“Cidadão do Mundo”: abertas inscrições para a 4ª edição do programa

Jovens maranhenses de 18 a 24 anos, que sonham em aprender um novo idioma, já podem se inscrever para participarem do Programa Cidadão do Mundo. Em sua 4ª edição, o programa de intercâmbio gratuito, promovido pelo governo estadual, por meio da Secretaria de Estado da Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti), vai levar 80 jovens para fora do país para aprenderem inglês, francês e espanhol.

As inscrições iniciaram no último dia 15 de janeiro, após o governador Flávio Dino e o secretário de Estado da Ciência, Tecnologia e Inovação, Davi Telles, recepcionarem os intercambistas que retornaram dos Estados Unidos, Espanha, Canadá e África do Sul. Na ocasião, também foi lançado o edital da 4ª edição do programa, que já beneficiou 235 estudantes.

Os candidatos selecionados receberão uma bolsa de estudos no valor de R$ 4.500,00, seguro de saúde durante todo o período em que estiverem residindo no país de destino, passagens e acomodação em casa de família residente na localidade definida para o intercambista, com sistema de pensão completo (café da manhã, almoço e jantar).

As inscrições poderão ser feitas até o dia 15 de fevereiro pelo site www.secti.ma.gov.br. No ato da inscrição, juntamente com seus dados, o candidato deverá informar o idioma pretendido (inglês, francês ou espanhol) dentre as opções contidas no edital.

Governo do Maranhão é elogiado durante evento realizado em Minas Gerais

 
O Governo do Maranhão foi bastante aplaudido por participantes do encontro anual da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC) no campus da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), em Belo Horizonte. O motivo da manifestação foram as ações desenvolvidas pelo Governo do Estado para uma ciência cidadã, apresentadas pelo secretário de Estado da Ciência, Tecnologia e Inovação, Jhonatan Almada, que falou de programas como a Rede Iema de educação profissionalizante, o Aulão do Enem, o Luminar: Caravana da Ciência e o Centro de Educação Científica (CEC).
Ao abordar o tema “Como atrair jovens talentos para a ciência brasileira – a experiência do Maranhão”, Jhonatan Almada mostrou na capital mineira o esforço genuíno do Governo Flávio Dino de fazer com que a ciência contribua para o desenvolvimento do Estado.
Para boa parte dos participantes da SBPC, o trabalho liderado pelo governador – seus programas e ações que dialogam diretamente com a inclusão da juventude a partir da ciência – ultrapassou as fronteiras do Nordeste e já é reconhecido em todo o Brasil.
Na opinião do secretário Jhonatan Almada, o Maranhão ilumina caminhos para o Brasil retomar o seu rumo. Para o titular da Secti, o Governo do Maranhão está trabalhando fortemente para dar fim a um conjunto de privilégios que existiam no estado e para democratizar o maior número de direitos ao povo.