Prefeitura de Pinheiro contrata instituto por R$ 1 milhão para manipular pesquisa

O Instituto Perfil, responsável por realizar pesquisa apontando empate técnico entre Roseana Sarney e Flávio Dino e colocar Waldir Maranhão como favorito ao Senado, foi contratado pela Prefeitura de Pinheiro por R$ 1 milhão. As informações foram divulgadas pelo blog do Raimundo Garrone.

Instituto Perfil Pesquisas e Projetos é o nome fantasia da empresa Mondego e Silva Ltda-ME.

O mesmo levantamento que avaliou o cenário politico para 2018, também quis saber sobre o desempenho do prefeito Luciano Genésio em seus primeiros seis meses de Governo, e o resultado mostrou 87% de aprovação. Os números são muito acima da média, ainda mais para a região dividida em dois clãs políticos, e especialmente em relação ao grupo do ex-prefeito Filuca Mendes.

Waldir e Luciano são aliados íntimos, do mesmo partido, e costumam trocar figurinhas dentro do PP.

Portanto, o resultado favorável à dupla, ainda mais de uma empresa contratada a peso de ouro pelo prefeito, coloca em dúvida os números divulgados

Membros do PSDC são denunciados por desvio de R$18 milhões na saúde do Maranhão

Dr. Aragão, presidente do IDAC e do PSDC no Maranhão.

O presidente e os funcionários do Instituto de Desenvolvimento e Apoio à Cidadania (Idac), e do Partido Social Democrata Cristão (PSDC) no Maranhão, foram denunciados pelo Ministério Público Federal por apropriação e desvio de R$ 18.943.926,87 em recursos públicos destinados à saúde, além de ocultação e dissimulação da origem do dinheiro desviado.

Além de Antônio Augusto Silva Aragão, Bruno Balby Monteiro, Mauro Serra Santos, também foram denunciados Valterleno Silva Reis, Paulo Rogério Almeida Mendes e Leila Miranda da Silva por participarem ativamente do esquema. De acordo com a denúncia, parte dos recursos desviados foi direcionada para pessoas vinculadas ao PSDC, incluindo vereadores e o próprio partido.

Segundo informado pelo MPF, Valterleno Reis, Paulo Rogério Mendes e Leila Miranda realizaram saques em espécie dos valores a serem repassados aos destinatários finais do desvio, a mando dos representantes do Idac.

Além disso, os denunciados praticaram atos de lavagem de dinheiro por meio da fragmentação de grandes quantias em valores menores para não chamar a atenção dos órgãos de fiscalização. Com a mesma finalidade, utilizaram empresas de fachada que emitiam notas frias para justificar os gastos do instituto.

O MPF pede, ainda, que Antônio Augusto Silva Aragão, Bruno Balby Monteiro, Mauro Serra Santos, Valterleno Silva Reis, Paulo Rogério Almeida Mendes e Leila Miranda da Silva sejam condenados pelos crimes de peculato, lavagem de dinheiro e organização criminosa. Atualmente, os denunciados estão em liberdade.

CIB discute questão de pacientes maranhenses recusados pelo Sistema de Teresina

Reunião da CIB discutiu soluções para a questão dos pacientes maranhenses recusados em Teresina

Reunião da CIB discutiu soluções para a questão dos pacientes maranhenses recusados em Teresina

O presidente da Comissão Intergestores Bipartite (CIB) e secretário estadual de Saúde, Ricardo Murad, convocou uma reunião para buscar uma solução com os gestores dos municípios de origem dos pacientes que estão sendo recusados pelo sistema de Saúde de Teresina. Ele informou que tanto o Piauí quanto o Ministério da Saúde estavam aguardando uma decisão do Maranhão para solucionar o problema.

“Temos que honrar nossos compromissos e pagar nossas contas. Se o Piauí atendeu nosso paciente é justo que receba pelo serviço prestado. O que não podemos é virar as costas para os pacientes e deixar que venham a óbito, enquanto permanecem em filas de espera por leitos em hospitais”, justificou Ricardo Murad.

Os 39 municípios maranhenses fronteiriços ao Piauí terão garantido o atendimento a seus pacientes no Estado vizinho com o redirecionamento do teto financeiro da alta complexidade – hoje incorporado no teto de média e alta complexidade (MAC) de São Luís – para custear tratamentos na rede pública piauiense com a intermediação da Secretaria de Estado de Saúde (SES).

Esta medida e a criação da Região Interestadual Maranhão/Piauí constam da Resolução 01/2014, aprovada, na quinta-feira (23), em São Luís, pela CIB.

César Félix vistoria obras em hospitais

Secretário de Saúde do Município, César Félix, vistoriou obras

Secretário de Saúde do Município, César Félix, vistoriou obras

O secretário de Saúde de São Luís, Cesar Felix, visitou, nesta terça-feira (14), duas das unidades do sistema de saúde do município que tiveram reformas emergenciais realizadas no ano passado.

Acompanhado por técnicos de sua equipe e representantes da Logos Construção, ele inspecionou os serviços na Central de Marcação de Consultas e Exames (Cemarc) e no Hospital Odorico Amaral de Mattos, o Hospital da Criança, ambos localizados na Avenida dos Franceses, no bairro da Alemanha.

O secretário adiantou que a Prefeitura aguarda apenas a aprovação de projetos junto à Caixa Econômica Federal (CEF) para que o Hospital da Criança, o Djalma Marques (Socorrão I) e o Clementino Moura (Socorrão II) recebam obras de ampliação e reforma completa.

Vistoria na Cemarc

Cesar Felix percorreu várias dependências da Cemarc, verificando desde a rampa de acesso até o funcionamento das luminárias. Foram realizadas obras de melhoria das calçadas, dos banheiros e substituição da rede elétrica e hidráulica do prédio que passou por pintura geral.

As obras foram concluídas no período de 90 dias. A vistoria ao prédio foi acompanhada pela superintendente da Cemarc, Renata Hage.