizense por ter feito, em três anos, bem mais do que sua antecessora. Desanimada com as pesquisas, é provável que Roseana desista do pleito antes mesmo de visitar alguma cidade.

PF deflagra Operação contra desvios no Corpo de Bombeiros…

Como parte da 2ª fase da Operação Torrentes, que investiga desvios de dinheiro público por integrantes do Corpo de Bombeiros, a Polícia Federal cumpriu, na manhã desta quinta-feira (8), três mandados de prisão no Estado. A PF acredita que as empresas investigadas no caso também atuaram em um esquema semelhante de corrupção durante o governo Roseana Sarney.

Conforme nota divulgada pela PF, empresários pernambucanos são suspeitos de integrar um esquema de corrupção perpetrado pelo Corpo de Bombeiros do Maranhão em operações contra uma forte seca que atingiu o Estado entre 2013 e 2014. No total, a PF acredita que o prejuízo causado aos cofres do Maranhão pode chegar a R$ 10 milhões.

Os indícios de superfaturamento foram encontrados ao se constatar que os contratos armados entre as empresas e o Corpo de Bombeiros do Maranhão apresentavam valores 30% mais altos do que os preços convencionais de mercado.

Essa não é a primeira vez que a gestão de Roseana é suspeita de desviar recursos destinados a ajudar famílias atingidas por tragédias naturais. Existe um processo dentro do Ministério da Integração que investiga o destino de R$ 18 milhões em recursos federais, destinado ao Maranhão no ano de 2009, para auxiliar as famílias atingidas por enchentes, mas que não foram usados com este fim. Segundo relatório do Ministério, houve “descaso”, “má-fé e “desrespeito”.

Bia Aroso manda áudio incentivando Roseana a se candidatar ao governo

Bia Aroso é uma das entusiastas da candidatura de Roseana Sarney

A ex-prefeita de Paço do Lumiar, Bia Aroso, conhecida no Estado inteiro por usar tornozeleira eletrônica colocada pela Polícia Federal após acusação de desvio de recursos da educação no município, mandou um áudio encorajando a ex-governadora Roseana Sarney a se candidatar novamente ao governo do Estado nas próximas eleições.

Cabo eleitoral histórica de Roseana, Bia Aroso foi prefeita de Paço do Lumiar de 1º de janeiro de 2009 a 20 de setembro de 2012, até ser presa pela Polícia Federal, no deflagrar da Operação Allien, por desvios de mais de R$ 15 milhões de recursos federais da Educação.

No áudio endereçado a Roseana, Bia cobre a ex-governadora de elogios e diz que vários correligionários seus de Paço do Lumiar – alguns até arrolados também na Operação Allien – marcharão ao lado da ex-governadora no embate contra Flávio Dino nas eleições de outubro.

Se pretende mesmo disputar o governo do Estado contra Flávio Dino, Roseana Sarney deve repensar bem quem serão os seus apoiadores. Ou talvez, pelo histórico da oligarquia no Maranhão, ostentar uma tornozeleira eletrônica seja credencial mais do que suficiente para fazer parte do rol de apoiadores dos Sarney.