Bolsonaro escolhe general Santos Cruz para Secretaria de Governo

O oficial irá assumir a função que hoje é desempenhada pelo deputado Carlos Marun (PMDB-MS)

Agência Brasil

O presidente eleito, Jair Bolsonaro, anunciou hoje (26) o general-de-divisão Carlos Alberto dos Santos Cruz como novo secretário de governo. O órgão tem status de ministério. O oficial irá assumir a função que hoje é desempenhada pelo deputado Carlos Marun (PMDB-MS).

A principal missão de Cruz será a articulação com o Congresso Nacional e com partidos políticos e o diálogo com estados e municípios. É também através da Secretaria de Governo que o futuro presidente estabelecerá relações com organizações civis e entidades representativas da juventude.

Cruz ocupou a Secretaria de Segurança Pública durante o governo do presidente Michel Temer (MDB), entre 2017 e 2018 e foi apontado como o possível ocupante do mesmo cargo no futuro governo.

Nascido na cidade de Rio Grande (RS), em junho de 1952, o general formado na Academia Militar das Agulhas Negras (Resende/ RJ), comandou as tropas da ONU na Missão das Nações Unidas para a Estabilização do Haiti (MINUSTAH) entre 2007 e 2009. Cruz também fez parte do grupo de conselheiros da ONU para a revisão do reembolso aos países contribuintes de tropas em missões de paz.

Quando entrou para a reserva do Exército Brasileiro em dezembro de 2012, assumiu a chefia de assuntos militares da Secretaria de Assuntos Estratégicos(SAE) da Presidência da República. No ano seguinte, voltou para ativa, designado pelo Secretário Geral da ONU, como comandante das tropas na Missão das Nações Unidas para a Estabilizaçãoda República Democrática do Congo (Monusco).

Prefeitura de São Luís anuncia mudanças no secretariado municipal

A Prefeitura de São Luís comunicou, através das redes sociais, alteração em sua equipe de secretariado. A partir desta terça-feira (25), o atual secretário de Governo, Lula Fylho, assume o comando da Secretaria Municipal de Saúde (Semus), em substituição a Helena Duailibe.

O adjunto da Secretaria Municipal de Planejamento e Desenvolvimento (Seplan), Pablo Rebouças, assume a Secretaria Municipal de Governo (Semgov) como titular da pasta.

Rodrigo Marques pede para sair ou é demitido da Prefeitura de São Luís?

Rodrigo Marques era alvo de reclamações da classe política

Rodrigo Marques era alvo de reclamações da classe política

O secretário municipal de Governo, Rodrigo Marques, fez chegar à Imprensa, na manhã desta sexta-feira (21), uma imensa carta, onde comunica que “pediu para sair do cargo”, que lhe foi designado pelo prefeito Edivaldo Holanda Jr, por inúmeros motivos que passam por questões pessoais.

Rodrigo Marques se antecipou ao comunicado oficial da Prefeitura de São Luís e enviou à Imprensa uma detalhada explanação de motivos, mas, nos bastidores, já era comentado que ele iria ser exonerado por não ter conseguido ser o elo entre a classe política e o prefeito.

Amigo pessoal e muito próximo de Edivaldo Júnior, Rodrigo Marques era alvo de reclamações constantes, sobretudo, oriundas da classe política  que o viam como empecilho para diversas demandas. Estava dividido entre as atividades empresariais e  governamentais.

Mas, afinal, ele pediu para sair mesmo ou foi convidado a sair? Acho  que a segunda opção é a mais acertada. A permanência de Rodrigo Marques, que era um secretário totalmente apagado, em uma pasta tão salutar se tornou insustentável. E a reforma no governo Edivaldo Jr só está começando!

Edivaldo anuncia Lula Fylho no Governo e Guilherme Marques no Turismo

O prefeito de São Luís, Edivaldo Holanda Jr, anunciou, nesta sexta-feira (21), a escolha de Lula Fylho como novo secretário municipal de Governo. Ele exercia a titularidade da Secretaria Municipal de Turismo (Setur) e foi anunciado para o novo cargo após o pedido do ex-secretário de Governo, Rodrigo Marques, de afastamento da função para dedicar-se a projetos na iniciativa privada.

No lugar de Lula Fylho, o prefeito  anunciou  Guilherme Marques como novo secretário de Turismo. Ele ocupava o cargo de secretário adjunto.